Jeane Alves

Jeane Alves
Vitória de G 1 com Equitana

sábado, 17 de dezembro de 2011

Doña Ley foi a vencedora do Gran Prêmio Felix De Alzaga Unzué


Doña Ley, Julio Cezar Mendez , foi a vencedora do Gran Prêmio Felix De Alzaga Unzué


foto Gerson Martins

Thunder One com Juan Cruz Villlagra vence a milha do Gran Premio Joaquin S. de Anchorena


Thunder One com Juan Cruz Villlagra atropela para vencer a milha do ela e Gran Premio Joaquin S. de Anchorena

Jéca , craque vence o Grande Prêmio Natal


Craqu Jéca com o Campeão João Moreira vencem o Grande Prêmio Natal 2011

La Laguna Azul deu novo Show no Gran Premio Copa de Plata


La Laguna Azul com Jorge Ruiz Díaz massacrou rivais Gran Premio Copa de Plata

Expressive Halo Campeão do Pellegrini 2011


Expressive Halo ,com Juan Carlos Noriega , vencedor do Gran Premio Carlos Pellegrini 2011

foto - Los Pingos de Todos

Mosquito Vive


São estranhas essas mortes que geram vida. Assim é com a do Mosquito. Quando vivo, sua forma de ser, polêmica, forte, desbocada, agressiva, chegou a afastar muita gente. Mas, agora, que ele encantou, surpreendentemente juntou criaturas de todos os matizes para reafirmar um compromisso de luta, que foi a sua essência. Isso foi o que se viu na sexta-feira, dia 16, bem em frente à Catedral.

A ideia de reunir os lutadores sociais para reiterar as denúncias feitas pelo Mosquito nasceu dentro do cemitério, enquanto o companheiro seguia para a última morada. Loureci Ribeiro, um histórico militante da reforma urbana nessa cidade, foi quem apontou esse caminho. Entendia que todo o trabalho pelo qual Mosquito deu a vida não poderia ficar no esquecimento. Então surgiu o mote do: “Prendam-me. Eu reafirmo as denúncias do Mosquito. O Dário é corrupto. O Marcondes é corrupto”. E tantos outros nominados pelo blogueiro. E as gentes foram para a rua.



A catedral foi escolhida porque bem ali se fortaleceu a militância do Mosquito, um dos integrantes da “Novembrada”, momento de rebeldia que ocorreu em Florianópolis contra o presidente João Figueiredo e que significou o início da derrocada do regime militar. A partir dali, Mosquito nunca mais parou de gritar. Era justo então que fosse o lugar da reação.

Na quentura da tarde dezembrina foram chegando os militantes. Gente das antigas, que andava sumida. Gente das lutas atuais, do Plano Diretos, das comunidades de ocupação, sindicalistas, estudantes, donas de casa, professores, gente de partido político, jornalistas, gente sem movimento, mas que conhecia e admirava a coragem do blogueiro, povo que vive na marginalidade do sistema, anônimos que encontravam no Mosquito o espaço para dizer sua voz. Gente como Nelson de Souza, um flanelinha da Beira Mar, que ali permaneceu durante todo o ato, emocionado. “Ele falava de gente como nós, que trabalha, que é digna, mas que a polícia vive oprimindo, como se a gente fosse bandido. A gente não é bandido, nem drogado. A gente é trabalhador. Isso é o que a gente pode fazer”.

E, enquanto os amigos e companheiros de luta iam se revezando ao microfone, dirigindo-se ao prefeito, em cujo prédio – bem em frente – poderia estar a ouvir, policias se postavam ostensivamente, junto aos manifestantes, intimidando. E não eram soldados comuns. Era o próprio comandante da PM de Florianópolis. O que fazia ali, durante aquele réquiem? Foi a advogada Rosângela de Souza quem respondeu, indignada. “Já não basta tudo o que foi feito? Ainda vêm aqui espionar? E ainda me chamaram de mal-educada. Eu já estou cansada de ser humilhada por essa polícia que prefere estar aqui, a vigiar gente de bem, em vez de prender os bandidos que o Mosquito denunciou”. Rosângela também foi presa durante a novembrada, se mantém amiga de Mosquito desde aqueles dias e é uma referência na luta social desta cidade. Mulher guerreira, defensora das gentes, muitas vezes é tratada como “louca” por não fazer o jogo dos poderosos.

Só que a presença da polícia não intimidou ninguém. Um a um os amigos e companheiros foram usando o microfone, dando nome e sobrenome daqueles que ajudar a matar o Mosquito, tais como Dário Berguer, Marcondes de Matos, Ideli Salvati, Márcio de Souza e tantos outros que entraram na justiça contra ele. “Toda essa gente é responsável, porque ajudou a inviabilizar a vida”. Também foram lembrados outros companheiros que enfrentam agressões e ameaças por estarem na luta pela cidade. Gente como o Azevedo Modesto e a Angela Liute, ambos da Ufeco, e o seu Nivaldo, da Vila do Arvoredo. “Temos de ficar juntos e proteger essas pessoas, porque eles estão brigando pela vida de todos nessa cidade”.

Florianópolis é um lugar que foi apropriado por uma quadrilha que compra licenças ambientais, que burla as leis, que destrói a natureza, que mistura o público com o privado, que privilegia amigos, que não encontra punição. E contra isso os movimentos sociais se insurgem, assumindo cada uma das denúncias alardeadas pelo Mosquito. Essa é meta agora, acompanhar e ir até o fim na apuração de cada uma delas. É um compromisso.

Mas, no meio da tristeza que foi perder um companheiro, também nasce a esperança. Principalmente por se perceber a presença de um número bem grande de jovens, dispostos a entrar de cabeça nessa luta por uma cidade boa e bonita para todos, e não só para alguns. Um exemplo disso são as Brigadas Populares, organização nova, movida por uma juventude rebelde, saída das fileiras da luta estudantil que, agora, fora da universidade, se volta para a cidade, se mistura às lutas do Plano Diretor, se compromete com as comunidades de ocupação e se enfileira com os velhos militantes de décadas. Um vento fresco, uma esperança, como que brotando dessa semente que se plantou no chão no triste 14 de dezembro. Olhando aquela gurizada, de olhos arregalados e coração aberto, a gente se sente mais segura para seguir em frente. Porque se um morre, brotam 10 no seu lugar. Como diz o velho poema: podem matar uma flor, mas não conseguirão deter a primavera.

Os vilões do amor andam felizes. Estão dormindo bem, pensam que se livraram do impertinente pernilongo. Bobinhos. Pelas veredas desta cidade bonita, avançam os lutadores, que cada dia são mais e mais. Aumenta o foco do mosquito. Hora dessas, a gente vence!

Postado por elaine tavares - http://eteia.blogspot.com

GÁVEA - BOLETIM OFICIAL Nº 52 - Dotações e addeds para 2012


SECRETARIA DA COMISSÃO DE CORRIDAS JOCKEY CLUB BRASILEIRO
BOLETIM OFICIAL Nº 52 de 15 de DEZEMBRO de 2011
RESOLUÇÃO DA COMISSÃO DE CORRIDAS
Em 15 de DEZEMBRO de 2011


A Comissão de Corridas do Jockey Club Brasileiro informa as dotações para temporada hípica de 2012:

Grandes Prêmios - Gr.I ..........................................................R$ 37.500,00
Grandes Prêmios - Gr.II .........................................................R$ 30.000,00
Grandes Prêmios - Gr.III ........................................................R$ 22.500,00
Listed.................................................................................R$ 15.000,00
Provas de 2 anos..................................................................R$ 7.500,00

Ficam mantidas as dotações das provas de Gr.I que compõem o meeting do GP Brasil (R$ 60.000,00) assim como as provas que compõem as Tríplices Coroas (R$ 70.000,00 no Derby, R$ 60.000,00 no Diana e R$ 45.000,00 nas demais provas).


As demais dotações para produtos de 3 anos, 4 anos, 5 anos e mais, 6 anos e mais, os diversos Claimings, Pesos Especiais e Handicaps continuaram a mesmas da atual temporada.


As Provas Especiais igualmente permaneceram com as mesmas dotações de 2011.





Valores dos ADDEDs:

PROVAS
VALOR TOTAL -
1º PARCELA -
2º PARCELA -
VALOR COM MULTA

G3
1.500,00
450,00
1.050,00
2.100,00

G2
2.000,00
600,00
1.400,00
2.800,00

G1
2.500,00
750,00
1.750,00
3.500,00

TRIPLICES COROAS
3.000,00
900,00
2.100,00
4.200,00

CRUZEIRO DO SUL (DERBY)
4.000,00
1.200,00
2.800,00
5.600,00

G1-MEETING DO GP BRASIL
3.000,00
900,00
2.100,00
4.200,00

GP BRASIL
A DEFINIR




A COMISSÃO DE CORRIDAS AUTORIZA A DIVULGAÇÃO EM 15/12/2011

Tayrusu recorde ?

por erro no programa divulgado postamos o abaixo, quando na verdade o recorde de 45"
para os 800 metros continua a pertencer a Quixotte e Que Sucesso.



estreando em Hipódromos Oficiais o potro Tayrusu venceu o segundo páreo de hoje no Hipódromo do Tarumã.
Tayrusu colocou novo recorde para a distancia dos 800 metros,com facilidade cruzou o disco em 45"1.

Nos bastidores da Gávea

O cavalo Nohar foi adquirido pelo Stud Guararapes e ficará aos cuidados de JF.Reis com supervisão de Léo Reis no Vale do Itajara em Petrópolis.

O potro Azul Aguila, recente recordista na grama do Cristal, pertence ao Dr. Newton Kalio e ao sr. Deuclides Gudolle e já está no Rio de Janeiro. Mais precisamente no Centro de Treinamento do Marmelo, aos cuidados do bom treinador Vitor Paim.

Chegaram à Gávea os oriundos do Cristal Laurenciana e Jorge Alemão, ambos estão aos cuidados de JA.Lopes no CT Bella Vista em Teresópolis.

A égua Bárbara do Truc, que pertence ao Stud Turfe e é treinada por D.Minetto, retorna tinindo após enfrentar um páreo duro entre os machos. Agora só com as fêmeas, será osso duro de roer.

O Panterinha do Rio, como foi chamada Marcelle Martins esta semana, ganhou 9 páreos e entrou vários segundos. Sendo destaque dos jóqueis. Acho que o apelido "Panterinha" criado por Marco Aurélio deu sorte. Que assim seja!

Segue acirrada a disputa da estatística de jóqueis na Gávea. Com certeza entre Dalto Duarte e V.Borges a briga será mais intensa. Já entre os treinadores, acredito que D.Guignoni, JC.Sampaio e V.Nahid disputarão até o final. Mas até lá, muita coisa pode acontecer. A trifeta invertida é certa!

A potranca ganhadora VaiVai, que possui nome de escola de samba de São Paulo, desfilou na grama da Gávea na PE Atualpa Soares. A propriedade do Haras Nacional de Armandinho corre de verdade! Ótimo preparo de Léo Reis. Essa égua vai dar o que falar!

O potro Tap is Back, propriedade do Stud Alvarenga, ganhou com autoridade. Possui filiação Put is Back numa mãe argentina, tem o preparo de D.Guignoni que dispensa comentários e é de criação do Haras Santa Maria de Araras.

I Scream vem mostrando porque é irmão de Fluke. Vem ganhando e melhorando a cada dia. Dessa vez, pegou um páreo de éguas clássicas e não tomou conhecimento das adversárias no Clássico Armando Rodrigues Carneiro, na distância de 1600 metros grama, e ganhou bela carreira. Embora tenham pedido reclamação contra ela, num resultado bastante polêmico. Pelo jeito, teremos uma revanche futuramente entre Felice Bambina, I Scream e Pró Memória... Quem sabe uma prova de fogo em 2.000 metros grama?

No clássico Almirante Marquês de Tamandaré, vitória para Uno Amore Mio numa direção muito boa de F.Leandro, que soube atropelar em tempo hábil numa bela corrida que contou com muitas emoções até o disco. E depois da corrida com muitas reclamações. Vale salientar o ótimo preparo de AL.Cintra, o popular Tolú.

Os cavalos que surpreenderam esta semana, foram Godmustbecrazy e Econash. Correram na frente todo o percurso e deram muita torcida. Já Tônemaí perdeu um páreo incrível. A diferença do primeiro colocado ao quarto foi de apenas 1 corpo e meio. Realmente um páreo muito bonito, como há tempos não se via na Gávea.

Dia 3 de fevereiro será realizado o leilão de reprodução do Haras Anderson, TNT, CED e convidados. Será na Associação Rural de Bagé. E com certeza, será transmitido ao vivo.

No peão de prado da Gávea será realizado um evento de moda bastante interessante, que receberá o nome de Fashion Business. Com certeza, uma atração a mais.

Nesta semana os cariocas irão invadir a Argentina. Sal Grosso do TNT, largará na baliza 20 e terá a condução de M.Cardoso. Anakin do Stud Rio Dois Irmãos pegou baliza 7 e será conduzido por Dalto Duarte, que debuta em provas internacionais. Ambos são treinados por V.Nahid. Vamos ficar na torcida. Vamos colocar Anakin ou Sal Grosso no churrasco de los hermanos.

por Leandro Mancuso

Floreando, por Milton Lodi


SITUAÇÕES E PERSPECTIVAS

As perspectivas para o turfe brasileiro, para os próximos anos, ainda não estão definidas. No que diz respeito à criação, a coragem dos criadores que investem em terras gaúchas, e também em proporções menores em São Paulo e no Paraná, trazendo da Europa garanhões em regime de “shuttle” de superior categoria, certamente, elevará substancialmente o padrão de nossos corredores. Aliás, com o declínio evidente do turfe sul-americano, principalmente, da Argentina, em função de importações desastradas, importando reprodutores dependentes de drogas para correr e sempre visando distâncias curtas, isso resultou no prevalecimento do cavalo brasileiro.

Assim, no momento atual, e pelo menos até mais alguns anos, o Brasil vai bem. O que prejudica a melhoria mais intensa é a baixa premiação oferecida pelos clubes, isso se refletindo, naturalmente, na valorização adequada dos animais e desanimando boa parte dos criadores, com isso mantendo a produção nacional em apenas cerca de 3.000 (três mil) potros/ano. Os Estados de São Paulo e do Paraná estão com a produção numérica aquém de suas possibilidades. Só para lembrar, o Paraná tinha pelo menos até há pouco, 750 (setecentas e cinqüenta) éguas reprodutoras registradas, equivalendo aproximadamente a 600 (seiscentos) potros/ano, enquanto que só no município de Bagé/Aceguá, no RS, nascem 1.000 (mil) potros/ano.

Há um evidente desânimo e/ou uma falta de perspectiva, o que resulta em menor produção do que seria desejado. É claro que o que acontece nos clubes promotores de corrida se reflete na coletividade. O Jockey Club do Paraná está desde algum tempo, desde 1º de março de 2011, em mãos daqueles que perderam as eleições, e que se mantém nos cargos por práticas judiciais. A Vila Hípica do Tarumã está diminuindo, não há folga no número de boxes, as corridas são de padrão sofrível e os prêmios muito pequenos.

Os programas de corridas, que são quinzenais, muitas vezes, são feitos com pressão da Diretoria, ante a falta de inscrições espontâneas suficientes. O Jockey Club do Rio Grande do Sul atravessa, há doze meses, um bom momento financeiro, o padrão de sua cavalhada melhorou, realiza programas semanais e, além disso, está no Estado maior produtor de cavalos de corridas do nosso país, em qualidade e quantidade. O Jockey Club de São Paulo, após alguns anos em mãos delirantes e inadequadas, está agora nas mãos dos turfistas. As evidentes melhoras mostram que ele está a caminho de reassumir a liderança nacional, é só esperar que decorram uns dois anos de trabalho da sua atual Diretoria.

Já, no setor criacional, São Paulo decaiu muito, muitos haras fecharam por motivos vários, e embora ainda seja um importante centro criacional, a incompetência da Direção do Clube, por vários anos refletiu-se na criação. Esses dois Estados: Paraná e São Paulo precisavam desde logo, aumentar o volume de suas produções, pois a decadência qualitativa e numérica dos cavalos norte-americanos concomitantemente com o crescimento do turfe chinês vai proporcionar um grande volume na necessidade do abastecimento dos oito ou dez hipódromos novos em construção na China. Essa demanda será de mais de 10.000 (dez mil) animais, que correrão sob regulamentos europeus, isto é, com proibição de medicações para correr. Os animais sangradores não terão vez.

O Jockey Club Brasileiro é atípico, pois dos quatro maiores é o único que não conta com o suporte de uma criação do próprio Estado e que aguarda uma eleição em maio de 2012. No momento, o Jockey Club de São Paulo conta com uma Diretoria de turfistas, por isso, ele vai voltar a assumir a liderança nacional, e o Jockey Club Brasileiro, pelo menos até maio de 2012, tem uma Diretoria em grande parte bem intencionada, mas constituída em sua maioria por turistas e não turfistas. A diferença de uma Diretoria de bons turfistas e de uma de bons turistas é enorme, não é uma diferença, mas a diferença.

O Jockey Club de São Paulo tem como objetivo maior o possível permanente aumento de prêmios, lutando com a péssima situação financeira deixada pela Diretoria anterior, e o Jockey Club Brasileiro, em boa situação financeira e podendo melhorar os baixos prêmios, prefere encaminhar os recursos para fazer mais piscinas, quadras de tênis etc. No último aumento dos prêmios, o Jockey Club Brasileiro teve que acompanhar o Jockey Club de São Paulo, que à base de sacrifícios havia determinado o novo aumento. O atual Clube rico copiando a prática do atual Clube pobre. Alguém pode ainda ter dúvidas quanto ao que deve acontecer ao final de mais dois anos?

Vamos aguardar as eleições do Jockey Club Brasileiro em maio de 2012.

Cavalo Frederiksborg


Origem: Dinamarca.
Altura: 1,55-1,62 m.
Cor: Os cavalos desta raça são normalmente ala­zões.
Carácter: O Frederiksborg é um cavalo fogoso e um pressuroso trabalhador.
Aspecto: O Frederiksborg é um nobre Sangue-quente, fluente e de peso médio. O cavalo tem uma cabeça pequena com o nariz plano e um pes­coço bonito. As espáduas e o peito são ex­cepcionalmente fortes; o dorso é largo e tanto os rins como os quartos traseiros são mus­culosos. O cavalo tem bons membros, com articulações fortes.
Aplicações: O Frederiksborg foi originalmente usado como cavalo de treino para a alta escola de equitação, mas com a adição de sangue de Árabes e Puro-sangue no século XIX, criou-se um cavalo de equitação completo.
Acção: Os Frederiksborgs dos nossos dias têm um passo forte, um trote amplo e um bom meio- -galope.
Observações especiais: Esta é a raça mais antiga da Dinamarca, cujo nome advém da coudelaria fundada com garanhões Andaluzes e Napolitanos em 1562 pelo rei Frederico II. A Dinamarca tornou-se um dos mais importantes fornecedores de excelentes cavalos de equitação e de cava­laria durante o século XVI. A adição subse­quente de grande quantidade de sangue Árabe e Puro-sangue significa que o tipo ori­ginal de Frederiksborg é bastante raro.

Manduro, Shirocco e Refuse to Bend retornam para a Europa


Manduro

Na manhã de hoje, 15 de Dezembro, o Kaiser Negro Manduro juntamente com os outros dois super craques Shirocco e Refuse to Bend retornaram para casa. Às 5:00 horas da manhã os animais foram embarcados e às 6:28 o avião decolou com destino à Europa.

Shirocco

Para os criadores brasileiros, o sentimento de missão cumprida. Porém, existe o desejo que os garanhões retornem aos haras brasileiros ainda em 2012.

Refuse to Bend

por Eluan Turino
transc. Site Raia Leve

O "Latinoamericano 2012" será em 2.100 metros, em Palermo


Em 10 de março de 2012, será disputado, no Hipódromo de Palermo, na Argentina, o Gran Premio Asociación Latino Americana de Jockey Clubes e Hipódromos (gr.I) e, desta feita, não nos tradicionais 2.000 metros, mas sim em 2.100 metros, areia, em razão de problemas técnicos, informa a organização da mais importante prova do turfe latino americano.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Cavalo Berbere


Berbere é uma raça de cavalo originária do Norte da África, que mede de 1,42 a 1,52 metros de altura, em média. Suas cores características são o castanho, o alazão, o preto e o tordilho.


É um cavalo extremamente rústico, capaz de viver com pequenas quantidades de alimento pobre. É dócil e corajoso. Apresenta a cabeça longa, mas requintada, com face reta. As espáduas são chatas. A garupa é inclinada com cauda de baixa inserção. As pernas são compridas e fortes

Carazinho,Grande Prêmio Natal, animais confirmados para este final de semana


Estáo confirmados para a disputa do GP DE NATAL neste final de semana os seguintes animais:
TRIUMPF FLY (Jose Estevan)
TUJUMIRIM (Jose Estevan)
CONVENIENTE (Jorge Ketenhuber)
JUST MIG (Auri Foletto)
AJATO FAST (Stud 35)
THUNDER MACHINE (Stud GSM)
ROCKET ALADO (Paulo Scorsatto)
LADY RANIA (Hs. 3D / Paulo Souza)
COLORADO TCHE (Rubens Oliveira).
A apresentacao é no Sábado as 18:00 hs.

transc. Site Cancha Reta

A GRANDE VITÓRIA DO TURFE

A GRANDE VITÓRIA DO TURFE

O Congresso aprovou projeto apresentado pelo senador Francisco Dornelles, por sugestão do JCB, que beneficia todos os Jockeys Clubs do país. Para o JCB, a mudança na base de cálculo da contribuição paga ao Ministério da Agricultura significará uma economia superior a R$ 3 milhões por ano.

A partir de agora, a alíquota de 1,5% para cálculo da contribuição incidirá sobre o movimento líquido de apostas, e não bruto. A medida corrige distorção prejudicial aos clubes, que vinham recolhendo sobre a arrecadação total, apesar de destinarem cerca de 90% da sua receita ao pagamento a apostadores, proprietários, criadores e profissionais.

A sugestão de mudança foi levada ao senador Dornelles pelo presidente Luis Eduardo da Costa Carvalho, que esteve diversas vezes em Brasília para acompanhar a tramitação do projeto. Aprovada no Senado e depois na Câmara, a proposta virou lei publicada no Diário Oficial do dia 15 de dezembro de 2011.

Para comemorar esta importante mudança obtida em prol do turfe, o JCB, através de seu presidente, Luis Eduardo da Costa Carvalho, resolveu chamar para domingo, dia 12 de fevereiro, data da primeira prova da tríplice-coroa de produtos, GP Estado do Rio Janeiro (G1), uma Prova Extraordinária Senador Francisco Dornelles, em 1.400m, grama, para produtos de três anos.

transc. JCB

Tayrusu da show e bate recorde



estreando em Hipódromos Oficiais o potro Tayrusu venceu o segundo páreo de hoje no Hipódromo do Tarumã.
Tayrusu colocou novo recorde para a distancia dos 800 metros,com facilidade cruzou o disco em 45"1.

O JCB aprendeu a se defender!


Li a notícia em primeira mão do Raia Leve, dando conta da assinatura do Decreto do Prefeito Eduardo Paes, chancelando a esmagadora votação do projeto da Câmara dos Vereadores que aprovou o tombamento das vilas hípicas da Gávea.

A mensagem dos senhores edis e do Prefeito é clara, com uma clareza de ofender a vista:

As magníficas e centenárias instalações das vilas hípicas da Gávea (com tudo que nelas se contém); mais as pistas de corrida e de treinamento; mais o espaço do Tattersall onde se realizam os leilões de potros; mais o Hospital Octavio Dupont; mais o armazém e seus silos; mais os acessos ao mesmo, se destinam a uma única e exclusiva finalidade: acolher cavalos de corridas e realizar corridas de cavalo. Ponto.

Afinal, o Jockey Club Brasileiro aprendeu a se defender!

E a defender o imensurável patrimônio que recebeu de seus ilustres fundadores. Um patrimônio que não tem, nem nunca teve preço.

Um patrimônio que não se vende, e não se compromete com nada, senão com sua única razão de ser: o turfe do Rio de Janeiro.

Agora, nas vilas hípicas, nos seus 1986 boxes, nas tribunas, nas pistas, e nos acessos ao deslumbrante Hipódromo Brasileiro, só cabe turfe. Agora, é só cavalo de corrida e corridas de cavalo.

E qualquer coisa fora disso, equivale a pretender rasgar a lei. Com as conseqüências pessoais e patrimoniais daí resultantes.

Sergio Barcellos
Sócio do JCB

TARUMÃ E OS FAVORITOS DA CRONICA PARA AS CARREIRAS DESTA SEXTA


Nenhum animal recebeu todos os votos. Na prova de encerramento, Reinento do Nijú, Vidiz, Absolutista e Kifuko disputam a preferência entre os cronistas.

1º Páreo: UNION PACIFIC 3 (5) MENSAGEIRO GARUFA 2 (2) ÓTIMA IDÉIA 4 (1)

2º Páreo: TAYRUSU 4 (5) BRAVO FRITZ 1 (2) LADY GRACE 6 (1)

3º Páreo: SHOOT STAR 4 (4) TOP EMOTION 3 (2) SENHOR TUFÃO 1 (1) DON JUAN FELIPE 2 (1)

4º Páreo: BY ROYAL 2 (3) JOINVILLE COUER 5 (2) LATINO LOVE 1 (1) TALBOT LAKE 4 (1) DÁ-LHE IMPERIAL 6 (1)

5º Páreo: ESPÁRTACO 7 (4) ELLYSYO 1 (2) RUBI ESTRELADO 2 (2)

6º Páreo: FLIGHT TO DUBAI 5 (3) MINHA AMIGA 2 (2) DASH FLYER 3 (2) DRINALFA 1 (1)

7º Páreo: HERR VICTOR 1 (4) BELO VALENTE 3 (2) SERRA PELADA 4 (2)

8º Páreo: ESPERTA DO IGUASSÚ 5 (4) BUZUNGA 2 (1) EL CARINHOSO 6 (1) BOLADO 8 (1) ARRANCADÃO 9 (1)

9º Páreo: RAYWAY GLORY 2 (4) VENTILLETA 9 (4)

10º Páreo: REINENTO DO NIJÚ 12 (3) VIDIZ 1 (2) ABSOLUTISTA 6 (2) KIFUKO 3 (1)

Tarumã indicações e comentários para hoje


INDICAÇÕES PARA ESTA SEXTA, 16/12/2011
por Arthur de Almeida

1º Páreo - Páreo de potros de 2 anos em 700 metros. Comentado a quatro ventos está o potro Union Pacific, do treinador Beto Feltran e pilotado pelo E. G. Cruz. Diferenças: Mensageiro Garufa e Ótima ideia.

Indicação: Union Pacific(3), Mansageiro Garufa(2), Ótima Idéia(4).

2º Páreo - Muito forte a parelha formada por Bravo Fritz e Cuore Valente, que deve levar esse segundo páreo. Diferenças, Tayrusu e Lady Grace.

Indicação: Cuore Valente(3), Tayrusu(4),Lady Grace(6).

3º Páreo - Shoot Star em grande forma, apesar de páreo encorpado, deve levar. Muito bem está Senhor Tufão, e como terceiro nome Don Juan Felipe.

Indicação : Shoot Star (4), Senhor Tufão(1), Don Juan Felipe(2).

4º Páreo - Páreo de bastante equilíbrio nessa quarta prova. Indicaremos Joinville Couer que vai leve e isso já ajuda bastante. Diferenças: Latino Love e Talbot Lake.

Indicação : Joinville Couer(5), Latino Love (1), Talbot Lake (4).

5º Páreo - O “vovô” Ellysyo, como carinhosamente o chama o locutor Gerson Borges de Macedo, ajudado pela sua parelha do animal Peak Famous, parecem à vontade no páreo. Para terceiro nome, vamos de Espártaco, que caso esteja em boas condições, pode dar susto.

Indicação: Ellysyo (1), Peak Famous (4), Espártaco (7).

6º Páreo - Páreo de difícil marcação. Vamos de Drinalfa, que é aguardada boa apresentação pelos seus responsáveis. Diferenças: Ativare e Minha Amiga. O apostador aqui tem que rechear nas indicações.

Indicação: Drinalfa(1), Ativare(8), Minha Amiga (2).

7º Páreo - Páreo com bons corredores, que devem trazer grandes emoções na distância de 1600 metros. Vamos indicar o vitorioso Belo Valente, que, correndo com aguerrimento, tem muita chance de vitória. Serra Pelada e Feature brigarão, e bastante, pela dupla.

Indicação: Belo Valente (3), Serra Pelada (4), Feature(2).

8º Páreo - Outro páreo bem equilibrado nesse Claiming. Esperta do Iguassu leva pequena vantagem. Diferenças: Bolado e Cid El Campeador.

Indicação: Esperta do Iguassu(1), Bolado(8), Cid El Campeador (7).

9º Páreo - Páreo de prognóstico complicado, pois alguns animais estão misturados em sua enturmação. Boa poule, o faturador Double Gate pode se sair melhor pelo peso (54 Kg), mas longe de ser barbada. A seguir, com chances ainda, Rayway Glory, Shatrang, Conífera, Casual Life. Páreo tem que ser carregado nas indicações.

Indicação: Double Gate (3), Rayway Glory (4), Shatrang (2).

10º Páreo - Último páreo do ano, com a Super Quadrifeta garantida em 7 mil reais. Acreditamos que Reinento do Niju possa repetir e levar o páreo de encerramento. Diferenças: Absolutista, Vidiz e Itacuã, uqeonde fechando a quadrifeta pode dar excelente rateio.

Indicação: Reinento do Niju(12), Absolutista (6), Vidiz(1), Itacuã (10).

Gávea 9 Páreos para Hoje




O Jockey Club Brasileiro formou 9 páreos para a reunião desta sexta-feira, 16 de dezembro, no Hipódromo da Gávea. O início da programação está marcado para as 17 horas. O Pick 7 começa na terceira prova e o Open Betting, com R$ 10 mil de bonificação, na sétima.


O simulcasting com o Jockey Club do Paraná tem seu começo previsto para as 16 horas e 45 minutos. Na capital paranaense serão corridos dez páreos e a principal atração fica por conta da terceira carreira, com a disputa da Prova Especial Carlos Eduardo Gurgel do Amaral Valente, em 1.200 metros, para produtos de 3 anos e mais idade.


Abaixo, as indicações para as provas da Gávea. Boa sorte!



1º Páreo: Londrinita ganhou carreira semelhante deslocando apenas 48 quilos. Agora, de 52, não seria surpresa emplacar o replay. Mais aguerrido, Texas Holden é rival certo. Quinhentas Indy vem depois.


LONDRINITA (2) – TEXAS HOLDEN (4) – QUINHENTAS INDY (1)


2º Páreo: Pela linha um, Dubai News pode emplacar um de “bandeira a bandeira o melhor”. Eldorado Lark reaparece de L1 e ameaça. Desejado Time é o tertius. Lady Chapel é atrevida; cuidado.


DUBAI NEWS (1) – ELDORADO LARK (5) – DESEJADO TIME (7)


3º Páreo: Mais aclimatado, Libero Of Cord é capaz de engrenar em tempo de alcançar a veloz Birth-Place. Botão de Ouro perdeu carreira sem nome e merece respeito.


LIBERO OF CORD (6) – BIRTH-PLACE (2) – BOTÃO DE OURO (4)


4º Páreo: Voltando a atuar medicado com Lasix, Cartão Postal deu olé e vai novamente à pista com muitas possibilidades. Com Carlos Lavor, que o conhece melhor, Concorde News é perigoso. Golden Gadget também está na parada.


CARTÃO POSTAL (3) – CONCORDE NEWS (1) – GOLDEN GADGET (7)


5º Páreo: Coconut vem de bom terceiro na turma de cima e parece o nome a ser batido. Visgo venceu e convenceu e segue com chance. Rareriroru sabe mais do que fez na última. Em novas cocheiras, olho no cânter e na pedra de Teima Ou Aposta.


COCONUT (3) – VISGO (2) – RARERIRORU (8)


6º Páreo: Novamente na reta grande, Hoje e Infinitamente deve ser a primeira no disco. Todavia, o veloz e fiel The Runer, e Iamthemaster, que venceu de trote, são inimigos temíveis.


HOJE E INFINITAMENTE (6) – THE RUNER (8) – IAMTHEMASTER (1)


7º Páreo: Após duas descolocações na turma de uma vitória, Uluru volta ao claiming perdedor com possibilidades evidentes. Macanudo Aroztegui é o nome do retrospecto. Bardoso Fighter e Rastilho são nomes bem lembrados para o Open Betting, que começa neste páreo.


ULURU (1) – MACANUDO AROZTEGUI (8) – RASTILHO (6)


8º Páreo: Em carreira pra lá de equilibrada, Zé Bala, Lava-Jato, Nisio e Tasil parecem os mais aptos a brigarem pelo triunfo. Vale a ordem, Tasil, Lava-Jato e Zé Bala e Jimbo.


TASIL (8) – LAVA-JATO (10) – ZÉ BALA (4)


9º Páreo: Animou a recente de Recruta Zero. Olho no cânter e na pedra dos também estreantes, Custe O Que Custar, um reservado do Haras Springfield, e do raçudo Olympic Afleet. Two Line, numa dessas, toma o pontão e só para na ducha


RECRUTA ZERO (3) – OLYMPIC AFLEET (13) – CUSTE O QUE CUSTAR (5)


por Fernando Lopes – foto: internet
transc. - JCB

Joie de Vivre, nas pegadas da irmã Buena Vista


Joie de Vivre, nas pegadas da irmã Buena Vista

Joie de Vivre: comparação com Buena Vista é inevitável
Recente ganhadora da Japan Cup (gr.I) em Tokyo, a “craque” Buena Vista é o ícone mor do turfe japonês na atualidade. E não obstante os feitos da ótima filha de Special Week, o turfe local se agita pelo surgimento de uma nova promessa que está, diretamente, ligada a Buena Vista: trata-se da sua irmã materna Joie de Vivre, que neste domingo ratificou a liderança entre as mais novas no seu país.

Conduzida por Yuichi Fukunaga, Joie de Vivre (por Deep Impact) derrotou dezessete potrancas de 2 anos no Hanshin Juvenile Fillies (gr.I), em 1.600 metros na grama, disputado em reunião promovida ontem no Hipódromo de Hanshin, no Japão. A 2 corpos e ½, I’m Yours formou a dupla, com Sound of Heart finalizando em terceiro.

A exemplo de Buena Vista, Joie de Vivre é uma crioula da Northern Farm, pertencente à Sunday Racing e cujo treinamento é respondido por Hiroyoshi Matsuda. Esta foi a 2ª vitória da futurosa corredora, num número igual de apresentações. Tempo de 1:34.90 para a distância.

Vale ainda dizer que, assim como Buena Vista e Joie de Vivre, a mãe das notáveis corredoras, Biwa Heidi (Caerleon), também foi a “champion-2yo” de sua geração, no Japão, mais precisamente no ano de 1995.

por Victor Corrêa
foto Blood Horse
transc. Raia Leve

Daião, o grande vencedor do GP Brasil de 1977



Neste domingo, 18 de dezembro, o Jockey Club Brasileiro homenageará com uma Prova Especial, em 1.400 metros, na pista de areia, para produtos de 3 anos, o craque, na plena acepção da palavra, Daião, vencedor do Grande Prêmio Brasil (G1), do ano de 1977, um dos campos mais fortes dos últimos 40 anos, em belíssima atropelada. Mogambo, ganhador do GP São Paulo (G1), foi segundo, e Don Quixote, o terceiro. O brilhante ganhador foi impecavelmente apresentado por Wilson Pereira Lavor e maravilhosamente dirigido por Edson Ferreira.

Um filho do grande Sabinus e Darsena, por Polyway, o castanho nasceu em 23 de agosto de 1973, criação e propriedade do Haras Serra dos Órgãos, dos conhecidos turfistas Amílcar Turner de Freitas e Bertrand Joachim Kauffmann.

Daião atuou em 12 oportunidades no Hipódromo da Gávea, conquistando cinco vitórias, três de turma e o GP Dezesseis de Julho (G2), também em grandíssimo estilo além da citada prova magna do turfe nacional, e obteve sete colocações (inclusive segundo nos GGPP Conde de Herzberg, G2, o Criterium de Potros, para Tonka, e Linneo de Paula Machado, G1, o Grande Criterium, para Toreador).

No ano seguinte, em 1978, Daião tentou o bicampeonato do GP Brasil, mas finalizou na quarta colocação. O vencedor foi o excelente Sunset, de Fazenda Mondesir. Correu, também, uma vez na Argentina, na areia de Palermo, terminando em sexto nos três mil metros do GP Carlos Pellegrini (G1), de 1977, vencidos por El Muñeco.

É o único cavalo nascido e criado no Estado do Rio de Janeiro, em Teresópolis, a ganhar a prova mais importante do turfe brasileiro.

por Fernando Lopes, com colaboração da Gerência de Turfe
transc. JCB

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

PRADO MAMEDE DAMASCENO É INAUGURADO COM GRANDE FESTA...



Uma multidão de pessoas foi ao povoado Simpatia no último sábado (10) para a grande festa dos vaqueiros, que é realizada anualmente naquele lugar.

A programação começou cedo, logo às nove horas da manhã, aconteceram as primeiras corridas envolvendo os cavalos classificados anteriormente.

As ligeiras se deram entre cavalos...Comuns, Meio-sangue e Puro-sangue, com premiação em dinheiro para os vencedores. Os proprietários dos animais, assim como os jóqueis, disseram gostar da forma de disputa organizada na ocasião.

O evento mais esperado no povoado Simpatia por ocasião da festa do vaqueiro, era a corrida entre os cavalos do empresário Cicero Leite, da fazenda LL, e Evaldo Gomes do povoado Boa Fé com prêmio de R$ 6000,00 . Motoqueiro contra Garanhão, no final Garanhão levou a melhor, mesmo saíndo em desvantagem de 5 metros.

Apostas ou disputas à parte o que valeu mesmo foi a grande participação do povo juazeirense em mais um grande evento realizado em suas terras, momentos de lazer e diversão nunca é demais para quem trabalha de sol a sol, além do mais qual o nordestino que não gosta de corrida de cavalos.

Os empresários Tonho Verissimo e Cicero Leite, estão de parabéns pela iniciativa, que contou com o apoio maciço dos moradores daquela grande região. Aguardem vem novidades por aí.

Tarumã, R Araujo fala sobre suas montarias para sexta, 16/12/2011


R. Araújo possui oito montarias nesta sexta.

Rafael Araújo (R. Araújo), de 18 anos, começou a carreira de jóquei na Escolinha de Aprendizes do Tarumã. Em pouco tempo ele conseguiu se profissionalizar. Na corrida da próxima sexta-feira ele possui oito montarias, as quais comenta a seguir:

No primeiro páreo você monta ÓTIMA IDEIA. Boas chances?

É estreante. Difícil vencer, pois tem muitos animais comentados neste páreo. Acho que irá completar a trifeta.

No segundo páreo sua montaria é POLE. Acredita na vitória?

Tem muita chance. Vem das retas e já está por aqui há um certo tempo. Porém, neste páreo tem animais que já ganharam a penca. As diferenças são Cuore Valente e Tayrusu.

E com ELLYSYO, no quinto páreo?

Vem de bom segundo lugar. Acredito na vitória.

No sexto páreo você pilota ATIVARE. Qual a expectativa?

Conheço pouco, realizei apensas um trabalho com ele. Acredito em uma colocação.

No sétimo páreo sua montaria é CANTABRIGENSIS. Boas chances?

Vem de segundo lugar em dia de Grande Prêmio Paraná. O páreo é forte, mas acredito na vitória.

No oitavo você monta NOTA CERTA. Acredita na vitória?

É mediana, deve conseguir uma colocação, porque o páreo é fraco.

E com SHATRANG, no nono páreo?

Vem melhorando a cada corrida. Mas ainda não deve vencer.

No último páreo você pilota REINENTO DO NIJÚ. Qual a sua opinião?

Vem de vitória e, caso a partida seja boa, deverá ganhar novamente

Lagoinha: Programa oficial para sábado, 17/12


O Hipódromo da Lagoinha realizará no próximo sábado, 17 de Dezembro, a sua 12ª reunião da temporada 2011/2012. Última de 2011.

Segue abaixo o programa oficial com os 5 páreos do programa goiano. Boa sorte a todos.

1º Páreo - 1.400m - às 15:30min

Animal / Jóquei / Treinador / Proprietário

1- Betomania / M.Macedo / W.Natal / Stud Rancho 3
2- Democratique / - / E.Santos / Stud tiro e Queda
3- Bundesliga / - / JM.Martins / Amarildo Reino de Lima
4- Zajadly / SM.Silva / AL.Moraes / Haras Bemvenuto
5- Funny Guy / J.Divino / AL.Moraes / Stud NG
6- Sairapido / AN.Santos / AL.Moraes / Stud NG
7- Outubro / W.Souza / E.Santos / Stud Marco Antonio
8- Cana de Açúcar / E.Vieira / VB.Santos / Leopoldo Calderon Barreto
9- Satchmo / JE.Rosa / P. Maia Filho / Esaú Mariano Pacheco

2º Páreo - 1.200m - às 16:10min

1- Coqueton / AN.Santos / AN.Santos / Stud Terezinha
2- Ilustrador / G.Gouvea / G.Gouvea / Stud Gouveia M.Damasceno
3- Wai Hitting / J.Divino / AL.Moraes / Haras Bemvenuto
4- Early Entry / - / AL.Moraes / Haras Bemvenuto
5- Supreme Commander / M.Macedo / JM.Martins / Amarildo Reino de Lima
6- Chimborazo / J.Gonçalves / SP.Silva / Stud Teixeira e Gomes
7- Double Black / W.Natal / W.Natal / Stud Rancho 3
8- Mat Blue / SM.Silva / VB.Santos / Stud Mano a Mano Goiás
9- Bye Bye Love / E.Vieira / A.Gonçalves / Cacildo Gouveia Damasceno]
10- Gitana Blairs / JE.Rosa / A.Gonçalves / José Márcio T. de Oliveira

3º Páreo - 1300m - às 16:50min

1- Talisman Lark / SM.Silva / JO.Custódio / Stud Anhanguera
2- Great Ali / AN.Santos / AN.Santos / Stud Terezinha
3- Erdol / M.Macedo / W.Natal / Stud Ranho 3
4- Selvagem / JE.Rosa / E.Santos / Stud Tiger
5- Favacho / W.Souza / E.Santos / Stud Tiger
6- Hopscotch / - / JM.Martins / Amarildo Reino de Lima
7- Tantalus / J.Gonçalves / D.Brandão / Stud Morato
8- Mr. Glory / J.Divino / AL.Moraes / Haras Bemvenuto
9- Foski / E.Vieira / AL.Moraes / Haras Bemvenuto

4º páreo - 1300m - às 17:30min

1- Signal Love / W.Natal / P. Maia Filho / Stud Ponta Kayana
2- Software / E.Vieira / VB.Santos / Faculdade Padrão
3- Pacato Cidadão / JE.Rosa / E.Lima / Sinval Domingues de Araújo
4- Cafeigue / M.Macedo / SP.Silva / Stud Lualca
5- New Pleasure / J.Divino / AL.Moraes / Stud NG
6- Hidden / AN.Santos / AL.Moraes / Stud NG

5º Páreo - 1700m - às 18:10min

1- Papel Moeda / JE.Rosa / P. Maia Filho / Stud Ponta Kayana
2- Brilhante Mineral / E.Vieira / VB.Santos / Maurício Roriz dos Santos
3- Puro Galope / G.Gouveia / G.Govueia / Paulo Eustaquio Gouveia
4- Jusjurandun / J.Gonçalves / SP.Silva / Stud Teixeira e Gomes
5- Centeinier / AN.Santos / SP.Silva / Stud Lualca
6- Olympic Champ / SM.Silva / D.Brandão / Stud Morato
7- Olympic Confusion / M.Macedo / W.Natal / Stud Rancho 3
8- Revisor / W.Natal / W.Natal / Stud Rancho 3

por Eluan Turino

Rei da Raia Paulista - Jockey Club de São Paulo tegilamenta campeonato para animais fundistas.


Quati com Luiz Gonzalez

Comissão de Corridas: Regulamento do campeonato para animais fundistas

Art.1° - O Jockey Club de São Paulo promoverá, na temporada de 2012, a realização de um campeonato para ANIMAIS FUNDISTAS, que se regerá pelas normas deste Regulamento.

Art.2° - O campeonato será composto de 08 (oito) provas de longa distância, abaixo mencionadas:

1ª Prova
29/01/12
PROVA ESPECIAL VIZIANE
Prods. de 3 e mais anos
2800m GRAMA
2ª Prova 25/03/12 PROVA ESPECIAL ZENABRE Prods. de 3 e mais anos 3000m GRAMA
3ª Prova 20/05/12 CLÁSSICO PRES. JOÃO SAMPAIO (L) Prods. de 3 e mais anos 3000m GRAMA
4ª Prova 24/06/12 GRANDE PRÊMIO GAL. COUTO DE MAGALHÃES – (Gr.II) Prods. de 3 e mais anos 3218m GRAMA
5ª Prova 26/08/12 PROVA ESPECIAL NARVIK Prods. de 4 e mais anos 3000m GRAMA
6ª Prova 14/10/12 PROVA ESPECIAL ESCORIAL Prods. de 4 e mais anos 3000m GRAMA
7ª Prova 18/11/12 PROVA ESPECIAL CACIQUE NEGRO Prods. de 3 e mais anos 3000m GRAMA
8ª Prova 16/12/12 GRANDE PRÊMIO CONSAGRAÇÃO - (Gr.II) Prods. de 3 e mais anos 3000m GRAMA

Art.3º - Se o número de inscrições exceder ao de animais que a pista comporta, a preferência será estabelecida de acordo com o critério usualmente adotado pela Comissão de Corridas para esse fim.

Art.4° - Aos animais participantes, em cada uma das provas, será atribuída a seguinte pontuação:

Colocações
Grupo II
Clássicos e Provas Especiais

1º colocado 36 pontos 27 pontos
2º colocado 25 pontos 19 pontos
3º colocado 17 pontos 13 pontos
4º colocado 12 pontos 09 pontos
5º colocado 08 pontos 06 pontos
Demais participantes 02 pontos 02 pontos



Art.5° - Será considerado CAMPEÃO o animal que obtiver o maior número de pontos, o qual receberá o título de "REI DA RAIA PAULISTA".

Art.6º - Se dois ou mais animais reunirem a mesma pontuação, prevalecerá aquele que tenha obtido a primeira colocação em prova de Gr. II.

Continuando a igualdade, será aclamado vencedor aquele que tiver obtido o maior número de vitórias nas outras seis provas.
Não ocorrendo ainda o desempate, será escolhido o animal que tenha obtido a melhor colocação (2º, 3º, 4º, e 5º lugares) nas provas de Gr II.

Persistindo a igualdade, será ganhador o animal que tiver corrido o maior número de provas do Campeonato.

Não sendo possível ainda assim superar a igualdade, os animais empatados serão aclamados CAMPEÕES, fazendo jus ao título "REI DA RAIA PAULISTA"

Art.7° - Ao final do campeonato será ofertado um troféu ao proprietário do animal CAMPEÃO.

Art.8° - Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Corridas.

São Paulo, 12 de dezembro de 2011

Grande Prêmio Cidade de Santa Maria é neste domingo


PROGRAMA PARA AS CORRIDAS DE 18 DE DEZEMBRO –
REUNIÃO Nº 11

1º Páreo – 1.000m – 10h30
1- Odestino 54-1
2- Ultrasecreta 52-3
3- Tigrão 54-4
4- Hot Very Hot 52-5
5- Avena Bay 52-6
6- Comodato 54-7
7- Mata-Já Champion 54-8
8- El Ayrton 54-10

2º Páreo – 900m – 11h30
1- Alarme Falso 54-1
2- Tomo Y Obligo 50-2
3- Desperte (Cond.) 48-3
4- Rio D’ouro 53-4
5- Lampejo Alado 53-5
6- Gladiador 50-6
7- Articuladora 50-7
8- Princesa Ana 48-8
9- Indomavel Light 48-9
10- Major The 53-10

3º Páreo – 1.300m – 15h30
1- Tomo Y Obligo 50-1
2- Adams 54-3
3- For Money 48-4
4- Gabolitano 54-5
5- Pataleio 54-6
6- Amigo Gudbem 55-8
7- Princesa Ana 48-9
8- Efêndi do Sissi 54-10

4° Páreo – 1.100m – 16h30
Clássico Velocidade – Homenageado Jornal do Turfe
1- Garoto do Sul 57-3
2- Tarantela Alegre 50-5
3- Mirage da Luz (P1) 55-6
4- Sedutore 56-7
5- Belo Rodrigo (P1) 55-9

5° Páreo – 1.500m – 17h30
Clássico Presidente do JCRGS – Homenageado José Vecchio Filho
1- Rodolfo (P1) 54-1
2- Hungry Eyes (P1) 55-2
3- Garoto do Sul (P1) 54-2
4- Sorte Forte 56-3
5- Jovi Joy 54-6
6- Xeque Xeque (P2) 54-7
7- Gallardo (P2) 54-7
8- Xeque Árabe 54-8
9- Harry 54-9
10- Metamorfose 52-10

6° Páreo – 1.800m – 18h30
GP Cidade de Santa Maria – Edição 2011 – Homenageado César Schirmer (Prefeito de Santa Maria)
1- El Athah 56-1
2- Hungry Eyes (P1) 53-3
3- Pé de Vento 54-4
4- Ed Mort 52-5
5- Oito de Espadas 54-6
6- Rodolfo (P1) 52-7
7- Columério 56-8
8- Gallardo 52-10

* Maiores informações acessem: www.jockeysm.blogspot.com.

Carazinho, Grande Prêmio Natal é neste final de semana


Estas são as parcerias alojadas no Jockey Club Carazinhense e deverão participar do GP de Natal:
Stud GSM - Rio Grande
José Estevão - Imbituva
Paulo Souza/Zeca Ferraça - Ijui/Tupanciretã
Rubens Oliveira - Santo Augusto
Irmãos Fontana - Joia
Haras Nijú - São José do Ouro
Stud 35 - Carazinho
Paulo Scorsatto - São Gabriel
Auri Foletto - São Borja
Jorge Ketenhuber - Condor

transc. /www.canchareta.com
Sergio Hoffman - Caxias do Sul
Elmar Freitas - Palmeira das Missões
Agropecuária São Carlos - Tupanciretã
Ubiratã Minosso - Santiago
Evandro Bordignon - Carazinho.
A confirmação é nesta Sexta-Feira as 20:30 hs.

Pela primeira vez, a bandeira da Palestina foi hasteada nesta terça-feira em uma organização da ONU


Pela primeira vez, a bandeira da Palestina foi hasteada nesta terça-feira em uma organização da ONU, a Unesco, em Paris.

Após uma campanha para ser reconhecida como Estado da ONU, a Palestina foi admitida como membro-pleno da Unesco, apesar da contrariedade e represálias dos Estados Unidos e de Israel.

O presidente da ANP (Autoridade Nacional da Palestina) Mahmoud Abbas estava presente na cerimônia solene, o que representa uma vitória diplomática e simbólica no caminho dos palestinos para serem reconhecidos internacionalmente como Estado.

No dia 31 de outubro, os palestinos conquistaram uma vitória diplomática de grande força simbólica e se tornaram o país número 195 da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

A votação desagradou os Estados Unidos, que consideram que a adesão dos palestinos às organizações internacionais não pode acontecer antes da assinatura de um acordo de paz com Israel.

As autoridades israelenses também anunciaram represálias contra os palestinos, como o congelamento dos fundos de impostos palestinos, no valor de cerca de US$ 100 milhões por mês, que Israel recolhe em nome da ANP. Sob pressão internacional, a decisão foi revertida menos de um mês depois.

A Unesco também foi alvo de represália por parte do governo norte-americano, que cancelou o envio dos fundos à agência depois que, em conferência, seus membros votaram a favor da entrada da Palestina como Estado pleno.

Os Estados Unidos, que deveriam entregar à Unesco cerca de US$ 60 milhões em novembro, fornecem 22% do orçamento regular bianual desta organização, que chega a US$ 653 milhões.

As negociações de paz entre israelenses e palestinos estagnaram logo depois de serem retomadas em setembro de 2010 devido a uma disputa sobre a construção de assentamentos israelenses na Cisjordânia e Jerusalém Oriental.

transc. http://fotos.noticias.bol.uol.com.br

Tablada programa para Domingo

Informativo da próxima reunião no Hipódromo da Tablada, na qual será realizada a Prova Especial Encerramento 2011.

1º Páreo - 1.200 metros - 15:00h

Baliza / Animal / Peso

1. Crocodile Hunter - 56-1
2. Panda Star - 54-2
3. Principe Dubai - 56-3
4. Urbano da Faxina - 54-4
5. Alto Taquari - 55-5
6. Super Galop - 55-6
7. Gatera - 54-7
8. Jurassic - 55-8
9. Newco - 54-9

2º Páreo - 1.400 metros - 16:00h

1. Um Balaço - 57-1
2. Bela Alvorada - 52-2
3. Dom Dico - 53-3
4. La Gatita - 52-4
5. Sonho Dourado - 53-5
6. Wild Tiger - 58-6
7. Reykjavik - 54-7
8. Desert Tiger - 58-8
9. Alto Estilo - 53-9
10. Better Way - 54-10
11. Villi Cup - 52-11
12. La Cabana - 52-12

3º Páreo - 1.300 metros - 17:00h

1. Chairman - 55-1
2. Oreo - 55-2
3. Self Controll - 53-3
4. Dois Esquerdos - 54-4
5. Selo Extra - 57-5
6. Red Clown - 53-6
7. Harley Davidson - 55-7
8. Fuco - 56-8
9. Paraíso Tropical 53-9
10. Selo Escarlate - 55-10
11. Black Tie - 54-11

4º Páreo - 1.500 metros - 18:00h
Prova Especial Encerramento 2011

1. Quioza Dutchman - 50-1
2. Grande Crack - 56-2
3. Victor Rei - 56-3
4. Deu Certo - 55-4
5. Oakfast - 57-5
6. Lord Cardinal - 50-6
7. Tamborim - 55-7
8. Homem da Lei - 50-8

por Eluan Turino

Jockey Club Brasileiro homenageia a fantástica Be Fair


A Tríplice Coroada Be Fair
14/12/2011 - 13:02:39

Neste final de semana, mais precisamente no sábado, dia 17 de dezembro, o Jockey Club Brasileiro homenageia a fantástica Be Fair, com a realização de uma Prova Especial. A carreira reunindo potrancas de 3 anos, será realizada em 1.400 metros, na pista de areia.

Filha de Fast Gold e Misty Moon, por Baronius, então, uma irmã materna da excepcional Virginie (Legal Case), nascida em 13 de agosto de 1996, nos campos do Haras São José & Expedictus. Be Fair atuou no Brasil em nove oportunidades, conquistando cinco vitórias, sendo três de G1 e uma de G3, e duas colocações.

Em 17 de julho de 1999, com a direção de Gilvan Guimarães, Be Fair estreou vencendo apertado uma eliminatória, em 1.300 metros, na pista de grama, batendo Tutto Charm. Já em 21 de agosto, terminou fora do placar na milha do GP João Adhemar e Nelson de Almeida Prado (G3) para Stroika e Brave Lady. Menos de 30 dias após, em 19 de setembro, alcançou um segundo para Istar nos 2.000 metros do GP Carlos Telles e Carlos Gilberto da Rocha Faria (G2). Em 17 de outubro, levada a Cidade Jardim, descolocou-se no GP Diana (G1), vencido por Hail Glory. No dia 20 de novembro, Be Fair, em uma atropelada sensacional, a 100 metros do disco estava em quinto, alcançou Pleni Turbo nos dois quilômetros do GP Mariano Procópio (G3), com Istar em terceiro.


Começou o ano 2000 e Be Fair, sempre conduzida por Carlos Geovani Lavor, mostrou toda sua classe. Em 13 de fevereiro, derrotou dezesseis competidoras e abriu caminho para ser tríplice coroada ganhando a milha do GP Henrique Possolo (G1). Cuica do Valão e Juju Girl foram as suas escoltantes. O segundo passo para a coroa foi dado em 12 de março, com o fácil êxito sobre Ilang Ilang nos 2.000 metros do GP Diana (G1). Casita Qiueen foi a terceira. No mês de abril, mais precisamente no dia 9, Be Fair escreveu, definitivamente, seu nome na história ao ganhar com sobriedade, deixando para trás Pampa Queen e Montecazza, os 2.400m do GP Marciano de Aguiar Moreira (G1) e se colocar ao lado de Indian Chris e Virginie como as únicas fêmeas tríplices coroadas do turfe carioca.

Vinte e um dia após sua fantástica conquista, Be Fair voltou à raia para o GP Cruzeiro do Sul (G1) e numa reta das mais inesquecíveis dos últimos tempos no turfe brasileiro, por meia cabeça, não conseguiu impedir a Tríplice Coroa de Super Power, do Stud Rio Aventura, montado pelo fenomenal Juvenal Machado da Silva.

CLIQUE AQUI E VEJA A VITÓRIA DE BE FAIR NO GP HENRIQUE POSSOLO 2000 (G1)

CLIQUE AQUI E VEJA A VITÓRIA DE BE FAIR NO GP DIANA 2000 (G1)

CLIQUE AQUI E VEJA A VITÓRIA DE BE FAIR NO GP MARCIANO DE AGUIAR MOREIRA 2000 (G1)

por Fernando Lopes – foto: Livro - “O tufe no Brasil. Histórias e Vitórias”
transc. JCB

DECRETADO O TOMBAMENTO GLOBAL DO JCB


DECRETADO O TOMBAMENTO GLOBAL DO JCB
Ponto final nas negociações imobiliárias

O Prefeito Eduardo Paes decretou hoje o fim dos diversos projetos imobiliários que o Presidente Luís Eduardo da Costa Carvalho pretendia instalar na área do Hipódromo da Gávea, aí compreendidas as vilas hípicas, o peão do prado, as pistas de corridas e treinamentos, o Tattersall, o Hospital Octavio Dupont, as bilheterias externas, os acessos ao clube e o armazém, que nos últimos dias vinha sendo destruído em desproveito dos proprietários, profissionais e dos cavalos de corrida.

O projeto de tombamento é de autoria do Vereador Carlo Caiado, ao qual toda a comunidade turfistica do Rio de Janeiro ficará eternamente grata.

Segue abaixo a íntegra do decreto:

DECRETO N.º 34877 DE 08 DE DEZEMBRO DE 2011

Tomba o conjunto de imóveis conhecido como “Vila Hípica”, no Jockey Club Brasileiro, e institui a Área de Proteção do Ambiente Cultural do Hipódromo da Gávea e dá outras providências.

O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, e

CONSIDERANDO a necessidade de regulamentar a Lei nº 1.400, de 1º de junho de 1989, que transforma em Área de Proteção Ambiental o terreno onde funciona o Jockey Club Brasileiro;

CONSIDERANDO o teor do Decreto nº 9.396, de 13 de junho de 1990, que tombou o espelho d’água da Lagoa Rodrigo de Freitas;

CONSIDERANDO o teor do Decreto nº 14.898, de 20 de junho de 1996, do Decreto nº 19.011, de 5 de outubro de 2000, e do Decreto nº 23.264 de 11 de agosto de 2003, que tombaram bens culturais no Hipódromo da Gávea;

CONSIDERANDO as disposições constantes do Decreto nº 7.635, de 17 de maio de 1988;

CONSIDERANDO o pronunciamento do Conselho Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro, que consta no processo 12/002.034/2011;

DECRETA:

Art. 1.º Fica tombado o conjunto de imóveis conhecido como “Vila Hípica”, no Jockey Club Brasileiro.

Parágrafo único. Os imóveis que compõem a “Vila Hípica” não poderão ser demolidos e nem sofrer descaracterização arquitetônica.

Art. 2.º Fica criada, ainda, a Área de Proteção do Ambiente Cultural do Hipódromo da Gávea, conforme Anexos I e II e na forma dos artigos subsequentes.

Art. 3.º Ficam tombados definitivamente, nos termos do art. 1º da Lei 166, de 27 de maio de 1980, conforme Anexo I, e, portanto, incluídos na Listagem de Bens Tombados do Hipódromo da Gávea, conforme Anexo III:

I – as pistas de grama e areia utilizadas para corridas de cavalos;
II – a pista de areia usada para exercícios de corrida;
III – a área interna das pistas, conhecida como “Peão do Prado”.

Art. 4.º Ficam tombados e preservados, ainda, conforme Anexo I deste Decreto, e incluídos na Listagem de Bens Preservados do Hipódromo da Gávea, conforme Anexo IV:

I – o conjunto arquitetônico formado pela Vila Hípica, Vila Lagoa e Vila Tattersall;
II – o Tattersall e o Hospital dos Cavalos;
III – as bilheterias externas e os acessos ao Jockey Club Brasileiro;
IV – os três castelos d’água situados próximos, cada um respectivamente, às ruas Jardim Botânico, General Garzon e Bartolomeu Mitre.

§ 1º – Ficam incluídos na preservação as fachadas, a cobertura e a volumetria das edificações.

§ 2º – Os bens referidos neste artigo não poderão ser demolidos, podendo sofrer intervenção para adaptação ou reciclagem, desde que previamente aprovada pelo órgão de tutela, obedecidos os seguintes critérios:

I – a volumetria básica, a articulação de volumes e as proporções dos vãos de iluminação e ventilação não poderão ser alteradas;
II – os materiais originais de cobertura, de acabamento e das esquadrias deverão ser mantidos;
III – a linguagem da tendência estilística e os elementos originais deverão ser conservados.

§ 3.º Será permitido o remanejamento das áreas internas das edificações, desde que garantidos o acesso e o funcionamento dos vãos de iluminação e ventilação existentes.

Art. 5.º O limite de altura para toda a APAC será de dois pavimentos e 8,00m (oito metros), incluindo todos os elementos construtivos.
Art. 6.º Ficam criadas áreas non-aedificandi, conforme Anexo I deste Decreto.

Art. 7.º A interferência de projetos complementares (instalações prediais, ar condicionado, incêndio, entre outros) na arquitetura dos bens preservados deverá ser previamente aprovada pelos órgãos de tutela.

Art. 8.º A colocação de letreiros, anúncios, engenhos de publicidade, bem como a instalação de toldos nas referidas edificações, deverá ter seu licenciamento previamente aprovado pelo órgão de tutela, observada, ainda, a legislação em vigor.

Parágrafo único. Os engenhos publicitários e/ou indicativos e toldos não poderão encobrir total ou parcialmente os elementos decorativos e/ou arquitetônicos de significação cultural que façam parte das fachadas dos bens protegidos.

Art. 9.º O presente Decreto não revoga a legislação anterior, permanecendo em vigor todos os demais atos de proteção ao patrimônio cultural que digam respeito ao Hipódromo da Gávea e seu entorno.

Art. 10.º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Rio de Janeiro, 08 de dezembro de 2011; 447.° ano da fundação da Cidade.
EDUARDO PAES

por Eluan Turino

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Mataram o Mosquito


Esta mensagem não trata-se de uma homenagem ao Hamilton Alexandre, popular blogueiro do Tijoladas do Mosquito, integrante da Novembrada de 1979, um legítimo companheiro dos contras. Todos sabemos que Mosquito não queria homenagens, mas sim manifestações contra, por isso suas tijoladas eram contra: Contra à Corrupção; Contra a Privatização e Destruição do Patrimônio Público; Contra a Destruição da Natureza; Contra a Falta de Ética na Política; Contra o Pensamento Único! Por isso esta mensagem é uma simples...Tijolada, Manifesto e Denúncia Públicadas perseguições e da morte anunciada pela própria vitima!

Vejam o que Hamilton Alexandre/Mosquito escreveu a menos de duas semanas atrás:“O blog Tijoladas acabou para eu continuar vivo. Não é uma capitulação. Não mudei meu modo de pensar. Não mudei minhas convicções.” Informação postada no seu Blog, no dia 30 de novembro de 2011; “Estou com medo da justiça de Santa Catarina.” e “Promotor pede minha prisão em flagrante em audiência na 3ª vara criminal da Capital e juiza decreta a mesma.” Postadas no dia 28 de novembro de 2011.

Todos na região sabíamos das denuncias envolvendo LHS, Marcondes de Matos, a família Sirotski, Berger e Pavan, os recentes escândalos da ALESC, da AFLOV, os episódios da Hantei/Ponta do Coral, das Eleições da UFSC... Todos sabíamos das perseguições e da morte acima anunciada: sabiam os pauteiros dos jornalecos e jornalões; sabiam os blogueiros, ancoras e os bocas-pagas de plantão; sabiam os empreiteiros, vereadores, prefeitos, governador e deputados da região; sabia o padre, o pastor, o pai de santo, o delegado, o promotor e seu patrão; sabiam também as prostitutas e seus clientes de contramão; sabia até a justiça que cega nossa razão; mas antes sabiam e assim queriam muitas “vitimas de suas tijoladas sem compaixão”, pois este mosquito abnegado ainda picaria mais de um milhão, por isso era sabido que os coveiros lhe espreitavam nos fóruns, nas galerias e multidão, mas covardemente montaram e criaram as condições para a cena sórdida da solidão, sem testemunho aos seus últimos suspiros de resistência e indignação, para assim confundir a opinião do povo e esconder o verdadeiro motivo da linchação pública que vinha sofrendo, onde este homicídio monstruoso suicídio-enganação, é parte ativa da covardia de quem criminaliza e rotula de radical o desejo pleno de querer ser cidadão.

Por estes fatos, agora sobre estas cabeças recaem nosso desejo de justiça na apuração exemplar deste caso concreto, neste cenário de terror psico-social e ódio que estão submetidos os movimentos sociais e apoiadores na região. Nem uma família poderá dormir sossegada sem que se exponham todas as versões e fatos desta morte anunciada!

Mataram o Mosquito, mas saibam que seu legado segue vivo nos demais militantes sociais, homens e mulheres livres, jovens e idosos esperançosos de justiça, fraternidade e união dos excluídos. EM DEFESA DA VIDA DIGNA E DA CIDANANIA PLENA!! NÃO À IDEOLOGIA DO TERROR E AO TERROR COMO IDEOLOGIA!!-

A quem interessa a criminalização dos movimentos e de lideranças populares e sindicais?- A quem interessa o monopólio da mídia e da crítica jornalistica?- A quem interessa os profetas do pensamento único, redatores, colunistas e jornalistas maniqueístas que propagandeiam e rotulam que tudo que não é do desejo de seu patrão e anunciante, é contra aos interesses públicos?

Até onde essa prática ante democrática destes senhores não criaram e contribuíram para o cenário desta violência e morte do Hamilton Alexandre/Mosquito?

ATÉ QUANDO VAMOS ESPERAR QUE AS COISAS MUDEM? Basta, queremos justiça! Apuração profunda e cautelosa, por isso se exige que nada poderá ser precipitado neste processo de investigação, das causas e circunstancias políticas e sociais, que culminaram com a morte de Hamilton Alexandre, destemido militante social e homem público, personagem da política regional e promotor de sérias denuncias de corrupção ativa e passivas de agentes públicos e privados!!

Chega de Criminalização dos Movimentos!Florianópolis,

13 de Dezembro de 2011

Saudações democráticas aos homens e mulheres livres e defensores do direito à vida plena para todos e todas!arquiteto

Ci Ribeiro – militante da reforma urbanamembro da Camara Setorial de Meio Ambiente e Saneamento do FORUM DA CIDADE

Cristal, Comentários e Indicações para esta Quinta, 15/12/2011


COMENTÁRIOS E INDICAÇÕES

1º Ylle Di Josefine, confirmando a última atuação, não deverá perder. Aranel em pista de areia vai melhor e pode derrotar nossa indicada. Linda Vigilante, Xwife e Olympic Victory também entram em pista em condições de buscar a vitória.

YLLE DI JOSEFINI - ARANEL (6-7) LINDA VIGILANTE - XWIFE



2º Cuari Bravo Junior é apreciador do gramado e nos parece o nome a ser batido. Vizinho é outro que produz mais no gramado e que pode vencer. Test Pilot tem atuado com regularidade e desta feita pode levar a melhor. Buonano e Princesse Noir são azares viáveis.

GRAMA: CUARI BRAVO JUNIOR - VIZINHO (1-3) TEST PILOT – BUONANO

AREIA: TEST PILOT – VIZINHO (6-3) CUARI BRAVO JUNIOR – FAR LADY



3º Hi-Five deixou boa impressão em pista de grama e será nosso indicado. El Purse vem de vitória convincente e tem que ser encarado como forte rival. Pepe de Giuli retorna tinindo da Tablada e sua vitória é algo provável. Hoy Si e Arimano também contam com possibilidades de vitória. Holandiano e Mr. Niki podem engordar uma dupla-exata.

GRAMA:HI-FIVE – EL PURSE (1-6) PEPE DE GIULI – HOY SI

AREIA: PEPE DE GIULI – HI-FIVE (6-1) ARIMANO – HOY SI



4º Lady Jack larga pelo caminho mais curto e pode prender um pau a pau. Rigurita mostrou grande evolução e agora pode vencer. Nutrida esta sempre por perto e qualquer hora dessas vai vencer. Voadora ainda não confirmou seus bons trabalhos e deve ser analisada com carinho. Sereia de Itapuã pode atropelar a tempo de fazer um crime na parceria. Sucessora e Adrenalina nas trifetas.

LADY JACK - RIGURITA (1-3) NUTRIDA - VOADORA



5º Olympic Normand atravessa boa fase e surge como principal candidato ao topo do placar. Escaler pode acertar a pisada e parar só depois do espelho. Big Hardy vai ter um “train” de carreira favorável e pode desbancar os favoritos. Olho vivo com Plenário que pode agradecer a descarga do aprendiz, e com Super Boat que tem dias que corre muito.

OLYMPIC NORMAND – ESCALER (5-1) BIG HARDY - PLENÁRIO



6º Vielki depende só da partida para vencer. Olympic Feltran parece estar se reencontrando com sua melhor forma e em caso do favorito não largar deverá vencer. Depois Galo Bueno, Comandante Sulista e Caboclo Petrolin.

VIELKI – OLYMPIC FELTRAN (3-7) GALO BUENO – COMANDANTE SULISTA



7º Prova bastante equilibrada. Hipnocticada nos parece a mais capacitada em pista de grama. Lady Raquel tentou parada indigesta e aqui pode vencer. Tarde do Sol no final sempre comparece e pode chegar a tempo de superar suas adversárias. Iga Ninja se pegar a ponta pode não ser mais alcançada. Vassale, Flor Purpura e Ivete Semgalo são opções aos engatados.

GRAMA: HIPNOCTICADA – LADY RAQUEL (5-3) TARDE DO SOL – IGA NINJA

AREIA:IGA NINJA – FLOR PURPURA (2-1) LADY RAQUEL - HIPNOCTICADA



8º Campo D’una tem assombrado nas matinais e deverá vender caro a derrota. Príncipe dos Mares tem categoria de sobra para cruzar o espelho na frente de seus rivais. Halekulani é levado no “dedo” por sua parceria e merece cuidado especial. Boy Cott corre muito mais do que mostrou na última e pode se misturar na luta pelo lugar mais alto do pódio. Jester Quim, folgando na frente, pode endurecer a parada. Bounzinha fez apronte diferenciado e pode complicar a abertura do open.

CAMPO D’UNA - PRÍNCIPE DOS MARES (1-8) HALEKULANI – BOY COTT



9º Clássico cheio de alternativas. Vamos confiar na categoria de Boa Praça. Big Halo pisa pela primeira vez no gramado e caso se adapte ao solo é sério candidato a vitória. Mestre Céu no gramado é ótimo corredor e também pode almejar a vitória. Bailarino Russo ainda desconhece derrota e agora tem a chance de mostrar que realmente é um potro diferenciado. Hombre Rei ficou devendo na última e pode se reabilitar com vitória. Hastapopoulos parou para reparos e sua vitória não pode ser descartada. Fractal, Rua do Ouvidor, Operante Tex e Blessed Nugget podem estufar as trifetas.

GRAMA: BOA PRAÇA – BIG HALO (3-9) MESTRE CÉU – BAILARINO RUSSO

AREIA: BIG HALO – BOA PRAÇA (9-3) HASTAPOPOULOS – MESTRE CÉU



10º Parece que chegou a vez de Herói Fon. Sublime Blue é muito regular e certamente estará entre os primeiros. Ninja do Sul vem de perder para “RECORDE” e agora poderá vencer. Tílburi começa algo falado e pode iniciar vencendo. Silver Arrow, Vikinco e Los Gemelos podem dificultar o fechamento do “open betting”.

GRAMA: HERÓI FON – SUBLIME BLUE (5-6) NINJA DO SUL – TÍLBURI

AREIA: HERÓI FON – NINJA DO SUL (5-4) SUBLIME BLUE - TÍLBURI

transc. Site JRS

M.B. Santos é suspenso por 360 dias

JOCKEY CLUB BRASILEIRO

RESOLUÇÃO DA COMISSÃO DE CORRIDAS

Em 13 de DEZEMBRO de 2011

Tendo em vista o resultado do exame procedido pelo Laboratório Anti‑Doping no material colhido do animal "SIB SECRETARIAT", primeiro colocado no 9º páreo da reunião 177º, do dia 25 de novembro de 2011, a Comissão de Corridas resolve:





1 ‑ Desclassificar o animal " SIB SECRETARIAT " para último lugar, sem direito a qualquer prêmio;



2 ‑ Suspender por 360 (trezentos e sessenta) dias, o treinador Marcelo de Barros Santos (M.B.SANTOS), reincidente, a partir do dia 13/12/2011, com base no Art. 163, parágrafo 4º, Grupo I, e parágrafos 5º e 9º do mesmo artigo do CNC, com multa concomitante de R$ 682,50 (seiscentos e oitenta e dois reais e cinqüenta centavos) e entrada proibida no hipódromo e suas dependências até o integral cumprimento da penalidade (Art. 188‑parágrafo 2º);



3 ‑ O resultado do referido páreo passará a ser o seguinte:



1º REI DA RAIA

2º NAVAJO HURRICANE

3º COCONUT

4º QUOTA FAMOUS

5º FORTE DA FARTURA


A COMISSÃO DE CORRIDAS

AUTORIZA A DIVULGAÇÃO

Tarumã programa para sexta feira 19/12/2011

A Comissão de Turfe divulgou o Programa com Montaria para as corridas desta sexta-feira. Esta será a última Reunião de 2011 e contará com a Prova Especial “Carlos E. G. A. Valente”, no terceiro páreo, e com os Prêmios “Sindesp-PR / Seac-PR”, “Emancipação Política do Estado do Paraná”, “Natal” e “Encerramento”, nas últimas quatro provas da programação.

Confira o Programa com Montarias:

1º PÁREO - 700 METROS

R$ 2.000,00 - 600,00 - 400,00 - 200,00 - 100,00

ÀS 16h45 - (PROVA EXTRA) - TRIFETA

PICK 3 INICIAL

1 - FAISCA DO IGUASSÚ (P1) - V.Rocha - 1-53

2 - MENSAGEIRO GARUFA - U.Duarte - 2-55

3 - UNION PACIFIC - E.G.Cruz - 3-55

4 - ÓTIMA IDÉIA - R.Araujo - 4-55

5 - DITADO POPULAR (P1) - E.P.Santos - 5-55

2º PÁREO - 800 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 17h15 - (T-01) - TRIFETA - QUADRIFETA

PICK 3 INICIAL

1 - BRAVO FRITZ (P1) - L.Chimenes - 1-56

2 - POLE - R.Araujo - 2-56

3 - CUORE VALENTE (P1) - E.G.Cruz - 3-56

4 - TAYRUSU - V.Rocha - 4-56

5 - FETICHE GAIS - E.P.Santos - 5-56

6 - LADY GRACE - O.O.Pereira - 6-54

7 - CHARMING STAR - I.Müller 3k - 7-54

3º PÁREO - 1.200 METROS

R$ 2.500,00 - 750,00 - 500,00 - 250,00 - 125,00

ÀS 17h45 - TRIFETA

BIG EXATA

PROVA ESPECIAL “CARLOS E. G. A. VALENTE”

1 - SENHOR TUFÃO (P1) - E.P.Santos - 1-60

2 - DON JUAN FELIPE (P1) - E.G.Cruz - 2-60

3 - TOP EMOTION - M.Beatriz - 3-53

4 - SHOOT STAR - V.Rocha - 4-60

5 - VIGILIA - L.Chimenes - 5-58

4º PÁREO - 1.100 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 18h20 - (T-01) - TRIFETA

PICK 7 - BIG EXATA - FAST 6 - 2º PICK 3

1 - LATINO LOVE - E.P.Santos - 1-56

2 - BY ROYAL - V.Rocha - 2-54

3 - MILEY - I.Müller 3k - 3-54

4 - TALBOT LAKE - E.G.Cruz - 4-54

5 - JOINVILE COUER - M.C.Santos 3k - 5-54

6 - DA-LHE IMPERIAL - L.Chimenes - 6-56


5º PÁREO - 1.100 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 18h50 - (CLAIMING CAT. “B”) - TRIFETA - QUADRIFETA

FAST 6 - 2º PICK 3

1 - ELLYSYO (L-A) (P1) - R.Araujo - 1-59

2 - RUBI ESTRELADO (L-A) - E.G.Cruz - 2-57

3 - UPON MY SIGNAL (L-A) - O.O.Pereira - 3-56

4 - PEAK FAMOUS (L-A) (P1) - S.P.Santos - 4-54

5 - DIREÇÃO FATAL (L-A) - G.Macedo - 5-57

6 - FINLANDÊS (A) - B.Melo - 6-57

7 - ESPÁRTACO (L-A) - L.Chimenes - 7-57

8 - QUERO DUTCHAMAN (A) - J.Natel 4k - 8-57

1= 3.500,00 2= 3.500,00 3= 2.500,00 4= 2.500,00

5= 3.500,00 6= 3.500,00 7= 3.500,00 8= 3.500,00


6º PÁREO - 1.400 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 19h20 - (T-01) - TRIFETA - QUADRIFETA

FAST 6

1 - DRINALFA - I.Müller 3k - 1-54

2 - MINHA AMIGA - L.Chimenes - 2-54

3 - DASH FLYER - V.Rocha - 3-54

4 - VANILLA AND SODA - S.P.Santos - 4-54

5 - FLIGHT TO DUBAI - E.G.Cruz - 5-56

6 - KATIVANTE - M.C.Santos 3k - 6-54

7 - FABI GAIS - E.P.Santos - 7-56

8 - ATIVARE - R.Araujo - 8-56

7º PÁREO - 1.600 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 19h55 - (T-10) - TRIFETA

FAST 6

PRÊMIO “SINDESP-PR/SEAC-PR”

1 - HERR VICTOR (A) - U.Duarte - 6

2 - FEATURE (A) - E.G.Cruz - 2-53

3 - BELO VALENTE (A) - I.Müller 3k - 3-56

4 - SERRA PELADA (L-A) - V.Rocha - 4-53

5 - CANTABRIGENSIS (A) - R.Araujo - 5-55

8º PÁREO - 1.100 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 20h25 - (CLAIMING CAT. “A”) - TRIFETA - QUADRIFETA

FAST 6 - OPEN BETTING

PRÊMIO “EMANCIPAÇÃO POLITICA DO ESTADO DO PARANÁ”

1 - NOTA CERTA - R.Araujo - 1-54

2 - BUZUNGA - M.C.Santos 3k - 2-54

3 - DEXITRON - B.Melo - 3-55

4 - GET OUT MY WAY - O.O.Pereira - 4-56

5 - ESPERTA DO IGUASSÚ - I.Müller 3k - 5-53

6 - EL CARINHOSO - S.P.Santos - 6-54

7 - CID EL CAMPEADOR - V.Rocha - 7-56

8 - BOLADO - L.Chimenes - 8-56

9 - ARRANCADÃO - M.Beatriz - 9-56

1= 6.000,00 2= 4.000,00 3= 5.000,00 4= 6.000,00

5= 5.000,00 6= 4.000,00 7= 6.000,00 8= 6.000,00

9= 6.000,00

9º PÁREO - 1.400 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 21h - (T-07) - TRIFETA - QUADRIFETA

PICK 3 FINAL - FAST 6 - OPEN BETTING

PRÊMIO “NATAL”

1 - CAÇADOR REAL (A) - E.G.Cruz - 1-57

2 - RAYWAY GLORY (A) - M.C.Santos 3k - 2-56

3 - SHATRANG (A) - R.Araujo - 3-57

4 - DILIGÊNCIA (A) - B.Castro 4k - 4-56

5 - CASUAL LIFE (A) - E.P.Santos - 5-55

6 - CONÍFERA (A) - B.Melo - 6-55

7 - DOUBLE GATE (L-A) - J.Natel 4k - 7-58

8 - WIDOX (A1) - S.P.Santos - 8-57

9 - VENTILETTA (L-A) (P1) - V.Rocha - 9-55

10- HALF MOON (L-A) (P1) - M.Beatriz - 10-52

10º PÁREO - 1.400 METROS

R$ 1.700,00 - 510,00 - 340,00 - 170,00 - 85,00

ÀS 21h30 - (T-08) - SUPER QUADRIFETA R$ 7.000,00

PICK 3 FINAL - OPEN BETTING

PRÊMIO “ENCERRAMENTO”

1 - VIDIZ (L-A) - S.P.Santos - 1-54

2 - PREGA FOGO (L-A) - B.Melo - 2-58

3 - KIFUKO (L-A) - E.P.Santos - 3-57

4 - MY BEST WAY (L-A) - B.Castro 4k - 4-56

5 - VOLEUR DE FEMME (L1-A1) - M.C.Santos 3k - 5-57

6 - ABSOLUTISTA (A) - V.Rocha - 6-55

7 - PAULO DE LORENA (L-A) (P1) - J.Natel 4k - 7-56

8 - CACHALOTE (A) - O.O.Pereira - 8-57

9 - PÁ E BOLA - L.Chimenes - 9-55

10- ITACUÃ (L-A) (P1) - J.Natel 4k - 10-56

11- PARDAL FIGHTER (A) - M.Beatriz - 11-57

12- REINENTO DO NIJU (L-A) - R.Araujo - 12-58

Roberto Hasemann na Mesa redonda desta sexta-feira começa às 16h

Mesa redonda desta sexta-feira começa às 16h

Sob o comando de Gerson Borges de Macedo e comentários de Edson Ruck, a mesa redonda do turfe paranaense desta sexta-feira irá receber o Diretor Jurídico do JCPR, Roberto Hasemann.

O programa terá início às 16h e será transmitido pela TV Jockey (canal 137 da NET digital e 82 do analógico).

Justiça suspende leilão de cavalos nobres de traficante preso em Ponta Porã

Oleilão de 18 cavalos de raça apreendidos com um militar do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul, preso por tráfico de drogas, que deveria acontecer na semana passada, foi suspenso por determinação da 3ª Vara Federal, em Campo Grande. A razão da venda barrada: a mulher do encarcerado apresentou o pedigree das espécies, que poderiam ser arrematados por preço 25 vezes inferior ao valor de mercado.

Os animais seriam postos a venda como se fossem comuns porque o dono havia escondido a documentação indicando que alguns exemplares eram de espécies nobres. Com isso, um bicho de R$ 100 mil poderia ser arrematado por R$ 2 mil, por exemplo.

Os cavalos foram abandonados após a prisão de Ales Max, bombeiro há quase três décadas na cidade de Ponta Porã, no dia 22 de julho deste ano.

Por determinação judicial, os animais, alguns deles de corrida, vivem hoje num haras da Capital. A falta de cuidados especiais por se tratar de raças nobres apressou a decisão judicial.

Na relação dos animais à venda aparecem às raças puro sangue inglês, crioulo e quarto de milha. A idade dos cavalos varia de 4 a 11 anos. A Justiça Federal ainda não determinou a data do leilão. Noutro leilão os exemplares poderiam ser arrematados de R$ 2 mil a R$ 4 mil. Agora, o valor deve girar em torno de R$ 80 mil a R$ 100 mil

transc. http://www.amambainoticias.com.br

California Memory é o herói da Hong Kong Cup



Disputada no domingo Hipódromo de Sha Tin, a Cathay Pacific Hong Kong Cup (gr.I), apresentou a vitória de California Memory, sob a condução de Matthew Chadwick e treinamento de Tony Cruz . Na 2ª posição, à 1 corpo finalizou o alemão Irian e, em 3º, à pescoço deste, arrematou seu compatriota Zazou. Os cronômetros registraram 2:04.57 para os 2.000 metros da pista de grama.

California Memory é um 5 anos, filho de Highest Honor e KAlpita (Spinning World) de criação de Fred Seitz e propriedade de Howard Liang Yum Shing. Esta foi sua 9ª vitória - 1ª de grupo I - em 22 saídas.

Ainda em Sha Tin, Dunaden, 5 anos, filho de Nicobar e La Marlia (Kaldounevees0, recente ganhador da Melborune Cup, levantou a Hong Kong Vase (gr.I), sob a condução de Craig Williams e treinamento de Mikel Delzangles ; Able One, 9 anos, filho de Cape Cross e Gardenia (Danehill), sagrou-se vencedor da Hong Kong Mile (gr.I), anotando 1:33.98 para a milha da pista de grama, com Jeff Lloyd no comando das rédeas e treinamento de John Moore e Lucky Nine, 4 anos, filho de Dubawi e Birjand (Green Desert), faturou a Hong Kong Sprint (gr.I), na marca de 1:08.98 para os 1.200 metros da pista de grama, sob a tocada de Brett Prebble e treinamento de Caspar Fownes.

transc. site JCSP - http://www.jockeysp.com.br
foto - Racing Post - http://www.racingpost.com

Cavalos Arte



de Flavia Borba

Marcelle "Show" Martins vence nove


A aprendiz Marcelle Martins (foto) foi o grande destaque da semana entre os jóqueis, no Hipódromo da Gávea. A joqueta transformou nove de suas 28 montarias em vitórias chegando a 44 na temporada e ocupando a quinta colocação entre os profissionais em atividade no Rio de Janeiro. Dalto ganhou sete provas e lidera, com 109 triunfos.

Vagner Borges, que ficou suspenso na sexta e no sábado, aproveitou bem suas oportunidades no domingo e na segunda, ganhando seis provas e não deixando Dalto “desgarrar” na frente. O aprendiz soma 108 êxitos e, de quebra, se aproximou um pouco mais do recorde de Henderson Fernandes na EPT (377) chegando a 367 em sua carreira.

Marcello Cardoso e Valdinei Gil venceram três páreos cada um, enquanto Bruno Reis e Jean Pierre passaram na frente em duas oportunidades. Francisco Leandro (SP), Gabriel Souza, Vinícius Ribeiro, Carlos Lavor, Henrique Merenciano de Oliveira, Edson Celento dos Reis, Milton Reis e Michaelsuel Oliveira ganharam um páreo cada.

Com as nove vitórias de Marcelle, mais as seis de Vagner Borges e a de Vinicius Ribeiro, os aprendizes da EPT conquistaram 40% dos 40 páreos disputados na Gávea no conjunto de quatro provas da semana que passou.

por Fernando Lopes – foto: Davi Oliveira
transc. JCB

Santa Maria, Festival de Velocidade no próximo sábado


Santa Maria - Informativo para sábado (17 de Dezembro de 2011)
10ª Reunião – Temporada 2011/2012


1º Páreo – 300 m – 14 h.
Nº Animal Peso
1 TOSCANA 52
2 ESTRELA 50
3 RUMO CERTO 45

2º Páreo – 400 m – 15 h.
Nº Animal Peso
1 ODESTINO 54
2 PRETINHO 48
3 POMBO BRANCO 49
4 VEM QUE TEM 52

3º Páreo – 400 m – 16 h.
Nº Animal Peso
1 DESPERTE 50
2 MICHARIA 50
3 TIGRÃO 50
4 HÉRCULES 50

4ºPáreo – 400 m – 17 h.
Nº Animal Peso
1 GLADIADOR 50
2 TOSTADA 50
3 BOLINHA 50
4 ARTICULADORA 50

Talke Show vence Pesos Especiais


Grande favorito do público apostador, o castanho Talk Show não teve trabalho para se impor na quinta e melhor prova da jornada carioca de segunda feira, um pesos especiais em 1.900 metros, na pista de areia macia.

Com uma ótima partida, Talk Show foi logo tomando a ponta, com Casagrande, Nebbione e Lay-Out em seu encalço. Exigido por seu piloto, Casagrande logo após a curva do Hospital, tomou a frente e abriu vantagem. Talk Show era o segundo, com Nebbione, Lay-Out, Bronco Piller, Marcos The Great, Havai Cinco Zero e Galactic Hero vinham depois.

Casagrande ensinou o caminho aos rivais até quando Dalto Duarte quis, pois ao entrarem pela reta final, acionado, talk Show dominou a situação e sem ser incomodado foi abrindo vantagem para o disco, em êxito firme. Lay-Out, que sempre correu entre os primeiros, foi ótimo segundo. Bronco Piller atropelou para ficar com o terceiro, pouco à frente de Nebbione, enquanto Marcos The Great completou o placar. Pouco antes do disco, Casagrande derrubou o jóquei Valdinei Gil.

Preparado em Secretário pelo competente Cosme Morgado Neto, Talk Show é um 5 anos, filho de Wild Event e Remix, de criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do Stud Dona Lúcia. Esta foi a quinta vitória, em 17 saídas, do neto materno de Lode. Para os 1.900 metros, em pista de areia macia, o ganhador assinalou 2min01s54.

por Fernando Lopes – foto: Davi Oliveira
transc. JCB

Old Master com Francisco Pereira Filho - Grande Prêmio Associação Latino Americana de Jockeys Clubs 1985


Old Master com Francisco Pereira Filho - Grande Prêmio Associação Latino Americana de Jockeys Clubs 1985