Jeane Alves

Jeane Alves
Vitória de G 1 com Equitana

sábado, 18 de junho de 2011

Jamil Soobratty, Jockey

Irati, IV Grande Premio Cidade de Irati

Animal Kingdom, diagnosticada fissura na canela de Animal Kingdom




Após arrematar em sexto no Belmont Stakes (gr.I) – páreo no qual competiu como favorito dos apostadores – Animal Kingdom (Leroidesanimaux), vencedor da mais recente versão do Kentucky Derby (gr.I), foi submetido a uma bateria de exames, incluindo análise radiológica.

E nos resultados acusados pelas radiografias, se diagnosticou uma pequena fissura na ponta da canela do posterior esquerdo de Animal Kingdom. Daqui duas semanas, novos exames da mesma natureza serão realizados para verificar se houve algum progresso ou regresso no quadro.

Segundo avaliação dos veterinários responsáveis (Dr.Dean Richardson e Dr.Larry Bramlage) pela assistência prestada ao corredor da Team Valor, a lesão não deverá comprometer todo o restante da temporada para Animal Kingdom.

por Victor Corrêa

Naipaul Chatterpaul

J.S.SOUZA, O ZÉ PINTO

J.S.SOUZA, O ZÉ PINTO

José Silvestre de Souza, mais conhecido como Zé Pinto, era um mineiro que veio para o Rio de Janeiro para iniciar-se como cavalariço. Trabalhador, decente, simpático, acabou como segundo-gerente do treinador Gonçalino Feijó. Já viúvo de um casamento de mocidade no interior de Minas Gerais, entregou a filha a uma irmã que foi por toda a vida a verdadeira mãe da menina, e foi para São Paulo. Iniciou-se novamente como cavalariço, e rapidamente chegou a segundo-gerente e depois treinador. Cuidou com grande sucesso dos cavalos de Paulo Lara, um dos principais criadores e proprietários da época. Um dia, Paulo Lara chegou a cocheira com umas ampolas de remédios, era para o Zé Pinto aplicar na égua Garça, naquele momento égua clássica de tremendo poder de corridas, e que era o melhor animal da cocheira naquele momento. O Zé Pinto ponderou que a Garça não precisava de remédios, muito menos proibidos, para correr bem, mas a ordem foi de dar uma injeção ao fim da manhã de cada dia de corrida da Garça. No dia, o Zé Pinto não deu, a égua ganhou fácil, o proprietário atribuiu a vitória ao tal remédio, e o treinador ficou quieto pois o Paulo Lara não tocou no assunto. Outras várias corridas ótimas da Garça, que era uma fantástica milheira vencendo sucessivas provas importantes, o Paulo Lara feliz com os resultados, e o Zé Pinto sempre aguardando a hora de lhe ser perguntado pelos remédios, e como ele não mentia, admitia até ser despedido. Um dia, o proprietário foi à cocheira em momento em que o Zé Pinto não estava, conversou com o segundo-gerente, e ficou sabendo da não aplicação das ampolas, que lhe foram mostradas no fundo de uma gaveta do escritório. Paulo Lara nada falou com Zé Pinto, e ordenou ao segundo-gerente que no dia da próxima corrida da Garça o próprio segundo-gerente aplicasse a injeção, depois que o Zé Pinto fosse almoçar. O resultado foi mais uma vitória de Garça, os exames mostraram que ela correra dopada, foi desclassificada para último lugar sem direito a quaisquer eventuais prêmios, e o Zé Pinto suspenso por 6 meses (se não me falha a memória). O Paulo Lara assumiu a responsabilidade isentando por completo o treinador, mas a Comissão de Corridas entendeu que havia que ser respeitado o Código Nacional de Corridas, que não previa punição para o proprietário, sendo a total responsabilidade do treinador.

Terminada a suspensão José Silvestre de Souza voltou a treinar para proprietários pequenos, sempre com sucesso, sendo o último o bom Roberto Mesquita, que tinha cerca de 10 animais alojados na Chácara do Ferreira. Nessa fase do retorno do Zé Pinto, sempre que um treinador era suspenso por medicação os cavalos iam para as mãos dele, pois todos os treinadores e proprietários souberam da sua decência e competência, era o homem de confiança de todos.

Foi aí que eu precisei de um bom e confiável treinador, já que aquele que por um ano cuidara dos meus cavalos se mostrara inconfiável. Com o apoio do veterinário Fernando Pereira Lima, que conhecia muito bem o Zé Pinto, falei com o treinador, com o proprietário Roberto Mesquita, meu amigo, e demiti C.C.Cabral e contratei o Zé Pinto. Foi uma das melhores coisas que fiz como proprietário, o novo treinador, além o competente e dedicado, era amigo, confiável, de ótimo gênio. Trabalhou os cavalos do Ipiranga durante cerca de 30 anos, e uma de suas muitas vitórias foi no GP Brasil, com Gourmet.

Zé Pinto só parou de trabalhar para mim quando morreu. Com José Silvestre de Souza como treinador por cerca de 30 anos e o jóquei Antonio Bolino por 35, o Ipiranga só se beneficiou, não entravam assuntos como malandragens e afins, não se falava em jogo ou mutretas, os cavalos eram sempre preparados para ganhar, e os resultados eram brilhantes.
Saudades do Zé Pinto.

por Milton Lodi

RIO PARDO, I GP Prefeitura Municipal de Rio Pardo, 30, 31 de julho e 1º de agosto

RIO PARDO (RS) - Nos dias 30, 31 de julho e 1º de agosto, será corrido o I GP Prefeitura Municipal de Rio Pardo - Homenageado Especial Joni Lisboa da Rocha (Prefeito Municipal), reservado a Produtos PSI - Geração 2008 registrados no S.B.B., inéditos, perdedores e ganhadores de terno convidados, na distância de 500m. Pesos: Inéditos - Fêmeas - 48Kg e Machos - 50Kg, perdedores de terno aumentam 1Kg, e ganhadores de terno handicap de 0 a 6Kg. Inscrição: R$ 2 mil e Lance: 3 x R$ 1 mil. Premiação: R$ 20 mil ao proprietário vencedor (premiação garantida com qualquer número de animais confirmados); ao treinador vencedor R$ 5 mil, aos demais treinadores 4% do jogo em animal de sua responsabilidade. Obs.: Os organizadores reservam-se o direito de excluir o animal que vier a prejudicar o evento. Será permitido o uso de agarradeiras nos posteriores. Somente será pesado o que vai no lombo do animal. No sábado, 30, será realizado um leilão com Penca Fechada para 2012. Informações: (51) 9996-3030 com Ismar, (51) 9870-4289 com Edi e (55) 9909-8022 com Luciano.

CODERE FECHA PARCERIA COM O JOCKEY CLUB DO PARANÁ

CODERE FECHA PARCERIA COM O JOCKEY CLUB DO PARANÁ - A Codere, empresa multinacional do ramo de entretenimento, acaba de assinar contrato com o Jockey Club do Paraná que marca o início de sua atuação no Estado e deve contribuir com a recuperação do turfe local. O contrato assinado na sede da entidade turfística em Curitiba (PR) prevê investimentos na reforma de espaço de 300m² em que será instalada uma loja Turff Bet & Sports Bar no Hipódromo do Tarumã, bem como na melhoria da infraestrutura técnica a fim de garantir mais recursos para a realização das corridas. Outro detalhe é que o Paraná irá observar um incremento da programação turfística por meio da transmissão de corridas internacionais, prevista para acontecer em breve.

* SOBRE A NOTA ACIMA (I) - Sabemos que as corridas da Gávea e do Cristal até hoje não saíram do Brasil, então como anunciar que as do Tarumã em breve serão transmitidas para o exterior???

* SOBRE A NOTA ACIMA (II) - A atual administração do J.C. do Paraná só está lá por causa de uma decisão judicial. As eleições estão em aberto e uma diretoria ruim segue assinando contratos, vendendo áreas, não pagando prêmios etc. A CULPA É DA JUSTIÇA DO PARANÁ!!! AS LEIS NÃO FORAM FEITAS PARA SEREM CUMPRIDAS???

* SOBRE A NOTA ACIMA (III) - Todos os danos que acontecem ou acontecerão com o clube paranaense serão de TOTAL RESPONSABILIDADE DA JUSTIÇA!!!

fonte Jornal do Turfe

Pelotas: Programa Oficial para domingo

Neste próximo domingo, dia 19 de junho, será realizada a 17ª reunião da temporada em Pelotas. Segue abaixo o informativo da reunião. Boa sorte a todos.

1º Páreo - às 14h - 1.300m

Animal / Jóquei / Treinador / Proprietário

1- Victor Rei / DR.Freitas / E.Santos / Stud 3D
2- Stockbrocker / M.Barreto / R.Teixeira / Stud Azevedo
3- venta Sonora / T.Silva / P.Oliveira / Haras Cinco Irmãos
4- Deu Certo / G.Ferreira / P.Ribeiro / Jeferson Garcia
5- Dom Bernardo / J.Barreto / J.Gonçalves / Stud Los angeles
6- Luna Luneta / H.Dermarco / M.Petrechel / Marcos Garcia
7- Capitão Rupper / JV.Rodrigues / M.Petrechel / Stud às de Ouro
8- Sanciro / W.Nunes / A.Rodrigues / Daniel e Davi
9- Ocean View / F.Gonçalves / A.Rodrigues / Daniel e Davi
10- Quioza Dutchman / E.Miranda / J.Gonçalves / Stud JC

2º Páreo - às 15h - 600m

1- Polakinho / JV.Rodrigues / J.Ribeiro / Stud Mecânica Oliveira
2- Cristal do Sissi / H.Demarco / C.Marques / Stud Laura e Lara
3- Urchamp Girl / F.Gonçalves / LH.Moraes / Stud Viva Noite
4- Salmone / T.Silva / R.Teixeira / Stud Boto Pescados
5- Rainha Babilonia / G.Ferreira / JP.Correa / Stud JS.Gás
6- Caboclo Pretrolin / J.Barreto / A.Rodrigues / Rei Davi e Daniel
7- Reyjavik / W.Nunes / A.Rodrigues / Rei Davi
8- Raja / E.Miranda / V.Silva / Francisco Paiva
9- Hatta / DR.Freitas / O.Gonçalves / Stud Oracio e Rui
10- Myor ky Crack / M.Barreto / Stud Princesa

3º Páreo - às 16h - 1.400m

1- Tamborim / M.Barreto / A.Petrechel / Stud Braguinha
2- Turumbamba / T.Silva / P.Oliveira / Haras Cinco Irmãos
3- Que Flete / H.Demarco / W.Almeida / Stud Comendador M
4- Lord Cardinal / DR.Freitas / E.Santos / Valdir Nogueira Afonso
5- Milenar / F.Gonçalves / CA.Garcia / Stud Garcia
6- Galo Bueno / G.Ferreira / J.Ribeiro / Stud Mecânica Oliveira

4º Páreo - às 17h - 1.800m

1- Sunset Boulevard / W.Nunes / W.Nunes / Stud Lucas e Laura
2- Oakfast / F.Gonçalves / V.Quintana / Francisco Braga
3- Faceiro / G.Ferreira / P.Ribeiro / Paulo Henrique Peter Vanier
4- Puglia / M.Barreto / A.Petrechel / Rubens B. Nogueira
5- Sul Brasileiro / H.Demarco / W.Almeida / Stud Comendador M
6- Fuco / J.Barreto / P.Ribeiro / Paulo Henrique Peter Vanier

por Eluan Turino

Raça Paint Horse, Quebrado recorde da Raça Paint Horse

Quebrado recorde da Raça Paint Horse, desta vez o de valor de um animal em Leilão

42° Leilão Virtual Breeding Collection – Special Edition fez media de R$ 35 Mil e quebrou o recorde de preços de um animal Paint Horse vendido em Leilões. Gay Bar Bud foi comercializado por R$ 255.000,00


O Leilão da edição especial comemorativa dos 9 anos da Collection realizado nesta última segunda – feira, dia 13 de junho, em parceria entre a Collection Leilões e a MBA Leilões, foi um sucesso total, fazendo a excelente média de R$ 35.196,09 para as Raças Paint Horse e Quarto de Milha. O remate foi transmitido pelo Terraviva. Mostrando o grande momento que vive a Raça Paint Horse, Gay Bar Bud, um garanhão homozigoto foi comercializado por R$ 255.000,00 para André Jacintho, de Presidente Prudente – SP.
A média das fêmeas ficou em R$ 21.270,00. Já os machos fizeram nada menos do que R$ 51.907,00.
Durante o Leilão, foram apresentados 3 lotes surpresas, que eram, na verdade, uma forma da Collection presentear seus amigos que têm acompanhado suas atividades ao longo desses nove anos. Mostrando que a qualidade sempre fala mais alto em suas tropas, os três lotes foram os mais valorizados: Gay Bar Bud , já comentado, Haidas Lil Handle por R$ 155.000,00 para Mofareje Sobrinho e Featured Splash, por R$ 290.000,00 para Bruno Augusto.
Para Ronnie Simonsen e Sérgio Thomé Filho os resultados mostram, mais uma vez, que o mercado confia e aprova todas as ações da Collection, em especial a qualidade genética dos animais, tanto da Raça Paint Horse como Quarto de Milha. A dupla também comentou sobre as facilidades de pagamento e entrega garantida, que são as “marcas registradas” da Collection.




Lucas Machado
Assessor de Imprensa
(14) 9111 5359

SANTO ANTÔNIO DA PATRULHA, GP Cidade de Santo Antônio da Patrulha, 25, 26 e 27 de junho

SANTO ANTÔNIO DA PATRULHA (RS) - A penca que estava programada para o último final de semana foi transferida para os dias - 25, 26 e 27 de junho -. O GP Cidade de Santo Antônio da Patrulha, em 500m, terá como homenageado André Randazzo (Secretário de Obras) e é reservado a Produtos PSI da Geração 2008, inéditos, perdedores e convidados, registrados no SBB. No sábado teremos uma Penca de Pradeiros, em 600m. Informações: (51) 9186-4546 (Dêgo) e 9728-4011 (Vaguinho).

VALTER LOPES, Punido em Cidade Jardim

VALTER LOPES TAMBÉM - Na mesma Resolução do JCSP: 6ª) Suspender por 30 (trinta) dias, a partir de 14 do corrente, o treinador V.S.Lopes, responsável pelo animal Coisa de Louco, retirado do 2º páreo da corrida de 16 de maio p.p., e multá-lo em R$ 313,50 (trezentos e treze reais e cinquenta centavos), por infração do parágrafo único do artigo 165 do Código Nacional de Corridas

Ivan Jeronimo indica para este sábado,18.06, em Cidade Jardim

Hoje é dia de conhecer o "Rei da Raia Paulista"

Neste sábado o turfe paulista conhecerá o novo "Rei da Raia" através da disputa do G.P Gal. Couto de Magalhães, Taça de Ouro, a ser corrido na 5ª Prova, na distância de 3218 metros, pista de grama. Também teremos a realização de mais 10 provas, totalizando 11, com início às 14h 30m, e com seu término marcado para as 20h10m.

Na principal prova, Yes Pedroca (Hibernian Rhapsody), de criação e propriedade do haras Sta. Luzia da Água Branca, que mostrou ampla aptidão e evolução da "distancia morta", até mesmo tornando-se especialista, onde venceu uma PE e um Listed Race na semana máxima paulista. Contudo, o pupilo de Antônio Luis Cintra terá em sua "cola" o "ligeirão" Top Art (Roi Normand) Hs. Sta Maria de Araras/Coudelaria Barcelona, onde em sua última apresentação no "São Paulinho" venceu aos "esbarros", e será um "cravo na ferradura" do Nosso Indicado.

Agasias (Fahim) vencedor desta prova em 2009 e Vulkan (Nugget do Faxina), que venceu o "Consagração" 2010, também apreciam a distância e surgem com pretensões.

O simulcasting com a Gávea começa às 13 horas e 45 minutos.

A seguir, comentários e indicações. Boa sorte!

1º Páreo: Gabilú já venceu na distância e na última, correndo prova seletiva, atuou com grande destaque. Mesmo voltando para os 1300 metros o filho de True Confidence terá ótima oportunidade para vencer sua terceira corrida aos 2 anos. Topmost correu muito em sua última apresentação, largando mal e perdendo carreira ingrata. Mesmo "repicado", poderá formar a dupla. Zia Fighter a seguir.

2º Páreo: A tordilha Sai Tinindo pegou "parada indigesta" em sua última apresentação noTarumã e mesmo assim, finalizou muito perto. Nesta turma, só com as fêmeas, dificilmente sairá da raia derrotada. A "grandalhona" Emily Anna, que vem da Gávea com boas atuações e Nudrum que venceu na estréia ficam para os complementos de exatas e trifetas. .

3º Páreo: Páreo muito complicado onde o irregular Jay Fighter aparece como boa opção. O pensionista de Girceu Lopes está devendo uma vitória e com esta queda para o claiming pode levar de vencido seus adversários. O confirmador Urdanz de pronto aparece para escolta de nosso escolhido e em seu eventual fracasso, pode surpreender. Il Giornalino e Hurry Ski, este último muito leve, brigam pela trifeta .

4º Páreo: Ítalo e Donna Hema foram "ponta e dupla" em páreo semelhante e aqui mesmo, continuam a "comandar" as ações, porém, desta feita, com vantagem da égua ir a "forra". Untal, que na última teve prejuízos, também pode ameaçar nossa exata escolhida. Rara Gitana depois.

6º Páreo: Zaratrusta, filho de Sulamani, fez excelente estréia no quilômetro, sofrendo muitos prejuízos e nas mãos de Francisco Leandro leva pequena vantagem, mas terá que "suar a manta" para vencer pois Hamilton da Serra, que mesmo caindo de distância, ostenta ótima forma e na última perdeu carreira de "cinema". Hit the Sound, sempre muito apostado ainda não "mostrou a que veio", e se melhorar na grama, dará trabalho. Dulmanir na sequência.

7º Páreo: Mesmo corendo pela primeira vez no "tapete", Chevallier, que traz firme vitória do Tarumã deverá "largar e acabar" por aqui. Big Hasty que traz próspera campanha do Cristal e Enciumado (URU), que fez boa estréia no prado paulista em luta pela dupla. O comentado Ufo vêm depois.

8º Páreo: Uma das melhores, senão a melhor indicação da "sabatina" é o alazão Top Brass. Vindo de dois ótimos segundos lugares, ambos em pista de areia, o pupilo de J.C.Rocha encontrou excelente oportunidade de "desencabular". Caramba para a formação da dupla. Cape Canaveral não confirmou os bons trabalhos e Feist, que estréia comentada, ambos Amigoni, merecem atenção.

9º Páreo: Lonely King perdeu para seu companheiro de cocheiras e poderá vercer sem "susto" nessa oportudidade. Limitrof "deu sono" em sua última apresentação, sendo muito prejudicado e chegando perto, é grande rival. Joint Chief/Delso e Araripe (bons trabalhos) para o complemento da trifeta.

10º Páreo: Novamente o ligeiro I Had a Dream é nosso preferido. Em sua última atuação o denfesor do Stud Nova Floresta correu de trás, teve muitos "trancos" na reta e ainda assim perdeu no último "salto". Conselho de Ética é o rival a ser "temido". As fêmeas Dinanzi e Barbatana para as trifetas e quadrifetas.

11º Páreo: A "penqueira" Lluvia Torrencial vem de fácil vitória no perdedor, em ótima marca e deverá novamente pisar no "Winner’s Circle" como vencedora da prova. Brieta, muito "aliviada" no peso, pode proporcionar exata de bom dividendo. Gulga Linda Venceu aos "esbarros", mas era páreo de claiming. Mesmo assim, hoje, com 49kgs pode "assustar". Dover Star a seguir.

Indicações: (pista programada)

1º Páreo: (2-4-5) Gabilú / Topmost / Zia Fighter
2º Páreo: (3-5-6) Sai Tinindo / Emilly Anna (L1) / Nudrum
3º Páreo: (2-3-4) Jay Fighter / Urdanz / Hurry Ski
4º Páreo: (1-7-2) Donna Hema / Ítalo / Untal
5º Páreo: (4-3-6) Yes Pedroca / Top Art / Vulkan
6º Páreo: (6-7-4) Zaratrusta / Hamilton da Serra / Hit The Sound
7º Páreo: (4-3-7) Chevallier / Big Hasty / Enciumado (URU)
8º Páreo: (1-6-2) Top Brass / Caramba / Cape Canaveral
9º Páreo: (7-5-1) Lonely King / Limitrof / Joint Chief - Delso
10º Páreo: (5-6-1) I Had a Dream / Conselho de Ética / Dinanzi
11º Páreo: (4-6-1-7) Lluvia Torencial / Brieta / Gulga Linda / Dover Star

Indicações: (mudança de pista)

1º Páreo: (4-5-1) Topmost / Zia Fighter / Olympic Zone
2º Páreo: (3-5-6) Sai Tinindo / Emilly Anna (L1) / Nudrum
3º Páreo: (2-3-4) Jay Fighter / Urdanz / Hurry Ski
4º Páreo: (4-2-5) Rara Gitana / Untal / Tracker
5º Páreo: (5-7-3) Zarpador / Bom de Luta / Top Art
6º Páreo: (2-4-1) Tambaqui / Hit The Sound / Dulmanir
7º Páreo: (4-3-8) Chevallier / Big Hasty / Ufo
8º Páreo: (1-6-2) Top Brass / Caramba / Cape Canaveral
9º Páreo: (7-5-1) Lonely King / Limitrof / Joint Chief - Delso
10º Páreo: (5-6-1) I Had a Dream / Conselho de Ética / Dinanzi
11º Páreo: (4-1-2-7) Lluvia Torencial / Gulga Linda / Felipão / Dover Star

por Ivan Jeronimo

Cidade Jardim, forfaits para este sábado, 18.06

Cidade Jardim, forfaits, sábado 18.06.2011

FORFAITS:

3º Páreo: 5 (GRAINE)
5º Páreo: 6 (UDALOI DA FAXINA) - 8 (IMBATÍVEL)
7º Páreo: 6 (JESSY) - 7 (ENCIUMADO)
8º Páreo: 2 (CONFIDENTIAL LADY) - 6 (CARAMBA) - 7 (QUE PASA)
9º Páreo: 1 (JOINT CHIEF)
10º Páreo: 1 (DINANZI)

Gávea Forfaits para este sábado

FORFAITS-SÁBADO 18.06.2011

1° Páreo: 8 (ALFORRIADO)
2° Páreo: 5 (TENÓRIO)
11° Páreo: 8 (MESTRE DE OURO)

LONELY KING VEM PRONTO DO TARUMÃ

REAPARECE NO NONO PÁREO DESTE SÁBADO, 18/06, EM CIDADE JARDIM,LONELY KING UM FILHO DE GIANT GENTLEMAN EM FAISCA DOURADA, QUEM VEM PREPARADO DO TARUMÃ POR M F GUSSO E SERÁ CONDUZIDO PELAS MÃOS DO CAMPEÃO VALMIR ROCHA.
LONELY KING QUE VEM DE SECUNDAR BRADTOP DI JOB EM 1300 METROS DE GRAMA, VOLTA PRONTO PARA SUA PRIMEIRA VITÓRIA NO HIPÓDROMO PAULISTANO.

9o PÁREO 1.300m GRAMA

1 JOINT CHIEF 55 1 479 N.A.Santos J.Alamos (cp)
" DELSO 55 4 475 F.Leandro J.Alamos (cp)
2 ATENTI 55 2 444 J.Henrique A.L.Cintra (cp)
3 ARARIPE 55 3 EST I.Santana E.P.Gusso
4 CARANCANFUNFO 55/3 5 EST Ad.Alves E.Gosik
5 LIMITROF 55 6 469 W.Blandi Z.Medeiros (so)
6 LUCKY STAR 55 7 502 V.Leal G.S.Lopes
7 LONELY KING 55 8 509 V.Rocha (pr) M.F.Gusso (pr)

LLUVIA TORRENCIAL É MAIS UM QUE VEM DO TARUMÃ COM ARES DE BARBADA


PREPARADA NO TARUMÃ, LLUVIA TORRENCIAL, COMPETE NO ULTIMO PÁREO DESTE SÁBADO EM CIDADE JARDIM COMO UMA DAS GRANDES FAVORITAS DA REUNIÃO.
VENCEDORA EM GP DE CANCHAS RETAS, TARUMÃ E CIDADE JARIM ESTE FILHO DE TORRENTIAL EM QUE LLUEVA DE CRIÃÇÃO DO STUD DON JUAN QUATRO PIEDRA, DEFENDE AS CORES, DO PARANAENSE, HARAS AUSTRIA, SERÁ APRESENTADO POR J CESAR E RECEBERÁ A DIREÇÃO DE ZEFERINO MOURA ROSA.

Chevalier estréia com ares de Barbada


Chevalier

o sétimo pareo deste sábado, 18.06, em Cidade Jardim contará com a presença de Chevalier, que estréia no hipódromo paulistano vindo de fácil vitória no Tarumã no ultimo dia 20.05.
Chevalier é treinado, no Tarumã, por A B Pereira e contará com a condução de Luis Chimenes.
1 MARACANGALHA 54/1 1 449 G.Ribeiro Ap3 A.Oliveira
2 ÍNVIDA 54 2 488 W.Blandi A.Gulart
3 BIG HASTY 56/4 3 EST F.H.Costa Ap2 A.F.Correia
4 CHEVALLIER 56 4 EST L.Chimenes (pr) A.B.Pereira (pr)
5 CAPUCCINO ROSSO 56 5 425 S.Generoso A.Oliveira
6 JESSY 54 6 411 F.Leandro A.Menegolo Neto (pr)
7 ENCIUMADO (URU) 56 7 456 N.A.Santos A.F.Barbosa (cp)
8 UFO 56/4 8 EST Jeane Alves N.Souza

Sai Tinindo com muita chance no segundo páreo deste sábado, 18.06, em Cidade Jardim



preparado no Tarumã por Julio Cesar e contando com a direção de Zeferino Moura Rosa,
Sai Tinindo conta com muita chance no segundo páreo deste sábado, 18/06, em Cidade Jardim

1 CARMINA AIROSA 56/4 1 452 Jeane Alves V.Fornasaro
2 VAI QUE É BOA (L) 54/1 2 477 G.Ribeiro Ap3 J.L.Aranha ++
3 SAI TININDO 54 3 506 Z.M.Rosa (pr) J.Cesar (pr)
4 ZINGARA OLÍMPICA 52 4 425 W.Blandi A.Gulart
5 EMILY ANNA (L1) 54 5 EST F.Leandro N.Lima
6 NUDRUM 54/1 6 480 Fabio Silva Ap3 N.Lima

Rei da Raia Paulista reune 8 animais


Agasias PE Cacique Negro 2008

o GRANDE PRÊMIO GAL.COUTO DE MAGALHÃES - GRUPO II - TAÇA DE OURO -3.218 METROS -GRAMA . TERÁ MAIS UMA EDIÇÃO NA TARDE DESTE SÁBADO,18/09, EM CIDADE JARDIM É O DESTAQUE DA REUNIÃO, CONTANDO COM 8 COMPETIDORES

1 ILLUSIONIST 58 1 453 J.Ventura C.Garcia (cp)
2 AGASIAS 58 2 477 I.Santana J.C.Rocha (pf)
3 TOP ART 58 3 508 L.Duarte (rj) D.Guignoni (rj)
4 YES PEDROCA 55 4 451 W.Blandi A.L.Cintra (cp)
5 ZARPADOR 58 5 493 F.Leandro L.Quintana
6 VULKAN 55 6 473 A.Queiroz A.Gulart
" UDALOI DA FAXINA 58 8 436 J.Henrique A.Gulart
7 BOM DE LUTA 58 7 493 V.Leal N.Souza
8 IMBATÍVEL 55 9 503 Não Correrá A.Gulart

Indicações Gávea, Sábado 18.06 - Celso Afonso

Taça Quati é a grande atração

Destaque da programação, a Prova Especial Pharas, em 3.000 metros, marca a quarta etapa da Taça Quati. A carreira, quarta da reunião, é destinada a produtos de três e mais anos e reúne seis competidores, em um campo bem seleto.

Urcath (foto) foi grande favorito na etapa anterior, chegou a pontear a prova, mas esmoreceu nos metros decisivos. Hoje, o filho de Know Heights e Cath, por New Colony, está mais bem preparado e pode corresponder às expectativas. Urcath defende o Stud Yatasto, foi criado pelo Haras Anderson e possui três vitórias, em sete saídas.

Decrire (Aristeu Frenzel Rodrigues), Chuchu Beleza (Stud Carioca da Gema). Bilheteira (Stud Acqua Azu) e Morcote (Stud Araré) já venceram outras provas da Taça Quati e podem perfeitamente repetir este feito. Gusky (Haras Doce Vale) só faz evoluir com o aumento do percurso e promete tornar o desfecho do páreo ainda mais empolgante.

Hoje na Gávea serão disputas 11 carreiras, com a primeira marcada para as 13h45. Sendo assim, o Pick 7 começa no quinto páreo e o Open Betting, com R$10.000,00 de bonificação, no nono do programa.

Abaixo as indicações e boa sorte!



1° Páreo: Ximburé vem de vitória em uma Prova Especial em Cidade Jardim, é o único três anos do páreo e tem destaque no início do Pick 3. Sempre na pedra, Atlante pinta como segundo nome da carreira. Gran Tintoretto, a seguir.

XIMBURÉ (4) – ATLANTE (3) – GRAN TINTORETTO (6)



2° Páreo: Mais bem balizado desta vez, Taj Bengal é capaz de emplacar sua primeira vitória por aqui. Universal Fire vem encarando animais melhores, mas, como despenca dos 1.500 metros para o quilometro, merece cautela. Mestre Faiscca, ameaça.

TAJ BENGAL (8) – UNIVERSAL FIRE (3) – MESTRE FAISCCA (4)



3° Páreo: Páreo perigoso, onde, Normandia Xis, partindo pelo menor caminho, deve chegar entre as primeiras. Vantaja é atrasada no páreo e não deve ficar fora do jogo. Tante Lynch e Only The Lonely devem mostrar serviço.

NORMANDIA XIS (1) – VANTAJA (3) – TANTE LYNCH (5)



4° Páreo: Em mais uma carreira difícil, Urcath, agora adaptado ao percurso, pode render mais e vender caro a derrota na PE Pharas. Decrire venceu com autoridade a 3ª Etapa da Taça Quati e é o rival a ser batido. Chuchu Beleza e Bilheteira são os outros nomes no páreo.

URCATH (3) – DECRIRE (1) – CHUCHU BELEZA (6)



5° Páreo: Zart e Víbora já estão maduras no perdedor, rendem mais no gramado e são as forças na abertura do Pick 7. Em evolução, Duqueza Mary promete entrar na briga pelo primeiro posto. Olho no cânter e na pedra de Sweet Christine, que venceu uma eliminatória do Turfe Gaúcho.

ZART (9) – VÍBORA (10) – DUQUEZA MARY (4)



6° Páreo: Tropical Thunder deixou impressão das melhores na estréia e volta pronta para vencer. Jóquei com preferência no Stud, H. Fernandes optou por montar Rossi Viera Souto, que merece atenção na hora de montar o jogo. Vento em Popa vai correr bem.

TROPICAL THUNDER (5) – ROSSI VIERA SOUTO (11) – VENTO EM POPA (2)



7° Páreo: Vindo de derrota no último pulo, Outra Categoria tem boa oportunidade para ir às forras. Bandida Selvagem não leva a mesma vantagem no peso, mas, ainda assim, promete endurecer a parada. Rainha da Portela volta à pista de sua preferência.

OUTRA CATEGORIA (5) – BANDIDA SELVAGEM (7) – RAINHA DA PORTELA (1)



8° Páreo: Bel’s Phone deu um galope de saúde, rende bastante no gramado e é força. Levando vantagem no peso, Our Halo e Segura Paixão surgem como principais rivais da defensora de Bervely Hills Stud.

BEL’S PHONE (3) – OUR HALO (7) – SEGURA PAIXÃO (5)



9° Páreo: Prova complicada, onde, Vizinho, apesar de mais velho, é capaz de engrenar na hora certa para fazer as pazes com a vitória, que não acontece desde 2009. Lumacai, com Lasix pela primeira vez, deve figurar com destaque. Tcheckow pode gostar do aumento do percurso.

VIZINHO (10) – LUMACAI (1) – TCHECKOW (5)



10° Páreo: Finish Day mostrou capacidade no gramado e pode marcar mais um ponto para o líder Dalto Duarte. Contando com boa descarga, Lince Of Cord pinta como opção para os que procuram rateios maiores. Tailandês é o mais atrasado do lote.

FINISH DAY (6) – LINCE OF CORD (10) – TAILANDÊS (4)



11º Páreo: To Flight sobra na turma e, mesmo largando por fora de todos, deve chegar entre os primeiros. Lavado na certa, Tide White não deve ficar fora das acumuladas especiais. Teseu e Quiet Cat são ótimos azares para quadrifeta.

TO FLIGHT (11) – TIDE WHITE (5) – TESEU (7)

Por Celson Afonso –

SÃO GABRIEL, LEILÃO EM SÃO GABRIEL

LEILÃO EM SÃO GABRIEL

Será realizado dia 23 de julho, às 12 horas, no Jockey Club de São Gabriel, um Leilão de Potros da Geração 2009 com Penca Fechada para 2012. Na ocasião teremos a disputa de uma Penca para Potros da Geração 2008. As inscrições estão abertas: (55) 9983-8675 com Binha e (55) 9121-8250 com Cezar Silveira.

Raia Leve

Crésus Camargo, na Justiça, decisão favorável para Crésus Camargo assumir a presidência


Paraná: na Justiça, decisão favorável para Crésus Camargo assumir a presidência

Como resultado do julgamento do agravo de instrumento interpostos pelo Jockey Club do Paraná, ficou decidido que Cresus Coutinho Camargo assumirá a presidência do JCP até a solução definitiva do processo que envolve as derradeiras eleições presidenciais realizadas na entidade.

Em primeira mão, a reportagem do Raia Leve apurou a decisão da Juiza de Direito Substituta em 2º Grau, Dra. Astrid Maranhão de Carvalho Ruthes, que escreveu um novo capítulo no maior dos entraves jurídicos já vistos na história do JCP. Candidato da situação Cresus substitui, portanto, Roberto Hasemann, enquanto o grupo oposicionista, capitaneado por Jael Bergamaschi Barros, segue no litígio, aguardando o julgamento do pedido de tutela antecipada.

por Victor Corrêa

Kelvin Turrin, Bate Bola com o turfista Kelvin Turrin

"Um verdadeiro apaixonado pelas corridas de cavalo"! Essa frase resume o jovem Kelvin Turrin. Estudante de Advocacia na USF (Universidade São Francisco) é atualmente um dos principais divulgadores do turfe, através de seu site www.turfistas.com, juntamente com Marco Facella e Guilherme Genzini, cabendo a si, a árdua missão de fazer as indicaçoes para Cidade Jardim. "O tempo que tenho livre é para estudar as corridas e ver os beiçudinhos" conta.

Kelvin também conta um pouco da sensação de ser proprietário, já que é sócio do Stud Meninos do Hipódromo. "Ver os cavalinhos defendendo nossa farda e principalmente cruzando o disco na frente é inexplicável. Tive cavalos de sociedade em São Paulo com Olavo Jeronimo e E.G.Silva, e em Campinas. com Osmar de Souza. Tive mais sorte na capital e em breve, se Deus quiser novamente voltaremos a tirar muitas fotos", brinca.

Abaixo, conheça um pouco mais sobre ele:

Nome: Kelvin Teixeira Turrin

Idade: 21 Anos

Natural: Brasil/São Paulo

Estado Civil: Solteiro

Cor: Azul

Medo: Fim do Turfe

Filme: Esqueceram de Mim

Programa de TV: Todo Mundo Odeia o Chris

Time: Corinthians

Ídolo: Ruy Barbosa

Cantor: Caetano Veloso

Cantora: Celine Dion

Ator: O turfista Lima Duarte

Atriz: Sarah Jessica Park

Hobby: Tudo que envolva o Turfe

Sonho na profissão: Apenas ser feliz

Maior alegria no turfe: Primeira vitória como proprietário (Real Madrid)

Melhor cavalo que viu correr: Tenho admiração pelo Top Hat

Treinador: Roberto Mesquita. poucos animais e ótimo resultado

Jóquei: Altair Domingos

Melhor cavalo do Brasil na atualidade: Desejado Thunder é o mais absoluto no momento

Melhor égua do Brasil na atualidade: Una Beleza amedronta qualquer cavalo

Frase: "Não há nada mais relevante para uma vida social do que um sentimento de justiça!"

Palavra Final: "Acredito numa volta por cima do Turfe e acho que isso somente será possível com ações que tragam a tão esperada renovação. Creio que um dia poderei ver o Turfe com a mesma força do passado que infelizmente não estava aqui para presenciar!", finaliza.

por Ivan Jeronimo

Bruno Beloch é o novo Gerente Comercial do JCB

Desde quarta feira, 15.06.11, Bruno Beloch é o novo Gerente Comercial do Jockey Club Brasileiro. Frequentador do Hipódromo da Gávea desde criança, junto com seu pai, Carlos Beloch (que foi diretor da entidade durante vários anos) e seus irmãos, Priscilla e Marcelo, sendo um dos titulares do Stud B.L. (antes era do Stud BPM Giants), ele, com ótima experiência na área comercial, é formado em administração de empresas, com especializações na área de marketing, tendo trabalhado durante dez anos na Star Point nas áreas financeira e administrativa, assim como no mercado financeiro em uma empresa de investimentos.

Fonte: JCB

Lagoinha programa para hoje, 18.06.2011

Lagoinha: Programa Oficial da 23ª Reunião da temporada

Neste sábado, dia 18 de junho, será realizada a 23ª reunião da temporada no Hipódromo da Lagoinha em Goiânia. Segue abaixo o informativo completo da reunião. Boa sorte a todos.

1º Páreo - às 14:30min - 1.300m - Claiming Categoria C

1- Unicorn Finger / J.Gonçalves / JO.Costódio / Nelson Alexandre e Sônia
2- New Pleasure / J.Divino / AL.Moraes / Stud NG
3- Kubaki Mask / G.Gouveia / AL.Moraes / Stud NG
4- Blessed Nick / E.Vieira / AL.Moraes / Stud Tião
5- Xiang / AN.Santos / M.Macedo / Carlos Martins
6- Good Force / SM.Silva / A.Gonçalves / Stud São Pedro

2º Páreo - às 15:00h - 1.400m - Produtos de 2 anos ou mais sem vitória

1- Just Now / J.Divino / AL.Moraes / Haras Bemvenuto
2- Tropical Forest / W.Souza / A.Gonçalves / Flávio Ferrari
3- Talisman Lark / J.Gonçalves / JO.Custódio / Stud Anhanguera
4- Senha Secreta / M.Macedo / JE.Rosa / Amarildo Reino de Lima
5- Danny / SM.Silva / VB.Santos / Stud BBC
6- Anonimo Veneziano / - / A.Antonio Filho / Stud Ponta Kayana
7- Eternal Sunrise / E.Vieira / E.Santos / Stud Bruno Hernandez
8- Cristal Vixen / AN.Santos / SP.Silva / Haras New Millenium

3º Páreo - às 15:50min - 1.100m - Turma Especial 1 sem vitória

1- Sheik Prospector / J.Divino / AL.Moraes / Nelore Stud
2- Ejector Talk / G.Gouveia / G.Gouveia / Stud Gouveia e M.Damasceno
3- Selvagem / E.Vieira / E.Santos / Stud Bruno Hernandez
4- Jet King / SM.Silva / VB.Santos / Maurício Roriz dos Santos
5- Natalina / J.Gonçalves / JO.Custódio / Stud Anhanguera
6- Zaptaptap / AN.Santos / AN.Santos / Stud Terezinha

4º Páreo - às 16:30min - 1.100m - Turma Especial 1 e 2

1- Great Ali / AN.Santos / AN.Santos / Stud Terezinha
2- Forcheta D’oro / W.Souza / D.Brandão /
3- Amore di Job / E.Vieira / E.Santos / Stud Bruno Hernandez
4- Dancer Dragon / J.Gonçalves / A.Antonio Filho / Sinval Domingues de Araújo
5- Outubro / J.Divino / E.Santos / Stud Marco Antonio
6- Quality Mille / G.Gouveia / R.Lima / Haras El Dourado
7- Maullin / M.Macedo / JE.Rosa / Amarildo Reino de Lima

por Eluan Turino

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Murmansk no GP Nelson e Roberto Grimaldi


Murmansk, a bela tordilha poderá ser inscrita no GP Nelson e Roberto Grimaldi Seabra, em agosto na Gávea, diante sua excelente apresentação no último sábado, secundando a "craque" Una Beleza, que será anotada no G.P Brasil.

Fame and Glory é o belo ganhador da Ascot Gold Cup


Fame and Glory é o belo ganhador da Ascot Gold Cup (G1)


Corrido nesta quinta em Ascot os tradicionalíssimos 4.000 metros da famosa Ascot Gold Cup (G1). E a longa distância teve como ganhador o cinco anos Fame and Glory (foto Racing Post), um Montjeu (que reprodutor excepcional!) e Gryada, por Shirley Heights, treinado por Aidan O'Brien, de propriedade do trio Smith-Magnier-Tabor e dirigido por Jamie Spencer.

Segundo, em 2009, no Derby Stakes (G1), vencido pelo extraordinário Sea The Stars, além de ganhador da milha e meia do Irish Derby Stakes (G1), e em 2010, quinto no Prix de l'Arc de Triomphe (G1), dominado por Workforce, o filho do extraordinário Montjeu vinha, este ano, de duas vitórias (o que lhe confere uma invencibilidade nesta temporada), em listed races. Estas foram as suas três apresentações este ano.

Com facilidade, deixou três corpos atrás o segundo colocado, o também cinco anos Opinion Poll, um Halling e Ahead, por Shirley Heights (ponta e dupla no grande clássico como avô materno em mais uma prova de sua exepcionalidade também neste papel, além de corredor e reprodutor), defensor da Godolphin e treinado do Marood Al Zarooni. Seu piloto foi o francês Mickael Barzalona, o mesmo de Pour Moi no Investec Derby Stakes (G1), na primeira sexta deste mês. No ano passado, ele foi terceiro no Prix Royal Oak (G1), em Longchamp.

Quatro corpos e meio atrás, em terceiro ficou Brigantin (Cozzene e Banyu Dewi, por Polyglote), treinado por André Fabre, defensor das cores do Team Valor, montado por P.C. Boudot. Ele vinha de vencer, em Longchamp, os 3.100m do Prix Vicomtesse Vigier (G2).

Correram quinze animais.

Moryba corre sábado uma prova com US$ 500 mil de bolsa


Moryba corre sábado uma prova com US$ 500 mil de bolsa

Moryba (Hard Buck e Valetza por Baronius) está inscrito no Colonial Turf Stakes, que tem bolsa de U$ 500 mil, em Colonial Downs, Virginia, USA.

Abaixo, o campo do páreo:

$500,000 Colonial Turf Cup Stakes (Race 8, 7:55 p.m.), 3 & Up, 1 3/16 Miles (Turf)
PP. Horse, Jockey, Weight, Trainer
1. Rahystrada (KY), S Russell, 120, B G Hughes
2. Sierra Alpha (GB), F Boyce, 118, F Abbott
3. Moryba (BRZ), R Maragh, 122, W I Mott
4. Smart Bid (PA), E S Prado, 124, H G Motion
5. Silver Mountain (KY), D V Beckner, 118, G S Bennett
6. Guys Reward (KY), C S Nakatani, 118, D L Romans
7. Dark Cove (KY), L Garcia, 118, K G McPeek
8. Court Vision (KY), R A Dominguez, 122, R E Dutrow, Jr.

Gávea, Comissão de corridas posterga suspensão de joqueis e aprendizes

Comissão de corridas posterga suspensão de joqueis e aprendizes

SECRETARIA DA COMISSÃO DE CORRIDAS - JOCKEY CLUB BRASILEIRO

BOLETIM OFICIAL Nº 106 de 16 de JUNHO de 2011

RESOLUÇÃO DA COMISSÃO DE CORRIDAS

Em 16 de JUNHO de 2011



Considerando o término do ano hípico 2010/2011 que ocorrerá em 30 de junho, resolve a Comissão de Corridas postergar por 07 (sete) dias as suspensões de jóqueis e aprendizes que entrariam em vigor na última semana de junho, passando portanto a vigorar na primeira semana de julho.



A COMISSÃO DE CORRIDAS AUTORIZA A DIVULGAÇÃO

PRÓ-TURFE, LEILÃO DE TREINAMENTO DA PRÓ-TURFE

LEILÃO DE TREINAMENTO DA PRÓ-TURFE - No site www.turfeproducoes.com.br você já pode visualizar as corridas de vários animais inscritos no Leilão Festival PSI, que contará não só com os animais em treinamento, mas também Coberturas de 6 dos principais garanhões em atividade no Brasil e algumas Reprodutoras. Será dia 26 de junho, domingo, a partir das 19h30, com Televisionamento pela TV Jockey e TV Turfe - parabólicas digitais e NET -, além da internet (www.jockeysp.com.br).

PEDRO NICKEL, LUIZ ESTEVES E ESTANISLAU PETROCHINSKI SÃO PUNIDOS

JCSP: PEDRO NICKEL, LUIZ ESTEVES E
ESTANISLAU PETROCHINSKI SÃO PUNIDOS

Reunião da Comissão de Corridas do Jockey Club de São Paulo, realizada em 6 de junho de 2011. RESOLUÇÕES:

3ª) Considerando que a amostra biológica do animal Seu Massito, vencedor do 12º páreo da corrida realizada em 15 de maio p.p., mostrou na análise e contraprova a presença de substância proibida enquadrada no Grupo II, a que se refere o § 4º do artigo 163 do Código Nacional de Corridas, esta Comissão de Corridas resolve:

a) Desclassificar o animal Seu Massito para último lugar sem direito a qualquer prêmio, classificando para todos os efeitos o animal Cosmic Color em primeiro lugar e Xhusband, Strong Basis, Urion e Ohwhatahome nas colocações subseqüentes;

b) Estender por 135 (cento e trinta e cinco) dias, a penalidade anteriormente aplicada ao treinador P.Nickel - reincidente;

c) Multar em R$ 627,00 (seiscentos e vinte e sete reais) o treinador P.Nickel.

4ª) Considerando que a amostra biológica do animal Swiss Law, último colocado no 2º páreo da corrida realizada em 22 de maio p.p., mostrou na análise a presença de substância proibida enquadrada no Grupo II, a que se refere o § 4º do artigo 163 do Código Nacional de Corridas, esta Comissão de Corridas resolve:

a) Estender por 135 (cento e trinta e cinco) dias, a penalidade anteriormente aplicada ao treinador P.Nickel - reincidente;

b) Multar em R$ 627,00 (seiscentos e vinte e sete Reais) o treinador P.Nickel.

5ª) Considerando que as amostras biológicas dos animais Windsurf, vencedor do 10º páreo da corrida realizada em 14 de maio p.p. e Veraneio vencedor do 5º páreo da corrida realizada em 15 de maio p.p., mostraram nas análises e contraprovas a presença de substâncias proibidas enquadradas no Grupo I, a que se refere o § 4º do artigo 163 do Código Nacional de Corridas, esta Comissão de Corridas resolve:

a) Desclassificar o animal Windsurf para último lugar sem direito a qualquer prêmio, classificando para todos os efeitos o animal Olympic Zone em primeiro lugar e Amore Thunder, Zoé, Padrone e Donatela Bela nas colocações subseqüentes;

b) Desclassificar o animal Veraneio para último lugar sem direito a qualquer prêmio, classificando para todos os efeitos o animal Iaquinta em primeiro lugar e Taleban, Thunderclap, Que Fenomeno e Inca Ruler nas colocações subseqüentes;

c) Suspender por 180 (cento e oitenta) dias, a partir de 14 do corrente o treinador L.Esteves (Windsurf);

d) Suspender por 180 (cento e oitenta) dias, a partir de 14 do corrente o treinador E.Petrochinski (Veraneio);

e) Multar em R$ 627,00 (seiscentos e vinte e sete reais) os treinadores

TUPANCIRETÃ, OS PESOS DE TUPANCIRETÃ

OS PESOS DE TUPANCIRETÃ

Relação dos pesos para o 9ª GP Brasilio A. Terra 2011: Mensageiro Mig (Fabio Araldi) – 58Kg; Tayrusu (Stud Aparicio) – 56Kg; Tiro Veloz (Henrique Couto e Marcelino) – 55Kg; Just Mig (Auri Foletto), Ki Butui (Haras Fazenda Capeaty), Bailarino Mig (João Fiorin) e Tanto Mar (Stud 13) – 52Kg; Esfera Brilliant (Coronel Leones e Eloi Queje), Exclusive More (Haras So Brilliant) e Thunder Machine (Stud GSM) - 51Kg; Apolo Jet (Liomar Laflor), Bailarino Russo (Liomar Laflor), Edição de Ouro (Haras So Brilliant), Estrela do Iguassu (Haras Rio Iguassu), Joe Berger (José F. Rocha), Joe Freemann (Romano Buzzato), Mini Mig (Stud Jeronimense), Star Daining (Conceição), Tender Breeze (Agrop. São Carlos Ltda), Viper Dodge (Haras Água Viva e Leandro Pedroso) e Voando Ligeiro (Braga, Sergio e Fabio Araldi) – 50Kg; Recuperada (Jorge Ketenhuber), Thesis Of Cabaret (Eloi Queje e Coronel Leones), Tujumirim (Milton dos Santos) e Turbina Aérea (Irmãos Fontana) – 49Kg. OBS.: Animais corridos que não estejam na relação acima poderão ter sobrecarga. Interessados em solicitar peso deverão entrar em contato com os organizadores. Peso para Inéditos: Fêmeas - 48Kg e Machos - 50Kg. Agarradeiras liberadas nos posteriores. Pesa somente o que vai no lombo. Informações: (55) 9964-2974 (Beco), (55) 9962-3997 (Tubiano); (55) 9909-8022 (Luciano) e (55) 9983-8675 (Binha

FALÊNCIA DE IDÉIAS E PROPÓSITOS

FALÊNCIA DE IDÉIAS E PROPÓSITOS

* Difícil entender, na véspera, a luta política dos candidatos, situação ou oposição, pelo comando dos Jockeys Clubs no Brasil, se, depois de empossados, pouco realizam.

* Antes de cada eleição, a cada dois anos, os planos são mirabolantes para a salvação, pelo reerguimento das corridas de cavalos, outrora quase uma coqueluche.

* Tal era a popularidade do turfe brasileiro, bem antes da internet, que as domingueiras turfísticas eram rivais até mesmo dos clássicos regionais de futebol.

* Hoje, na era da internet, nossas corridas nacionais vespertinas e noturnas, de quinta a segunda-feira, estão cada vez mais desanimadoras.

* Os candidatos eleitos, todos amadores, tem consciência de suas promessas pela melhoria da iluminação, das pistas, dos prêmios e, em especial, de uma união nacional de propósitos.

* Mas na prática mesmo nada acontece de positivo, exatamente porque não há diálogo profissional fundamentalmente entre as entidades masters, do Rio e de São Paulo.

* De novidade há novamente a promessa da implantação no segundo semestre da pedra única, nos simulcastings entre os hipódromos parceiros.

* Mas entre a promessa e a intenção, o aviso de dificuldades de sua implantação já foi dado pelos setores responsáveis no eixo Rio-São Paulo. Dificuldades técnicas e financeiras. Tudo isto já foi citado no JT pelo Rizzon e sua grande equipe de colaboradores.

* Uma novela, cujo enredo todos sabem desde a virada do século XXI, isto é, puro lero-lero, apesar de sua real importância para a salvação da lavoura.

* A rigor ninguém mais acredita que o modelo que vem sustentando o turfe argentino desde o século XX seja um dia implantado, mediante planejamento sério, no Brasil.

* Levando-se em consideração que a cada dia temos menos cavalos e menos apostadores para a sustentação do esporte das rédeas, fica fácil prever que estamos próximos do fim.

* As dívidas dos hipódromos inevitavelmente tem comprometido o patrimônio das entidades, sem qualquer exceção, cuja venda ou confisco judiciais tem sido inevitáveis.

* Se já não se criam cavalos como dantes e igualmente novos apostadores, fundamentos imprescindíveis para a sustentação da máquina, fica difícil entender a razão dos suntuosos hipódromos brasileiros.

* Hipódromos que ocupam áreas imensas, maior que um Maracanã, em regiões nobres são alvos de constantes especulações imobiliárias, sem contar com o olho grande do Estado.

* Milhares de turfistas são defensores da implantação do modelo argentino do turfe único no Brasil, porém, uma grande maioria, incluindo jornalistas, já atiraram a toalha.

* Nem mesmo se acredita mais, que aquela promessa da implantação inicialmente da pedra única por ocasião do GP Derby carioca, tenha sido pra valer. Não se fala mais.

por Luiz Renato Ribas
Jornal do Turfe

Mais um round de uma luta antiga em prol do turfe, por L.F.Dannemann

Mais um round de uma luta antiga em prol do turfe, por L.F.Dannemann

O JCB possui um comércio voltado para venda de poules. O percentual retirado das apostas, conforme previsto na Lei do Turfe, que excetua as corridas de cavalo da contravenção penal, é utilizado para premiações diversas e promoção da atividade, elementos que preservam o potencial hípico e que compõe o fomento a equideocultura.

Em seu Estatuto, o JCB exige uma Comissão para garantir que todas as premissas referentes a esse conceito sejam cumpridas com o máximo rigor; para que a criação de cavalos (de todas as raças) em todo o território nacional seja preservada, contemplando múltiplos empregos nas regiões rurais, e o abastecimento do mercado, que é a única garantia de continuidade da atividade.

A luta da maioria dos criadores e proprietários de cavalo de corrida no Rio de Janeiro tem sido essa, resume-se apenas nisso: Preservar a integridade das apostas e a perfeita utilização do caixa do clube. Mais nada!

Daí a revolta contra centros gastronômicos, ampliação de parques aquáticos, demolição de cocheiras, esvaziamento da expertise pela demissão de funcionários, destruição de pistas de treinamento, perda de agência de apostas, e principalmente contra a autorização dada a um grupo estrangeiro para concorrer com o Hipódromo da Gávea, que presenciamos ter sido muito ampliada nos últimos três anos.

Toda nossa luta resume-se apenas nisso: A preservação da atividade de Turfe!

A necessidade de sermos oposição, portanto vem de longe, vem de mais de uma década em que vemos o clube criar uma bifurcação perigosa na estrada que o conduz ao futuro. A combatividade se acelerou na proporção em que percebemos que esse caminho alternativo podia nos levar ao precipício; no momento em que descobrimos que o interesse verdadeiro, escondido por detrás desse mandato, voltava-se principalmente para máquinas caça níqueis e projetos imobiliários, todos eles, infelizmente, a partir de péssimas equações financeiras.

No presente mandato, já com o copo cheio oriundo de outros dois, os erros se multiplicaram, e com eles, atos inconcebíveis foram testemunhados, o que nos colocou radicalmente contra o atual presidente, a ponto de iniciarmos um processo de impeachment contra ele, tamanho o desespero diante do caos que se instaurava.

Como nasceu o impeachment:

O processo de impeachment nasceu do perdão da dívida, do cancelamento voluntário e monocrático da cláusula de proteção à queda do MGA, da descoberta de um número milionário de Notas Fiscais sendo emitidas contra o clube sem qualquer origem legal, da destruição da estrutura de treinamento, do abandono das áreas comuns, do volume de processos trabalhistas, das declarações maldosas na mídia de que éramos “doentes terminais”, da falta de ocupação dos cargos vitais da sociedade, dos acordos de confidencialidade para alienar os nossos terrenos e suas ruidosas fórmulas de contra-partida, e também pelo abastecimento em espécie da conta corrente do clube que tem se prestado a remeter numerário de terceiros ao exterior, amparados por alguma outra ficção jurídica. E por aí foi!

Motivos não faltavam, ao contrário: Sobravam!

Se no mandato do presidente Collor (presidente da República do Brasil), uma Fiat Elba e um Jardim impediram a sua permanência no poder; no JCB, para nós simples turfistas, aquilo que nos chegava todos os dias, soava como uma autêntica frota de automóveis, e uma imensa mata atlântica de motivos, tamanha a irregularidade percebida, algumas delas que já alcançaram até o Ministério Público Federal, para infelicidade do JCB.

Como somos seres humanos, no cumprimento da nossa missão fiscalizadora, que se potencializa na proporção em que somos também donos do clube; na ânsia de tentar reconduzir o turfe ao seu caminho de glória, às vezes podemos errar. Errar na fórmula, no gesto, na letra, mas jamais no propósito!

Erramos porque nessa década em que presenciamos tantas deserções no turfe, no momento em que o quadro social crescia a partir de uma atividade superfula, nós nos tornamos poucos, e a fragilidade do nosso número, por vezes nos impõe sacrifícios enormes em prol da realização do nosso principal objetivo.

Ver o turfe voltar a crescer!

Por mais que sejamos, seremos sim, apenas um “grupo”, que ao contrário do que o presidente apregoa, não nos “escondemos atrás de um escritório de advocacia” apenas recorremos a Justiça para preservar um direito coletivo. Esse é único recurso que temos após longos anos de aflição e desespero, em que nos vimos demasiadamente cansados de presencia tantos ataques frontais a nossa atividade.

Quanto a isso, a inconseqüência dos atos lastimáveis observados nesse mandato, independente de alguns serem decorrentes de mandatos anteriores, como o caso isolado das Notas Fiscais, todos eles escondem-se por trás de uma verdadeira legião de advogados, com uma única diferença capital:

O nosso único advogado é pago com recursos próprios, enquanto os muitos advogados que Luis Eduardo utiliza para manter-se no poder, são pagos com o dinheiro do clube.

Portanto, nenhum tipo de peneira conseguirá aplacar os efeitos danosos desse sol. Nada que Luis Eduardo da Costa Carvalho venha a tentar ,ou mesmo a fazer, poderá consertar o estrago já feito. As feridas provocadas no segmento são profundas e ainda sangram.

Para alguns de nós, enganados com promessas descumpridas, como a famosa “auditoria” na CODERE, que inexplicavelmente nunca foi feita, Já não existe qualquer credibilidade. E quando a credibilidade é abalada, nada mais resta de soberano.

Infelizmente as batalhas judiciais seguirão os seus cursos, oportunidade em que a perda de algumas delas, não desmerecerá o objetivo de vencer a “guerra” para o bem do Turfe. Infelizmente presenciaremos também mais um round em 2012, nessa luta antiga em tentar fazer o turfe retornar ao comando dos turfistas; para que ele encontre, como nos idos de 1992, um caminho de respeito aos seus patrocinadores diretos (criadores e proprietários), profissionais, empregados e principalmente retome o bom ambiente institucional, consoante a tradição de toda a sua história centenária.

Luiz Fernando Dannemann
Sócio do JCB, criador e proprietário

Manoel Santos, Jockey

Gávea, Justiça Concede Liminar

Nos Bastidores de Cidade Jardim, por Ivan Jeronimo

Nos bastidores de Cidade Jardim
15/06/2011 - 11h46min


1- Essa semana acabamos passando por diversos problemas familiares e de abastecimento de energia onde me forçaram essa ausência. Pedimos desculpas a todos!

2- O excelente potro Calling Elvis, de propriedade do Stud Coral Gables, conforme noticiado no site do JCSP, está de volta a São Paulo, aos cuidados do treinador O.M.Nascimento, que substitui o competente L.A.Signoretti devendo voltar as competições em breve.

3- Muito bom termos a presença do piloto Altair Domingos novamente na "paulicéia", conduzindo Jéca no festival ANPC, além de outros bons animais nos demais grandes prêmios, com sua classe e categoria como poucos.

4- O agora ex-jóquei, agora treinador N.Souza, subtituirá Estanislau Petrochinski enquanto perdurar sua suspensão de 6 meses. Toda sorte do mundo ao experiente profissional.

5- Quem também requereu matrícula de treinador foi o ex-jóquei e ex-professor da EPJ Roberto Penachio e também Sebastião Macedo que já treinou cavalos no hipódromo paulistano, e estão aguardando resposta. Desde já boa sorte também aos experientes profissionais.

6- Quem aniversariou no último sábado foi a joqueta Jeane Alves, vencendo duas lindas carreiras com Piet the Pot e Ana Partiste, também conquistando com maestria um excelente segundo lugar com Murmansk no G.P das Éguas. Parabéns a simpática joqueta e muito sucesso, já que o churrasco...

7 - Ainda falando na Irlandesa Murmansk, a bela tordilha poderá ser inscrita no GP Nelson e Roberto Grimaldi Seabra, em agosto na Gávea, diante sua excelente apresentação no último sábado, secundando a "craque" Una Beleza, que será anotada no G.P Brasil.

8- Os animais Pick Eight (Cacildo Gouveia), Onrush (Stud Rancho 3) e Ângulo Certo (Haras El Dourado) seguiram para a Lagoinha na última Terça-Feira a fim de continuar sua campanha no Centro-Oeste brasileiro.

9- Devido a correria das "Provas Semestrais" estaremos providenciando uma bela entrevista com o locutor-emoção Roberto Casella, que venceu de forma esmagadora a enquete proporcionada pelo Raia Leve. Parabéns Casella, que é sempre "de bandeira a bandeira" o melhor!

por Ivan Jeronimo

Ilha Bela, de sangue brasileiro, estréia vencendo

África do Sul: Ilha Bela, de sangue brasileiro, estréia vencendo


Hoje, 9 provas foram disputadas em Turffontein, na África do Sul, sendo o primeiro páreo destinado a potrancas de 2 anos sem vitória, em 1.450 metros. Venceu a estreante Ilha Bela, filha de Fort Wood na brasileira Ilha da Vitória (Candy Stripes), de criação e propriedade de Wilgerbosdrift (pertencente a Mrs. M. Slack).

Pensionista de Mike de Kock, Ilha Bela superou, por 3 corpos e ¼, a Mount Carmel. City of Angels arrematou em terceiro. Anthony Delpech foi o responsável pela condução de Ilha Bela, que assinalou 1:31.30 para a distância.

Múltipla ganhadora clássica, incluindo as provas de grupo I do Gomma Gomma Summer Cup e Horse Chestnut Stakes, Ilha da Vitória, pertencente à geração nascida em 2000 no Haras Old Friends, obteve 10 vitórias em 26 apresentações, tendo sido eleita “Horse of The Year” e “Champion Old Mare” na África do Sul, em 2006.

por Victor Corrêa

Lagoinha recebe reforços



Os animais Pick Eight (Cacildo Gouveia), Onrush (Stud Rancho 3) e Ângulo Certo (Haras El Dourado) seguiram para a Lagoinha na última Terça-Feira a fim de continuar sua campanha no Centro-Oeste brasileiro.

TARUMÃ, INDICAÇÕES DE VICTOR CORRÊA, 17/06/11

Logo mais, a partir das 16 horas e 15 minutos, nova reunião turfística será realizada no Jockey Club do Paraná. Sem embates pertencentes à esfera clássica, a melhor pedida em termos de nível técnico dos embates, fica por conta da corrida de número 10, em 1.400 metros na areia, para produtos de 4 anos, até 4 vts; de 5 anos, até 6 vts; de 6 anos, até 8 vts; de 7 e mais anos, até 10 vitórias.

Animal que, a priori, sobra um bocado por aqui, Quintillion (P.T.Indy), 5 anos, de criação do Haras Ponta Porã e propriedade do Stud H.D., custará bastante a ser batido no seu retorno ao Tarumã. Treinado pelo líder das estatísticas, Antenor Menegolo Neto, Quintillion vem de produzir boa atuação em prova muito mais encorpada do que esta, disputada em São Paulo. É confirmar, e o castanho renderá ao aprendiz B.Marques mais uma vitória.

El Negro (Napolitano), 5 anos, Stud Anhembi/Stud Gripen, é outro que está caindo bastante de enturmação, e por isso merece menção especial para as duplas e exatas. Uruguayo di Punta (Music Prospector), 7 anos, Haras Curitibano/Ivo Hasselman Marques, e Ilvessillotricolor (Blush Rambler), 5 anos, Haras Santarém/Stud Turf & Horse.

O simulcasting com a Gávea começa às 17 horas.

A seguir, comentários e indicações. Boa sorte!

1º Páreo: Em prova esvaziada, a sempre presente Doce Veneno poderá, enfim, alcançar a primeira vitória de sua campanha. No entanto, como o páreo é nivelado por baixo, muito cuidado com o veloz Bom Vivi, desta feita mais aguerrido, e que poderá incomodar a nossa indicada. Boa Direção e Ramblasdebarcelona decidem o terceiro.

2º Páreo: Bastante comentado, o estreante Brites Peter poderá largar e acabar na segunda corrida do dia. O defensor do Haras dos Girassóis encontrará nas patas do argentino Joe Manager, um estreante do Araras, as suas maiores dificuldades. Callão fica como tertius.

3º Páreo: Após reaparecer vencendo o “perdedor” com facilidade, em São Paulo, Juega Más retorna ao Tarumã em busca de novo sucesso. Boa potranca, a defensora do Mandrake se deu bem no aumento da distância. Jet Best é a melhor opção para as duplas e exatas, enquanto a trifeta deverá ficar com Super Hiago.

4º Páreo: Estreando em páreo bastante desfalcado, a “enfumaçada” By Seller, além de tudo que se comenta a seu respeito, também traz em sua linha baixa talvez a melhor linhagem materna desenvolvida até aqui pelo seu criador e proprietário. Black Paloma e Vitoriosamente decidirão o segundo posto, e, consequentemente, a formação da trifeta.

5º Páreo: Tomahawk Fly apanhou prova mais do que camarada para realizar a sua primeira atuação. Filha da boa velocista e penqueira, Flower Chris, Tomahawk Fly, diretamente no claiming, terá no também estreante Atlântico a sua principal diferença. American Indy e Expresso Prateado, ambos em queda para o claiming, aparecem em seguida.

6º Páreo: Puro retrospecto, Águas de Março custará bastante a ser derrotada por aqui. A defensora do Stud Ceprano vem de perder para duas ótimas potrancas, e hoje a parceria apresenta um nível um bocado mais acessível. A estreante Fará Novarese, de bom padrão, é a principal adversária da provável favorita, enquanto que Lady Grace (de bom retrospecto, mas sempre correndo para marcas inferiores às de Água de Março) é a terceira força no painel. Linha Dois vem na sequência.

7º Páreo: Ainda que Casual Life, normalmente, necessite de um train aceso para atropelar (coisa que não ocorrerá aqui), a filha de Dancer Man segue sendo a força da competição. Sua atropelada sempre está “beliscando”, e pode ser que hoje a primeira vitória enfim aconteça na sua campanha. Pardal Fighter, que regula com a nossa indicada, e a norte-americana Olympic Forest, não podem ser desprezados pelos apostadores.

8º Páreo: Vindo de 3 vitórias a fio, Captain Worth deverá dar sequência à série por aqui, uma vez que o páreo continua o mesmo. A segunda pule de placê deverá ser decidida pelos nomes de Barbarian Runner e Double Gate.

9º Páreo: Depois de ter ido estrear diretamente em prova especial na “Paulicéia”, Andros realiza a sua primeira apresentação no Tarumã. Filho da ganhadora do OSAF, Engualichada, o potro é outra boa inscrição de Amilton Farias na jornada. O estreante Goffip, pelo que o restante dos já corridos mostrou, tem carreira para formar a dupla. Bun di Bun An e Cannonball decidem o terceiro.

11º Páreo: É bem verdade que Siphon Glory reaparece após grande período de “inatividade”, mas, pela debilidade do lote, a potranca do Haras Belmont precisa ser encarada com bastante respeito por aqui. Filha da recordista Krystal Glory, a nossa indicada terá em Madeira Nobre a sua principal adversária. Quero Dutchman é um tertius perigoso. A seguir, Boêmio Alegre.

Indicações:

1º Páreo: Doce Veneno (5) – Bom Vivi (6) – Boa Direção (4)
2º Páreo: Bristes Peter (3) – Trovão de Durban (4) – Joe Manager (1)
3º Páreo: Juega Más (3) – Jet Best (4) – Super Hiago (2)
4º Páreo: By Seller (3) – Black Paloma (2) – Vitoriosamente (5)
5º Páreo: Tomahawk Fly (3) – American Indy (1) – Expresso Prateado (7)
6º Páreo: Águas de Março (2) – Fara Novarese (6) – Lady Grace (4)
7º Páreo: Casual Life (2) – Pardal Fighter (3) – Olympic Forest (4)
8º Páreo: Captain Worth (5) – Barbarian Runner (6) – Double Gate (4)
9º Páreo: Andros (7) – Goffip (4) – Bun di Bun An (6)
10º Páreo: Quintillion (4) – El Negro (3) – Uruguayo di Punta (5)
11º Páreo: Siphon Glory (5) – Madeira Nobre (7) – Quero Dutchman (6)

por Victor Corrêa

Grand I Ask correrá o "Cirne Lima"


Grand I Ask correrá o "Cirne Lima"


A vencedora do G.P Osaf, Grand I Ask, 3 anos, de criação e propriedade de Gianni Franco Samaja, estará no campo do G.P Luiz Fernando Cirne Lima (G.III), no próximo dia 2 de Julho, em Cidade Jardim.

Segundo o treinador Olavo Jeronimo, diz que como era de se esperar, essa será a preparatória da filha de Yagli e Ola I Ask para o OSAF da Gávea, o G.P Nelson e Roberto Grimaldi Seabra, em Agosto.

"A potranca está muito bem e a cada dia sua evolução é notória. Torceremos para que São Pedro nos ajude e que fique bem, pois dará muita torcida!", finaliza.

por Ivam Jeronimo

GUAIBA, GP de Potros, 18, 19 e 20 de junho

GUAIBA (RS) - Será realizado esta semana - 18, 19 e 20 de junho -, um GP de Potros, tendo como homenageados Nico (Tapes) e Dulcimar Portela, na distância de 450m, reservado a Produtos da Geração 2008. Pesos: Fêmeas - 48Kg e Machos - 50Kg. Parada de R$ 500,00 e Lance de R$ 500,00. Prováveis participantes: Alliz Swiss, Orgulho Gaúcho, Assun The Falcon, Lost Soldier, João Ninguém, Never Lu, Torre do Sul, Forte Enersol, Morena, Deusinho, Trago Amargo, Recatada, Gatinha, Tapaso, Goleiro, Mar Azul, Rosa Palma, Sereninha, Hípico e Sou Ela. Informações: (51) 8127-2944 com Pirulito.

Immortal Verse vence o Coronation Stakes

Domínio francês na milha do Coronation Stakes (G1)
17/6/2011 - 13:16:03




Os primeiros lugares da grande milha para potrancas de três anos do Royal Ascot Meeting, o (G1), o equivalente feminino do St. James Palace's Stakes (G1), para potros e vencido pelo craque Frankel, pertenceram a duas visitantes do outro lado do Canal da Mancha.

A vitória (foto Racing Post) ficou com Immortal Verse (Pivotal e Side of Paradise, por Sadler's Wells), em bela direção de Gérald Mossé, trazendo uma impressionante aceleração final. De propriedade de Richard Strauss, ela é treinada por Robert Collet. Depois de fracassar completamente na Poule d'Essai des Pouliches, G1, décima primeira entre dezesseis bem afastada, ela vinha de ganhar a milha do Prix de Sandringham (G2), há exatamente doze dias em Chantilly.

Sua escoltante, 2 1/4 corpo atrás, foi uma potranca treinada pelo filho de Robert Collet, Rod: Nova Hawk (Hawk King e Rêveuse du Jour, por Sadler's Wells), na direção de Stéphane Pasquier e defensora das cores de Ahmed Mouknass e que vinha de quarto tanto nos Mil Guinéus ingleses quanto na Poule d'Essai des Pouliches, esta vencida pela esplêndida Golden Lilac (Galileo e Grey Lilas, por Danehill), o melhor nome feminino da geração.

Em terceiro, chegou, a meio corpo da segunda, Barefoot Lady (Footstepinthesand e Lady Angharad, por Tenby), com Kieren Fallon up (substituindo P. Hanagan, machucado), treinada por Richard Fahey e propriedade de Mrs. Steel. Ela foi quinta nos Mil Guinéus ingleses dominados por Blue Bunting.

A favorita Together, do trio Smith-Magnier-Talbot, treinada por Adrian O'Brien e dirigida por Ryan Moore, uma Cape Cross e Shadow Song, por Pennekamp), segunda tanto nos Mil Guinéus ingleses quanto nos irlandeses (vencidos para Misty For Me), terminou em quinto, atrás ainda de I Love Me (Cape Cross e Garancière, por Anabaa), de. Mr. N. Botica, direção de David Probert e treinada por Andrew Balding.

O tempo foi de 1:42:75.

Da Gerência de Turfe

SEATTLE SLEW Belmont Stakes 1977

Rewilding é o campeão do Prince Of Wales's Stakes


Rewilding foi superior à So You Think. em Ascot !

Disputado nesta terça no Hipódromo de Ascot, na Inglaterra, o Prince of Wales's Stakes (gr.I),£ 227,080 de prêmio ao 1º colocado, foi vencido, em final bastante disputado, por Rewilding , com pescoço de vantagem sobre o franco favorito, o australiano So You Think.

Sri Putra, à 6 corpos, finalizou na 3ª posição , Planteur foi o 4º e Twice Over, o 5º, dentre os 7 competidores.

Rewilding,que foi pilotado por Frankie Dettori e é treinado por Mahmood Al Zarooni, tem 4 anos, é filho de Tiger Hill e Darara (Top Ville), foi criado por Watership Down Stud e defende a consagrada jaqueta da Godolphin. Seu cartel conta agora com 5 vitórias em 9 atuações e £ 2,455,418 em prêmios.

Ainda em Ascot, Lolly For Dolly, 4 anos, filha de Oratorio e Heart Stopping (Chester House), foi a ganhadora do Windsor Forest Stakes (gr.II) e, Strong Suit, 3 anos, filho de Rahy e Helwa (Silver Hawk), faturou o Jersey Stakes (gr.III), em 1.400 metros, grama, em 1:26.09.

Parceria entre Jockey Club do Paraná e Codere prevê expansão do turfe paranaense

O Jockey Club do Paraná firmou, esta semana, uma parceria com a multinacional espanhola Codere, responsável pelo gerenciamento de máquinas recreativas, de salas de bingo, de apostas em esportes, de hipódromos e de cassinos, na Argentina, Brasil, Colômbia, Itália, México, Panamá, Uruguai e Espanha. Desde 2005, a Codere está presente em território brasileiro. A empresa já firmou parcerias com o Jockey Club Brasileiro e com o do Rio Grande do Sul. Agora, foi a vez do Jockey Club do Paraná.

A parceria prevê investimentos por parte da Codere em espaços do Hipódromo do Tarumã, tais como a melhoria na infraestrutura técnica das corridas e instalação da loja Turff Bet &¨Sports Bar, sendo que já existem seis destas, credenciadas ao JCB e ao Jockey Club do Rio Grande do Sul. A nova loja terá ambiente climatizado, aparelhos de TV LCD Full HD para a transmissão das corridas e serviço de gastronomia. “Trabalharemos para que o Jockey Club do Paraná seja inserido no simulcasting internacional, o que aumentará a visibilidade do clube no exterior e facilitará que turfistas ao redor do mundo possam acompanhar e apostar nas corridas do Hipódromo do Tarumã”, explica André Gelfi, diretor-geral da Codere no Brasil.

Além disso, a iniciativa deverá contribuir para dinamizar os negócios do segmento turfístico, caminhando para uma integração nacional do esporte. “Não há dúvidas de que a Codere contribuirá com a expansão do alcance do turfe paranaense. O nosso Estado já possui uma tradição do turfe como mercado e como atividade esportiva. Agregar mais agentes que trabalhem pelo seu desenvolvimento, só faz com que o setor se torne casa vez mais forte e relevante”, afirma o Presidente do JCPR, Roberto Hasemann.

A Codere será, portanto, a partir do segundo semestre deste ano, agente credenciado do JCPR, ou seja, será a responsável pela captação de apostas internacionais do clube. “O Paraná é um Estado estratégico para a Codere. A tradição turfística é muito forte na região e há condições para um desenvolvimento expressivo. Colocamos-nos como um parceiro disposto a contribuir com o empenho do Jockey Club nesta jornada”, diz Gelfi.

Antes de assinar o contrato com a Codere, o diretor financeiro do JCPR, Ricardo Cwikla, viajou com representantes da empresa para Maryland, nos EUA, a fim de conhecer a maneira como os novos negócios dentro do turfe têm se firmado por lá. “Tais negócios têm demonstrado um divisor de águas importante para observarmos os desafios que devemos enfrentar para alcançar a expansão e até a internacionalização do mercado nacional. A Codere é um importante facilitador desse processo”, conclui o diretor financeiro

Jockeys, Longden,Arcaro e Shoemaker



Jockeys, Longden,Arcaro e Shoemaker

Tarumã, Forfaits para esta sexta 17.06.11

A Comissão de Turfe divulgou, na tarde de hoje os forfaits antecipados para sexta-feira. Não serão apresentados:

1º Páreo: BABY PARK (02)

1º Páreo: TERÊ (03)

2º Páreo: TROVÃO DE DURBAN (04)

6º Páreo: LINHA DOIS (07)

8º Páreo: VANDESTA (01)

Tarumã, Favoritos da Cronica para esta sexta, 17.06.11

O décimo páreo promete ser disputadíssimo. Quatro animais foram citados pelos cronistas: Uruguayo Di Punta, El Negro, Quintillion (foto) e Ilvessillotricolor.

Ary Ayres de Mello Jr. continua na liderança do Concurso de Palpites “Stud Senhor Moreno - Alegria de Pobre”. A diferença para o segundo colocado, Dawson Guimarães, é de apenas seis pontos: Ary tem 351 e Dawson 346.

Para a próxima Reunião, quatro animais receberam todos os votos dos cronistas: Brites Peter, Águas de Março, Captain Worth e Andros. Em contrapartida, alguns páreos prometem ser bastante disputados, com vários animais citados pelos cronistas.

Em anexo, os palpites de cada cronista (número de votos entre parênteses).

1º Páreo: Baby Park 02 (3) - Doce Veneno 05 (2) - Bom Vivi 06 (2) - Ramblasdebarcelona 01 (1)

2º Páreo: Brites Peter 03 (8)

3º Páreo: Juega Más 03 (7) - Jet Best 04 (1)

4º Páreo: By Seller 03 (7) - Alcunha 04 (1)

5º Páreo: Tomahawk Fly 03 (5) - Expresso Prateado 07 (3)

6º Páreo: Águas de Março 02 (8)

7º Páreo: Casual Life 02 (4) - Olympic Forest 04 (2) - Bambina D’Fiore 01 (1) - Pardal Fighter 03 (1)

8º Páreo: Captain Worth 05 (8)

9º Páreo: Andros 07 (8)

10º Páreo: Uruguayo Di Punta 05 (3) - El Negro 03 (2) - Quintillion 04 (2) - Ilvessillotricolor 07 (1)

11º Páreo: Madeira Nobre 07 (4) - Siphon Glory 05 (3) - Tato de Mestre 01 (1)

Gávea, Listed e uma PE no próximo conjunto de reuniões

Rio: um Listed e uma PE no próximo conjunto de reuniões

A Comissão de Corridas do Jockey Club Brasileiro formou 41 páreos em seu próximo programa, composto de quatro reuniões. As principais atrações do final de semana serão o Clássico Eurico Solanés (L.) e a Prova Especial Pharas.

O Clássico Eurico Solanés (L.), nos 1.400 metros, grama, será realizado no domingo, dia 19 de Junho. Os sete competidores de 2 anos e mais idade do clássico com suas respectivas montarias, pesos e balizas são: IMPERADOR VOLTOU (P1) (I.Correa) 58-1 / IS BEAUTIFUL (M.Soares) 55-2 / COLORADO SAM (V.Gil) 58-3 / HORIZON(ARG) (M.Mazini) 55-4 / UNSHAMED (P1) (Jean Pierre) 58-5 / É DO SISSI (C.Lavor) 58-6 e NETBOOK (H.Fernandes) 55-7.

Uma reunião antes, no sábado, dia 19, será corrida a Prova Especial Pharas - 4ª Etapa da Taça Quati, em 3.000 metros, grama. Foram anotados 6 animais de 3 anos e mais idade. São eles: DECRIRE (L) (V.Gil) 58 - 1 / BILHETEIRA (L) (D.Duarte) 56-2 / URCATH (L) (H.Fernandes) 53-3 / GURSKY (I.Correa) 58-4 / MORCOTE (L) (M.Mazini) 58-5 e CHUCHU BELEZA (L) (B.Reis) 58-6.

por Rodrigo Pereira

Associação Gaúcha dos Criadores e Proprietários do Cavalo de Corrida - Edital

Associação Gaúcha dos Criadores e Proprietários do Cavalo de Corrida

Pela presente convocamos os senhores associados para Assembléia Geral Ordinária a realizar-se no dia 29 de junho do corrente ano, às 18 horas , na Sede da AGCCC, a Av. Diario de Noticias s/nº , para deliberar sobre a seguinte ordem do dia:

1. Apreciação do balanço relativo ao exercício findo em 31/12/2010;
2. Eleição dos membros da Diretoria, Conselho Fiscal e Conselho
Deliberativo.

Os trabalhos da Assembléia serão instalados em 1ª. Convocação às 18 horas com a presença mínima de 1/3 (um terço) dos associados e às 19 horas com qualquer número.

Obs.: As chapas concorrentes à eleição poderão ser registradas até às 18 horas do dia 17 de junho p.v. na Secretaria da Entidade.

Clândio Rodolfo Sampaio Petrucci
Presidente da AGCCC

Carli Filho vai a júri popular

TJ considerou que houve duplo homicídio com dolo eventual no acidente ocorrido em 2009, mas defesa conseguiu derrubar duas qualificantes, o que pode diminuir pena em caso de condenação

O ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho vai a júri popular. A decisão foi tomada pelo Tribunal de Justiça (TJ) do Paraná na tarde desta quinta-feira (15). Os desembargadores optaram por retirar duas qualificantes do caso. Carli Filho é acusado de duplo homicídio com dolo eventual.

Os desembargadores julgaram o recurso da defesa do ex-deputado que pedia que Carli Filho não fosse a júri popular. A decisão de que o ex-parlamentar vá a júri popular foi mantida, mas a defesa conseguiu derrubar duas circunstâncias qualificantes, o que pode dimunir a pena que poderia variar de 12 a 30 anos para seis a 20 anos, se condenado.

Entre os agravantes derrubados estão a suposta embriaguez ao volante e o fator surpresa, que poderia ter impedido a defesa por parte das vítimas. Com a retirada das duas situações, o duplo homicídio com dolo eventual deixa de ser qualificado.

A sessão começou por volta das 13h30 e terminou por volta das 15h45. A decisão de manter o júri popular foi unânime. Votaram o relator Naor Rotoli de Macedo, e os desembargadores Jesus Sarrão e Campos Marques.

A defesa já confirmou que vai entrar com recurso contra a decisão. Já o advogado da família Yared, Elias Mattar Assad, destacou que o júri foi mantido. A expectativa da família e da acusação é que Carli Filho seja julgado no segundo semestre de 2011.

Carli Filho é acusado de duplo homicídio com dolo eventual -quando se assume o risco de produzir o resultado - e de forma qualificada (por incapacidade de defesa da vítima). Ele se
envolveu em um acidente de trânsito, em maio de 2009, que vitimou os jovens Gilmar Rafael Souza Yared e Carlos Murilo de Almeida.

A defesa do ex-deputado discorda da sentença de pronúncia dada pelo juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri de Curitiba, Daniel Surdi de Avelar, que determinou que Carli Filho vá a júri popular. O advogado criminalista René Ariel Dotti é o responsável pela defesa do ex-deputado.

O pedido da defesa era pela absolvição sumária do réu ou a redução da classificação do delito pelo qual é acusado, como a reclassificação para homicídio culposo (quando não há intenção de matar) ou homicídio simples.

Albari Rosa / Agência de Notícias Gazeta do Povo

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Canonero Belmont Stakes 1971 Sports Illustrated Jun 14 1971

Frankie Dettori, punido por uso excessivo do Chicote

USO EXCESSIVO DE CHICOTE DÁ FORTE SUSPENSÃO ......
...na Inglaterra.

O grande jóquei Frankie Dettori (foto) , ganhador principal carreira de hoje em Ascot, o Prince of Wales's Stakes (G1), montando Rewilding, recebeu nove dias de suspesão por ter feito uso excessivo de chicote tendo em vista a frequência das chicotadas, exatamente no grande clássico.

Ficará sem montar de 29 de junho a 7 de julho, Assim, Dettori estará fora do Eclipse Stakes (G1), marcado para o dia de 2 de julho, em Sandown, assim como do Prix Jean Prat (G1), no dia seguinte em Longchamp.

JCB

Leandro Rocha ganha 5 em Indiana Downs


Leandro Rocha ganha 5 em Indiana Downs

Seguindo com sua agradável rotina de vitórias desde que transferiu-se para os EUA, o jóquei brasileiro Leandro Rocha, o L.Gonçalves dos programas norte americanos, venceu 5 das 12 provas disputadas ontem no Hipódromo de Indiana Downs.

Logo na carreira de abertura, Leandro visitou o winner circle com Ginger Mountain ; no 3º páreo, cruzou na frente com Mysterious Noise e então, a série de êxitos seguiu no 5º, com Very Clear , no 7º, com Jo Dancer e no 8º, com K Run.

Com 66 vitórias e US$ 1,324,470 em prêmios, Leandro lidera, com muita folga, o meeting que teve início em 18 de abril. O 2º colocado, Fernando De La Cruz, tem 33.

Riva Ridge Belmont Stakes 1972

Prohibit foi o campeão do King's Stand Stakes, em Ascot


Prohibit, Oasis Dream e Well Arned , Jockey Jim Crowley, Treinador Robert Cowel,vencedor do King's Stand Stakes, Grupo I, 1.000 metros, grama.

Saúde Equina, por Tony Gusso

LINFANGITE

Linfangite é o processo inflamatório dos vasos linfáticos dos membros que ocorre normalmente pela ação de microrganismos, como bactérias e fungos.

O sistema linfático é uma rede complexa de órgãos como os linfonodos, ductos, tecidos linfáticos e vasos, fazendo parte do sistema imunológico e tendo a função de remoção dos fluidos em excesso dos tecidos corporais (linfa), absorção dos ácidos graxos e seu transporte e por fim a produção de células do sistema imunológico.

Agora que já conhecemos um pouco a importância do sistema linfático, por este estar ligado diretamente a defesa do organismo, vamos nos ater nesta matéria exclusivamente aos vasos linfáticos.

Como estes vasos tem a função de drenar o excesso de líquido que sai do sangue, esta inflamação pode obstruir ou dificultar a drenagem da linfa e sua circulação, tendo como sinais clínicos desta doença o aumento de volume que vai da parte mais distal do membro afetado para a porção mais proximal, aumento de temperatura local e dor a palpação.

A linfangite pode se apresentar na forma simples (contaminação de feridas) ou ulcerativa (causada por exemplo pela bactéria C. pseudotuberculosis ou pelo fungo Histoplasma farciminosum) sendo a forma simples a mais comum.

Para o diagnóstico o médico veterinário deverá procurar por feridas primárias, observar graus variáveis de claudicação, fazer exames diferenciais para problemas circulatórios como tromboses e exames laboratoriais para identificação do agente infeccioso.

Depois de encontrada a causa, deve-se escolher o medicamento ideal (anti-inflamatórios, antibióticos e antifúngicos), via de aplicação, duração do tratamento e tempo de descanso do animal.

O tratamento da linfangite normalmente é demorado podendo não haver a diminuição total do aumento de volumo do membro atingido.

Por se tratar de uma doença aguda ou sub aguda, procure sempre a ajuda de um profissional qualificado.

Dr. Tony Gusso - tonygusso@terra.com.br
Médico Veterinário Especialista em Clínica e Cirurgia de Equinos

Tarumã, Resoluções da Com. Corridas ref. as corridas do dia 3 de junho 2.011

JOCKEY CLUB DO PARANÁ

COMISSÃO DE TURFE - BOLETIM Nº 527/2011


Resoluções da Com. Corridas ref. as corridas do dia 3 de junho 2.011:

MULTAR:

Em R$ 20,00, o jóquei V.Rocha (Good Tiger), por infração do Art. 140 do CNC. (desvio de linha durante o percurso)
Em R$ 20,00, o jóquei R.Araujo (Lance Genial), por infração do Art. 140 do CNC. (desvio de linha na reta oposta)
Em R$ 20,00, cada, os treinadores I.Oliveira (Vitoriosamente) e D.Antunes (Petúnia Resedá), por infração do Art. 47 letra “L” do CNC. (falta de pesagem).
Em R$ 20,00, cada, os pilotos S.Generoso e M.Beatriz, por infração do Art. 123 do CNC. (excesso de peso)

CONDICIONAR:

Futura inscrição ao parecer favorável do Starter do animal Lucky Heart, por balda no alinhamento.

CONCEDER:

Matricula de jóquei à RAIMUNDO ROSA DA SILVA FILHO, com peso de tabela 55 quilos.

AUTORIZAR:

À Tesouraria o pagamento dos prêmios referentes a reunião nº 526, de 20/05/11.

FORFAITS:

Por laudo veterinário conceder aos animais Hiver, Linda Loira, Lord Captain e Diligência; e por determinação deste Órgão aos animais Narquille e Urso Voador.

Canford Cliffs derrota Goldikova no Queen Anne Stakes, em Ascot


Canford Cliffs, Tagula e Mrs. Marsh, Jockey Richard Hughes , Treinador Richard Hannon, vencedor do Queen Anne Stakes, Grupo I , 1609 Metros, Grama

Caminhoneiros se omitem sobre pratica sexual com Crianças

De cada cinco caminhoneiros, quatro se omitem

Embora a pesquisa tenha concluído que quase a unanimidade (97,3%) dos caminhoneiros tenha a percepção de que a prática sexual com crianças é crime, a reação deles em relação à denúncia é de absoluto distanciamento. Só 14,9% - 15 em cada cem – declararam que delatariam um colega caso este admitisse ter feito sexo com menor. E praticamente 84% manifestaram-se favoráveis a uma posição de não-envolvimento, ou seja, em cada cinco, mais de quatro preferem se omitir.

Até para se abrir, conversar sobre o tema, a opção pelo distanciamento mostrou ser a saída preferencial: um quarto dos entrevistados (24,9%) responderam que não tinham opinião para o assunto, ao serem solicitados a apontar os motivos da prática da exploração de crianças. O grupo favorável à delação demonstra forte rejeição à prática sexual com criança – “quem faz sabe que não pode fazer isso” – e propõe punição severa dos abusadores. Guardam na memória dos seus relatos a idéia dos filhos bem protegidos em casa e alimentam o desejo de que crianças exploradas recebam os mesmos cuidados que dispensam à própria família.

O grupo que prefere não se envolver com denúncia defende o caminho do aconselhamento: afirma que ouve o colega agressor e o alerta sobre os riscos. E só. De acordo com a análise do relatório, a primeira motivação para essa reação tão amena da grande maioria dos caminhoneiros reside no sentimento corporativo de classe que permeia a categoria profissional – “entregar um companheiro não é uma atitude correta”.

Medo

O medo de represálias, associado ao temor da ausência de provas, é um sentimento que só aumenta nos motoristas, frente às dúvidas em relação ao funcionamento do disque-denúncia: desconfiam do compromisso de anonimato prometido pelo serviço; suspeitam que serão descobertos e que sofrerão retaliação do denunciado. A descrença na aplicabilidade da lei (ECA) também está disseminada: a consideram um mero instrumento teórico, sem efetiva aplicação prática.

Sob o argumento de que o problema não é seu e que será resolvido pela polícia, alguns lavam as mãos. Há quem revele no próprio comportamento anuência à atitude predatória do abusador – embora declare repúdio à prática. Definem o deslize sexual como “um momento de fraqueza” diante de uma garota nova e bonita, oferecendo-se por qualquer preço.

A denúncia do local onde ocorre exploração sexual infanto-juvenil é mais comum que a delação da autoria. É o que concluem os pesquisadores ao identificar 77% de respostas que declaram denunciar pontos de encontro. Alguns caminhoneiros defendem rigorosa punição dos proprietários de locais que oferecem crianças, inclusive a cassação do alvará de funcionamento, sob alegação de que a atividade atrai insegurança e macula a imagem dos bons profissionais.

Mas 23% dos pesquisados são, contudo, contrários à denúncia, por entenderem que, apesar de a polícia e autoridades conhecerem os locais, deliberadamente nada fazem. Tal quadro teria origem na corrupção, suborno, arrecadação de propina. Outro ponto que dificulta a delação, além das ressalvas ao disque-denúncia, é o fato desse serviço não ser de conhecimento amplo: menos de dois terços (62,8%) dos entrevistados declararam conhecer o disque-denúncia. No Norte, a taxa cai para 60% e, no Nordeste, para 54%.

O desconhecimento faz com que o nível de utilização da denúncia seja baixo: só 10% dos que disseram conhecer o serviço já o utilizaram. Esse grupo representa, no entanto, apenas 6,5% dos 261 entrevistados, ou seja, apenas 17 indivíduos dos que opinaram já se dispuseram a fazer uma denúncia formal. O número é, portanto, muito baixo se confrontado com o porcentual de depoimentos dando conta da ocorrência de casos de prostituição envolvendo crianças (acima de 53% dos casos).

Os dados mostram que os caminhoneiros que declaram ter denunciado colega por fazer sexo com menor – 30,8% do total – informaram desconhecer o serviço. Os que denunciam apenas o local de exploração sexual, ou 35,1%, também declaram desconhecimento do disque-denúncia. A pesquisa alerta para a importância de maior divulgação do DISQUE 100 para estimular e incrementar o volume de denúncias, pois a falta de acesso minimiza o potencial de incidência de casos registrados.

Márcio de Morais, especial

André Fabre e Maxime Guyon, os reis absolutos desta tarde em Chantilly



André Fabre o grande treinador francês, cujo pai foi embaixador da França na Alemanha, e o jóquei Maxime Guyon (foto 1), foram os donos absolutos desta tarde em Chantilly. Quatro provas de Grupo, quatro provas vencidas por animais a seus cuidados e dirigidos por Guyon.

Depois de Golden Lilac no Prix de Diane-Longines (G1), foi a vez de seu Mutual Trust (Cacique e Posteritas, por Lear Fan), defensor das cores de Khalid Abdullah, montado por Maxime Guyon, vencer a milha, para potros de três anos, do Prix Paul de Moussac (G3), o criador de Roi Normand, que, assim, se manteve invicto em três apresentações. Ele deixou para trás Ch'tio Bilote (Ultimately e Neicha, por Nevermeyer), terceiro no Prix de Guiche (G3), e Blue Soave (Soave e Rhapsody in Blue, por Bering). Diferenças de 3/4 de corpo e 1 corpo. O tempo foi de 1:36:59.

Em seguida, na milha e meia do Prix du Lys (G3), para produtos de três anos, a vitória da dupla foi através de Kreem (Hurricane Run e En Public, por Rainbow Quest), de Muteh Bin Abdullah, que derrotou, por meia cabeça o alemão Ibicenco, um Shirocco (que serviu no Brasil no ano passado e de novo servirá em 2011 entre nós) e Iberi, por Rainbow Quest, de Gestut Schlenderhan, ganhador do Prix de l'Avre (L). Em terceiro, um corpo e meio depois, Beaulieu (Motivator e Morning Sun, por Law Society), quarto no mesmo Prix de l'Avre (L). O tempo foi de 2:28:71.

Finalmente, na milha do Prix du Chemin de Fer du Nord (G3), para produtos de quatro anos e mais idade, a dupla dominou com o cinco anos Byword, um Peintre Célèbre (que aqui também serviu em 2010) e Binche, por Woodman, outro defensor das cores de Khalid Abdullah, segundo este ano na milha do Prix du Muguet (G2). Ele livrou 3/4 de corpo sobre o segundo colocado, Vagabond Shoes (Beat Hollow e Atiza, por Sinsgspiel), de quatro anos, igualmente 3/4 de corpo à frente do terceiro colocado Beacon Lodge, um seis anos por Clodovil e Royal House, por Royal Academy, vencedor este ano, em Haydock, dos 1.400m do Toteplacepot Spring Trophy Stakes (L). O tempo foi de 1:36:76.

Jockey Club de São Paulo, Normas para utilização dos grupos de cocheiras localizados em SP e Campinas

COMUNICADO

Com o objetivo de prover melhores condições aos profissionais e proprietários e um crescimento auto sustentado do Turfe, foi normatizada a utilização dos grupos de cocheiras localizados em São Paulo e Campinas e os procedimentos a serem observados pelos comodatários. Assim a Diretoria Executiva houve por bem deliberar, nas reuniões dos dias 23 de maio e 13 de junho de 2011, o seguinte:

A partir de 25/05 os Comodatários não poderão mais disponibilizar boxes do seu Comodato.
Não mais haverá o mecanismo de disponibilidade ou empréstimo, porém no período de 30 dias o Jockey procederá a empréstimos emergenciais.
É vedada a devolução dos boxes em comodato ao Jockey em números alternados;
Novos valores das taxas de transferências por boxe: R$ 260,00 para São Paulo e R$ 130,00 para Campinas.
Os boxes retomados pelo Clube serão repassados aos interessados a título de Comodato e a critério da Diretoria.
A taxa de manutenção/boxe (R$ 90,00 para Cidade Jardim e R$ 75,00 para Campinas), independente de sua ocupação com seus próprios animais ou com cavalos de terceiros ou até mesmo vazios, serão cobradas diretamente dos comodatários, a partir de 26 de Julho de 2011.
Aos Treinadores "comodatários" e aqueles em condições de empréstimos emergenciais será concedido desconto de 20% no valor da taxa de manutenção de boxes pelo período de seis meses.
A realização de qualquer evento comemorativo, de qualquer natureza, deverá observar os seguintes requisitos:
Limitação do número de participantes, adequado às condições do espaço;
Limitação de horário – quanto ao término, não ultrapassar o horário das 23 horas;
Ausência de qualquer sonorização que ultrapasse os limites do espaço;
Disciplina quanto ao uso de bebida alcoólica;
Necessidade de anuência dos demais ocupantes do espaço;
O não atendimento das condições acima expostas caracterizará infração à disciplina do Hipódromo, cuja penalidade observará as disposições do CNC.
Demais condições e obrigações de manutenção e custeio de ocupação das cocheiras, incluindo as pecuniárias, bem como os cuidados de preservação dos boxes são partes integrantes do contrato de comodato.
São Paulo, 15 de Junho 2011.

A Diretoria
JCSP