Jeane Alves

Jeane Alves
Vitória de G 1 com Equitana

sábado, 25 de junho de 2011

Jeane Alves, Bate bola com a joqueta

Batalhadora, guerreira e com muita sede de vitórias! Estes são os principais vocábulos que definem a excelente joqueta Jeane Alves. Sempre muito sorridente e com uma "luz" de sorte que a acompanha, a contratada dos Haras Moema e do advogado Dr. João Boyadjian fala com muito carinho destes "gentlemans" do Turfe brasileiro.

"O Dr. Ênio e o Dr. João são pessoas muito especiais e a quem devo muito. Desde quando sofri aquela terrível queda em São Vicente, que me deixou afastada das pistas por aproximadamente três mêses, foram os principais que me deram apoio e também é claro, com a obrigação de citar os treinadores Mário Campos, Victório Fornasaro e Alexandre Corrêa, este último, juntamente com o Sr. Nelson Spielmann que me deram minha primeira vitória de G1 com Equitana, quando recém havia voltado", conta.

Abaixo, conheça um pouco mais sobre ela:

Nome: Jeane Alves de Lemos

Idade: 22 Anos

Natural: Acopiara - CE

Estado Civil: Solteira

Cor: Vermelho

Medo: de Invalidez

Filme: Secretariat

Programa de TV: Tudo é Possível

Time: Corinthians

Ídolo: Meu Pai

Cantor: Luan Santana

Cantora: Paula Fernandes

Ator: Nenhum em especial

Atriz: Isis Valverde

Hobby: Dormir

Sonho na profissão: Montar fora do país

Maior alegria no Turfe: Vitória no Juliano Martins com Xin Xu Lin

Melhor cavalo que viu correr: Xin Xu Lin

Treinador: M.R.Campos

Jóquei: J.Moreira

Melhor cavalo do Brasil na atualidade: Jéca

Melhor égua do Brasil na atualidade: Equitana

Frase: "Tô de boa!"

Palavra Final: "Como todos os profissionais envolvidos no Turfe sempre torcemos e acreditamos em uma melhora precoce do esporte, porém, é algo que não é muito fácil. Também é claro, agradecer à todos os que me ajudaram desde meu início até hoje. Não quero citar nomes, pois esquecer de alguém é sinônimo de merecer puxões de orelhas!", brinca.

por Ivan Jeronimo

Tarumã, programa com montarias para 1º de Julho

1º PÁREO - 800 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 16h45 - (T-01) - TRIFETA

PICK 3 INICIAL

1 - ESTRELA MAGISTIC - D.Santana 3k - 1-54

2 - EVER SPEED - E.P.Santos - 2-56

3 - FLORENZO - R.Araujo - 3-56

4 - THINKA’S BOY - S.P.Santos - 4-56

5 - CUORE VALENTE - U.Duarte - 5-56

6 - DISTINTO - Z.M.Rosa - 6-56



2º PÁREO - 800 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 17h15 - (CLAIMING CAT. “A”) - TRIFETA - QUADRIFETA

1 - TOMAHAWK FLY - Z.M.Rosa - 1-56

2 - PERSONAL STYLE - R.Araujo - 2-56

3 - AMERICAN INDY - U.Duarte - 3-54

4 - EUFORIA KRAQUE - S.P.Santos - 4-54

5 - FAST GAIS - L.C.Santos Jr. - 5-56

6 - VOSTRO BAMBINO - G.Macedo - 6-56

7 - BLACK PALOMA - M.Beatriz - 7-54

8 - NARQUILLE - E.P.Santos 8-54

1= 6.000,00 2= 6.000,00 3= 6.000,00 4= 6.000,00

5= 6.000,00 6= 6.000,00 7= 6.000,00 8= 6.000,00



3º PÁREO - 1.400 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 17h45 - (CLAIMING CAT. “B”) - TRIFETA

BIG EXATA

1 - SAURON (A) - D.Santana 3k - 1-57

2 - PREGA FOGO (L-A) - R.Araujo - 2-57

3 - QUADRIALADO (L-A) - R.R.Silva - 3-55

4 - URUGUAYO DI PUNTA (L-A) - B.Ardiles - 4-57

5 - EL NEGRO (L-A) - Z.M.Rosa - 5-57

6 - BIOLOGISTA (L-A) - A.M.Ribeiro - 6-54

1= 3.500,00 2= 3.500,00 3= 1.500,00

4= 3.500,00 5= 3.500,00 6= 2.500,00



4º PÁREO - 1.500 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 18h20 - (T-01) - TRIFETA

PICK 7 - BIG EXATA - 2º PICK 3

1 - NOBRE DO PAMPA - M.Beatriz - 1-56

2 - CATALYST - R.Araujo - 2-56

3 - DOCTOR STOKE - B.Ardiles - 3-56

4 - SEGREDO - G.Macedo - 4-56

5 - DOURADO - L.C.Santos Jr. - 5-56



5º PÁREO - 1.300 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 18h50 - (T-01) - TRIFETA

2º PICK 3

1 - CALLAO - M.Beatriz - 1-56

2 - DOROTÉA (P1) - D.Santana 3k - 2-54

3 - VITORIOSAMENTE (P2) - U.Duarte - 3-54

4 - OPULENCE - R.Araujo - 4-54

5 - DOM VALDO (P1) - L.C.Santos Jr. - 5-56

6 - BUN DI BUN AN (P2) - Z.M.Rosa - 6-56



6º PÁREO - 1.100 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 19h20 - (T-08) - TRIFETA

1 - DAME TIME (A) - Z.M.Rosa - 1-55

2 - DILIGÊNCIA (L-A) - R.Araujo - 2-54

3 - BOM VIVI (L-A) - D.Santana 3k - 3-54

4 - OLYMPIC PURSE (A) - B.Ardiles - 4-55/6

5 - SENTIMENTAL TEAR (L-A) - G.Macedo - 5-56

6 - DOCE VENENO (L-A) - L.C.Santos Jr. - 6-54/5



7º PÁREO - 1.400 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 19h55 - (T-04) - TRIFETA

1 - KÁRMINE (L) - G.Macedo - 1-55

2 - BOÊMIO ALEGRE (A) - M.Beatriz - 2-57

3 - CASUAL LIFE (A) - L.C.Santos Jr. - 3-55

4 - ANNY DI NORDICA (A) - R.Araujo - 4-55

5 - PARDAL FIGHTER (A) - B.Ardiles - 5-57

6 - BAMBINA D’FIORE (A) - Z.M.Rosa - 6-55



8º PÁREO - 1.100 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 20h30 - (T-04) - TRIFETA

OPEN BETTING

1 - SENHOR GENTIL - L.C.Santos Jr. - 1-57

2 - ROJÃO DOBRADO (A) - M.Beatriz - 2-57

3 - DALLE NERGY (A) - R.Araujo - 3-57

4 - MAJOR MIG (L-A) - G.Macedo - 4-57

5 - JESSY (A) - Z.M.Rosa - 5-55

6 - CERTA VEZ - D.Santana 3k - 6-55



9º PÁREO - 1.300 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 21h - (CLAIMING CAT. “A”) - TRIFETA - QUADRIFETA

OPEN BETTING

1 - ATLANTICO - D.Santana 3k - 1-53

2 - EXPRESSO PRATEADO (P1) - Z.M.Rosa - 2-56

3 - CANNONBALL (P1) - E.P.Santos - 3-55

4 - VENICE LOVE (P2) - M.Beatriz - 4-54

5 - CRAZY LIFE (P3) - L.C.Santos Jr. - 5-54/5

6 - VICTORIA LAKE (P2) - G.Macedo - 6-54

7 - LINHA DOIS (P3) - R.R.Silva - 7-54/5

1= 4.000,00 2= 6.000,00 3= 5.000,00 4= 6.000,00

5= 6.000,00 6= 6.000,00 7= 6.000,00



10º PÁREO - 1.400 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 21h30 - (T-08) - SUPER QUADRIFETA R$ 7.000,00

OPEN BETTING

1 - MADRILEÑO (A) - Z.M.Rosa - 1-58

2 - DOUBLE GATE (L-A) - S.P.Santos - 2-54

3 - BOLA DE PRATA (A) (P1) - M.Beatriz - 3-52

4 - BARRA FUNDA (L-A) (P1) - D.Santana 3k - 4-54

5 - JOGO DE OSSO (L-A) (P2) - R.R.Silva - 5-56

6 - VIGILIA (A) - B.Ardiles - 6-55/6

7 - BARBARIAN RUNNER (L-A) (P2) - R.Araujo - 7-56

8 - SEARCH IS OVER (L-A) - G.Macedo - 8-56

….

Implexo: sangue de Jet Seller, papel de campeão



Implexo pertence ao Haras dos Girassóis e está alojado em Piraquara (PR)
Apostar em garanhões nacionais, por mais que seus predicados sejam dos melhores, muitas vezes se torna uma tarefa ingrata para o criador frente ao peso de reprodutores importados. Contudo, em algumas ocasiões alguém “paga para ver”, e vem a obter resultados mais do que significativos. Foi assim com Implexo.

Nascido no Paraná, no ano de 1993, Implexo – um vistoso alazão, “malacara” e calçado nas patas – teve a sua campanha iniciada ainda aos 2 anos, mas foi aos 3, na virada da idade, que o neto de Rio Bravo obteve a sua primeira vitória, logo na sua segunda apresentação. Implexo venceu uma eliminatória no Tarumã, na distância dos 1.200 metros. Em seguida, Implexo repetiu na turma de cima (1.100 metros na areia, Tarumã) para depois vencer a sua terceira seguida, por ocasião do “perdedor” em Cidade Jardim (1.300 metros na areia).

Depois de ser experimentado e render bem na grama paulista, o filho de Jet Seller voltou para Curitiba, onde finalizou em segundo no Clássico Delegação do Jockey Club de São Paulo (L, 1.000 metros, areia, Curitiba), onde a vitória ficou com o ganhador de grupo I, Maestrino. Retornando a São Paulo, Implexo venceu um páreo de turma, em 1.300 metros na areia para, após um fracasso na grama, enfileirar novas 3 conquistas na capital paulista: o Clássico Jockey Club do Rio Grande do Sul (L, 1.300 metros, areia), um pesos especiais (1.400 metros, areia) e a Prova Especial João Álvares Rubião Filho (L, 1.200 metros, areia). Segundo no Clássico Bráulio Gomes (L, 1.200 metros, areia, Cidade Jardim), Implexo levantou um pesos especiais (1.200 metros, areia, Cidade Jardim) e em seguida foi novamente embarcado para o Paraná. Em sua terra natal, o alazão fechou sua campanha com vitória, por ocasião do GP Heitor Baggio (1.100 metros, areia). Em 14 saídas, Implexo obteve 9 vitórias.

O Haras dos Girassóis, criador e proprietário do animal, lhe lançou na reprodução no final da década de 90, com a sua primeira geração nascendo em 2000. Com Raiway (ganhadora de grupo II e colocada em grupo I) e Saga Sureña (vencedora de listed race) comandando os destaques de sua produção, Implexo já produziu animais de nível clássico de pencas até os 2.400 metros, na grama e na areia.

Implexo pertence ao Haras dos Girassóis, onde está alojado, em Piraquara/PR.

O VI Leilão de Coberturas da ACPCPSI/Raia Leve oferece uma cobertura do Implexo.

por Victor Corrêa
foto RL

Impression: reputação internacional



Impression pertence ao Haras Santarém e está alojado em São José dos Pinhais (PR)
Os rankings de garanhões “top de linha” atraem a atenção de turfistas ao redor de todo o Mundo, e principalmente quando se trata dos principais pólos do turfe internacional. E isso se estende às provas mais conhecidas e tradicionais que, além do ganhador, também servem de vitrine para o pai do produto. E desta experiência, o argentino Impression já desfrutou, e da maneira mais emblemática possível.

Procedente dos campos do Haras Vacación, na Argentina, Impression cumpriu toda a sua campanha em seu país natal. Vencedor, logo em sua estréia, aos 3 anos, de uma eliminatória disputada em Palermo, na distância dos 1.400 metros na areia, Impression, na sua quinta exibição, lograria o seu segundo êxito (1.200 metros, areia, Palermo), que por sua vez seria bisado na apresentação seguinte do tordilho (1.000 metros, grama, San Isidro). As duas vitórias seqüenciais lançaram Impression na esfera clássica, e este não decepcionou: viriam vitórias no Clasico Coronel Pringles (gr.II, 1.000 metros, areia, Palermo) e no Gran Premio Maipu (gr.I, 1.000 metros, areia, Palermo), sendo este último êxito o mais importante do seu retrospecto, obtido num dos principais meetings do turfe sul americano.

Ainda quinto na Carrera de Las Estrellas – Sprint (gr.I, 1.000 metros, areia, Palermo), Impression encerrou sua campanha aos 5 anos, num total de 12 apresentações e 5 vitórias. Tão logo se selou o seu turf record, o velocista foi adquirido para servir como reprodutor no Paraná, mais especificamente no Haras Santarém.

Em sua nova função, o neto do francês Liloy estreou no ano de 2002, com os seus primeiros filhos nascendo em 2003. E logo na sua “fornada” inaugural, Impression produziria ninguém menos que Glória de Campeão, que, dentre outros feitos, foi responsável no ano passado, pela mais importante vitória obtida por um animal brasileiro no turfe internacional, por ocasião da Dubai World Cup (gr.I). Jeton de Luxo (GP ABCPCC (gr.I)), Confederada (GP Luiz Fernando Cirne Lima (gr.III), Jeu de Mots (Clássico Alô Ticoulat Guimarães (L)), Hamtato (GP Turfe Paranaense – cancha reta) são outros qualificados produtos que descendem de Impression.

Impression pertence ao Haras Santarém, onde está alojado, em São José dos Pinhais/PR.

O VI Leilão de Coberturas da ACPCPSI/Raia Leve oferece uma cobertura do Impression.

por Victor Corrêa

Heath Row vence o Grande Prêmio Presidente José Cerquinho Assumpção - Grupo II



Heath Row foi o vencedor do Grande Prêmio Presidente José Cerquinho Assumpção - Grupo II, corrido neste sábado em Cidade Jardim.

JOCKEY CLUB DO PARANÁ, NEM TUDO QUE RELUZ É OURO

JCP: NEM TUDO QUE RELUZ É OURO!
(“ou renasce ou morre!”)

* PRIMEIRO ROUND - Independente de quem seja o novo presidente - 2011-2013 - do Jockey Club do Paraná, se Jael Barros ou Cresus Camargo (este agora o novo mandatário judicialmente indicado, pelo menos até a sentença definitiva que pode se arrastar por anos), tem a obrigação moral e ética de esclarecer ao quadro associado dúvidas e ações, passadas e atuais, que têm gerado mal estar diante da permanente omissão da atual gestão situacionista.

* O quadro político não muda, com o novo presidente, também da situação, mas sua condição como turfista, proprietário e criador, lhe confere poderes suficientes para exercer, com coragem, sua própria personalidade, em favor do turfe nacional em fase, cada vez, mais declinante por falta de competência, ética e profissionalismo. Para não dizer, também, má fé.

* Aqui, ainda estão no nó da garganta, por exemplo, entre outros espinhos: 1) O inquérito da venda fraudada - assembléia dos defuntos - sob risco de prescrição; 2) A venda velada, de caráter interno e político, de mais de 400 títulos da entidade a R$ 70,00, com finalidades - comprovadamente - eleitoreiras; 3) A suspensão de sócios e jornalistas - eu e Rizzon - sem direito de defesa, proibidos inexplicavelmente por dois anos de freqüentar os redutos da entidade; 4) etc...

* Presidente Cresus, para o bem do Jockey Club do Paraná, seja bem-vindo.

* CODERE - No Brasil, começou pela Gávea e Cristal e aqui também, anos atrás, ensaiou uma parceirismo. Mas a operação que visa trazer mais recursos financeiros à entidade, o que seria ótimo, ainda depende de uma autorização específica de Brasília, para onde a diretoria do JCP está de malas prontas para voar. Porém, quanto à promessa de uso das maquininhas caça-níqueis, veiculada no site do JCP ou outras modalidades lotéricas previstas, por ora, é carta fora do baralho no Ministério da Agricultura. Mas não custa tentar.

* O primeiro contrato da Codere, em andamento no Brasil, é o da Gávea em 2005, cujo histórico de “aditivos e renegociações” entre as partes poderá ser acessado no site do JCB “A Verdade sobre a Codere” divulgado em 17 de setembro de 2009 pelo presidente atual do JCB, Luis Eduardo Carvalho, esclarecendo os termos da renegociação contratual de dividas da Codere, para evitar especulações de terceiros. Assim, nem tudo que reluzia, em princípio, era ouro.

* DINHEIRO - O da venda patrimonial (R$ 20 milhões) acabou desde o ano passado, aplicado em tributos, processos trabalhistas, reformas do hipódromo etc, segundo garante a diretoria do JCP. Os R$ 160 mil mensais pagos, como adiantamento pelos empreendedores do futuro shopping, não cobrem as despesas mensais, incluindo os prêmios, em atraso. Consta, então, que o recurso foi apelar para a rede bancária, cuja fiança teria sido assumida por um dos sócios investidores. Leia-se, novamente, Shopping.

* SAFRA CAVALAR - Em baixa. Com menos de 400 cavalos alojados nas poucas cocheiras que não foram destruídas, a Comissão de Turfe do JCP está fazendo milagre para formar o programa quinzenal. Só falta parir. Louve-se, de qualquer forma, o esforço da C.T. presidida heroicamente pelo Cresinho.


por Luiz Renato Ribas

Misty For Me Clear vence o Pretty Polly em Curragh



Misty For Me,vencendo Pretty Polly Stakes - Grupo I - 2000 Metros Grama - corrido neste sábado, 25.06, em Curragh/Irlanda

Liminar garante Thunder Secret na Taça De Prata - Potrancas

Liminar garante Thunder Secret na Taça De Prata - Potrancas


O Jockey Club de São Paulo e a ABCPCC foram comunicados na manhã de sexta-feira, sobre decisão da justiça de Mato Grosso do Sul, que garantiu ao Haras Ponta Porã, uma liminar que dá o direito a Thunder Secret (Durban Thunder) de participar do GP Margarida Polak Lara (G.1) – Taça de Prata Potrancas.


Como a prova tem Regulamento Próprio, a ABCPCC terá que resolver o “imbroglio”, pois como o Added foi pago, parte dele terá que ser revertido em apostas e no programa oficial não consta o nome de Thunder Secret.


Procuramos na ABCPCC o Dr. Salles e o Sr. Ricardo Ravagnani, visando ouvir esta parte interessada, mas o funcionário James disse que os mesmos não estavam.


Marcos Rizzon – Jornal do Turfe

GRANDE PRÊMIO BRASIL, ADDEDS: Preparatórias para semana do GP Brasil

GP CORDEIRO DA GRAÇA (G2)

SOL DE ANGRA STUD PERFORMANCE
QUASI MODA HARAS CAMPESTRE
FOLLOW HARAS NACIONAL
TOSS A BUCK STUD PALURAPE
XIMBURÉ STUD PALURAPE
ATLANTE STUD ROTA 66



GP ADAYR EIRAS DE ARAUJO (G2)

GOROROBA DO IPÊ CLAUDIO MARQUES/FLÁVIO MEIRELLES
MANDJULA STUD LECCA
EAKINS T.B.S S/C LTDA
ALL IN HARAS DAS ESTRELAS
VITÓRIA BEACH STUD SANTA ROSA DE LIMA
HUNKA HUNKA HARAS DOCE VALE
VIRGO DANCER STUD COLINA VERDE
PERICHOLE STUD ESTRELA ENERGIA
INCHATILLON STUD ALVARENGA


PRIMEIRA PARCELA DO ADDED:
Foram oito, os inscritos para a preparatória do GP Brasil-G1, veja abaixo:



GP DEZESSEIS DE JULHO (G2)

ANOTHER XHOW STUD ALVARENGA
IMPATARE STUD RIO THOROUGHBRED
ANAKIN STUD RIO DOIS IRMÃOS
RAY SUNSHINE STUD CORREAS
GRAPETTE REPETE HARAS DOCE VALE
SAL GROSSO STUD TNT
FERA DO NENEM STUD WINNER'S CIRCLE
SAMBA MESTRE STUD ACQUA AZUL



Veja abaixo também, os inscritos para a preparatória do GP Presidente da República-G1:

GP GERVÁSIO SEABRA (G2)

SCOTTISH BOY HARAS REGINA
ÚLTIMO FURO HARAS ANDERSON
DAVIGNON STUD AZUL E BRANCO
UM CRAQUE STUD GRENOBLE
TSONGA STUD TNT
THUNDERDOME LUIZ STUD TNT
GODMUSTBECRAZY HARAS DOCE VALE
FAST FEET STUD ROBERTO GABIZO DE FARIA

Talk Show leva PE Helíaco


De ponta a ponta, Talk Show leva PE Helíaco



Talk Show (foto) mostrou qualidade e foi o melhor na Prova Especial Helíaco, destinada a produtos de três anos e mais idade, melhor prova do feriado de quinta feira no Hipódromo da Gávea.

Talk Show, como de hábito, assumiu a dianteira da carreira, braceando com três e quatro corpos sobre o resto do pelotão. Na entrada a reta, acionado por seu piloto, Marcelo Almeida, Talk Show resistiu com sobras ao ataque de Plaza-Toro (Haras Tributo à Ópera), que deu boa impressão e ficou com a formação da dupla.

Leste Oeste (Stud Cariri do Recife) ficou na expectativa como gosta e atropelou para chegar no terceiro posto. De trás, também vieram Energia Chocolate (Stud Estrela Dupla) e Halekulani (Haras Doce Vale), que completaram o marcador. Scrittore (Stud São Pedro do Rio Grande), um dos favoritos do páreo, chegou a dar alguma impressão até à entrada da reta, mas terminou descolocado.

Talk Show defende as cores do Stud Dona Lucia e foi criado pelo Haras Santa Maria de Araras. Filho de Wild Event e Remix, por Lode, o pensionista de Cosme Morgado Neto trouxe 2:00:74 para os 1.900 metros, na pista de areia.

Por Celson Afonso - Foto: Davi Oliveira

História do Turfe, JCSP se moderniza para sobreviver

Jockey, 126, se moderniza para sobreviver
por Alencar Izidoro - Folha de São Paulo 14/04/2001


O Jockey Club de São Paulo vai fazer mais uma aposta para sobreviver à crise financeira que enfrenta há quase dez anos. No final do mês que vem serão divulgados os nomes das empresas escolhidas em processo de licitação para administrar seus jogos de corridas de cavalo, principal atividade do clube.

A concorrência também envolve os hipódromos do Rio de Janeiro e de Porto Alegre. Quem vencer terá que fazer investimentos em marketing para voltar a atrair apostadores.

Embora seus restaurantes e bailes continuem badalados pela elite paulistana, os cofres do Jockey Club de São Paulo, que completou 126 anos em março, amargam uma situação decadente.

As arquibancadas do Hipódromo Cidade Jardim, que reuniam 50 mil expectadores nos anos 40, estão cada vez mais vazias. Atualmente, os finais de semana mais concorridos não conseguem atrair nem 3.000 pessoas.

"O turfe perdeu espaço no mundo inteiro. No Brasil, foi mais intenso porque os clubes não são geridos por profissionais. Além do surgimento de meios de transmissão pela TV, também enfrentamos a concorrência dos bingos", afirma Felipe Kheirallah, diretor de finanças do Jockey.

Havia no Estado de São Paulo quase 500 bingos no início deste ano, conforme levantamento da Caixa Econômica Federal. Esses estabelecimentos foram autorizados no país a partir de 1993.

"Antigamente só havia três jogos: Loteria Federal, Baú da Felicidade (do Grupo Silvio Santos) e corrida de cavalo. Hoje, dá para encontrar um jeito de jogar em cada esquina", diz Arthur Ramos Neto, presidente do Sindicato dos Funcionários de Estabelecimentos Hípicos de São Paulo.

A crise financeira teve reflexos em vários indicadores do Jockey. O quadro de funcionários foi reduzido de 3.000 para 600 na última década. As dívidas trabalhistas são perto de cem, os valores reivindicados beiram R$ 5 milhões, mas essa não é a principal "briga" dos sindicalistas. "Temos até vergonha, mas a nossa luta, agora, é pela sobrevivência da empresa", afirma Ramos Neto.

O volume anual de apostas no hipódromo não tem passado de US$ 50 milhões. Esse movimento já foi três vezes maior.

Após a "terceirização" do departamento de jogos (direitos outorgados pela lei do turfe, como o de julgar as corridas, serão mantidos), a intenção é aumentar a quantidade anual de apostas no Brasil de US$ 120 milhões para US$ 1 bilhão, no prazo de cinco anos. O Jockey de São Paulo deve concentrar metade desses valores.

Os prêmios aos donos de cavalos, que hoje atingem US$ 2.000 e são pagos com um mês de atraso, devem passar em poucos meses para US$ 10 mil, segundo as metas apresentadas na licitação.

Todos os grupos interessados na concorrência são estrangeiros (Itália, EUA, Inglaterra e França). Eles terão que divulgar as atividades do clube e serão remunerados conforme a quantidade de apostas nas corridas de cavalo.

A idéia de profissionalização não pára por aí. O Jockey deixará de ter apenas diretores não-remunerados. Serão contratados especialistas para cuidar exclusivamente de suas finanças.

"A administração sempre foi feita por pessoas que, no máximo, têm boa vontade, mas que não são especialistas. Tivemos na direção do clube grandes médicos e advogados. Em um setor concorrido, não dá para colocar um amador", diz Kheirallah, ressaltando que nem mesmo a colaboração de "nomes respeitáveis" da área financeira foi suficiente para resolver a crise.

Na gestão passada, Ibrahim Eris, ex-presidente do Banco Central, foi diretor de finanças. O atual presidente é Antônio Grisi Filho, ex-sócio do BCN.

Dívidas

As dívidas judiciais cobradas do Jockey passam de R$ 60 milhões. "Esses valores ainda estão sendo discutidos na Justiça. Podem cair para um terço do total", ressalva Kheirallah.

O patrimônio do clube teve uma perda no ano passado, quando foi vendida, por R$ 5 milhões, uma área próxima a Campinas (a 95 km de São Paulo) que abrigava cavalos para criação. A Chácara do Ferreira, terreno avaliado em R$ 30 milhões, também já chegou a ser posta à venda.

"Temos um patrimônio respeitável. A situação financeira é que não é boa. Não temos liquidez porque o volume de apostas é muito baixo", diz Kheirallah.

O número de sócios, que dez anos atrás chegava a 8.000, caiu para 6.000 e, dentro de um ano e meio, não deve passar de 3.000, pelas estimativas do clube. O motivo das baixas é uma tradição rompida em outubro passado, quando os sócios passaram a pagar mensalidades (cerca de R$ 100). A inadimplência já é de 50%.

"O Jockey era superavitário. Por muitos anos, pôde dispensar a colaboração dos sócios. Hoje está em uma situação em que não pode abrir mão disso. Alguns não se conformaram com a mudança", afirma o diretor de finanças.

Esse não foi o único rompimento com uma tradição do clube. Em 1996, os dias de apostas por semana foram reduzidos de cinco (domingo, segunda, quinta, sexta e sábado) para quatro. Por falta de apostadores, a sexta-feira foi excluída do calendário.

Glamour

Mesmo com a crise financeira, o glamour do Jockey permanece. Para marcar um casamento nos seus salões durante a semana, pode-se demorar mais de um ano.

O clube passou a concentrar cada vez mais eventos sociais e culturais em 1998, como desfiles do MorumbiFashion e shows do Free Jazz Concert.
Foram inaugurados os restaurantes Charlô e Mercearia São Roque, até hoje bem frequentados, e chegou a ser projetada a construção de um shopping center nas suas dependências.

A exigência de traje social para frequentar alguns espaços caiu há quase uma década. Nos últimos meses, passou a ser permitida até mesmo a entrada com tênis na ala social do Charlô. "A imagem está se renovando.

Está sendo quebrado o tabu de que o Jockey é fechado para uma elite arcaica. Queremos mostrar que é um lugar de gente normal", afirma Kheirallah.

Essas mudanças, porém, não bastaram para recuperar as finanças do clube. Outras tentativas, como a expansão das apostas por telefone, a criação de agências de jogos e a transmissão de corridas pela TV por assinatura, também não foram suficientes. "Do jeito que está, não dá mais", diz o diretor de finanças da instituição.

Turfe Brasil 1875

"Todas as classes da sociedade concorrem com seu contingente, vai povo de todos os pontos e de todas as castas; é que há alli com que satisfazer a todos os paladares (...) Vamos pois as corridas! Ricos e pobres, moços e velhos, velhas e moças!" (SENNIOR, 1875, p.1).

Equipe de TV brasileira é agredida por torcedores do River

Reduzir Normal Aumentar Imprimir Direto de Los Cardales (Argentina)
O cinegrafista Diego Barral e o repórter Victorino Chermont, do canal brasileiro Sportv, foram agredidos por torcedores durante a noite da última quarta-feira enquanto faziam uma reportagem sobre a partida entre River Plate e Belgrano em uma pizzaria da Buenos Aires, na Argentina.

A partida era a primeira do confronto que vale a permanência do River na primeira divisão do Campeonato Argentino. Irritados com derrota por 2 a 0, alguns torcedores perceberam a presença da emissora brasileira e partiram para agressão, porém os dois passam bem.

A segunda partida entre River Plate e Belgrano ocorre neste domingo, às 15h (de Brasília), no Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires. O time portenho precisa vencer por dois gols e diferença para permanecer na primeira divisão. No primeiro jogo, em Córdoba, houve invasão de campo de torcedores do River e o clima tenso pode até fazer a segunda partida ocorrer com portões fechados.


http://esportes.terra.com.b

Itajara, o cavalo brasileiro de todos os tempos


Itajara, o cavalo brasileiro de todos os tempos


Nascido em 31 de outubro de 1983 no Haras São José e Expedictus, que seguiu defendendo dentro e fora das pistas, Itajara começou sua incrível e invicta campanha em 86, vencendo um páreo comum, em 1.100 metros, igualando o recorde de 1m06s2. Ainda nesse ano, emplacou mais duas vitórias, em 1.300 e 1.600 metros, na pista de areia, assim como seu primeiro triunfo.

Em sua estréia na grama, já em 1987, levou sua primeira prova de Grupo 1, o GP Estado do Rio de Janeiro, em 1.600 metros, abrindo caminho na Tríplice Coroa. Depois, no GP Francisco Eduardo de Paula Machado (G1), em 2.000 metros, antiga Taça de Ouro, encarou uma grama encharcada e deixou o segundo a mais de sete corpos. No mês seguinte, levou o GP Cruzeiro do Sul (G1), em 2.400 metros, por inacreditáveis 16 corpos. E para completar sua fantástica campanha, sagrou-se Tríplice Coroado vencendo por mais de cem metros o GP Jockey Club Brasileiro (G1), em 3.000 metros.

Itajara era treinado por Francisco Saraiva e montado por José Ferreira dos Reis, o Reisinho, que até hoje é conhecido como o “jóquei do Itajara”. Filho de Felício e Apple Honey, por Fakland, o castanho encerrou sua trajetória nas pistas precocemente, perto de completar quatro anos, e seguiu para reprodução. Já no Haras, produziu inúmeros ganhadores, entre eles, Romarin e Siphon, que brilharam intensamente no Brasil e no exterior.

O melhor cavalo brasileiro de todos os tempos, eleito em 2007 pelo Jornal o Globo, morreu ainda novo, na Argentina, vítima de cólica.



Por Celson Afonso –

Alta Vista tenta sua quinta vitória no GRANDE PRÊMIO MARGARIDA POLAK LARA


GRANDE PRÊMIO MARGARIDA POLAK LARA - GURPO I - 1600 METROS - GRAMA - TAÇA DE PRATA
tem Alta Vista que tenta manter, com muita chance, a invicibilidade nas pista

1 ALTA VISTA 55 1 494 S.Generoso A.A.Farias (pr)
2 OLD TUNE 55 2 497 I.Santana P.H.Lobo (cp)
3 DIESEL GIRL 55 3 487 A.C.Silva E.P.Costa
4 LICCA-CHAN 55 4 425 L.Duarte (rj) D.Guignoni (rj)
5 GREAT VALOR 55 5 442 A.M.Souza Emerson Garcia (cp)
6 VIP MOON 55 6 435 W.Blandi L.R.Feltran (pr)
7 PRÓ MEMÓRIA 55/6 7 EST C.Lavor (rj) J.C.Sampaio (rj)
8 TINA PFEIFFER 55 8 447 A.Queiroz O.M.Nascimento

Filho de Netanyahu faz críticas a árabes na internet

Filho de Netanyahu faz críticas a árabes na internet

Yair Netanyahu, filho de 19 anos de idade do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, publicou comentários ofensivos contra árabes e muçulmanos em sua página no Facebook, causando polêmica em Israel e dando combustível a críticas. Os comentários foram posteriormente retirados do ar.

No início do ano, Yair Netanyahu escreveu que os muçulmanos "celebram o ódio e a morte", publicou hoje o jornal israelense Haaretz. No mesmo texto na internet, publicado depois de um ataque contra uma família que vivia em um assentamento judaico na Cisjordânia ocupada, Yair diz que "o terror tem religião, e ela é o Islã".

Yair Netanyahu, que também é um porta-voz do exército de Israel, manifestou ainda na internet o desejo de que os palestinos jamais tenham um Estado independente e soberano. Dois anos atrás, também no Facebook, o filho do primeiro-ministro israelense fez parte de uma campanha de boicote a produtos e empresas árabes, prosseguiu o periódico.

O Haaretz informou que os comentários ofensivos foram retirados do ar cerca de duas horas depois de um pedido do jornal a assessores do governo para comentários sobre o caso. O pedido foi repassado aos advogados da família Netanyahu, que qualificaram as palavras de Yair como "um uso irônico de palavras ditas por um adolescente num momento de raiva".

Os comentários foram alvo de críticas imediatas de palestinos, céticos quanto à propalada vontade de Benjamin Netanyahu de fazer concessões em troca de um acordo de paz. As informações são da Associated Press

http://www.parana-online.com.br

CRISTAL,AS CORRIDAS DO CRISTAL

AS CORRIDAS DO CRISTAL

Na última edição iniciei este espaço falando que o apostador brasileiro vem sofrendo muito. Há muito tempo.
Surpreendentemente, ao entrar no pavilhão social para as corridas da última quinta-feira no Hipódromo do Cristal, turfistas conhecidos como o Barba, Zé Toco (Pelotas), Tigrão etc vieram me parabenizar pelo editorial e foram categóricos: “Rizzon, hoje as corridas mais sérias são as disputadas em Porto Alegre”.
Há duas semanas, na prova de abertura, Impossible Star, que vinha de último, venceu. Na hora, a Comissão de Corridas abriu sindicância que resultou na suspensão do treinador Sidnei Benites por 30 dias.
No ano passado, o treinador “Samuca”, por reincidência em “Cafeína”, foi excluído do quadro de treinadores do JCRGS.
O jóquei Douglas Paz, que vinha ganhando muito, estava se drogando (crack), infelizmente, e o presidente da CC Vitor Hugo Barnasque encaminhou-o de volta a Alegrete, onde sua família o internou. Uma pena!
Os favoritos, aqueles impossíveis de perder, confirmam com um percentual de 90%. Para cada dez, um perde.
Se não bastasse, o presidente José Vecchio Filho, juntamente com seu vice Ricardo Felizzola, informaram ao JT em primeira mão que, a partir de 2012, tanto no GP Turfe Gaúcho, bem como em todos os páreos de 2 anos, não será permitido nenhum tipo de substâncias. Nem lasix, muito menos fenil.
Assim se preservam os potrinhos e se facilita as vendas dos bons para proprietários de todo o Brasil, prosseguindo suas respectivas campanhas com sucesso nos principais hipódromos.
Sempre é bom lembrar que o Jockey Club do Rio Grande do Sul, dentro de suas limitações, é o único a pagar todos os prêmios e comissões no dia seguinte de sua corrida. Na América do Sul, apenas outro Jockey Club paga os prêmios e no mesmo dia: Maroñas.

por Marcos Rizzon, Jornal do Turfe

Turfe Brasil 1891

"Deslumbrantes devem ser as corridas de hoje e o Turf Club será, por certo, pequeno para conter a grande massa de espectadores que ávidos pelo desenlace de um grande torneio...a elle afluirá" (JORNAL DO BRASIL, 1891, p.3).

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Índio da Costa,teve a carteira de habilitação apreendida na madrugada de quinta-feira no Rio de Janeiro

O ex-candidato à vice-Presidência da República pelo DEM, na chapa que também tinha José Serra (PSDB), teve a carteira de habilitação apreendida na madrugada desta quinta-feira no Rio de Janeiro. Índio da Costa foi parado em uma blitz da Lei Seca no bairro do Leblon, zona sul da cidade, e se negou a fazer o teste do bafômetro. "Às 23h de ontem, parei na Lei Seca-RJ. Bebi um vinho no almoço e não sei a duração do efeito para o bafômetro. Preferi não soprar", afirmou ele na sua página no microblog Twitter.

http://noticias.terra.com.br

Argentinos agridem reporteres brasileiros

Equipe de TV brasileira é agredida por torcedores do River

O cinegrafista Diego Barral e o repórter Victorino Chermont, do canal brasileiro Sportv, foram agredidos por torcedores durante a noite da última quarta-feira enquanto faziam uma reportagem sobre a partida entre River Plate e Belgrano em uma pizzaria da Buenos Aires, na Argentina.

A partida era a primeira do confronto que vale a permanência do River na primeira divisão do Campeonato Argentino. Irritados com derrota por 2 a 0, alguns torcedores perceberam a presença da emissora brasileira e partiram para agressão, porém os dois passam bem.

A segunda partida entre River Plate e Belgrano ocorre neste domingo, às 15h (de Brasília), no Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires. O time portenho precisa vencer por dois gols e diferença para permanecer na primeira divisão. No primeiro jogo, em Córdoba, houve invasão de campo de torcedores do River e o clima tenso pode até fazer a segunda partida ocorrer com portões fechados.

http://esportes.terra.com.b

GRANDE PRÊMIO PRES.JOSÉ CERQUINHO ASSUMPÇÃO - (GR.II)


TA LUV

neste sábado, em Cidade Jardim, tem 2 e mais anos no GRANDE PRÊMIO PRES.JOSÉ CERQUINHO ASSUMPÇÃO - GRUPO II - 1600 METROS - AREIA
1 VULCANO DANZ 60 1 510 I.Santana
2 KANTOR DE BIRIGUI 49/50 2 450 M.Sant´anna
3 MISSIL 49 3 494 M.Ribeiro
4 CHARLEVOIX 58 4 EST V.Leal
5 FLEMINGTON 49/51 5 478 V.Rocha (pr)
6 ZAMULÁ 49/51 6 525 H.Cordova
7 HEATH ROW 60 7 508 C.Lavor (rj)
8 UNDER ATLANTIC 58 8 512 N.A.Santos
9 ROBERTO ALBERTO 60 9 479 J.Aparecido
10 STRONG BASIS 58 10 460 A.L.Silva
11 VÔO LIVRE 49/50 11 470 A.Mesquita
12 TA LUV 58 12 EST A.C.Silva
13 JOGO DE BIRIGUI 58 13 477 F.Leandro

Cavalos, Foto 10

Rei Manda é o melhor milheiro em atividade no Uruguai


Rei Manda é o melhor milheiro em atividade no Uruguai

Rei Manda, 3 anos, filho de Music Prospector e Ela Manda por Stuka, venceu o Clássico "Benito Villanueva", prova disputada em 1.600 metros, para produtos de 3 e mais anos. Conduzido por F.F.Píriz, cruzou a linha de chegada com 2 corpos sobre Potri Fizz (Potridoon). O chileno Magno Memo (Ocean Terrace), Doctorazo (Dr. Greenfield) e o brasileiro Fortuna Certa (Arambaré) completaram o placar, entre 11 competidores. Treinado por Jorge A. Píriz, marcou 1:35"55, pista de areia leve.

por Roberto Micka

Raia Leve entrevista Antonio Coutinho Nogueira, titular do São Quirino

Raia Leve entrevista Antonio Coutinho Nogueira, titular do São Quirino

O site Raia Leve entrevistou um dos mais tradicionais proprietários do Turfe nacional, Antônio Coutinho Nogueira, titular do Haras São Quirino. Tony Coutinho Nogueira é hoje uma das pessoas mais ativas no Turfe paulistano.

RL - Quando começou no turfe e qual foi o cavalo que lhe deu a primeira alegria nas pistas?

ACN - Iniciei no Turfe aos 17 anos com a égua Caiçada, ganhadora de seis, inclusive o GP Cordeiro da Graça no Rio de Janeiro, minha primeira vitória em prova de grupo. Era uma potranca de criação do Haras Rio das Pedras, filha de Naftol e Ora Veja.

RL - Quais foram os melhores cavalos que o São Quirino já teve?

ACN - Bem, tivemos vários cavalos ganhadores, mas Viziane e Dono da Raia, ambos vencedores do GP Brasil e GP São Paulo. O Dono da Raia teve um sabor especial, pois além de bisneto de Viziane, é produto de cinco gerações da nossa criação.

RL - Quais são suas melhores recordações do Turfe?

ACN - Conviver com o meu pai José Bonifácio, ele que me ensinou que o Turfe é fascinante, e cada dia aprendemos mais nas vitórias e nas derrotas. Aprendi com ele a ganhar e a perder no esporte.

RL - Quem foi para o senhor o melhor treinador de todos os tempos ? e treinadores da farda do São Quirino?

ACN - Anisio Andretta foi um grande treinador, realmente um ícone da época. Do nosso São Quirino, Manoel Dacosta e Antonio Alvani foram os melhores sem sombra de dúvidas.

RL - Quais foram para o senhor os melhores jóqueis que viu montar?

ACN - Luiz Rigoni e Jorge Ricardo. Cada um no seu tempo e cada um no seu estilo.

RL - Qual foi o melhor cavalo que o senhor viu nas pistas ?

ACN - Itajara, realmente foi um cavalo acima da média.

RL - Qual foi sua maior derrota nas pistas na qual o senhor nunca esquece?

ACN - Bela Reca, ganhadora do Diana em São Paulo, correu a Taça de Ouro no Rio como uma grande barbada. Toda a nossa equipe estava com "salto alto". Fracassou completamente. Também o Hong Kong, que perdeu um GP São Paulo de forma inacreditável.

RL - Qual foi sua maior vitória no turfe?

ACN - Ver nascer o Dono da Raia no ano que o meu pai faleceu e, como criador, ver ele ganhar tudo aqui no Brasil.

RL - Qual sua perspectiva para o Turfe paulista ?

ACN - Tenho expectativas muito positivas. Apesar das dificuldades, depois de algum tempo o Turfe paulista está sendo dirigido por gente que tem o turfe no coração, possuem cavalos de corridas, e alguns até criadores na atual administração.

RL - O que o senhor acha da Pedra Única ?

ACN - Necessária, mas com os devidos cuidados e acordos na sua implantação.

RL - Cite um cavalo e uma égua hoje que o senhor acredita ser destaque entre os demais.

ACN - A Una Beleza tem grande superioridade entre as éguas. Não vejo um cavalo como líder absoluto, pois está muito parelho entre eles, nao há um que se destaque, estão no mesmo nível.

RL - Deixe um recado aos leitores do Raia Leve.

ACN - Vamos todos nos concentrar no Turfe, defendendo e lutando para o seu fortalecimento sem quaisquer concessões a interesses menores, pessoais ou políticos. Sem um Turfe forte no país, a vida de todos nós seria muito mais triste e infeliz.

por Leandro Mancuso

JOCKEY CLUB DO PARANÁ, NEM TUDO QUE RELUZ É OURO

JCP: NEM TUDO QUE RELUZ É OURO!
(“ou renasce ou morre!”)

* PRIMEIRO ROUND - Independente de quem seja o novo presidente - 2011-2013 - do Jockey Club do Paraná, se Jael Barros ou Cresus Camargo (este agora o novo mandatário judicialmente indicado, pelo menos até a sentença definitiva que pode se arrastar por anos), tem a obrigação moral e ética de esclarecer ao quadro associado dúvidas e ações, passadas e atuais, que têm gerado mal estar diante da permanente omissão da atual gestão situacionista.

* O quadro político não muda, com o novo presidente, também da situação, mas sua condição como turfista, proprietário e criador, lhe confere poderes suficientes para exercer, com coragem, sua própria personalidade, em favor do turfe nacional em fase, cada vez, mais declinante por falta de competência, ética e profissionalismo. Para não dizer, também, má fé.

* Aqui, ainda estão no nó da garganta, por exemplo, entre outros espinhos: 1) O inquérito da venda fraudada - assembléia dos defuntos - sob risco de prescrição; 2) A venda velada, de caráter interno e político, de mais de 400 títulos da entidade a R$ 70,00, com finalidades - comprovadamente - eleitoreiras; 3) A suspensão de sócios e jornalistas - eu e Rizzon - sem direito de defesa, proibidos inexplicavelmente por dois anos de freqüentar os redutos da entidade; 4) etc...

* Presidente Cresus, para o bem do Jockey Club do Paraná, seja bem-vindo.

* CODERE - No Brasil, começou pela Gávea e Cristal e aqui também, anos atrás, ensaiou uma parceirismo. Mas a operação que visa trazer mais recursos financeiros à entidade, o que seria ótimo, ainda depende de uma autorização específica de Brasília, para onde a diretoria do JCP está de malas prontas para voar. Porém, quanto à promessa de uso das maquininhas caça-níqueis, veiculada no site do JCP ou outras modalidades lotéricas previstas, por ora, é carta fora do baralho no Ministério da Agricultura. Mas não custa tentar.

* O primeiro contrato da Codere, em andamento no Brasil, é o da Gávea em 2005, cujo histórico de “aditivos e renegociações” entre as partes poderá ser acessado no site do JCB “A Verdade sobre a Codere” divulgado em 17 de setembro de 2009 pelo presidente atual do JCB, Luis Eduardo Carvalho, esclarecendo os termos da renegociação contratual de dividas da Codere, para evitar especulações de terceiros. Assim, nem tudo que reluzia, em princípio, era ouro.

* DINHEIRO - O da venda patrimonial (R$ 20 milhões) acabou desde o ano passado, aplicado em tributos, processos trabalhistas, reformas do hipódromo etc, segundo garante a diretoria do JCP. Os R$ 160 mil mensais pagos, como adiantamento pelos empreendedores do futuro shopping, não cobrem as despesas mensais, incluindo os prêmios, em atraso. Consta, então, que o recurso foi apelar para a rede bancária, cuja fiança teria sido assumida por um dos sócios investidores. Leia-se, novamente, Shopping.

* SAFRA CAVALAR - Em baixa. Com menos de 400 cavalos alojados nas poucas cocheiras que não foram destruídas, a Comissão de Turfe do JCP está fazendo milagre para formar o programa quinzenal. Só falta parir. Louve-se, de qualquer forma, o esforço da C.T. presidida heroicamente pelo Cresinho.


por Luiz Renato Ribas

Vip Star estréia com muita chance


Vip Star, preparada no Tarumã por Beto Feltran, estréia com muita chance no oitavo páreo de sábado em Cidade Jardimestréia no sexto

Melhores da Temporada Paulista

93 foram os pré-selecionados para os 18 Troféus Springfield Pro Turfe/Raialeve Melhores da Temporada Paulista que ocorrerá no próximo dia 29 de Junho no Tattersall de Cidade Jardim,
7 Jóqueis e 9 Treinadores disputam o galardão, se Jéca vencer domingo 26 travará com Xin Xu Lin uma grande batalha. As categorias mais comentadas e que estão causando mais polêmicas são entre as éguas Equitana e Una Beleza e entre as joquetas Josiane Gulart e Jeane Alves.

fonte Turfistas

Mary Lou tenta sua terceita vitória consecutiva


o décimo páreo do sábado em Cidade Jardim, um Pesos Especias/Claming Opcional, a ser corrido em 1500 Metros , Pista de Grama, apresenta a inscrição de Mary Lou que vem de duas firmes vitórias.

Turfe Brasil 1895

"...Um jockey é considerado personagem de certa importância. Com os grandes ordenados que recebem e outras propinas, podem depois de 10 ou 12 annos de trabalho, retirar-se a vida privada com uma boa fortuna" (O SPORT, 1895, p.1).

Sayão Lobato: Mais de meio século dedicado ao turfe

Cidadão humilde, alegre e de caráter irretocável, assim podemos definir a pessoa de JOÃO BAPTISTA SAYÃO LOBATO, nascido no dia 24 de junho de 1941, o popular “velhinho das barbadas” construiu dentro do mundo do turfe uma história digna de registro.

Ainda garoto no antigo Hipódromo do Moinhos de Vento, Sayão Lobato arranjou seu primeiro emprego, sendo cavalariço do treinador Durvalino Cunha por um bom tempo.Com a transferência do Hipódromo Moinhos de Vento para o Hipódromo do Cristal no ano de 1959, pouca coisa havia mudado na vida de nosso homenageado, porém sempre muito simpático e falante, Sayão começava a cativar o coração do craque Luiz Carlos Vergara Marques, que comovido com a história do garoto e vendo que estava diante de um talento dos microfones, lhe convidou para integrar sua seleta equipe de turfe.

Como se diz no mundo das celebridades, Sayão Lobato surgiu feito um meteoro e rapidamente explodiu para o mundo da comunicação. Apenas cinco anos depois de estar atuando na equipe de Vergara Marques, Sayão Lobato deixava de ser apenas um mero comentador de carreiras e tornava-se funcionário da rádio ITAI. O sucesso era tanto, que pouco tempo depois, Sayão teve seu passe comprado pela rádio Farroupilha e posteriormente, recomprado pela rádio ITAI. Mesmo vivendo uma outra realidade, Sayão Lobato nunca se afastou do turfe, e colhendo os frutos do seu sucesso (QUEM NÃO LEMBRA DO PROGRAMA “NÃO DIGA NÃO AO SAYÃO”) adquiriu seu primeiro cavalo, o animal chamava-se CINTURÃO e foi comprado junto ao pai de Milton Farias.

Hoje, passados mais de 50 anos, Sayão Lobato segue vivendo o turfe, atualmente é criador de cavalos na Cidade da Barra do Ribeiro/RS e faz parte da equipe de televisão do JCRGS. Perguntado sobre qual foi o seu melhor cavalo e sua maior emoção, Sayão Lobato não pensou duas vezes e falou de JOTABE CLARK que venceu o GP Taça Cidade Maravilhosa no dia 06 de agosto de 2006. Cabe salientar que além de tudo que já foi falado, Sayão Lobato é sócio e conselheiro do JCRGS.

UM FELIZ ANIVERSÁRIO E MUITA SAÚDE, SÃO OS VOTOS DE TODOS FUNCIONÁRIOS E DE TODA A DIRETORIA DO JCRGS.

PARABÉNS SAYÃO LOBATO !!!!!!

Fernand Gais vem pronto do Tarumã


o nono páreo deste sábado em Cidade Jardim apresenta a estréia de Fernand Gais, 2 vitórias no Tarumã, que tem tudo para uma grande apresentação.
Fernand Gais vai com o campeão Valmir Rocha.

Melhores da Temporada Paulista

93 foram os pré-selecionados para os 18 Troféus Springfield Pro Turfe/Raialeve Melhores da Temporada Paulista que ocorrerá no próximo dia 29 de Junho no Tattersall de Cidade Jardim,
7 Jóqueis e 9 Treinadores disputam o galardão, se Jéca vencer domingo 26 travará com Xin Xu Lin uma grande batalha. As categorias mais comentadas e que estão causando mais polêmicas são entre as éguas Equitana e Una Beleza e entre as joquetas Josiane Gulart e Jeane Alves.

fonte Turfistas

História do Turfe, A Arte de Ganhar Em Corrida de Cavalo, 1950


A Arte de Ganhar Em Corrida de Cavalos - Ano 1950
V. T. Rano do Prado

SEABISCUIT 1937 Horse Racing Form BAY MEADOWS




SEABISCUIT 1937 Horse Racing Form BAY MEADOWS4

Churchill Downs, Tornado atinge Churchill Downs, a “casa” do Kentucky Derby


Tornado atinge Churchill Downs, a “casa” do Kentucky Derby

Ate o momento foram reportadas pelo menos cinco cocheiras danificadas pelo tornado, que por volta de 20:10 atingiu Churchill Downs localizado em Louisville,Kentucky.

Não houve relato de pessoas e ou cavalos machucados. Alguns cavalos, das cocheiras afetadas, foram encontrados “correndo” soltos pelo hipódromo.

Vans e caminhões estão a caminho de Churchill Downs para transportar os cavalos que ficaram sem abrigo.

Obviamente as corridas que aconteceriam amanhã à noite foram canceladas.

História do Turfe - Jockey Club Ilustrado

Silvestre de Souza é destaque em páginas de turfe da imprensa britânica


O brasileiro Silvestre de Souza é destaque na imprensa inglesa

Hoje, o jóquei brasileiro (foto) Silvestre de Souza é destaque em páginas de turfe da imprensa britânica. O vencedor, em Royal Ascot, do Queen's Vase (G3), o paulista S. Souza, desde 2004 montando na ilha (ficando sediado mais na Escócia), chegou, este ano, hoje a sua vitória número 55 em Carlisle, o que é considerado por todos um belo feito e uma temporada especial para este piloto tão pouco conhecido entre nós e que aqui é praticamente desconhecido.

Registro: nas últimas cinco temporadas (incluindo a atual até agora), S. Souza tem 250 vitórias.

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Grand Prix de Saint-Cloud , domingo, restam nove candidatos

23/6/2011 -

Na relação dos concorrentes ao muito importante Grand Prix de Saint-Cloud (G1), em 2.400m, para produtos de quatro anos e mais idade,marcado para domingo, publicada hoje, ainda são lidos nove nomes, inclusive o de Snow Fairy (ler noticia sobre o Pretty Polly Stakes, G1), que, segundo os franceses, só correrá caso a pista em Curragh na véspera fiique demasiadamente pesada.



O grande nome é a quatro anos Sarafina (Refuse to Bend e Sanariya, por Darshaan), na foto, de Sua Alteza Aga Khan, campeã no ano passado dos Prix de Diane (G1) e Saint-Alary (G1), além de terceiro no Prix de l'Arc de Triomphe (G1), dominado por Workforce. Este ano, ganhou os 2.100m do Prix Corrida (G2), e foi segunda para Planteur, reaparecendo, nos também 2.100 metros do Prix Ganay (G1).





Fora ela e Snow Fairy, aparecem:

Cirrus des Aigles (segundo no Ganay)

Silver Pond

Zack Hall

Redwood

Dandino

Indian Days

Cavalryman

No Stobard Ireland Pretty Polly Stakes, sábado em Curragh, ainda com quatorze inscritas

23/6/2011 -

Os 2.000m do Pretty Polly Stakes (G1), homenageando uma das três maiores éguas-base da história do turfe, a serem corridos, por éguas de três anos e mais idade, neste sábado em Curragh, apresentam ainda hoje quatorze nomes.

Entre ele o de Snow Fairy (foto) , uma Intikhab e Woodland Drean, por Charnwood Forest, campeã, em 2010, tanto do Investec Oaks Stakes (G1), em Epsom, e do Darley Irish Oaks (G1), em Curragh, e que estará reaparecendo em pistas européias depois de sua tournée pela Ásia, onde venceu, no Japão, a Queen Elizabeth II Commemotative Cup (Grade 1), e em Hong Kong, da Pacific Hong Kong Cup (G1).

No entanto, a sua presença ainda não é certa porque seus responsáveis ainda aventam a possibilidade dela correr, no dia seguinte, o Grand Prix de Saint-Cloud (G1), em 2.400m, onde também está previamente inscrita.



Esses são os nomes:

Aoife Alainn

Eleanora Duse

Midday

Obama Rule

She's Our Mark

Snow Fairy

Asheerah

Chrysanthemum

Claiomh Solais

Eirnin

Empowering

Gemstone

Misty For Me

Wild Wind

Irish Derby, Ainda nove no Irish Derby G1) do próximo domingo

23/6/2011 -

Atração maior deste domingo, a milha e meia do Dubai Duty Free Irish Derby Stakes (G1), marcada para domingo em Curragh, ainda tem nove possíveis concorrentes como foi hoje publicado. A surpresa foi a ausência do nome de Recital (Montjeu e Dibenoise, por Kendor), treinado por Adrian O'Brien, vindo de um sexto, perto no Investec Derby Stakes (G1), em Epsom, vencido por Pour Moi. Ele era um dos mais comentados.

Os confirmados hoje são:

Best Hello
Carlton House, Dunboyne Express
Memphis Tennessee
Native Khan
Notable Graduate
Roderic O'Connor
Seville
Treasure Beach

Irish Derby, Ainda nove no Irish Derby G1) do próximo domingo

23/6/2011 -

Atração maior deste domingo, a milha e meia do Dubai Duty Free Irish Derby Stakes (G1), marcada para domingo em Curragh, ainda tem nove possíveis concorrentes como foi hoje publicado. A surpresa foi a ausência do nome de Recital (Montjeu e Dibenoise, por Kendor), treinado por Adrian O'Brien, vindo de um sexto, perto no Investec Derby Stakes (G1), em Epsom, vencido por Pour Moi. Ele era um dos mais comentados.

Os confirmados hoje são:

Best Hello
Carlton House, Dunboyne Express
Memphis Tennessee
Native Khan
Notable Graduate
Roderic O'Connor
Seville
Treasure Beach

FARWELL, MELHOR CAVALO BRASILEIRO DE TODOS OS TEMPOS


Farel Grande Prêmio Brasil de 1960


FARWELL
(16 DE SETEMBRO DE 1956)
BURPHAM (HYPERION) e MARILU (WOOD NOTE)
(HARAS JAHU - SP - BRASIL)

FARWELL, invicto no Brasil em 15 apresentações, todas clássicas, foi o líder absoluto e inconteste de sua geração desde os primeiros embates, no início dos dois anos, vencendo, com a máxima categoria e autoridade, os GG.PP. São Paulo (Derby Sul-Americano, à época), Derby Paulista, Ipiranga (2000 Guineas), Manfredo Costa Jr., atual Jockey Club de São Paulo (Prix Lupin), Consagração (St. Leger), Juliano Martins (Grande Criterium), Antenor Lara Campos (Criterium de Potros), Linneo de Paula Machado (Comparação), Governador do Estado (Prix Ganay, à época), 29 de Outubro (Premio Martinez de Hoz, à época), os Clássicos Tiradentes e Outono, o Prêmio Raphael de Barros Filho, em Cidade Jardim, e os GG.PP. Brasil e Distrito Federal (St. Leger, à época, atual Jockey Club Brasileiro), na Gávea; e, com grandes exibições de poderio locomotor colocou-se 2º nos Gran Premios Internacional 25 de Mayo e Internacional Carlos Pellegrini (vencido em tempo recorde), no belíssimo hipódromo de San Isidro, ao norte de Buenos Aires, capital da Argentina, suas únicas derrotas, nas duas vezes que competiu fora de seu país de origem. Atuou dos dois aos quatro anos, conservando sempre a mesma classe e fenomenal mecânica de galope.



- TRÍPLICE COROADO PAULISTA (OFICIAL) -
- QUÁDRUPLO COROADO PAULISTA (OFICIOSO) -

Em resumo, 17 apresentações, 15 vitórias (invicto no Brasil), e 2 segundos, conquistados nas duas provas mais importantes da Argentina.

Todo este fabuloso "turf-record", o faz merecedor do título "O MELHOR CAVALO BRASILEIRO DE TODOS OS TEMPOS".

por Luiz Eduardo Lages




--------------------------------------------------------------------------------

Churchill Downs, Tornado atinge cocheiras



O treinador Steve Margolis que teve a cocheira mais danificada, informou que sua equipe e cavalos estao a salvo e bem

Quiproquó


QUIPROQUÓ

POR LUIZ EDUARDO LAGES



Quiproquó, importado no ventre, foi o craque de sua geração, tendo, indiscutivelmente, sido o líder absoluto de sua turma. Em sua passagem pelas pistas (1952 a 1956), venceu a Tríplice Coroa Brasileira, galardão assim chamado por ser o Rio de Janeiro de então, a capital da república e por pertencer suas provas ao calendário clássico do Jockey Club Brasileiro. Assim, Quiproquó venceu na Gávea os GG. PP. Outono (2000 Guineas), Cruzeiro do Sul (Derby) e Distrito Federal (St. Leger), além dos GG. PP. Jockey Club Brasileiro (naquela época fazendo parte da temporada internacional), Dezesseis de Julho (Brasil Trial), São Francisco Xavier, Salgado Filho, Guanabara, Derby Club, Frederico Lundgren e Gervásio Seabra, conquistando ainda mais duas vitórias menos importantes. Em Cidade Jardim, venceu os GG. PP. São Paulo, Jockey Club e Presidente do Jockey Club. Outrossim, entre suas colocações, chegou em segundo nos GG. PP. Doutor Frontin (outrora igualmente fazendo parte do calendário internacional), Jockey Club do Rio de Janeiro e José Carlos de Figueiredo, em terceiro no G.P. Brasil (duas vezes) e em quarto nos GG. PP. Linneo de Paula Machado (Grande Criterium) e Jockey Club Brasileiro (prova da temporada internacional, à época), na Gávea. Entre suas colocações honrosas, somam-se ainda as obtidas em Cidade Jardim, tais como, segundo nos GG. PP. São Paulo, IV Centenário da Cidade de São Paulo e Criação Nacional e em terceiro nos GG. PP. 14 de Março e Piratininga.

Em resumo, foi apresentado a correr 30 vezes, para registrar 16 vitórias, 7 segundos, 4 terceiros e 2 quartos lugares, com apenas 1 descolocação, no G.P. Brasil de 1954, quando foi acometido de mal súbito.

Quiproquó ingressou na reprodução em 1956, onde apesar de ter desaparecido prematuramente, portou-se dignamente, tanto como pai, onde deixou bons produtos clássicos, assim como figurando com destaque nas estatísticas de avós maternos.


QUIPROQUÓ
(5 DE MARÇO DE 1950)
HARAS MONDESIR - SP - BRASIL

por Luiz eduardo Lages

Turfe Brasil 1876

"Consta-me que no Castellões já se exige folha corrida, attestado de moralidade do parocho e diploma de sócio do Jockey Club ou pelo menos de Cavalleiro da Rosa" (DIÁRIO DO RIO DE JANEIRO, 1876, p.3).

Cresus Coutinho Camargo, despacho oficializa nova decisão da eleição e faz alusão ao futuro do processo

PR: despacho oficializa nova decisão da eleição e faz alusão ao futuro do processo

Foi despachada nesta quarta-feira, a autorização para o lavramento do termo que coloca Cresus Coutinho Camargo como novo presidente do Jockey Club do Paraná, no último evento referente ao pleito eleitoral promovido este ano na entidade, que vem apresentando um extenso desenrolar judicial.

O Juiz Nei Roberto de Barros Guimarães, da 21ª Vara Cível, no mesmo despacho que deferiu a lavratura do termo, fato este que oficializa em definitivo Cresus como presidente (e que provavelmente ocorrerá na próxima segunda-feira), também cita o agravo de instrumento interposto pelo próprio Cresus, que tem como pedido a sua entrada como litisconsorte (como “parte”) passivo no processo. Até o julgamento do referido agravo, o processo segue “parado”, e somente após cumprida esta etapa é que o trâmite voltará ao normal.

por Victor Corrêa

Gávea homenageia Helíaco


Gávea homenageia Helíaco


Verdadeira lenda do turfe nacional, Helíaco será homenageado novamente com uma Prova Especial em seu nome.

No seleto grupo dos vencedores do GP Brasil, Helíaco foi um dos poucos a conseguir emplacar duas vitórias consecutivas, tal como Albatroz, Gualicho e Zenabre. Filho de Formastérus e Saphinha, por Trinidad, o castanho nasceu em 1943 nos campos do Haras São José e começou sua brilhante campanha em 1946. Entre seus triunfos, se destacam: GP Derby Paulista (46), GP Ipiranga (46), GP Cruzeiro do Sul (47), GP 16 de Julho (47) e justamente o bi campeonato no GP Brasil (47 e 48).


Helíaco marcou época no turfe nacional sendo treinado por Ernani de Freitas, famoso seu Nhonhô, e contando com as brilhantes direções do chileno Oswaldo Ulloa. Em 1949, no GP Criação Nacional, o craque que então defendia as cores do Stud Linneo de Paula Machado, se despediu das pistas, deixando 16 vitórias e duas colocações em 20 saídas. Um verdadeiro fenômeno.

Além disso seus encontros com a famosa Garbosa Bruleur, de quem tirou a invencibilidade no GP Cruzeiro do Sul 1947 e para quem perdeu a sua nos três mil metros do GP São Paulo, no ano seguinte, entraram para a história.


Levado para criação, Helíaco produziu, entre outros, o derby winner Gomil e Valence, vencedora do GP Diana, ambos no Hipódromo da Gávea.




Por Celson Afonso - Foto: www.harassaojose.com.br

Cavalos, Foto 10

Cão vegetariano morde vendedor de salcichas

Em São Paulo

Um vendedor de salsichas levou uma mordida de um cachorro após ser agredido por ativistas dos direitos dos animais que estavam fazendo um protesto em Berlim, na Alemanha.

Hendrik Z é um "empreendedor das ruas" que anda pra lá e pra cá com sua pequena churrasqueira vendendo salsichas quentes na capital alemã. Ele contou que estava trabalhando normalmente neste sábado (18), quando foi atacado por ativistas dos direitos animais.

De acordo com a história do vendedor, dois manifestantes se aproximaram de seu grill lotado de deliciosas salsichas e começaram a colar adesivos da causa vegetariana no vidro do seu carrinho-churrasqueira.

"Claro que eu tinha que detê-los. Não tenho nada contra vegetarianos, mas não deixo ninguém forçar suas opiniões para mim", contou a um jornal alemão. Um de seus agressores, aparentemente, o empurrou no chão e chutou sua perna.

A história de Hendrik continua com a intervenção de um espectador que estava assistindo o episódio e cujo cão começou a ficar tão animado, até que mordeu o bumbum do vendedor de salsichas.

"Felizmente estou vacinado contra o tétano e não precisei ir ao hospital", contou Hendrik.

O Editor do UOL Tabloide não tem certeza se o cachorro é mesmo vegetariano e resolveu se vingar, ou só estava com fome e queria descolar uma salsicha na faixa.

Nos bastidores do Cristal

Nos bastidores do Cristal
23/06/2011


1 - Il Giornalino, tordilho ganhador em São Paulo e clássicos no Hipódromo da Lagoinha, vai para o Cristal aos cuidados de Herminio Machado da Silva, com intuito de correr o Handicap dos Tordilhos. O cavalo foi adquirido pelo Stud Primus do Sul.

2 - Ainda falndo do Handicap de Tordilhos, existe também a possibilidade de correr Casagrande ou Serial Killer, é o que se fala no CT Bella Vista, onde trabalha J.A.Lopes. Os dois animais podem correr esse páreo, inclusive, com muitas chances de vitória.

3 - Uragano Point, de propriedade do Stud Guarajuba, está em Porto Alegre e ficará aos cuidados de Gerson Fernandes.

4 - Faltando apenas duas reuniões para o término das estatísticas, as disputas estão acirradas e tudo será decidido na última semana, o único que pode comemorar é treinador Herminio Machado, pois está com boa vantagem sobre o segundo colocado Cris Moura. Em relação aos proprietários, o Stud Duplo Ouro (Ricardo Felizzola) está um ponto na frente do Haras Maluga (Edemilson Souza), e em terceiro está o Stud Monte Athos, apenas 3 pontos atrás do lider. Entre os jóqueis, o duelo é entre M.B. Costa (Alemão) que está com 2 vitórias na frente de C.Macedo (Bonitinho). A disputa de cavalo do ano está entre Grand Crack, que está na frente em número de vitórias, e desta feita correrá o claming de 3 mil reais hoje, enquanto que Canta Pra Mim está em segundo lugar.

5 - Hoje o destaque será o Clássico Câmara Municipal, na distância de 1500 metros areia, e teremos um campo cheio, com 11 competidoras, onde os destaques são as éguas criadas por Sayão Lobato, Estação Top, Eu Te Amo e Canta Pra Mim. O criador será homenageado, e com certeza é merecedor por tudo que fez e faz pelo Turfe gaúcho. Parabéns Sayão Lobato !!!

6 - A égua Lacalandra, de propriedade do Stud Chamamé, reaparecerá no terceiro páreo enfrentando os machos, e com certeza venderá cara a derrota, pois possui trabalhos para ganhar mesmo contra os machos. Segundo Nilton Pires, ela é diferenciada e foi cogitada a sua ida para Maronãs.

7 - Hoje também teremos uma prova bastante interessante, o Pesos Especias Sayao Lobato 70 ANOS, com velocistas como Foghat, Quatro-Cantos, Quemarim, entre outros que irão percorrer os 1200 areia.

8 - Quinta feira passada ganhou com muita facilidade a potranca Hilte Brite (Arambaré na Great Radiance). De propriedade do Haras Maluga, foi preparada e trazida no último furo pelo treinador Manuel Duarte, e segundo informações deverá seguir campanha na Gavea.

9 - Vale lembrar que apartir do mês de julho as corridas do Cristal terão inicio às 15 horas.

por Leandro Mancuso

GRANDE PRÊMIO BRASIL 2011

Gávea, Celso Afonso indica para as cerreiras desta quinta, 23.06


Destaque do feriado, a Prova Especial Helíaco reúne oito corredores nesta edição. O páreo, destinado a produtos de três anos e mais idade, será disputado em 1.900 metros, na pista de areia.

Scrittore (foto) só faz vencer, não dá tanto peso aos seus rivais como vinha acontecendo e deve ser o favorito da prova. Filho de Dodge e Just Beyond, por Ghadeer, o castanho tem como principais adversários Talk Show (Stud Dona Lúcia) e Plaza-Toro (Haras Tributo à Ópera). Scrittore defende o Stud São Pedro do Rio Grande e foi criado pelo Haras Santa Maria de Araras.

Energia Chocolate (Stud Estrela Dupla), Jovial Colt (Stud B.H.C), Leste Oeste (Stud Cariri do Recife), Signal Love (Stud Escorial) e Halekulani (Haras Doce Vale) são os outros animais inscritos na carreira.

Hoje na Gávea serão disputados 11 páreos, como primeiro marcado para as 13h45. O Pick 7 começa na quinta prova e o Open Betting, com R$10.000,00 de bonificação, na nona da programação.

Abaixo as indicações e boa sorte!



1° Páreo: Páreo perigoso, onde Seneru pode seguir com sua sequência de vitórias. Dinda encara companhia mais acessível, larga pelo menor caminho desta vez e deve chegar entre os primeiros. Ultimatum Mio, a seguir.

SENERU (2) – DINDA (1) – ULTIMATUM MIO (6)



2° Páreo: Kinley vinha enfrentando páreos melhores em Pernambuco e pode estrear com vitória por aqui. Descansado, Jump Of Cord pode engrenar a tempo de endurecer a parada. Monte Lupo tem carreira para mais.

KINLEY (4) – JUMP OF CORD (6) – MONTE LUPO (5)



3° Páreo: Trisckster não estreou no último furo, foi bem mesmo assim, volta mais bem preparado e pode marcar mais um ponto para o Stud Amigos da Barra. Ligeiro, Fly Boy pode vir e mais par mais, acompanhar o ‘train’ por fora e vender caro a derrota. Dos demais, Ziggurat, que não vem confirmando, e último Emperador, que vem melhorando.

TRICKSTER (7) – FLY BOY (5) – ZIGGURAT (2)



4° Páreo: Mantida em excelente estado, a americana Baby Candy pode chegar a sua quinta vitória na Gávea. Porta de Paris leva vantagem no peso desta vez e é o segundo nome do páreo. Do Me Good, muito leve, a seguir.

BABY CANDY (5) – PORTA DE PARIS (6) – DO ME GOOD (3)



5° Páreo: Famous Nick deixou impressão das melhores em sua vitória e sobre de turma com chance. Em companhia mais acessível, Blefador é opção para os que procuram rateios maiores. New Sally é outra combinação bem gasta no início do Pick 7.

FAMOUS NICK (6) – BLEFADOR (3) – NEW SALLY (5)



6° Páreo: Irmã materna de Smile Jenny, Vereda Tropical vem inscrita direto na areia, conta com o reforço de Vem Chegando e com a eficiência do Haras Santa Maria de Araras. Chance Zero trabalha bem e, agora na areia, deve render mais. Feel Good, escolhida pelo Mazini, a seguir.

VEREDA TROPICAL (4) – CHANCE ZERO (10) – FEEL GOOD (9)



7° Páreo: Tinindo, Scrittore é o cavalo a ser batido na Prova Especial Helíaco. Talk Show volta muito bem preparado e promete dar trabalho. Plaza Toro também é levado na certa.

SCRITTORE (10) – TALK SHOW (2) – PLAZA TORO (6)



8° Páreo: Nixon in China retorna a pista de suas vitórias e pode fazer as pazes com o “winner circle”. Bem balizado, Furacão Latino é chegada certa. Caminho do Bem não deve ter ritmo favorável, mas está em forma e merece respeito.

NIXON IN CHINA (4) – FURACÃO LATINO (1) – CAMINHO DO BEM (1)



9° Páreo: Muito atrasado no páreo, Concorde News tem boa oportunidade para voltar a correr bem. Catirina venceu praticamente este páreo e segue como forte candidata. Jaquetinha e Kikana, para o Open Betting.

CONCORDE NEW (8) – CATIRINA (9) – JAQUETINHA (6)



10° Páreo: Verão corre o claiming pela primeira vez e é o cavalo do páreo. Bem colocado no partidor, Desejado Time, que ainda conta com o Lasix pela primeira vez, é sério rival. Yammer, a seguir.

VERÃO (10) – DESEJADO TIME (2) – YAMMER (4)



11º Páreo: Dr. Faruk, mais do que encabulado, e Saeta, contando com os cinco quilos de descarga da aprendiz Marcelle Martins, devem decidir a parada. Vindo de ótima corrida, Ptindio não deu sorte na baliza, mas segue como boa opção para a quadrifeta.

DR.FARUK (3) – SAETA (6) – PTINDIO (13)



Por Celson Afonso – Foto: Gerson Martins

Cristal, Marcelo Santana indica para as carreiras desta quinta, 23.06

Hoje, o Jockey Club do Rio Grande do Sul realiza sua reunião de dez páreos, com início programado para às 14 horas. O destaque da jornada fica por conta da nona prova, com a disputa do Clássico Câmara Municipal, em 1.500 metros, na pista de areia, para éguas de 3 e mais anos.

Eu Te Amo (Top Size), 3 anos, criação dos Haras Sayão Lobato e propriedade do Stud Kid, que retornou de curto descanso e fez boa corrida, parece estar reencontrando a sua melhor forma, e encontra boa oportunidade para obter mais um triunfo na capital gaúcha.

Estação Top (Top Size), 3 anos, Haras Sayão Lobato/ Stud Duplo Ouro, nas últimas estava bastante comentada, é jogada e fica nas proximidades, e surge como grande rival da indicada. Feé Marraine (Arambaré), 4 anos, Haras Maluga/ Cláudio O.O.Marques, e Doida Stella (Pátio de Naranjos), 6 anos, Haras Capela de Santana/Stud Casablanca, buscam surpreender as mais visadas.

Não custa lembrar que hoje teremos simulcating com as carreiras da Gávea, que terá início às 13 horas e 45 minutos.

A seguir, comentários e indicações. Boa sorte!

1º Páreo: Noite Sulina vem correndo pouco mas em provas clássicas, agora na turma tem tudo para ir a recuperação pode largar e fuzilar. Flor Púrpura depois de vencer tentou cartada difícil e não chegou longe, é inimiga. Savidad fez estréia de encher os olhos, depois fracassou, tem patas para vencer. Indiana Good, venceu na primeira agora aguerrida deve melhorar, tem chance. Indiana do Ipê é atropeladora, vai torcer por briga entre as mais ligeiras. Flower Punk vem de fácil triunfo esta em evolução pode ser a primeira no disco.

2º Páreo: Hoot na passada participou ativamente do páreo e não chegou longe, a turma agrada, é destaque. Mil Pratas vem ameaçando e chegando por perto, pode ser hoje seu dia de ir para a foto da vitória. Viola Encantada deu uma descansada retorna bem mexida, é artigo de fé. High Beautiful sabe mais do que vem mostrando, pode ser a surpresa na linha de chegada.

3º Páreo: Lacalandra mesmo misturada com os machos surge como uma das forças, anima nas matinais, é levada com grandes esperanças. True Hyrat debutou em um clássico. Chegou afastado, mas agora aguerrido e na enturmação, tem chance de vulto. Arqueiro do Rio é sempre falado e apostado, tem ficado devendo, pode levar a melhor no disco. Holandiano foi razoável na estréia, foi bem apostado, tem tudo para evoluir pode chegar no alto do placar. Vikinco tem choro no livro, pode ser a bomba.

4º Páreo: Faceiro na ultima vinha de Pelotas muito badalado, jogaram de pá, mas teve problemas de ferrageamento, em corrida normal vai ser difícil derrota-lo. Olympic Feltran depois de boas corridas na ultima fracassou, mas tem ocorrência no livro, correndo o que sabe vai lutar pela vitória. O Alpinista vem atuando com realce, deve conferir as primeiras colocações no disco. Selo Escarlate na ultima fez um corridão, se repetir, pode ser a pule boa. Eagle Heart vem de Cidade Jardim, onde nas ultimas não animou, a turma agrada, pode ir bem logo na primeira. Maria Lilia pode explodir com rateio elevado.

5º Páreo: Grande Crack vem atuando em provas mais fortes, voltando ao Claiming correndo o que sabe não deve ter difuldades para ser o primeiro no disco. Fever Again andou pela Gávea onde não animou muito, retorna em parceria que não assusta, parece o principal inimigo do indicado. Serrano Brilhante na ultima atuou abaixo do esperado, pode ir a reabilitação. Jovi Joy venceu prova similar em bonita atropelada, se o ritmo sair forte entre os ligeiros, pode repetir. Swiss Watch vem confirmando se bobearem pode ser o rateio compensador.

6º Páreo: Foghat retornou correndo o fino, venceu com firmeza e em boa marca, cnfirmando ai ser osso duro de roer. Istmo vai leve e vem repetindo atuações deve chegar correndo forte no final. Quatro-Cantos é corredor, a sobrecarga no peso pode atrapalhar, mas tem categoria para chegar em primeiro no disco. Apostador voltou mostrando pouco, tem choro no livro, pode ser a surpresa. Quemarin é outro com declaração no livro, debutou correndo pouco, sabe mais, olho vivo com ele. Heap fica para quem gosta de rateio de boas proporções.

7º Páreo: Trouble Girl inicia trazendo boa ficha para a enturmação, na Gávea e Cidade Jardim andava atuando em turma reforçada, é nome de respeito. La Monroe na última surpreendeu com êxito em tempo animador para a parceria, repetindo é nome de vulto. Uma Rose tem bom retrospecto, vem confirmando, e pode ter chegado seu dia de levar a melhor, é outro nome de realce. Magia Light deu uma descansadinha, é atropeladora, vai esperar por luta entre as mais ligeiras para chegar a tempo no espelho. No Brake pode ser o estouro.

8º Páreo: El Crispi fez estréia de luxo, ganhou fácil e em tempo pouco comum, não sentindo o aumento da distância tem ampla chance de seguir invicto. Quinteros Mann na passada perdeu nos instantes finais, mas conferiu sempre, confirmando vai ser dos primeiros. Big Hardy chegou por perto na anterior, qualquer descuido pode levar a melhor. Ebony Graf tem boa arrancada na reta, se acontecer briga na ponta, pode ficar com a posição de honra, cuidado com ele. Alvignac é irregular, mas pode ser a pule atômica. Paraíso Tropical não deve ser esquecido.

10º Páreo: Desert Tiger tem feito boas corridas, pode fechar a reunião. Dois Esquerdos na ultima foi favorito e navegou, agora vai com a descarga do aprendiz, tem tudo para correr bem, tem chance de ferro. Dell’arca estava sendo levado com esperanças na passada, e pouco produziu, tem livro de ocorrência, é inimigo. Megalomaniac vem de ganhar em bonita atropelada, pode atropelar novamente sem susto, pode ser o desengate. Du Coxa é veloz se conseguir galopar pode não ser alcançado. Luz das Estrelas estava comentada na ultima e correu abaixo do esperado, pode ser o tiro de canhão no fechamento da programação. Kleist tem mais corrida nas patas do que vem apresentando, convém ser olhado com carinho.

INDICAÇÕES:

1º Páreo: Noite Sulina (5) – Flor Púrpura (2) – Savidad (4)
2º Páreo: Hoot (5) – Mil Pratas (2) – Viola Encantada (4)
3º Páreo: Lacalandra (6) – True Hyrat (3) – Arqueiro do Rio (2)
4º Páreo: Faceiro (6) – Olympic Feltran (1) – O Alpinista (7)
5º Páreo: Grande Crack (2) – Fever Again (5) – Serrano Brilhante (4)
6º Páreo: Foghat (4) – Istmo (3) – Quatro-Cantos (8)
7º Páreo: Trouble Girl (5) – La Monroe (3) – Uma Rose (4)
8º Páreo: El Crispi (1) – Quinteros Mann (6) – Big Hardy (8)
9º Páreo: Eu Te Amo (2) – Estação Top (8) – Feé Marraine (3)
10º Páreo: Desert Tiger (2) – Dois Esquerdos (8) – Dell’arca (3)

abertura: Rodrigo Pereira
comentários e indicações: Marcelo Santana

Cristal, Marcelo Santana indica para as carreiras desta quinta, 23.06

Hoje, o Jockey Club do Rio Grande do Sul realiza sua reunião de dez páreos, com início programado para às 14 horas. O destaque da jornada fica por conta da nona prova, com a disputa do Clássico Câmara Municipal, em 1.500 metros, na pista de areia, para éguas de 3 e mais anos.

Eu Te Amo (Top Size), 3 anos, criação dos Haras Sayão Lobato e propriedade do Stud Kid, que retornou de curto descanso e fez boa corrida, parece estar reencontrando a sua melhor forma, e encontra boa oportunidade para obter mais um triunfo na capital gaúcha.

Estação Top (Top Size), 3 anos, Haras Sayão Lobato/ Stud Duplo Ouro, nas últimas estava bastante comentada, é jogada e fica nas proximidades, e surge como grande rival da indicada. Feé Marraine (Arambaré), 4 anos, Haras Maluga/ Cláudio O.O.Marques, e Doida Stella (Pátio de Naranjos), 6 anos, Haras Capela de Santana/Stud Casablanca, buscam surpreender as mais visadas.

Não custa lembrar que hoje teremos simulcating com as carreiras da Gávea, que terá início às 13 horas e 45 minutos.

A seguir, comentários e indicações. Boa sorte!

1º Páreo: Noite Sulina vem correndo pouco mas em provas clássicas, agora na turma tem tudo para ir a recuperação pode largar e fuzilar. Flor Púrpura depois de vencer tentou cartada difícil e não chegou longe, é inimiga. Savidad fez estréia de encher os olhos, depois fracassou, tem patas para vencer. Indiana Good, venceu na primeira agora aguerrida deve melhorar, tem chance. Indiana do Ipê é atropeladora, vai torcer por briga entre as mais ligeiras. Flower Punk vem de fácil triunfo esta em evolução pode ser a primeira no disco.

2º Páreo: Hoot na passada participou ativamente do páreo e não chegou longe, a turma agrada, é destaque. Mil Pratas vem ameaçando e chegando por perto, pode ser hoje seu dia de ir para a foto da vitória. Viola Encantada deu uma descansada retorna bem mexida, é artigo de fé. High Beautiful sabe mais do que vem mostrando, pode ser a surpresa na linha de chegada.

3º Páreo: Lacalandra mesmo misturada com os machos surge como uma das forças, anima nas matinais, é levada com grandes esperanças. True Hyrat debutou em um clássico. Chegou afastado, mas agora aguerrido e na enturmação, tem chance de vulto. Arqueiro do Rio é sempre falado e apostado, tem ficado devendo, pode levar a melhor no disco. Holandiano foi razoável na estréia, foi bem apostado, tem tudo para evoluir pode chegar no alto do placar. Vikinco tem choro no livro, pode ser a bomba.

4º Páreo: Faceiro na ultima vinha de Pelotas muito badalado, jogaram de pá, mas teve problemas de ferrageamento, em corrida normal vai ser difícil derrota-lo. Olympic Feltran depois de boas corridas na ultima fracassou, mas tem ocorrência no livro, correndo o que sabe vai lutar pela vitória. O Alpinista vem atuando com realce, deve conferir as primeiras colocações no disco. Selo Escarlate na ultima fez um corridão, se repetir, pode ser a pule boa. Eagle Heart vem de Cidade Jardim, onde nas ultimas não animou, a turma agrada, pode ir bem logo na primeira. Maria Lilia pode explodir com rateio elevado.

5º Páreo: Grande Crack vem atuando em provas mais fortes, voltando ao Claiming correndo o que sabe não deve ter difuldades para ser o primeiro no disco. Fever Again andou pela Gávea onde não animou muito, retorna em parceria que não assusta, parece o principal inimigo do indicado. Serrano Brilhante na ultima atuou abaixo do esperado, pode ir a reabilitação. Jovi Joy venceu prova similar em bonita atropelada, se o ritmo sair forte entre os ligeiros, pode repetir. Swiss Watch vem confirmando se bobearem pode ser o rateio compensador.

6º Páreo: Foghat retornou correndo o fino, venceu com firmeza e em boa marca, cnfirmando ai ser osso duro de roer. Istmo vai leve e vem repetindo atuações deve chegar correndo forte no final. Quatro-Cantos é corredor, a sobrecarga no peso pode atrapalhar, mas tem categoria para chegar em primeiro no disco. Apostador voltou mostrando pouco, tem choro no livro, pode ser a surpresa. Quemarin é outro com declaração no livro, debutou correndo pouco, sabe mais, olho vivo com ele. Heap fica para quem gosta de rateio de boas proporções.

7º Páreo: Trouble Girl inicia trazendo boa ficha para a enturmação, na Gávea e Cidade Jardim andava atuando em turma reforçada, é nome de respeito. La Monroe na última surpreendeu com êxito em tempo animador para a parceria, repetindo é nome de vulto. Uma Rose tem bom retrospecto, vem confirmando, e pode ter chegado seu dia de levar a melhor, é outro nome de realce. Magia Light deu uma descansadinha, é atropeladora, vai esperar por luta entre as mais ligeiras para chegar a tempo no espelho. No Brake pode ser o estouro.

8º Páreo: El Crispi fez estréia de luxo, ganhou fácil e em tempo pouco comum, não sentindo o aumento da distância tem ampla chance de seguir invicto. Quinteros Mann na passada perdeu nos instantes finais, mas conferiu sempre, confirmando vai ser dos primeiros. Big Hardy chegou por perto na anterior, qualquer descuido pode levar a melhor. Ebony Graf tem boa arrancada na reta, se acontecer briga na ponta, pode ficar com a posição de honra, cuidado com ele. Alvignac é irregular, mas pode ser a pule atômica. Paraíso Tropical não deve ser esquecido.

10º Páreo: Desert Tiger tem feito boas corridas, pode fechar a reunião. Dois Esquerdos na ultima foi favorito e navegou, agora vai com a descarga do aprendiz, tem tudo para correr bem, tem chance de ferro. Dell’arca estava sendo levado com esperanças na passada, e pouco produziu, tem livro de ocorrência, é inimigo. Megalomaniac vem de ganhar em bonita atropelada, pode atropelar novamente sem susto, pode ser o desengate. Du Coxa é veloz se conseguir galopar pode não ser alcançado. Luz das Estrelas estava comentada na ultima e correu abaixo do esperado, pode ser o tiro de canhão no fechamento da programação. Kleist tem mais corrida nas patas do que vem apresentando, convém ser olhado com carinho.

INDICAÇÕES:

1º Páreo: Noite Sulina (5) – Flor Púrpura (2) – Savidad (4)
2º Páreo: Hoot (5) – Mil Pratas (2) – Viola Encantada (4)
3º Páreo: Lacalandra (6) – True Hyrat (3) – Arqueiro do Rio (2)
4º Páreo: Faceiro (6) – Olympic Feltran (1) – O Alpinista (7)
5º Páreo: Grande Crack (2) – Fever Again (5) – Serrano Brilhante (4)
6º Páreo: Foghat (4) – Istmo (3) – Quatro-Cantos (8)
7º Páreo: Trouble Girl (5) – La Monroe (3) – Uma Rose (4)
8º Páreo: El Crispi (1) – Quinteros Mann (6) – Big Hardy (8)
9º Páreo: Eu Te Amo (2) – Estação Top (8) – Feé Marraine (3)
10º Páreo: Desert Tiger (2) – Dois Esquerdos (8) – Dell’arca (3)

abertura: Rodrigo Pereira
comentários e indicações: Marcelo Santana

Gávea, Thiago Fernandes indica para as carreiras desta quinta, 23.06


Prova Especial Helíaco é o destaque na Gávea

Com onze páreos formados e início da reunião marcada para as 13 horas e 45 minutos, o Jockey Club Brasileiro realiza a reunião dessa quinta-feira. O destaque da reunião fica por conta da sétima carreira, a Prova Especial Helíaco, destinada a produtos de 3 anos e mais idade, em 1.900 metros, pista de areia.

Em carreira das mais equilibradas, ficaremos com a indicação de Plaza-Toro (Dubai Dust), criação e propriedade do Haras Tributo À Ópera, que poderá correr mais acomodado dessa vez, já que a carreira conta com alguns animais bastante voluntariosos, e deve engrenar sua atropelada a tempo de entrar na briga pela vitória, levando o nosso voto. Direção do D.Duarte e apresentação de V.Nahid.

Talk Show (Wild Event), criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do Stud Dona Lúcia, deu sorte no balizamento dessa vez e pode ficar coma formação da dupla. Just Alone (Mutakddim), reaparecendo, e Scrittore (Dodge), animal de grande categoria, mas que não deu sorte no balizamento, são outros adversários que merecem ser respeitados.

O simulcasting com o Hipódromo do Cristal (10 páreos), terá início às 14 horas.

A seguir, comentários e indicações. Boa sorte!

1º Páreo – Seneru pode emplacar a terceira vitória consecutiva na abertura da reunião. Dinda e Up Hill King são os principais rivais do nosso indicado. Carreira equilibrada!

2º Páreo – Kinley estréia na Gávea em companhia desfalcada e leva nosso voto. Jump Of Cord fica com a formação da dupla. Monte Lupo e Xangô também devem ser respeitados.

3º Páreo – Prova das mais equilibradas, onde Trickster pode levar a melhor. Flyboy vendeu muito jogo na estréia, mostrou ligeireza e ameaça, mesmo reaparecendo. Ultimo Emperador, que pode ter ritmo de carreira favorável, a seguir.

4º Páreo – Baby Candy ostenta ótima forma e pode vencer mais uma. Aliviada no peso, Do Me Good surge como forte rival. Porta de Paris, a seguir.

5º Páreo – New Sally pode engrenar a tempo de levar a melhor. Famous Nick venceu com grande autoridade e pinta como grande adversário. First At Last, a seguir.

6º Páreo – Vereda Tropical, potranca de ótima raça, pode estrear com vitória. Mas terá grandes adversárias nas já corridas Feel Good e Quarta Sem Lei. Fuxi, que ainda não conseguiu estrear, mas anima nos matinais, a seguir.

8º Páreo – Furacão Latino deve ficar afastado na primeira parte do percurso, mas pode atropelar a tempo de levar a melhor com rateio elevado. Monday Blues fica com a formação da dupla. Nixon In China, a seguir.

9º Páreo – Catirina venceu forçando turma e, mesmo por aqui, segue com chance de vitória. Jaquetinha, aliviada no peso, fica com a dupla. A seguir, o manhoso Concorde News, que largando junto é grande rival, e Tzarista, mais adaptada ao percurso.

10º Páreo – Verão, vindo para o claiming, é a força da prova. Mas terá forte adversário em Souchard, que foi para o CT, volta de lasix pela primeira vez e conta com boa descarga. Desejado Time e Milha Certa, a seguir.

11º Páreo – Saeta, contando com boa descarga, pode encerrar a reunião com melhor rateio. Captain Worth, vindo de diversas vitórias no Tarumã, e Dr. Faruk, animal maduro na turma, são os animais a serem batidos.

Indicações:

1º Páreo – Seneru (2) – Dinda (1) – Up Hill King (5)
2 º Páreo – Kinley (4) – Jump Of Cord (6) – Xangô (7)
3 º Páreo – Trickster (7) – Flyboy (5) – Ultimo Emperador (4)
4 º Páreo – Baby Candy (5) – Do Me Good (3) – Porta de Paris (6)
5 º Páreo – New Sally (5) – Famous Nick (6) – First At Last (8)
6 º Páreo – Vereda Tropical (4) – Quarta Sem Lei (11) – Feel Good (9)
7 º Páreo – Plaza-Toro (6) – Talk Show (2) – Just Alone (4)
8 º Páreo – Furacão Latino (1) – Monday Blues (7) – Nixon In China (4)
9 º Páreo – Catirina (9) – Jaquetinha (6) – Concorde News (8)
10 º Páreo – Verão (10) – Souchard (6) – Desejado Time (2)
11 º Páreo - Saeta (6) – Captain Worth (1) – Dr. Faruk (3)

por Thiago Fernandes