Jeane Alves

Jeane Alves
Vitória de G 1 com Equitana

sábado, 2 de julho de 2011

Haras Santa Rita da Serra

Horse 10

NAAG STALLION

Annelie Hollstenius, Joqueta

Roni Souza, Jockey

Annika Källse, Joqueta

Petrobras anuncia "principal descoberta" no pré-sal da Bacia de Campos

Petrobras anuncia "principal descoberta" no pré-sal da Bacia de CamposDo UOL

A Petrobras (PETR3 e PETR4) anunciou hoje em seu site o que chamou de "principal descoberta" no pré-sal da Bacia de Campos (o pré-sal é uma região profunda de exploração de petróleo).

Segundo a estatal, foram descobertos "dois níveis de petróleo de boa qualidade no poço exploratório informalmente conhecido como Gávea". Os estudos foram feitos por um consórcio formado por Petrobras, Repsol Sinopec e Statoil.

"Esta descoberta é a principal realizada no pré-sal da Bacia de Campos", diz nota no site da Petrobras.

O poço, localizado a 190 quilômetros da costa do Rio de Janeiro, foi perfurado pelo navio sonda de última geração Stena Drillmax I, em águas de 2.708 metros e atingiu a profundidade final de 6.851 metros, disse a Petrobras.

O consórcio está analisando os resultados obtidos no poço, antes de continuar com o processo de exploração e avaliação da área.

O consórcio tem participação de 35% da Repsol Sinopec, mais 35% da Statoil e os restantes 30% da Petrobras.

As autoridades brasileiras foram informadas da existência de indícios de hidrocarbonetos no poço exploratório Gávea em março de 2011, para o primeiro nível, e em abril do mesmo ano, para o segundo nível.

A Repsol Sinopec é a companhia estrangeira líder em direitos de exploração nas Bacias de Santos, Campos e Espírito Santo, participando em 16 blocos, dos quais é operadora em seis

Shane Karlsson, Joqueta

Freddie Lenclud, Jockey


Freddie Lenclud

Paraná, Deputados desrespeitam lei e contratam empresários

Deputados desrespeitam lei e contratam empresários
Proprietários de empresas encontrados em seus negócios no horário de expediente são pagos como funcionários de gabinetes

Publicado em 29/06/2011 | Katia Brembatti Fale conosco RSS Imprimir Enviar por email Receba notícias pelo celular Receba boletins Aumentar letra Diminuir letra A lei que impede a contratação de empresários como funcionários na Assembleia Legislativa do Paraná está sendo desrespeitada. Reportagem divulgada ontem pela RPCTV mostra que sócios-administradores de empresas foram nomeados para cargos em comissão no Legislativo. Um dono de uma distribuidora de doces, o proprietário de uma revenda de vitaminas e a sócia de uma loja de roupas foram localizados trabalhando fora da Assembleia, em funções empresariais, em horário de expediente. No entanto, confirmaram que são servidores públicos.

Josivaldo Rosa de Abreu trabalha com uma distribuidora de doces em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. Uma certidão da Junta Comercial do Paraná, com data de maio deste ano, mostra que a empresa J. R. Abreu está ativa e em nome de Josivaldo, que aparece como sócio-administrador. Quando foi abordado pela reportagem fazendo entregas, ele disse que trabalhava com o caminhão apenas de manhã e que a empresa não estava mais em nome dele.

Saiba mais
Veja as certidões que comprovam a vinculação empresarialRegra quebrada
Autor de lei lamenta nova situação

Com a lei estadual criada no ano passado para coibir a contratação de pessoas que já tinham muitas atividades, a figura de funcionários-empresários não deveria mais existir na Assembleia Legislativa do Paraná. O texto é de autoria dos deputados licenciados e atuais secretários estaduais Durval Amaral (DEM) e Luiz Cláudio Romanelli (PMDB).

Romanelli declarou ontem que o objetivo da lei era justamente evitar contratações como as mostradas na reportagem. “Era para que nunca mais acontecesse de ter pessoas se dedicando a outras atividades em situações incompatíveis”, disse.

O projeto de lei foi proposto em função da série de reportagens Diários Secretos, da Gazeta do Povo e da RPC TV, que revelou várias irregularidades na contratação de servidores. A proposta foi apresentada e votada em maio de 2010 e entrou em vigor a partir de 1º de junho do ano passado. A Lei 16.522/10 estabeleceu regras para a contratação de funcionários em cargos de confiança na Assembleia Legislativa do Paraná.

A lei delimita que o assessor parlamentar tem funções específicas, como representar a Assembleia em eventos públicos ou privados, levantar informações para auxiliar na definição de estratégias de atuação e na edição de leis orientadas à satisfação do interesse público e realizar reuniões periódicas com lideranças comunitárias . (KB)

Parlamentares negam que empregassem “fantasmas”
Os três funcionários citados na reportagem foram exonerados ontem. Os deputados responsáveis por sua contratação, porém, negam que os demitidos fossem “fantasmas”. O deputado Gil­­berto Ribeiro (PSB) alegou, em entrevista na segunda-feira, que o gabinete é pequeno e não comporta abrigar os 23 funcionários contratados. Ele disse que espera, ansiosamente, a reforma prometida por Rossoni, para ganhar mais espaço. Disse que os funcionários Josivaldo e Inivaldo desempenham atividades empresariais, mas não teriam mais “empresa no nome”.

Leia a matéria completa
Revendedor de vitaminas, Inivaldo Luiz foi encontrado em casa, em São José dos Pinhais, numa tarde de segunda-feira há duas semanas. Mas anteontem, depois de receber a informação de que a equipe da RPC TV procurava por ele, foi localizado na Assembleia. Ele disse que trabalha à tarde no Legislativo e que há 15 dias deu baixa na empresa que tinha em seu nome.

O deputado estadual Gilberto Ribeiro (PSB), responsável pela contratação de Josivaldo e de Inivaldo, reconheceu que os funcionários tinham atividades empresariais, mas disse que a situação não estaria em desconformidade com a lei. “São empresários, mas as empresas não estão em seus respectivos nomes. O Inivaldo Luiz é um caso. Ele faz um serviço pela parte da manhã, faz essas vendas, mas a empresa foi baixada antes de ele ser contratado no gabinete. Mesmo caso do Josivaldo”, declarou.

Outro gabinete

A empresária Sônia Cristina Galo foi encontrada três vezes pela equipe da RPC TV, em horário comercial, na loja de roupas que mantém no bairro Alto da XV, em Curitiba. Quando soube que a reportagem queria informações sobre o trabalho que ela desempenha para o gabinete do deputado Reinhold Stephanes Júnior (PMDB), disse que vai quase todas as tardes para o Legislativo. Afirmou que é sócia da empresa, mas que não é a sócia-administradora. Ao ser confrontada com a informação de que na Junta Comercial consta que ela é a principal responsável pela loja, disse que consultaria o contador da empresa. Posteriormente, reconheceu que constava como sócia-administradora e disse que regularizaria a situação.

Comissionado

A legislação estadual não proíbe que o servidor comissionado da Assembleia seja simplesmente sócio de empresas, mas veda que seja sócio-gerente ou sócio-administrador porque a função de principal responsável por uma empresa seria incompatível com o trabalho no Legislativo. A lei exige que a pessoa que for convidada para trabalhar na As­­sembleia assine um documento dizendo que não é parente do deputado, não é sócio-gerente de empresa ou tenha qualquer outro impedimento legal para assumir o cargo.

HARAS SANTA MARIA DE ARARAS, MELHORES DA TEMPORADA 2010/2011, LEVA 3 PREMIOS

"Desmamados Brasil", Show de qualidade

Show de qualidade no "Desmamados Brasil"


Entre todas as 9 versões já realizadas pela TBS do Leilão Desmamados Brasil, sem dúvida a deste ano é a que mais apresentará qualidade. Além da oferta total da geração 2010 do Haras Centauros do Sul (13 potros sensacionais, inclusive 1 americano) do Stud Rio Menino (com 5 produtos de Redattore e 1 de Giant Gentleman de alto padrão) e de Gama Meneghel com lotes de alta velocidade, o leilão trará destacados produtos dos Haras Calunga, Interlagos, São José da Sera, Caporanga, Eternamente Rio, Kosop, da Coudelaria Jessica e dos criadores Ismar Azambuja e Julio Castellano, além da Oferta Total da Geração 2010 dos 3 cratórios já citados, sem nenhuma reserva.


São produtos de garanhões como Put it Back, Romarin (ultima geração), Choctaw Ridge, Sinndar, Crimson Tide, Silent Name, Crafty CT, Holzmeister, Music Prospector, Point Given, Dancer Man, Silent Times, Top Hat, Red Runner, Yagli, Bonapartiste, Coax me Clyde, Impression e outros. O leilão será realizado no dia 20 de Julho (quarta-feira), a partir das 19 horas, com transmissão virtual pela TV Jockey/TV Turfe e Internet (www.turfeproducoes.com.br).

Catálogos e maiores informações na TBS (falecom@agenciatbs.com.br)

Fonte: TBS

Cordeiro da Graça tem Quasi Moda como vencedora



com bastante tranquilidade Quasi Moda acabou de vencer o o GP Cordeiro da Graça corrido na Gávea

XX GP CIDADE DE LAGES – 2011 Dias 30, 31 de Julho e 01 de Agosto

RELAÇÃO DE PESOS PARA O XX GP CIDADE DE LAGES – 2011
Dias 30, 31 de Julho e 01 de Agosto
HOMENAGEM ESPECIAL PREFEITO RENATO NUNES DE OLIVEIRA
ANIMAL PROPRIETÁRO PESO
BAILARINO MIG João Fiorin 52
EDIÇÃO DE OURO Haras So Brilliant 50
ESFERA BRILLIANT Coronel / Eloi Queje 51
ESTRELA DO IGUASSU Haras Rio Iguassu 52
EXCLUSIVE MORE Haras So Brilliant 51
JOE BERGER José F. Rocha 50
JOE FREEMANN Romano Buzzato 50
JUST MIG Auri Foletto 52
KI BUTUI Hs. Fazenda Capeaty 53
ARTE DO NITRO Celso Bier 52
SENHOR DEPUTADO 51
MINI MIG Stud Jeronimense 50
RECUPERADA Jorge Ketenhuber 49
TANTO MAR Stud 13 52
TYCOON BLADE Stud Aparicio 50
TAYRUSU Stud Aparicio 56
TENDER BREEZE Agrop. São Carlos 50
THESIS OF CABARET Eloi Queje / Coronel 49
TUPASY Sergio – Caxias 49
THUNDER MACHINE Stud GSM 51
TIRO VELOZ Henrique Couto / Marcelino 55
TUJUMIRIM Milton dos Santos 50
TURBINA AÉREA Irmãos Fontana 49
VIPER DODGE Hs. Agua Viva / Leandro Pedroso 50
VOANDO LIGEIRO Dr Braga/Dr. Sergio/Fabio Araldi 50

√ - Animais corridos que não estejam na relação acima poderão ter sobrecarga;
√ - Interessados em solicitar peso deverá entrar em contato com os organizadores;
√ - Peso inéditos: Fêmeas 48 kg – Machos 50 kg. ;
√ - Agarradeiras liberada nos posteriores;

INFORMAÇÕES: TOM COSTA = 49 – 9945 7601 LUCIANO = 55.9909.8022

Madalena Programa para Domingo, 03/07


PROGRAMA DA 1ª CORRIDA 03/07/2011
Zucco um dos grande nomes do melhor páreo deste domingo em Madalena

1º PAREO - 1300 MTS - 14:00 HS

1 - URUTAGO 55
2 - SENTIMENTO 55
3 - PERSONALIDADE 53
4 - EFFUSE 55
5 - ENAGASAWA 55

2º PAREO - 1200 MTS - 14:40 HS

1 - HOTCHERRY 50
2 - DANCE HITS 56
3 - WINDRIDER 55
4 - ANGEL LUX DEPIGUA 50
5 - DA HORA 52
6 - IMPIEDOSO 55

3º PAREO - 1100 MTS - 15:20 HS

1 - ALTO PARANÁ 55
2 - JASPE NEGRO 58
3 - QUANTO AZUL 52
4 - SENHOR KIROV 58
5 - VISTA GROSSA 53

4º PAREO - 1800 MTS - 16:00 HS.

1 - NOSSA BRASILEIRA 45
2 - PAUL GARDEN 51
3 - MR.DICKENS 51
4 - VALET DI JOSEFINE 49
5 - DON LOPES 55
6 - ZUCCO 47
7 - LIKE LORAN 49

Jorge Ricardo, Show em Palermo


Jorge Ricardo, em busca da liderança mundial !

Jorge Ricardo, "o fenômeno brasileiro das rédeas", protagonizou mais um show em pistas argentinas, ao vencer 6 dos 15 páreos disputados hoje em Palermo.

O rosário de conquistas teve início logo na carreira de abertura, a bordo de Higuain e seguiu no 2º páreo, com Red City, no 6º, com Ador Tip, no 10º, com Smart Speedy, no 11º, com Polarizado e encerrou com Grand Tabiano, no 14º.

Ricardo conta agora com 11.196 êxitos em sua estupenda trajetória, enquanto o canadense Russel Baze, atual líder mundial, que venceu duas corridas hoje em Pleasanton, na Califórnia, contabiliza 11.306.

cred.JCSP

Josiane Gulart, Melhor Joqueta Temporada 2010/2011



Josiane Gulart, Melhor Joqueta Temporada 2010/2011

Jockey Iago Miller cai mas passa bem




Aprendiz de terceira categoria, Iago Miller sofreu uma forte queda no segundo páreo da reunião de sábado na Gávea, quando montava True Moon.

No meio da reta a égua se atirou para dentro e logo em seguida caiu, levando junto o jovem piloto, deixando a impressão de ter se perdido nas pastas de suas adversárias.

I. Miller se levantou logo após a queda, dando sinais de estar bem. Depois, no serviço médico do Hipódromo, foi examinado e levado para exames de praxe no Hospital Miguel Couto.



Por Celson Afonso

Raia Leve entrevista Salomão Soifer, do Haras Springfield

Nesta quarta-feira, em Cidade Jardim, será realizado o leilão de potros do Haras Springfield, pertencente a Salomão Soifer, que por sua vez representa um dos maiores investidores do turfe paranaense – e também brasileiro – nos últimos anos. De vasto e longínquo contato com as corridas de cavalo, Soifer, que há 30 anos mantinha, em sociedade, o extinto Haras Mossoró, hoje aparece como um dos mais promissores criadores, dentre os qualificados centros do PSI estabelecidos no Paraná, face toda a estrutura e a mão de obra qualificada de que dispõe.

Contando com animais seus competindo no Brasil e também na Argentina – onde detém a “primeira monta” do ótimo Altair Domingos – Soifer concedeu uma entrevista exclusiva à reportagem do Raia Leve, abordando seus pontos de vista em relação ao turfe de uma maneira geral, e também sobre o próprio Haras Springfield.

RL: Depois do encerramento das atividades do Haras Mossoró, o sr. permaneceu afastado, de certo modo, da criação e do turfe em si. Na década passada, no entanto, aquele terreno de criação é reativado com o Haras Springfield, que hoje aparece como um dos mais modernos e qualificados espaços do Puro Sangue Inglês no Brasil, e isso mesmo com o panorama não muito animador apresentado pelo turfe no Brasil, em tempos atuais. O que motivou este retorno seu ao esporte?

SS: Sou um apaixonado por turfe, frequento o hipódromo desde os 10 anos de idade. Este retorno ao turfe não visou resultados financeiros, fui motivado pela minha paixão pelo esporte.

RL: É de conhecimento geral o êxito do Grupo Soifer em matéria de empreendedorismo. Logo, se numa situação hipotética, o sr. tivesse de tomar conta da parte administrativa do turfe no Brasil, quais seriam as diretrizes principais a serem seguidas para que a atividade conseguisse galgar alguma perspectiva de recuperação?

SS: Se eu tivesse projeção política, a caneta na mão, eu criaria um órgão que uniria os principais hipódromos do país – os jockeys clubes do Rio, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul - e faria três coisas: cada clube teria seu dia com carreiras exclusivas, ou seja, quando tivesse carreiras no Jockey Clube do Paraná, por exemplo, não haveria programação em outros hipódromos. Assim funciona na Argentina. Outra medida seria a pedra única, a unificação do sistema de apostas. Além disso, criaria uma lei do turfe para que o governo federal colaborasse com todas as pessoas que vivem do turfe e que estão cada vez mais abandonadas. Enfim, falta um órgão que se interesse exclusivamente pelo esporte.

RL: O Haras Springfield foi um dos responsáveis pela vinda do Amigoni ao Brasil, sendo ele o primeiro filho de Danehill a servir por aqui. Ao mesmo tempo, outros reprodutores, cujas vindas para cá seriam inimagináveis até outrora, começaram a desembarcar no Brasil para servir no regime de shuttle, operação esta que expandiu os horizontes da nossa criação. Hoje em dia, o que é mais vantajoso para o criador, a aquisição do garanhão ou o investimento numa operação de shuttling?

SS: Hoje em dia sem dúvida é mais vantajoso para criador o shuttle. Adquirimos um dos melhores garanhões em atividade no Brasil, o Amigoni. Hoje provavelmente não conseguiríamos viabilizar sua vinda para o Brasil. Com uma operação de shuttling é possível trazer excelentes garanhões sem ter o alto investimento da compra.

RL: Ainda no assunto dos garanhões: não só o Brasil, mas a América do Sul como um todo – principalmente via Argentina – vem tendo acesso a reprodutores de altíssimo nível nos últimos anos, como, por exemplo, a estrela da Coolmore, Giant’s Causeway. Com a vinda destes animais, dá para cravar que o garanhão de médio porte, para “utilização caseira”, perdeu muito espaço na criação? Ou ainda é possível galgar por competitividade e bons resultados utilizando reprodutores menos expressivos?

SS: É lógico que reprodutores de alto nível oferecem de pronto uma maior credibilidade e segurança. Mas não existem garantias em se tratando de criação. O fato é que os criadores brasileiros estão procurando reprodutores de alto nível e penso que isso é uma tendência.

RL: Além de toda a estrutura mantida no Brasil, o Haras Springfield também possui animais defendendo a sua farda na Argentina, assim como éguas de cria naquele país. Tanto é que foi através do próprio Springfield, que o bridão Altair Domingos rumou para o país vizinho, onde vem obtendo muito sucesso, por sinal. Logo, possuindo intimidade e conhecimento sobre a situação do turfe na Argentina, qual seria o segredo “deles” para as coisas funcionarem de verdade por lá?

SS: Não pode se comparar o turfe brasileiro com o turfe argentino mesmo eu acreditando que estamos criando melhores animais e que a economia no Brasil está melhor do que a da Argentina. O que acontece é que o povo argentino é apaixonado pelo turfe e isso faz com que o negócio do turfe lá seja muito forte. Na Argentina se investe mais. Um dos motivos é que as premiações compensam. Já no Brasil, os haras estão diminuindo suas estruturas, o número de reprodutoras, os animais em campanha. Além disso, a natureza favoreceu os argentinos. Os campos argentinos exigem pouca manutenção, possuem pastagens naturais e sem necessidade de melhorias ou adubação. Isso diminui o custo final.

RL: Outro fator que chama muita atenção quando falamos no Haras Springfield, é a alta qualidade dos profissionais integrantes da equipe. Desde o “time” que trabalha no haras, até veterinários, jóqueis e treinadores, a mão de obra de vocês impressiona bastante. Há, de fato uma preocupação especial nesse sentido, ou é algo que acontece naturalmente?

SS: Nesse sentido, nada acontece naturalmente. Em todos os setores em que atua, o grupo Soifer procura os melhores profissionais no mercado e esta é a receita do sucesso. Não é diferente com o Haras Springfield.

RL: O Haras Springfield conta também com o trabalho de um dos mais respeitados hipólogos do Brasil, o Samir Abujamra. Muitos haras de grande porte, diga-se de passagem, não se dão ao luxo de contar, em suas equipes técnicas, com um nome de tanto peso. Qual é o papel do Abujamra para o funcionamento do Springfield?

SS: Nós escutamos fielmente as colocações das pessoas que têm conhecimento. Samir Abujamra exerce um papel essencial no Haras. Todo o planejamento genético do Haras Springifield é baseado em seus apontamentos. Fazemos consultas diárias ao Samir Abujamra.

RL: Assim como outros importantes estabelecimentos, o Haras Springfield realizará um leilão com os seus potros, fato este se torna cada vez mais comum em termos de turfe no Brasil. A venda, a participação em licitações deste tipo, já era um plano original do haras, ou as circunstâncias apresentadas pelo turfe brasileiro é que foram preponderantes para essa decisão?

SS: Foram as circunstâncias. Gostaríamos de ficar com toda a geração, mas isto se tornou inviável. Os maiores haras do país não conseguem manter todos os seus animais. Contudo, sentimos que estamos num patamar de competitividade dentro da criação nacional, tendo em vista primeiramente toda a qualidade genética desta geração. Isso nos permitiu viabilizar este primeiro leilão do Haras Springfield.

RL: Qual seria a sua mensagem final para os Leitores do Raia Leve?

SS: Eu gostaria de dizer para os leitores do Raia Leve que continuem prestigiando o turfe. Tenho um profundo respeito pelos envolvidos no universo do turfe, pois com certeza são movidos por pura paixão.

por Victor Corrêa

Turfe, Assuntos do momento

Após o GP Brasil - do primeiro domingo de agosto até 31 de outubro -, os quatro maiores clubes promotores de corridas no país terão prazo aproximadamente 90 dias para projetar os seus Calendários Clássicos para o ano de 2012. O JCRGS e o JCP tem programações adequadas aos seus regionalismos, e não costumam apresentar anualmente grandes novidades. O JCB tem uma esplêndida programação clássica, é anualmente aperfeiçoada por Marcos Araújo Ribas de Faria, consultor técnico do JCB e melhor dos experts brasileiros do ramo. A programação clássica da Gávea não carece de fundamentais acertos. Mas não é o que acontece com a do JCSP, há muitos anos desvirtuada pelo misto de exagerada tradição com idéias equivocadas que são em parte responsáveis pelas decadências dos turfes norte-americano e argentino. Idéias comerciais equivocadas infiltraram-se no calendário clássico paulista na contramão técnica do turfe mundial. Há grande expectativa dos proprietários quanto o que fará, se é que fará, a nova Diretoria do JCSP. Manterá as habituais linhas, continuará com uma programação inadequada, ou tomará urgentes providências, dando ao clube uma programação clássica moderna, calcada em uma respeitável tradição mas com um enfoque moderno, internacional, progressista, melhor, e ainda se possível harmônica como a do JCB, aumentando as oportunidades para os bons animais. É momento crítico de decisão, talvez não seja o caso de uma mudança radical, mas do início de um programa anual de melhorias, na trilha da modernidade técnica e do bom senso. Um dos problemas é que quase todos os turfistas de reais conhecimentos tem suas próprias idéias, mas a absoluta e natural falta de unanimidade impossibilita uma concordância unânime. Mas o que foi feito no Rio merece total consideração ante o sucesso alcançado, o assunto deve ser entregue a quem é considerado o mais competente, que até poderia e/ou deveria ouvir importantes vozes locais, mas com uma visão mista de tradição e modernidade.

por Milton Lodi

DOUTORES DO TURFE,INDICAÇÕES GÁVEA, 2 DE JULHO DE 2011

1 HEROI DO COQUEIRO é puro retrospecto, INDIO GUERREIRO que era das retas ,estava muito brabo, quem sabe agora mais aclimatado. 3-4

2 QUERY FAMOUS é muito regular, vamos com ela, AMIGA DO PEITO que força turma vem chegando por perto. 1-3

3 EL GRAN RATON suas duas corridas foram muito boas, na exata vamos com o inédito AY CABELADA, muita raça. 10-8

4 XANGODEBAKERSTREET risque a última, vai a recuperação, OLYMPIC RIVER na dupla , vem de vitória nesta turma. 3-2

5 QUASI MODA não para de evoluir, força, todo mundo é diferença, mas vamos com FOLLOW que é uma bala de ligeira. 4-2

6 OLYMPIC MIDNIGHT é uma soma de Romarin+ Regina + Duarte, mas cuidado com OLD KING KOLE muito brabo na estréia e voava no final. 4-9

7 OLYMPIC MILA na grama corre de verdade, JASMIM RED como grande diferença. 1-3

8 HOJE INFINITAMENTE é puro retrospecto, alias Dalto pode iniciar a temporada muito bem, ótimas montarias. LA GARÇONNE que estava em tiros mais longos pode se dar bem aqui. 6-1

9 ENERGIA ASSA volta para turma ,onde aparece como força, OUR HALO é diferença certa no páreo. 2-3

10 MUNDO REAL fez duas ótimas corridas desde que veio de SP e na turma, agora é claiming deve se dar bem, o regular MESTRE GARBOSO como diferença certa. 1-8

11 ESPATÓDIA corre muito na grama, páreo equilibrado mas pode levar a melhor, CERTA HORA vem de ótima corrida na turma. 5-9

DOUTORES DO TURFE, INDICAÇÕES CIDADE JARDIM , 02 DE JULHO DE 2011

1 MISSIL é cavalo de qualidade, cuide com TORRESMO que não largou bem e ganhou. (3-2)

2 SILVERSMITH com ótima corrida no PR se apresenta como força aqui, SHOOT STAR com campanha produtiva por lá é diferença. (2-1)

3 DAYANA STYLE está em prova a favor, novamente dupla do PR com SOL Y NOCHE que vem de ótima por lá é diferença certa. (6-7)

4 THELASTHOPE está em prova fraca, SWEATSHIRT vem de vitória neste tipo de páreo. (6-5)

5 LUCKY D’EYJUR caiu muito de páreo, deve levar a melhor, HAMILTON DA SERRA como diferença certa. (5-3)

6 GRAND I ASK ganhou corrida linda , mostrou ser uma das boas éguas de SP na atualidade, diferença a parelha RENANIA e VERDENA. (7-5)

7 UNO AMORE MIO não correu nada no GP São Paulo, pode se recuperar agora, muito cuidado com I WANT THE GLORY que chegou perto, corre no fundo e voa no final. (10-9)

8 RAINHA DA GRÉCIA e IJUBINHA sobram neste páreo. (9-4)

9 QUINTILLON não escolhe pista, a turma é fraca para ele, HAPPY PRINCE sempre junto pode escoltar. (2-4)

10 QUANTO É BELLA mostrou na estréia que é corredora, DEÍSA vindo de três segundos é diferença certa. (9-11)

Dr Lacerda

Carazinho tem Pencas nos dia 17 e 18 de Julho


O Jockey Club Carazinhense promove duas pencas, GP em homenagem aos turfistas OSMAR e JEFERSON HICKMANN (Haras Santa Rosa) na distância de 500 metros e GP em homenagem ao turfista JORGE SOBROSA (Alegrete) na distância de 400 metros.

fonte Cancha Reta

Cidade Jardim, Indicações de Ivan Jeronimo para este sábado, 02.07.11


Grand I Ask, a heroína do “OSAF.

1º Páreo: Missil (3) – Shake and Bake (5) – Voglio Bene (1)
2º Páreo: Spandalli Ballet (3) – Shoot Star (1) – Silversmith (2)
3º Páreo: Sol Y Noche (7) – Operante Tex (2) – Big Hasty/Big Garrido (4)
4º Páreo: Sweatshirt (5) – Thelasthope (6) – Varenzo (4)
5º Páreo: Hamilton da Serra (3) – Lucky D’Eyjur (5) – Hagazão (7)
6º Páreo: Grand I Ask (7) – Ranânia/Verdena (5) – Paris-It (3)
7º Páreo: Uno Amore Mio (10) – I Want The Glory (9) – Aká Rigue (3)
8º Páreo: Ijubinha (4) – Formosura Indy (3) – Rainha da Grécia (9)
9º Páreo: Prosciutto (5) – Rareriroru (6) – Quintillon (2)
10º Páreo: Quanto é Bella (9) – Deísa (11) – Double Secret (3)

Indicações: (Mudança de Pista)

1º Páreo: Missil (3) – Shake and Bake (5) – Voglio Bene (1)
2º Páreo: Spandalli Ballet (3) – Shoot Star (1) – Silversmith (2)
3º Páreo: Sol Y Noche (7) – Operante Tex (2) – Big Hasty/Big Garrido (4)
4º Páreo: Zeus Garden (1) – Revisor (3) – Varenzo (4)
5º Páreo: Lucky D’Eyjur (5) – Hagazão (7) – Gambler (8)
6º Páreo: Renânia/Verdena (5) – No Excuses (4) – Grand I Ask (7)
7º Páreo: Uno Amore Mio (10) – I Want The Glory (9) – Aká Rigue (3)
8º Páreo: Ijubinha (4) – Formosura Indy (3) – Rainha da Grécia (9)
9º Páreo: Quintillon (2) – Rareriroru (6) – Happy Prince (4)
10º Páreo: Quanto é Bella (9) – Deísa (11) – Double Secret (3)

por Ivan Jeronimo

Cidade Jardim, Preparatórias para a semana do GP Brasil são os destaques


A.C.Silva será o piloto de Uno Amore Mio

O Jockey Club de São Paulo promoverá logo mais, a partir das 14 horas e 30 minutos, uma nova jornada turfística, composta por 10 páreos. Como destaques da programação, temos duas preparatórias para o "meeting" do Grande Premio Brasil, no próximo mês de Agosto, na Gávea. A primeira, destinada para as éguas, trata-se do G.P Luiz Fernando Cirne Lima, na distância de 1800 metros. Já a segunda, para os machos, é o G.P Ministro da Agricultura, 2.400 metros, ambas para animais de 4 e mais idade, na pista de grama, 6ª e 7ª provas, respectivamente.

O páreo "feminino", conta com o reaparecimento da "heroína" do Osaf 2011, Grand I Ask (Yagli), de criação e propriedade de Gianni Franco Samaja. Com o "forfait" de sua principal rival Parapatibum, e vindo de uma sequência de vitórias, a pensionista de Olavo Jeronimo anda em grande forma e novamente poderá levar a melhor desta feita. A parelha do Haras Tango, Renânia (Redattore) e Verdena (Fantastic Dancer) também contam com altas chances, principalgemte pela primeira, que foi "guerreada" por sua companheira e somente entregou a "rapadura" nos últimos metros pode desta feita ir a "forra" com a nossa indicada. Paris It (Astor Place) de propriedade do Stud Aruba e Pura Classe (Grand Slam) do Stud Farda Amiga, podem comparecer pois não tiveram bom percurso neste mesmo páreo, não devem ser "abandonadas".

Já no Ministro da Agricultura 2011, um bom azar pode se beneficiar de um "train" de carreira possívelmente "mexido" na primeira parte. trata-se de Uno Amore Mio, filho de Signal Tap de criação do modelar Hs. Sta Maria de Araras e de propriedade da New Partners Stud. Falado aos "4 cantos" quando da disputa do GP São Paulo, o pupilo de Antonio Luiz Cintra não rendeu o esperado, e agora, tendo prova mais fávorável, pode surpreender com bom dividendo. I Want The Glory ( Roi Normand), também do Stud Farda Amiga, poderá se redimir de sua última atuação na prova máxima paulista e vir com vigor em busca de novo triunfo. Aká Riguê (Nedawi) e Hook The Pirate (Torrential) também vão chegar no "brinquedo"

por Ivan Jeronimo

Gávea, Celso Afonso indica para as carreiras de sábado, 02.07.11


Sol de Angra

Carreira das mais tradicionais, o Grande Prêmio Cordeiro da Graça este ano conta com apenas seis inscrições. A prova, destinada a produtos de dois anos e mais idade, é disputada em 1.000 metros, na pista de grama, e costuma a ser utilizada como referência para o GP Major Suckow, grupo 1, na semana máxima do turfe carioca.

Quasi Moda vem de secundar o craque Desejado Thunder (Stud Alvarenga), atual vencedor e provável favorito do Suckow 2011, ostenta ótima forma e é à força da carreira. Filha de Christine’S Outlaw e Classic Halo, por Southern Halo, a reservada do Haras Campestre tem como grande rival o alazão Sol de Angra (Stud Performance), que inclusive venceu o GP Major Suckow em 2009.

Toss a Buck (Stud Palurape), ligeiro e bem balizado; Follow (Haras Nacional), experimentando o percurso. Atlante (Stud Rota 66), que conta com a eficiência clássica de Dulcino Guigoni, e Ximburé (Stud Palurape), vindo de três ótimas vitórias no quilometro, são os coadjuvantes do páreo.

Hoje na Gávea serão corridas 11 provas, com a primeira marcada para as 13h45. Sendo assim, o Pick 7 começa no quinto páreo e o Open Betting, com R$10.000,00 de bonificação, no nono do programa.

Abaixo as indicações e boa sorte!



1° Páreo: Páreo perigoso, logo no início do Pick 3, onde Herói do Coqueiro vem de boa apresentação e, mesmo na redução, tem possibilidade. Índio Guerreiro pode melhorar na grama e merece atenção no cânter e na pedra. True Storm, a seguir.

HERÓI DO COQUEIRO (3) – ÍNDIO GUERREIRO (4) – TRUE STORM (7)



2° Páreo: Em mais um carreira complicada, Amiga do Peito pode aproveitar a vantagem no peso, escapar por dentro e derrotar as mais novas. Bela Namorada e True Party formam parelha e merece respeito. True Moon é a melhor bomba do páreo.

AMIGA DO PEITO (3) – BELA NAMORADA (7) – TRUE MOON (4)



3° Páreo: El Gran Raton não teve muita sorte no percurso em sua última atuação, volta adaptado ao percurso e tem como principal obstáculo a baliza. Bom potro, Felix é encrenca certa. Poet Keats e Public Rock são as outras forças da prova.

EL GRAN RATON (10) – FELIX (6) – POET KEATS (4)



4° Páreo: Também largando por fora de todos, Veneno Fatal pode aproveitar a baliza, vir de mais para mais e vender caro a derrota. Uni Charm, vindo de derrota incrível, e Sientomucho, que largou mal na última, ameaçam.

VENENO FATAL (8) – UNI CHARM (1) – SIENTOMUCHO (4)



5° Páreo: Quasi Moda e Sol de Angra são os animais do páreo e devem proporcionar um desfecho sensacional no GP Cordeiro da Graça (G2). Em forma, Ximburé tem teste de fogo para provas melhores.

QUASI MODA (4) – SOL DE ANGRA (3) – XIMBURÉ (6)



6° Páreo: Potro de primeira, Um Espetáculo deve pegar bem a grama e mostrar serviço. Olympic Midnight tem boa raça, conta com a eficiência de sua equipe e não deve ficar fora do jogo. Verde-Amarelo é opção viável para os que buscam rateios elevados.

UM ESPETÁCULO (6) – OLYMPIC MIDNIGHT (4) – VERDE-AMARELO (8)



7° Páreo: Olympic Mila e Jasmin Red são maduras no perdedor, rendem mais no gramado e podem decidir. Sempre por perto, Mensagem do Sul pinta como terceiro nome.

OLYMPIC MILA (1) – JASMIN RED (3) – MENSAGEM DO SUL (7)



8° Páreo: Hoje Infinitamente tem sobra e, ainda que esteja reaparecendo, tem destaque no páreo. Vindo de ótima atuação forçando turma, a americana Itacare surge como melhor azar. La Garçonne vem enfrentando provas mais encorpadas.

HOJE INFINITAMENTE (6) – ITACARE (4) – LA GARÇONNE (1)



9° Páreo: Energia Assa e Energia Bela formam forte parelha e são os destaques na abertura do Open Betting. Com Lasix pela primeira vez, Dourada é capaz de voltar a correr bem. Das demais, Our Halo.

ENERGIA ASSA (2) – DOURADA (4) – ENERGIA BELA (7)



10° Páreo: Ambos no claiming pela primeira vez, Parc St. George e Mundo Real aparecem como forças. Com leve destaque ao primeiro, já que vem correndo percursos parecidos com o de hoje. Com qualidade para mais, Olympic World é bom azar.

PARC ST. GEORGE (6) – MUNDO REAL (1) – OLYMPIC WORLD (2)



11º Páreo: Certa Hora vem de excelentes apresentações e deve levar a melhor no fecha da reunião. Espatódia possui duas vitórias neste claiming e pode entrar na briga. Una Mirada e Xena Guerreira são alternativas para os que procuram rateios maiores.

CERTA HORA (9) – ESPATÓDIA (5) – UNA MIRADA (10)


Por Celson Afonso

Gávea, Indicações de Thiago Fernandes para este sábado, 02.07

1º Páreo – Prova das mais equilibradas, onde Heroi do Coqueiro pode engrenar a tempo de levar a melhor. Indio Guerreiro e Ritmo Latino surgem como fortes concorrentes.

2º Páreo – Aliviada no peso e de volta ao gramado, Amiga do Peito leva o nosso voto. A parelha formada por Query Famous e Rhomb Famous é forte adversária. Letre de Cachet, a seguir.

3º Páreo – Apesar da baliza, El Gran Raton é a indicação que se impõe. Poet Keats e Felix surgem como os melhores nomes para a formação da dupla. Questo, a seguir.

4º Páreo – Em mais uma prova equilibrada, Uni Charm conta com o nosso voto. Xangodebakerstreet fica com a formação da dupla. Veneno Fatal e Olympic River, a seguir.

6º Páreo – Verde-Amarelo participou da carreira na última e surge como opção de melhor rateio. Old King Cole, livre das emoções da estréia, fica com a dupla. Laco-Paco, sempre esperado, e o estreante de boa raça Olympic Midnight, também devem ser respeitado.

7º Páreo – Jasmim Red, de volta ao gramado, conta com a nossa preferência. Olympic Mila e Mensagem do Sul surgem como as principais adversárias da nossa indicada.

8º Páreo – Apesar de estar reaparecendo, Hoje Infinitamente surge como a força da prova. La Garçonne vinha enfrentando provas mais encorpadas e deve ser respeitada. Soap Opera e Incorporadora, a seguir.

9º Páreo – Energia Assa, mais aguerrida e de volta ao páreo de turma, leva nosso voto. Our Halo fica com a formação da dupla. Dourada, de lasix pela primeira vez, também deve ser respeitada.

10º Páreo – Vindo para o claiming, Parc St. George pode levar a melhor. Mestre Garboso surge como principal adversário do nosso indicado. Mundo Real e Jubileu, a seguir.

11º Páreo – Certa Hora vem de boas atuações e pode encerrar a reunião. Xena Guerreira fica com a formação da dupla. Chiquement, a seguir. Olho no cânter e na pedra.

Indicações:

1º Páreo – Heroi do Coqueiro (3) – Indio Guerreiro (4) – Ritmo Latino (6)
2 º Páreo - Amiga do Peito (3) – Rhomb Famous (8) – Letrre de Cachet (2)
3 º Páreo - El Gran Raton (10) – Poet Keats (4) – Felix (6)
4 º Páreo - Uni Charm (1) – Xangodebakerstreet (3) – Veneno Fatal (8)
5 º Páreo – Quasi Moda (4) – Sol de Angra (3) – Ximburé (6)
6 º Páreo - Verde-Amarelo (8) – Old King Cole (9) – Laco-Paco (1)
7 º Páreo - Jasmim Red (3) – Olympic Mila (1) – Mensagem do Sul (7)
8 º Páreo - Hoje Infinitamente (6) – La Garçonne (1) – Soap Opera (5)
9 º Páreo - Energia Assa (2) – Our Halo (3) – Dourada (4)
10 º Páreo - Parc St. George (6) – Mestre Garboso (8) – Mundo Real (1)
11 º Páreo - Certa Hora (9) – Xena Guerreira (3) – Chiquement (2)

por Thiago Fernandes

Gávea, velocistas se preparam para o Suckow


Ximburé

Com início marcado para as 13 horas e 45 minutos, onze provas serão realizadas na reunião de hoje no Hipódromo da Gávea. O destaque fica por conta do quinto páreo, o Grande Prêmio Cordeiro da Graça (Grupo II), prova que serve como preparatória para o GP Major Suckow, em 1.000 metros, pista de grama.

Quasi Moda (Christine’s Outlaw), criação e propriedade do Haras Campestre, vem cumprindo destacadas atuações e, livre do Desejado Thunder, pode voltar a vencer. Direção do V.Gil e treinamento fica à cargo do M.R.Lopes.

Sol de Angra (Put It Back), criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do Stud Performance, é animal de grande categoria e deve engrenar na reta a tempo de brigar pela vitória. Ximburé (Wondertross), Haras Pirassununga/ Stud Palurape, ostenta ótima forma e fica como terceiro nome na prova.

Turfe, O ALERTA QUE NOS DÁ O TURFE NORTE-AMERICANO

O ALERTA QUE NOS DÁ O TURFE NORTE-AMERICANO


Numa época em que tanto se fala mas pouco se faz de concreto em termos de turfe único, pedra única e difusão de um simulcasting mais abrangente no turfe brasileiro, convém prestar atenção ao panorama atual desse esporte no cenário norte-americano. Apesar de sua força e tradição, o turfe também sofre com a crise econômica que assola os Estados Unidos, e exemplos para ilustrar não faltam, de leste a oeste do País, conforme mostrou semana passada a revista Blood-Horse.

O governo estadual de Nova York acaba de abrir uma fiscalização oficial em cima da New York Racing Association (NYRA), por conta da sangria no faturamento da entidade – rombo estimado em US$ 11 milhões este ano – e para investigar o simulcasting fechado com Churchill Downs, até agora pouco esclarecido para as autoridades novaiorquinas. Para piorar a situação, Robert Megna, diretor de orçamento do gabinete do governador Andrew M. Cuomo, mandou carta cobrando do presidente da NYRA, Charles Hayward, a falta de interesse da entidade turfística em enviar as informações solicitadas sobres questões fiscais e sobre o simulcasting com Churchill Downs, que teria levado recursos do estado para viabilizar um call center de captação de apostas no Oregon, sob o gerenciamento do famoso hipódromo promotor do Kentucky Derby. Tal fato incomodou a autoridade estadual e despertou a ira do senador republicano Andrew Lanza, em defesa da manutenção dos empregos para os cidadãos novaiorquinos.

Na costa oeste, aproxima-se o início da temporada no prazeroso Hipódromo de Del Mar, em San Diego. As expectativas, no entanto, não são das melhores, como relatou recentemente o jornalista David J. Beltran, de Chula Vista, na Califórnia. Com a diminuição do número de criadores, proprietários e cavalos no Estado, estima-se que o número de potros registrados nos hipódromos caiu em 40%, fazendo assim com que páreos que tivessem 10 inscrições passassem a ter seis. Páreos mais vazios, menor captação de apostas, repercutindo na oferta de prêmios nem sempre tão atraentes como outrora. A situação chegou ao ponto da diretoria do Del Mar Thoroughbred Club oferecer um bônus de US$ 1.000 para aqueles proprietários que transportassem seus cavalos de outros Estados para a Califórnia.

Pouco para compensar o que ainda vinha pela frente. Pressões fiscais sobre o governo estadual levaram o ex-governador Arnold Schwarzeneger, quando no exercício de seu cargo eletivo, a vender a propriedade do Distrito 22 da Divisão de Agricultura do Estado. Ou seja, a área do Hipódromo de Del Mar mais os terrenos utilizados para a Feira do Condado de San Diego.

A situação de Hollywood Park e de Santa Anita não se apresenta melhor. Fontes locais afirmam que este será o último verão do hipódromo localizado em Inglewood, algo que vem sendo dito desde 2008. Já em Santa Anita, a inconsistência das pistas sintéticas (primeiro o cushion track depois o pro-ride) e da nova pista dirt (terra/areia), vem trazendo obstáculos para os treinadores e desapontamento para os apostadores.

Os altos custos destas seguidas mudanças de pista (sempre na casa dos US$ 5 a 6 milhões cada uma), levou a uma situação pré-falimentar a empresa que administrava Santa Anita e o consequente fim da Oak Tree Racing Association. Para completar, a venda consumada e a demolição do Hipódromo de Bay Meadows, em San Francisco, que era considerado um importante ponto de apoio para o turfe californiano, afetaram ainda mais a confiança dos californianos no futuro de suas corridas.

Sob tais condições, Del Mar prepara-se para reduzir neste verão de cinco para quatro o número de dias de corridas, tal como fez Santa Anita em sua última temporada. Uma medida que inicialmente pode acomodar a situação financeira, mas que está longe de ser a solução final para os inúmeros problemas do turfe californiano e de todo o País.

A propagada inserção do turfe na indústria de lazer e entretenimento cai por terra quando se tomam medidas puramente financeiras como essa de reduzir o número de reuniões. O que mostra outra faceta do problema, qual seja, a que os hipódromos não podem mais sobreviver apenas da realização das corridas de cavalos, mas dependem sobretudo do uso racional de suas instalações e equipamentos para promoção de shows musicais, salões de automóveis, exposições de arquitetura e urbanismo, vendas de vestuário, calçados e acessórios, entre outros.

Para estarem inseridos na indústria do lazer e entretenimento, os hipódromos – com seus bares e cafés – precisam estar abertos ao público todos os dias ou quase. Para que isso ocorra, os eventos de marketing serão cada vez mais indispensáveis, além do que, sempre servirão como uma importante renda extra para os clubes e organizações de corridas.

por Cyro Queiroz Fiuza

GP Brasil, Começam as preparatórias para o Meeting

O Jockey Club Brasileiro já respira GP Brasil, funcionários já começam a preparação do maior evento de turfe carioca e nas pistas não é diferente.

Esta semana tem as primeiras preparatórias para as principais carreiras da semana máxima do turfe nacional.

Neste sábado, será disputada a famosa prévia do GP Major Suckow (G1), o Grande Prêmio Cordeiro da Graça (G2), carreira destinada a produtos de dois anos e mais idade, em 1.000 metros na grama. Mas, este ano, os prováveis favoritos na semana do GP Brasil estão de fora da preparatória, já que Desejado Thunder (Stud Alvarenga), que tenta o bicampeonato, e Berlino Di Tiger (Stud Sampaio), revelação “paulista”, correram um G3 em São Paulo na última semana e vão direto na prova principal.


Vale lembrar que o Cordeiro da Graça era uma prova destinada a éguas de três anos e mais idade, também em 1.000 metros, até ofinal dos anos 50. Clareira e Bucarest, por exemplo, venceram a carreira, que depois foi aberta aos machos e passou a ser conhecida como o "trial" para o Suckow.

Já neste domingo, éguas de quatro anos e mais idade encaram os 2.000 metros do GP Adayr Eiras de Araújo – Taça Onze de Julho (G2), que celebra a inauguração do Hipódromo, ocorrida em 1926. Esta prova costuma a indicar a favorita do GP Roberto e Nelson Grimaldi Seabra (G1), no sábado do nosso meeting máximo, o Brasil das éguas.

Convém saber que algumas craques levaram duas vezes este páreo, como Extra, Bucarest, essas nos anos 50 e Fausse Monnaie, nos anos 80. Tivemos ainda casos especiais, como os de Tirolesa (1949,50 e 51) e Queen Desejada (2001), que venceram o Onze de Julho (como então era denominado) e depois desbancaram os machos no GP Brasil (G1). A primeira em 3.000m (o 11 de Julho era à época na milha), a outra em 2.400m, e o páreo preparatório já nos 2.000m.




Por Celson Afonso

Cathrine Weilby, Joqueta

Tarumã, Diretoria anuncia quitação de Prêmios em atraso

A Diretoria do Jockey Club do Paraná informa que foram pagos, na ultima quinta feira, todos os treinadores, jóqueis, cavalariços e segundos gerentes do Hipódromo do Tarumã. Além disso, a Diretoria anuncia que todos os prêmios atrasados serão pagos até o dia 17 de Junho.

JCP

Cavalo Branco, HÁ LUZ NO FINAL DO TÚNEL?

HÁ LUZ NO FINAL DO TÚNEL?

* NA PAUTA - Nesta segunda, 27 de junho, o grupo de revitalização do turfe, criado há alguns anos, integrado pelos presidentes dos Jockeys Clubs e da ABCPCC, esteve reunido em São Paulo para agilizar a implementação da totalização única no simulcasting nacional.

* Não se tem dúvida que a turma continua se mexendo, visando cumprir a promessa do quase Turfe Único, começando pela sincronização das apostas iguais nos totalizadores durante as corridas parceiras, entre Rio, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre.

* A previsão inicial é de que o teste seja feito em agosto durante a semana do GP Brasil, o que muita gente – apostadores – duvida. Promessa nunca faltou. Mas além da falta de recursos financeiros, suspeita-se também da falta de competência. E é aí onde mora o pessimismo.

* Sinceramente ninguém mais quer acreditar nessa história de turfe nacionalmente integrado. Infelizmente, porém, temos de acreditar, pois é, talvez, a última válvula de escape que nos resta.

* LUZ - Continuam cada vez mas na penumbra as corridas noturnas de nossos hipódromos. Pior mesmo estão Tarumã e Cidade Jardim. Os narradores mal enxergam os cavalinhos mas graças ao talento e experiência de anos eles conseguem descobrir quem vem na frente e quem não vem mais: a luz...

* Domingo passado, para quem acompanhava as corridas pela NET, canal 137, o breu, então, foi completo com a tela sem nenhum sinal de cavalo ou voz. Pelo jeito a energia elétrica está como a cavalar: nos ossos. Um esqueleto só.

* CAVALOS - A safra está diminuindo ano a ano: menos cocheiras, menos criadores, menos proprietários, menos entusiasmo. Daqui, Tarumã, dos poucos cavalos que nos restam para a formação dos programas, muitos estão indo para a Gávea e Cidade Jardim em definitivo.

* Alega-se além dos prêmios em atraso que o tutu premiado é pouco animador. O JCP tem se esforçado para contornar a situação, cada vez mais incontornável. Uma crise de difícil gerenciamento, em especial pela diminuição, cada vez maior, da matéria prima: o cavalo.

* Um grande desafio para o novo presidente Cresus Camargo que vai ter se preparar para correr distâncias longas diante de tamanha crise de valores nacionais.

* A crise no turfe é tradicional, mas estranhamente candidato para presidir o JCP é o que não falta. Um amor muito misterioso.

* SITES - Todos os Jockeys Clubs têm um. Alguns bonitos, mas pouco práticos. Justiça se faça, o mais objetivo, mais dinâmico e mais atualizado é sem dúvida alguma o nosso, o do Jockey Club do Paraná.

* Além do replay das corridas em tempo real, que os outros mantêm também, o site paranaense se destaca pela precisão, incluindo, entre muitos itens interessantes, o da relação atual dos cavalos alojados na Vila Hípica, entre veteranos e inéditos (potros e potrancas). A dinâmica virtual é a sua maior virtude.

* A propósito verificando os últimos balancetes das corridas, até maio deste ano, fica claro que o prejuízo é contundente, superior a R$ 60 mil reais por reunião.

* Numa delas, a reunião do dia 25 de maio, o déficit foi de R$ 113.476,10. Com prêmios em atraso e prejuízos crescentes, a saída foi inevitável: apelo bancário de R$ 1 milhão, com o aval do pessoal do futuro shopping, garantido pelo próprio empreendimento.

por Luiz Renato Ribas
ribas@cinevideo.com.br

CURTAS-AMORIM

CURTAS-AMORIM


* Se não tivermos corridas no próximo dia 3/7 (escrevo esta coluna no domingo, 26) terão passados mais de 30 dias que a comunidade turfística cachoeirense não assiste corridas na pista circular do seu prado.

* Não fosse pelo trabalho e dedicação do Joel Gonçalves Paz, que organizou uma reta no final de semana dos dias 11, 12 e 13 de junho, o Alto do Amorim assistiria somente corridas pelas telas dos televisores do Restaurante do Jockey Club de Cachoeira.

* A competição movimentou R$ 38 mil. A campeã foi a égua Vencedora, de Segredo, que venceu o Sal Grosso, de Triunfo, na prova de 375 metros. Ela é treinada pelo competente “Ralo” e pertence ao Sr. Vitor.

* Paralelamente ao torneio, foi disputado um desafio, em 350 metros, onde o vencedor foi o animal Guri, de Vale do Sol (do Sr. Valdeci), seguido de Role (Rio Pardo) e Menina Veneno (Venâncio Aires).

* Esperamos pela finalização dos detalhes que garantirão a realização do GP Cachoeira deste ano, que até então estava a perigo. Detalhes na próxima edição.

Igor Noronha -
igornoronhadefreitas@yahoo.com.br

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Isadora Karlsson, Joqueta

Fazendeiro oferece égua a homem que perdeu animal de estimação no interior de São Paulo

Sensibilizado com a história do faxineiro Cristiano Verola, 28, que perdeu sua égua de estimação em um acidente na terça-feira passada (21) em Serrana (a 313 km de São Paulo), o fazendeiro Juarez Schmitel, 54, decidiu oferecer um outro equino à família do rapaz. O animal, batizado de Estrela, tinha 13 anos e teve que ser sacrificado após sofrer várias fraturas nas patas depois que um carro bater contra a carroça que ela puxava.

No momento do acidente, a carroça estava sendo conduzida por Sebastião Verola, 58, pai de Cristiano. Algum tempo depois da batida, Cristiano chegou ao local, viu a égua Estrela agonizando e chorou junto ao corpo do animal. “Nós somos assinantes do UOL, e eu vi no site a foto do rapaz com a égua, chorando. Foi muito triste”, conta o fazendeiro.

Schmitel mora na zona sul de São Paulo e tem uma fazenda de eucalipto em Itapeva, no interior do Estado, na qual cria burros, carneiros, cavalos e cerca de 80 éguas mestiças das raças manga larga marchador e mineiro. “Eu dou um animal para ele, mando levar até lá, rapidinho. Só preciso saber se ele prefere uma égua ou um cavalo”, disse o fazendeiro à reportagem.

Os animais do fazendeiro, no entanto, terão de ser amansados pela família Verola. “São animais de cela, nenhum de carroça. Eles vão ter que amansar”, afirmou.

Doações
A Prefeitura de Serrana está coletando doações em dinheiro para comprar um animal para a família Verola. De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, as doações estão sendo recebidas pelo Fundo Social de Solidariedade. O objetivo é comprar outro cavalo para o faxineiro, ao custo de R$ 1.500. Já manifestaram interesse em ajudar pessoas de Campinas, São Paulo, Belo Horizonte e moradores de Serrana.

Os interessados em colaborar devem ligar para (16) 3987-1321 ou escrever para imprensa@serrana.sp.gov.br. Até a manhã desta terça-feira (28), a assessoria de imprensa da prefeitura já tinha contabilizado cerca de 90 e-mails, além de dezenas de telefonemas para o Fundo Social de Solidariedade do município.

A ideia é entregar as doações em dinheiro para a família para que os Verola decidam o que fazer: se compram um novo animal ou outra carroça, já que a que tinham ficou completamente destruída pelo acidente.

“Mas, pelo interesse que esse fato despertou, os Verolas vão precisar de um haras para colocar tantos cavalos doados”, disse a assessora de imprensa da prefeitura Aline Faian.

Família
O acidente deixou ferido Sebastião Verola, 58, pai de Cristiano, que perdeu a orelha direita e recebeu vários pontos na cabeça. A égua, embora pertencesse a Cristiano, era usada pelo pai. Sebastião transportava, com a ajuda de Estrela, restos de comida que recolhia na cidade para alimentar os porcos que cria no quintal de casa. Agora, diz, vai ser preciso usar a bicicleta para buscar a lavagem.

“O Cristiano deixava eu usar a égua só duas vezes por semana. Outra condição que ele impunha era não deixar ela se esforçar muito. Quando eu desrespeitava esse acordo, ele brigava comigo”, afirmou o pai no último domingo ao UOL Notícias, com a cabeça ainda enfaixada devido aos ferimentos do acidente.

Estrela era o xodó não só de Cristiano, mas de toda a família, principalmente das três irmãs mais novas, que choraram muito ao saber do sacrifício. “A Estrela era muito mansinha. A gente brincava muito com ela. Está fazendo uma falta muito grande”, disse Juliana, 12. Já Cristiano, segundo os irmãos, dava banhos constantemente em Estrela. A égua foi adquirida pelo faxineiro por R$ 1.400, de forma parcelada.

A família Verola ficou espantada com a repercussão da morte de Estrela e com o interesse das pessoas em doar outro animal. “Gente do Brasil todo, né?”, perguntou Sebastião. A família mora na beira da estrada vicinal que liga Serrana a Altinópolis, onde ocorreu o acidente. Sebastião, a segunda mulher, Jesonita, 37, e os cinco filhos vivem numa casa simples, em cuja entrada está escrito, numa tabuleta em forma de peixe, “Família Verola”.

Cristiano, assim como o pai e a madrasta, é faxineiro. Ele tem paixão por cavalos e frequenta a casa de um vizinho que comercializa animais. “Eu conheço o Cristiano desde quando ele era molequinho. Ele sempre foi louco por cavalos”, afirma o vizinho Sebastião Paulino Caetano, 66, que compra e vende equinos.

*Com reportagem de José Bonato, em Serrana (SP)

Orfevre - Tokyo Yushun - Derby Japones 2011 - Grupo I



Orfevre - Tokyo Yushun - Derby Japones 2011 - Grupo I

Fredrik Johansson, Jockey

Salomão Soifer - Haras Springfield

"Se eu tivesse projeção política, a caneta na mão, eu criaria um órgão que uniria os principais hipódromos do país – os jockeys clubes do Rio, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul - e faria três coisas: cada clube teria seu dia com carreiras exclusivas, ou seja, quando tivesse carreiras no Jockey Clube do Paraná, por exemplo, não haveria programação em outros hipódromos. Assim funciona na Argentina. Outra medida seria a pedra única, a unificação do sistema de apostas. Além disso, criaria uma lei do turfe para que o governo federal colaborasse com todas as pessoas que vivem do turfe e que estão cada vez mais abandonadas. Enfim, falta um órgão que se interesse exclusivamente pelo esporte."

Salomão Soifer

Major Storm: um Storm Cat na criação nacional


Major Storm pertence à A.P.G. Thoroughbreds Stud e está em Piraquara/PR

Em qualquer local onde se ouça falar de turfe no Mundo, o nome de Storm Cat é sinônimo de vitórias. Animal que rompeu limites geográficos através do seu mais do que expressivo legado genético, segue o fazendo através de seus descendentes. E os brasileiros não estão privados do contato com o incrível semental. Major Storm é um bom exemplo.

Nascido em fevereiro de 1999 no Kentucky, Major Storm iniciou a sua campanha logo aos 2 anos. Com esta idade, o crioulo da Overbrook Farm competiu por sete oportunidades: após 4 saídas realizadas entre Keeneland, Churchill Downs e Saratoga, Major Storm obteve, neste último hipódromo, em sua quinta tentativa, a primeira vitória de sua campanha. Ela ocorreu numa eliminatória disputada na distância dos 1.700 metros em pista de grama, onde Major Storm superou o ganhador de grupo II e terceiro na Breeders’ Cup Sprint (gr.I), My Cousin Matt, por 1 corpo e ¾, na marca de 1:43.03.

Depois do seu êxito, Major Storm encarou, em sequência, duas provas clássicas. Na primeira, foi o quarto no Arlington-Washington Futurity (gr.II, 1.600 metros, areia, Arlington Park, ganho por Publication) e depois quinto no Nashua Stakes (gr.III, 1.600 metros, areia, Belmont Park, que teve em Listen Here o seu primeiro colocado). Após a virada da temporada, e da idade, Major Storm competiu apenas por 4 oportunidades aos 3 anos, e novamente, prejudicado por uma falta de sequência e frequência entre as suas exibições, o castanho atuou somente por 3 vezes aos 4 anos. Aos 5, se despediu das pistas com um quarto lugar num allowance disputado em Aqueduct. Ao todo, 15 apresentações e uma vitória na campanha de Major Storm.

Irmão materno de Natural Mine, ganhador do Silver Screen Handicap (gr.III), e descendente da mesma linha da qual parte também o sangue do ótimo Carson City, Major Storm ingressou na reprodução no Brasil, no ano de 2005. Zarco (ganhador do Clássico Prefeito Municipal de Curitiba (L)), Abstrato (primeiro na Prova Especial Duque de Caxias e exportado para Dubai) e Bombardeiro (segundo na Prova Especial Quari Bravo) são os seus principais produtos até aqui.

Major Storm pertence à A.P.G. Thoroughbreds Stud, e por ora se encontra arrendado ao Haras dos Girassóis (Piraquara/PR), responsável também pelo seu alojamento.

O VI Leilão de Coberturas da ACPCPSI/Raia Leve, oferece uma cobertura do Major Storm.!

por Victor Corrêa

Lagoinha: Programa Oficial para sábado, 02/07, 1ª reunião da temporada 2011/2012

No próximo sábado, dia 2 de Julho, será realizada a 1ª reunião da da temporada 2011/2012 em Lagoinha. Com 5 páreos, o início da reunião está marcado para as 14:30min.

Segue abaixo o informativo da reunião. Boa sorte a todos.

1º Páreo - às 14:30min - 1.200m - Prêmio: R$930,00

Animal / Jóquei / Treinador / Proprietário

1- Jet King / SM.Silva / VB.Santos / Maurício Roriz dos Santos
2- Texas Western / AN.Santos / E.Santos / Stud Bruno Hernandez
3- Selvagem / J.Divino / E.Santos / Stud Bruno Hernandez
4- Natalina / J.Gonçalves / JO.Custódio / Stud Anhanguera
5- Dubai Fronteira / M.Macedo / J.Fernando / Haras El Dourado

2º Páreo - às 15:10min - 1.100m - Prêmio: R$930,00

1- Onrush / W.Natgal / W.Natal / Stud Rancho 3
2- Forchetta d’Oro / W.Souza / D.Brandão / Eduardo, Renata e Emanuel
3- Rei Mirim / G.Gouveia / R.Lima / Haras El Dourado
4- Nordvik / AN.Santos / A.Antonio Filho / Stud Ponta Kayana
5- Amore di Job / J.Divino / E.Santos

3º Páreo - 15:50min - 1.000m - Prêmio: R$930,00

1- Orbana / W.Natal / E.Lima / Nelton Zavaris
2- Eternal Sunrise / AN.Santos / E.Santos / Stud Bruno Hernandez
3- Tãntalus / J.Divino / D.Brandão / Stud Morato
4- Danny / SM.Silva / VB.Santos / Stud BBC
5- Talisman Lark / J.Gonçalves / JO.Custódio / Stud Anhanguera
6- Ziazan / M.Macedo / SP.Silva / Stud Teixeira e Gomes

4º Páreo - às 16:30min - 1.400m - Prêmio: R$930,00

1- Leopold / W.Natal / W.Natal / Stud Rancho 3
2- Da-lhe Giant / J.Divino / D.Brandão / Stud Morato
3- Good Force / SM.Silva / A.Gonçalves / Stud São Pedro
4- Early Special / AN.Santos / E.Santos / Stud Bruno Hernandez
5- Quality Mille / G.Gouveia / R.Lima / Haras El Dourado
6- Outubro / - / E.Santos / Stud Marco Antonio

5º Páreo - às 17:10min - 1.609m - Prêmio: R$ 930,00

1- Kaloã / W.Natal / W.Natal / Stud Rancho 3
2- American Samoa / E.Vieira / VB.Santos / Maurício Roriz dos Santos
3- Hidden / J.Divino / AL.Moraes / Stud NG
4- Retrato Falado / SM.Silva / VB.Santos / Stud Mano a Mano
5- Super Trio / M.Macedo / J.Fernando / Haras El Dourado

por Eluan Turino

Cidade Jardim, Quanto e Bella retorna com muita chance no decimo páreo desta sabatina, 02.07.11


Valmir Rocha

a potranca Quanto e Bella retorna, montada pelo campeão Valmir Rocha, no decimo páreo desta tarde em Cidade Jardim.
Vindo de terceiro na sua estréia nas pistas, Quanto e Bella, vem muito bem preparada do Tarumã e conta com seu dorso com o Campeão Valmir Rocha

10o PÁREO (10) 1.300m  GRAMA Aprox.
1 FLECHA BÁSICA 56 1 438 A.M.Souza C.Soledade Stud Anhembi F A 3 RS First American (usa) e Cesta Básica (Roi Normand (usa))
2 ZANZIBAR LOVE 56 2 EST A.C.Silva N.Lima Stud Alvarenga F C 3 RS Know Heights (ire) e Imme (Ghadeer (fr))
" SET AMERICAN 56/3 10 EST Fabio Silva Ap3 N.Lima Stud Alvarenga F C 3 RS First American (usa) e Sete da Amada (Phone Trick (usa))
3 DOUBLE-SECRET 56 3 514 V.Leal V.Fornasaro Haras Santa Verônica F C 3 RS Top Size e Madam Du Bois (Coax Me Clyde (usa))
4 TURBINA DE JATO 56/4 4 483 Jeane Alves A.F.Correia Haras Tuta F C 3 MS Durban Thunder e Hacker (P.T.Indy (usa))
5 FLORAL BOUQUET 56/4 5 412 J.Gulart L.R.Medina (sv) Stud Mayrink F C 3 PR Fahim (gb) e Joanna Who (Jolly Quick)
6 AMADA MIA 56/3 6 EST C.Farias Ap3 N.Souza José Renato Cruz e Tucci F A 3 SP Public Purse (usa) e Inesquecível Lady (Maniatao (arg))
7 PALM SPRING 56 7 EST S.Paiva A.Magalhães Filho Haras Bandeirantes F C 3 SP Giant Gentleman-Usa e Jogada Fatal (Our Captain Willie)
8 THUNDER HEIGHTS 56 8 431 Não Correrá O.Jeronimo Gianni Franco Samaja F C 3 MS Durban Thunder e Bem Amada Heights (Know Heights (ire))
9 QUANTO È BELLA 56 9 467 V.Rocha (pr) M.F.Gusso (pr) Haras Tributo À Ópera F C 3 PR Fahim (gb) e Juju Glory (Minstrel Glory (usa))
10 NENUFARES 56 11 EST J.Henrique A.L.Cintra (cp) Stud Bavaria F C 3 SP Choctaw Ridge (usa) e Binoche (Kenético)
11 DEÍSA 56 12 445 F.Leandro J.Alamos (cp) Stud Eternamente Rio F C 3 RS Dancer Man e European Girl (Choctaw Ridge (usa))
12 ROMANCE 56 13 433 S.Generoso Z.Medeiros (so) Ronaldo Carlos Benini F C 3 PR Fahim (gb) e Reina Dora (Roi Normand (usa))

Cidade Jardim, Quintillion reaparece em Claiming e com muita chance de vence neste sábado em Cidade Jardim


9o PÁREO (9) 1.400m  GRAMA Aprox.

Quintillion retorna, no quinto páreo da tarde, a raia de Cidade Jardim vindo de bonita vitória no Tarumã, muita chance de vitória


1 HARRY (L) 58 1 475 F.Leandro G.S.Lopes Stud Guarajuba M C 6 RS Know Heights (ire) e Crystal Lady (Ghadeer (fr))
2 QUINTILLION 58 2 455 S.Generoso A.Menegolo Neto (pr) Stud H.D. M C 6 MS P.T.Indy (usa) e Ubacaba (Western (usa))
3 METE MEDO* 57/4 3 435 Fabio Silva Ap3 J.M.E.Santo Stud Nova Floresta M C 10 MS Irish Fighter (usa) e Hermitana (Heathen (gb))
4 HAPPY PRINCE 58 4 487 J.Sousa A.Magalhães Filho Stud B.J. M C 8 SP Basim (usa) e Virtuos Miss (Legal Case (ire))
5 PROSCIUTTO (L) 58 5 468 V.Souza P.Nickel Filho Stud Gold Black M C 7 RS Golden Voyager-Usa e Gold Thong (Clackson)
6 RARERIRORU 58 6 484 A.Mesquita G.S.Lopes Thomas Weda Spalding M C 6 RS Our Emblem (usa) e Maravilhosa (Royal Academy (usa))
7 ROSENMANNS (L) 56/4 7 450 J.Gulart E.G.Silva Stud J.C.Z. F T 5 MS Redattore e Exclusively Grey (Ghadeer (fr))
8 KALWAY 58/6 8 439 Ad.Alves C.Soledade Stud Minueto M C 5 SP Now Listen (usa) e União da Conquista (Filago (usa))
*castrado

GÁVEA, CORDEIRO DA GRAÇA É A ATRAÇÃO DESTE SÁBADO, 02.07.11


Quasi Moda uma das forças do Cordeiro da Graça 2011

contando com a participação de seis animais o Grande Prêmio Cordeiro da Graça tem tudo para ser um páreo cheio de emoções. Contando com a participação de Quasi Moda e Sol de Angra que ganham certo destaque não se pode deixar de lado o excelente Ximburé que vem de lindas vitórias em suas ultimas apresentações.

5º PÁREO - 1000 Metros - Grama (
GRANDE PRÊMIO CORDEIRO DA GRAÇA (GRUPO II)
1 TOSS A BUCK (P1) 494 R Costa 53 A Lobo (CT)
2 FOLLOW 506 M Almeida 51 LJ Reis (CT)
3 SOL DE ANGRA 530 M Cardoso 60 V Nahid (CT)
4 QUASI MODA 450 V Gil 57 MR Lopes (CT)
5 ATLANTE 490 D Duarte 60 D Guignoni (CT)
6 XIMBURÉ (P1) 484 H Fernandes 59 A Lobo (CT)

CIDADE JARDIM , HOJE TEM O GRANDE PRÊMIO MINISTRO DA AGRICULTURARIC


AKÁ RIKE UM DOS BONS NOMES DO GRUPO III DESTA TARDE

CONTANDO COM CAMPO MUITO EQUILIBRADO,TEREMOS NA TARDE DESTE SÁBADO EM CIDADE JARDIM, O GRANDE PRÊMIO MINISTRO DA AGRICULTURA ONDE COMPETEM 1O PRODUTOS DE 4 E MAIS ANOS.

7o PÁREO (7) 2.400m  GRAMA Aprox.
GRANDE PRÊMIO MINISTRO DA AGRICULTURA - (GR.III)



1 VON BRAUN 58 1 485 A.M.Souza Emerson Garcia (cp) Haras Guayçara M C 4 RS Miesque´s Son-Usa e Atomic Lady (Roi Normand (usa))
2 Ó DE FILÓ 58 2 454 W.Blandi P.Nickel Filho Haras Santa Camila M C 4 PR Torrential (usa) e Filó (Blush Rambler(usa))
3 AKÁ RIGUÊ 58 3 468 V.Leal G.S.Lopes Stud Dharma M A 4 RS Nedawi (gb) e Hiper Clara (Roi Normand (usa))
4 HOOK THE PIRATE 58 4 486 J.Aparecido A.G.S.Correa (pf) Beverly Hills Stud M C 4 SP Torrential (usa) e Free To Wake (L´emigrant (usa))
5 CÉU DA GUANABARA 59 5 502 V.Souza R.Mesquita Stud Gallarate M T 6 SP Pitu da Guanabara e Surfin´ Safari (Dance Bid (usa))
6 BRENTLEY 58 6 456 F.Leandro M.Gosik Stud Magi & Benevides M C 4 PR Jerry Special e Veronese (Emmson (ire))
7 NENEN DO PAPAI 58 7 519 A.L.Silva N.Lima Haras Bravo Lima M A 4 SP Ojotabe e Edabya (Mandingo)
8 JOYSTICK 59 8 513 Jeane Alves N.Souza Marcelo Catunda Parente Filho M A 5 SP Yagli (usa) e Joking Aside (Midnight Tiger (usa))
9 I WANT THE GLORY 58 9 485 L.Duarte (rj) P.H.Lobo (cp) Stud Farda Amiga M C 4 RS Roi Normand (usa) e Miss Dourness (Ghadeer (fr))
10 UNO AMORE MIO 58 10 500 A.C.Silva A.L.Cintra (cp) New Partners Stud M C 4 RS Signal Tap (usa) e Namoradinha (Royal Academy (usa))

V. Borges sofre acidente nos trabalhos matinais

Um dos destaques da última estatística, o aprendiz de segunda categoria Vagner Borges se acidentou quando trabalhava uma potranca logo pela manhã desta sexta-feira .

Borges foi prontamente atendido pelo serviço medico do Jockey Club Brasileiro, onde levou três pontos no cotovelo. O aprendiz ainda foi levado ao Hospital São Lucas por Paulo Mileno, administrador da Escola de Aprendizes, pois reclamava de dores no pescoço, mas nenhuma fratura foi constatada.

Como está suspenso, V. Borges já não montava neste fim de semana, mas está esperançoso em assinar para o próximo conjunto de programas.

“Dos males o menor. Achei que tivesse sido algo sério, pois estava com muitas dores. Acredito que consigo montar na próxima semana. Vou conversar com os médicos na segunda, para tentar a liberação.” Afirmou o piloto por telefone.



Por Celson Afonso – Colaboração: Paulo Mileno

V. Borges sofre acidente nos trabalhos matinais

Um dos destaques da última estatística, o aprendiz de segunda categoria Vagner Borges se acidentou quando trabalhava uma potranca logo pela manhã desta sexta-feira .

Borges foi prontamente atendido pelo serviço medico do Jockey Club Brasileiro, onde levou três pontos no cotovelo. O aprendiz ainda foi levado ao Hospital São Lucas por Paulo Mileno, administrador da Escola de Aprendizes, pois reclamava de dores no pescoço, mas nenhuma fratura foi constatada.

Como está suspenso, V. Borges já não montava neste fim de semana, mas está esperançoso em assinar para o próximo conjunto de programas.

“Dos males o menor. Achei que tivesse sido algo sério, pois estava com muitas dores. Acredito que consigo montar na próxima semana. Vou conversar com os médicos na segunda, para tentar a liberação.” Afirmou o piloto por telefone.



Por Celson Afonso – Colaboração: Paulo Mileno

Cidade Jardim, Grande Prêmio Luiz Fernando Cirne Lima é uma das atrações para este sábado, 02.07.11


6o PÁREO (6) 1.800m  GRAMA Aprox.
GRANDE PRÊMIO LUIZ FERNANDO CIRNE LIMA - (GR.III)

PREPARDO PELO TREINADOR OLAVO JERONIMO, A HEROINA DO ULTIMO OSAF, GRAND I ASK RETORNA, COM MUITA CHANCE NO GRANDE PRÊMIO LUIZ FERNANDO CIRNE LIMA



1 HOLD ME TIGHT 59 1 451 W.Blandi Emerson Garcia (cp) Coudelaria Jessica F C 5 RS Roi Normand (usa) e Indian Blossom (usa) (Fred Astaire (usa))
2 BERNAISE 59 2 449 A.C.Silva E.P.Costa Haras Figueira do Lago F C 5 SP Mark Of Esteem (ire) e Private Party (Soberbo)
3 PARIS-IT 58 3 445 F.Leandro A.L.Cintra (cp) Stud Aruba F C 4 SP Astor Place (ire) e Pari Zana (Choctaw Ridge (usa))
4 NO EXCUSES 59 4 451 L.Duarte (rj) M.Singnoretti Stud Tobruk F A 6 RS Patio de Naranjos e Noose Love (Dodge (usa))
5 RENÂNIA 59 5 489 V.Leal W.G.Tosta (jag) Haras Tango F C 5 MS Redattore e Flor do Blitz (Minstrel Glory (usa))
" VERDENA 59 8 439 J.Ventura W.G.Tosta (jag) Haras Tango F C 5 SP Fantastic Dancer e Lancesca (Nugget Point (ire))
6 MIA ROMA 59 6 517 J.Henrique J.L.Aranha ++ Stud Engenho Bom Nome F C 5 SP Roi Normand (usa) e Miss Dance (Dance Bid (usa))
7 GRAND I ASK 58 7 451 A.M.Souza O.Jeronimo Gianni Franco Samaja F A 4 SP Yagli (usa) e Ola I Ask (Grimaldi)
8 SRA.DONDOCA 59 9 458 N.A.Santos A.L.Cintra (cp) Stud Taquary F A 5 SP Yagli (usa) e Honeymoon Delight (Doyoun (ire))
9 PURA CLASSE 58 10 485 R.Maia Eduardo Garcia Stud Farda Amiga F C 4 RS Grand Slam (usa) e Secret World (arg) (Careafolie (ire))
10 RED´S SONG 59 11 506 A.L.Silva G.S.Lopes Stud Irmãos Magi F C 5 MS Red Runner (usa) e Heidi´s Song (Clackson)

Turfe, lazer, entretenimento e marketing

A propagada inserção do turfe na indústria de lazer e entretenimento cai por terra quando se tomam medidas puramente financeiras como essa de reduzir o número de reuniões. O que mostra outra faceta do problema, qual seja, a que os hipódromos não podem mais sobreviver apenas da realização das corridas de cavalos, mas dependem sobretudo do uso racional de suas instalações e equipamentos para promoção de shows musicais, salões de automóveis, exposições de arquitetura e urbanismo, vendas de vestuário, calçados e acessórios, entre outros.

Para estarem inseridos na indústria do lazer e entretenimento, os hipódromos – com seus bares e cafés – precisam estar abertos ao público todos os dias ou quase. Para que isso ocorra, os eventos de marketing serão cada vez mais indispensáveis, além do que, sempre servirão como uma importante renda extra para os clubes e organizações de corridas.


Cyro Queiroz Fiuza

Diego Viera comenta suas incrições comenta suas inscrições para esta sexta , 01/07

Recém radicado no turfe carioca, Diego Viera (foto), 26 anos, vem de uma família diretamente envolvida com o esporte. Começou treinando cavalos nas retas com 14 anos, depois foi para o prado do Tarumã e agora veio tentar a sorte no Rio.

Com boas inscrições na reunião, D. Viera espera começar bem esta nova temporada e comentou as chances de seus pensionistas.



3º Páreo:

EAST FALKLAND- Trabalha bem e não confirma. Costuma a correr bem nos primeiros metros, mas se entrega muito cedo. Hoje vou pedir para corrê-lo mais poupado para ver se da certo.

IMPLEXO FIGHTER- Vinha de encarar um páreo duro no Paraná e foi bem em sua estréia por aqui. Agora está mais aclimatado e gosto muito da corrida.



6º Páreo:

RIPAPIBAQUÍGRAFO- Chegou muito bem, o páreo está bom e, caso não sinta a viagem, deve brigar pela vitória.



9º Páreo:

PERFECT LARK- Essa égua tem uma campanha meio confusa, mas é boa. Foi muito bem na grama em sua primeira atuação na Gávea, na última eu também esperava boa apresentação, mas ela disparou no cânter e correu assim mesmo. Não podia ir bem né!? Hoje, mesmo contra os machos, vai render mais.



Por Celson Afonso

Gávea, indicações de Celso Afonso para esta sexta, 01/07

Melhor páreo da reunião, o quarto do programa é destinado a éguas de quatro anos sem mais de duas vitórias. A carreira, em 1.400 metros na pista de areia, reúne sete boas concorrentes e também se destaca pelo equilíbrio.

Umbria (foto) costuma correr para uma atropelada, pode ter ritmo favorável e é uma das forças da prova. Filha de Gilded Time e Carmina Burana, por Southern Halo, a castanha tem em sua companheira de cocheira (não parelha), Starlove (Haras Anderson), sua principal oponente. Umbria foi criada pelo Haras Anderson e defende o Stud Gold Horse.

Folia Encantada (Haras Nacional), Olympic Bombom (Magno Soares Guedes da Silva), Explora (Stud Red Rafa), Unbeliaveble Lady (Haras Anderson) e Vague Nouvelle (Marlene Fernandes Serrador) são as outras participantes do páreo.

Hoje na Gávea serão corridas nove provas, com a primeira marcada para as 17h. O Pick 7 começa no terceiro páreo, enquanto o Open Betting, com R$10.000,00 de bonificação, no sétimo da reunião.

Abaixo as indicações e boa sorte!



1° Páreo: Novamente no claiming, Barcelona Xhow tem boa chance para emplacar sua primeira vitória. True Exótica também é atrasada no páreo e fica como segundo nome. Lady Tay, ligeira e bem balizada, pinta como melhor azar da carreira.

BARCELONA XHOW (4) – TRUE EXÓTICA (5) – LADY TAY (3)



2° Páreo: Oh Carol volta de merecido descanso e pode atropelar a tempo de levar a melhor. Muito veloz, Gata Em Casa deve tomar a frente e, numa dessas, não para mais. Ring My Bell, a seguir.

OH CAROL (1) – GATA EM CASA (4) – RING MY BELL (6)



3° Páreo: Randello já está maduro no perdedor e tem nova oportunidade para vencer. Depois de boa demonstração, Implexo Fighter não deve ficar fora do Pick 7. Dos demais, East Falkland.

RANDELLO (4) – IMPLEXO FIGHTER (8) – EAST FALKLAND (2)



4° Páreo: Páreo perigoso, onde, Umbria é capaz de entrar na briga pela vitória com bom rateio. Starlove foi a escolhida do Jorge Leme, conta com o reforço de Unbeliaveble Lady e é encrenca certa. Vague Nouvelle tem carreira para endurecer.

UMBRIA (1) – STARLOVE (2) – VAGUE NOUVELLE (7)



5° Páreo: Sábado de Sol e Juguete parecem bem colocados na turma e devem decidir a parada. Levando grande vantagem no peso, Video Gall é o principal inimigo da dupla indicada.

SÁBADO DE SOL (2) – JUGUETE (4) – VIDEO GALL (7)



6° Páreo: Ripapibaquígrafo traz boa campanha do Paraná, mas, como vinha atuando medicado com Lasix e antiinflamatório, merece apenas um leve destaque. Em forma, Comando Fatal deve vender caro a derrota. Cartão postal pode voltar a correr bem.

RIPAPIBAQUÍGRAFO (4) – COMANDO FATAL (8) – CARTÃO POSTAL (5)



7° Páreo: Mantido em excelente estado, Quanto Vale agora encara o páreo de quatro vitórias e é força. Gran Reni vem enfrentando turmas mais encorpadas e deve correr bem. Golden Gadget fica na expectativa briga intensa entre os indicados para poder engrenar a tempo.

QUANTO VALE (3) – GRAN RENI (7) – GOLDEN GADGET (2)



8° Páreo: Gino-Ferri venceu, convenceu e pode marcar mais um ponto para a simpática jaqueta do Stud Gargamel. Com sobra no páreo, Selo Guri merece atenção na hora de montar as acumuladas especiais. Don Talk volta descansado e ameaça.

GINO-FERRI (1) – SELO GURI (3) – DON TALK (8)



9° Páreo: Adriano Imperador e Aforada são os animais de melhor “papel” na prova e prometem belo duelo, da partida a chegada, pelo primeiro posto. Night Runner e a parelha do Haras Iposeiras, Invicto e Yitrium, são as outras forças da carreira.

ADRIANO IMPERADOR (1) – AFORADA (3) – NIGHT RUNNER (11)


Por Celson Afonso

Molengão: jeito americano, feito no Brasil

Molengão pertence ao Stud TNT e está alojado em Bagé

Mesmo com praticamente toda a sua campanha tendo sido desenvolvida nos Estados Unidos, e com um “jeitão” de meio-fundista norte-americano, Molengão é produto tipicamente brasileiro. Continuador de Royal Academy, o neto de Locris é filho de uma das mais importantes matrizes do turfe brasileiro, a ganhadora de grupo I Court Lady.

“Cria” do Stud TNT no ano 2001, Molengão estreou aos 3 anos, em julho de 2004, no Hipódromo da Gávea. A corrida em questão era uma eliminatória, na distância dos 1.300 metros em pista de areia, onde Molengão, vencendo por mais de 11 corpos, cravou assombrosos 78 segundos para a distância. A vitória chamou tanta atenção que abandonar o “perdedor” foi o bastante para o alazão ser enviado para os Estados Unidos. Estreando no Hemisfério Norte em março de 2008, Molengão obteve a sua primeira vitória no mês seguinte, num allowance, disputado em Hollywood Park, na distância dos 1.700 metros na areia.

Depois de finalizar fora do marcador no Californian Stakes (gr.II) e obter dois terceiros em allowances, Molengão abriu o ano de 2005 vencendo um allowance em Santa Anita, em 1.700 metros na areia. Quarto no All American Handicap (gr.III, 1.700 metros, areia, Golden Gate), Molengão voltou para a chamada do allowance, onde foi quarto, e depois arrematou em sexto no Charles Wittingham Memorial Handicap (gr.I). Suas primeiras experiências bem sucedidas na esfera clássica vieram em seguida, com um segundo no Sunset Breeders’ Cup Handicap (gr.II, 2.400 metros, areia, Hollywood Park) e um terceiro no Native Diver Handicap (gr.III, 1.800 metros, areia, Hollywood Park).

O San Antonio Handicap (gr.II, 1.800 metros, areia, Santa Anita) marcou a primeira conquista clássica de Molengão, que logo na sequência perderia páreo sem nome para Lava Man no Santa Anita Handicap (gr.I, 2.000 metros, areia). Vitorioso no Mervyn Leroy Handicap (gr.II, 1.700 metros, areia, Hollywood Park), Molengão arrematou em quarto na Hollywood Gold Cup (gr.I, 2.000 metros, areia, Hollywood Park), encerrando sua campanha com uma descolocação no San Pasqual Handicap (gr.II). “Passando a régua”, foram 5 vitórias em 17 saídas, e pouco mais de US$ 600 mil em prêmios.

Molengão ingressou na reprodução no Brasil, em 2008. Ele pertence ao TNT, e está alojado na base da própria coudelaria, em Bagé/RS.

O VI Leilão de Coberturas da ACPCPSI/Raia Leve oferece uma cobertura do Molengão.
os lances já estão valendo e vencerá a maior oferta que tiver sido apresentada até as 21 horas do dia 13 de julho próximo

por Victor Corrêa
www.raialeve,com.br

Cidae Jardim, dupla preparada do Tarumã corre com muita chance no terceiro páreo deste sábado, 02.11


o terceiro páreo desta tarde em Cidade Jardim apresenta , dois estreantes, que vem prontos do Tarumã e que com contam com muita chance de vitória e que são Dyana Style que já tem vitória do Paraná e Soly Noche
Dayna Style

3o PÁREO (3) 1.000m  GRAMA

1 DOMIN-BILE* 55 1 488 S.Generoso S.S.Leite Stud Cortex M C 5 SC Impeccabile e Dominguinha (Question Mark)
2 OPERANTE TEX 55 2 462 A.C.Silva N.Lima Stud Personal Friends M A 5 RS Tostex e On Advance (Western (usa))
3 SKYDIVER 58/6 3 480 L.Salles Ap2 C.Soledade Stud Anhembi M C 4 MS Siphon e Maravilha de Bagé (Hampstead (uru))
4 BIG HASTY 58/5 4 442 Fabio Silva Ap3 A.F.Correia Haras Bigão M C 4 RS Surreal (arg) e Big Karina (Carnival Baby (usa))
" BIG GARRIDO 55/3 6 454 Jeane Alves A.F.Correia Haras Bigão M A 5 RS Top Size e Big Karina (Carnival Baby (usa))
5 ETHERNA ALADA 56/4 5 496 J.Gulart E.Gosik Luiz Fernando Cirne Lima F C 4 RS Mensageiro Alado e Etherna Fighter (Notation (usa))
6 DAYANA STYLE 56 7 EST F.Leandro L.Verissimo (pr) Haras das Azaleias F C 4 RS More Style (usa) e Roleta da Sorte (Ghadeer (fr))
7 SOL Y NOCHE 58 8 EST V.Rocha (pr) F.Azevedo (pr) Haras Belmont Ltda. M A 4 PR Romarin e So China Sea (Ayrton S (usa))
" SEREIA 56 9 496 Não Correrá F.Azevedo (pr) Haras Belmont Ltda. F C 4 MS Blade Prospector e Melhor Hora (Minstrel Glory (usa))

MANGA-LARGA MARCHADOR

Cidade Jardim, paranaenses com muita chance no segundo páreo de Hoje, 02.07.11


Shoot Star

no segundo páreo desta tarde em Cidade Jardim ganha destaque os animais, preparados no Tarumã, Shoot Star vencedor do GP Turfe Paranaense 2010, Silversmith e Spandali Ballet.
e outra atração que este páreo reserva é a presença dos campeões das estaticas do Tarumã, os Joqueis V Rocha e Z M Rosa.

2o PÁREO (2) 1.100m  AREIA Variante

1 SHOOT STAR 54 1 EST Z.M.Rosa (pr) J.Cesar (pr) Stud Tobias M C 4 MS Blade Prospector e Ungida (Burooj (gb))
2 SILVERSMITH 57 2 507 V.Rocha (pr) F.Azevedo (pr) Haras Belmont Ltda. M A 4 MS Blade Prospector e Loyal Glory (Minstrel Glory (usa))
3 SPANDALI BALLET (L1) 54 3 529 W.Blandi L.R.Feltran (pr) Stud A.M.L. M C 4 MS Blade Prospector e Meiga Senhorita (Minstrel Glory (usa))
4 JET BLACK 54 4 482 A.Mesquita P.S.Lopes Orlando Mirabelli Junior M C 4 PR Inexplicable (usa) e Robra (usa) (Roberto (usa))
5 ZÉ DIAMANTE 54/2 5 468 Jeane Alves A.F.Correia Wagner Bernardino da Silva M C 4 MS Blade Prospector e Nameless (Baligh (ire))
6 SPY MAN 54/2 6 493 Ad.Alves C.M.Silva Nelson Stradiotto M A 4 RS Boy Man e Ibiraquera (Reinhold)

Turfe, Assuntos do momento

ASSUNTOS DO MOMENTO

O Jockey Club de São Paulo, agora com uma nova e eficiente diretoria, fixou as dotações dos páreos comuns para Temporada Hípica 2011/2012, isto é, a partir do dia 1º de julho de 2011. Para os 3 anos de idade foram fixados 6.500 reais, para os 4 anos R$ 6.200,00, e para os 5 e mais anos R$ 5.000,00. Deve ser lembrado que em Cidade Jardim não há chamada específica para os animais de 6 e mais anos, como o que ocorre no JCB. Os novos valores citados, a serem praticados a partir de julho, representam boa melhoria, uma boa indicação de que a nova diretoria enxerga uma luz no fim do túnel. O JCB ainda não se manifestou a respeito, mas no entender geral dos turfistas as dotações deverão ou poderão acompanhar a mudança de idade, isto é, pelo menos R$ 7.260,00 para os 3 anos. A se confirmar à previsão, o Rio continuaria com os melhores prêmios do país, mas ainda longe do mínimo indispensável e necessário. Louve-se o esforço de São Paulo, que parece estar emergindo de uma negra fase

por Milton Lodi

Tarumã, Favoritos da Cronica para as carreiras desta sexta, 01.07

1º Páreo: Distinto 06 (4) - Florenzo 03 (2) - Ever Speed 02 (1) - Cuore Valente 05 (1)

2º Páreo: Tomahawk Fly 01 (7) - Black Paloma 07 (1)

3º Páreo: Prega Fogo 02 (3) - El Negro 05 (3) - Uruguayo Di Punta 04 (2)

4º Páreo: Doctor Stoke 03 (4) - Nobre do Pampa 01 (2) - Segredo 04 (1) - Dourado 05 (1)

5º Páreo: Bun Di Bun An 06 (6) - Callao 01 (1) - Dom Valdo 05 (1)

6º Páreo: Olympic Purse 04 (3) - Dame Time 01 (2) - Sentimental Tear 05 (2) - Doce Veneno 06 (1)

7º Páreo: Bambina D’Fiore 06 (6) - Pardal Fighter 05 (2)

8º Páreo: Senhor Gentil 01 (7) - Jessy 05 (1)

9º Páreo: Expresso Prateado 02 (5) - Cannonball 03 (1) - Crazy Life 05 (1) - Victoria Lake 06 (1)

10º Páreo: Vigília 06 (4) - Madrileno 01 (2) - Barbarian Runner 07 (2)

Nos bastidores da Madalena

Nos bastidores da Madalena

1. O ano hípico 2010-2011 da Madalena encerrou-se com a realização de 26 reuniões turfísticas, atingindo a meta da atual e da antiga Diretoria. No próximo final de semana, 1ª. Corrida da nova temporada, serão homenageados os campeões das estatísticas agora finalizadas.

2. Entre os PROPRIETÁRIOS o campeão, repetindo mais uma vez foi o STUD CORTEZ PE dos apaixonados turfistas Marco e Marcio Cortez:

1º. STUD CORTEZ PE.........................25 VITÓRIAS
2º. STUD SILVER BLUE STAR..............15 VITÓRIAS
3º. STUD SAMPAIO............................13 VITÓRIAS
4º. HARAS BONGY..............................9 VITÓRIAS

3. O aprendiz R.D.LIMA foi o campeão entre os JOQUEIS com apenas 1 vitoria de diferença para o também aprendiz ANDERSON PAIVA:

1º. R.D. LIMA (ap).............................25 VITÓRIAS
2º. A. PAIVA (ap)...............................24 VITÓRIAS
3º. J. JULIO.......................................21 VITÓRIAS
4º. F. DAVIDSON...............................14 VITÓRIAS
5º. J. MARINHO.................................10 VITÓRIAS

4. ALEXANDRE MAGNO, mais uma vez ganhou disparado a Estatística de TREINADORES:

1º. A. MAGNO....................................34 VITÓRIAS
2º. I. FERREIRA.................................20 VITÓRIAS
3º. P. NASCIMENTO...........................13 VITÓRIAS
4º. R. GOMES....................................12 VITÓRIAS
4º. M. L. MACIEL................................12 VITÓRIAS

5. O 3 anos RECIFE (Astor Place) alem de ser o ANIMAL maior ganhador da temporada, tornou-se a mais importante revelação em nosso turfe:

1º. RECIFE (3 a. Astor Place)......................8 VITÓRIAS
2º. UPPER WINNER (6 a. Dancer Man)........5 VITÓRIAS
2º. PERTURBADA (3 a. Our Emblem)…………5 VITÓRIAS
2º. VUFT (6 a. Boatman)………………………….5 VITÓRIAS

6. Entre os CRIADORES, destaque absoluto para o HARAS PIRASSUNUNGA, sediado na cidade do mesmo nome em São Paulo:

1º. HARAS PIRASSUNUNGA......................18 VITÓRIAS
2º. HARAS NOVO MOSSORÓ......................8 VITÓRIAS
3º. HARAS PONTA PORÃ............................7 VITÓRIAS
4º. HARAS XARÁ/MINERAL PARK................6 VITÓRIAS

7. WONDERTROSS (USA), no ano que se destacou entre os REPRODUTORES, brindando a criação nacional com o extraordinário XIN XU LIN (3 a. Haras Pirassununga), também levou o laurel do melhor na Madalena:

1º. WONDERTROSS (USA)........................12 VITÓRIAS
2º. DANCER MAN......................................9 VITÓRIAS
3º. ASTOR PLACE......................................8 VITÓRIAS
3º. OUR EMBLEM......................................8 VITÓRIAS
3º. TORRENTIAL.......................................8 VITÓRIAS
3º. BOATMAN...........................................8 VITÓRIAS

8. É grande a expectativa para o GRANDE PREMIO MANOEL MEDEIROS que será corrido em 2.200 m no próximo dia 17 de Julho. É esperada a estréia dos ótimos TATAMOVITCH, RINCHO, QUANTO MAIS, VERANO, etc. para enfrentarem os “pernambucanos” TANGO ARRABALERO, YES BOOK, ISTAMBUL, ILANO, etc. Surpresas poderão acontecer na formação do campo da prova.

9. Proprietários da Madalena adquiriram 5 animais no LEILÃO DE TREINAMENTO, realizado no tatersall de Cidade Jardim, no domingo passado. Numa iniciativa da DIRETORIA DO JOCKEY e da Agencia PROTURFE, todos acompanharam ao vivo e com linha telefônica direta com o Leilão, na confortável cocheira do HARAS DEPIGUÁ, de Carlinhos Baltar.

por “Bento Magalhães”

Tarumã, Forfaits antecipados para hoje, 01.07

Forfaits Antecipados


A Comissão de Turfe divulgou, na tarde de hoje os forfaits antecipados para sexta-feira. Não serão apresentados:

1º Páreo: THINKA’S BOY (04)

2º Páreo: FAST GAIS (05)

5º Páreo: CALLÃO (01)

Tarumã, Diretoria anuncia quitação de Prêmios em atraso

A Diretoria do Jockey Club do Paraná informa que foram pagos, ontem, todos os treinadores, jóqueis, cavalariços e segundos gerentes do Hipódromo do Tarumã. Além disso, a Diretoria anuncia que todos os prêmios atrasados serão pagos até o dia 17 de Junho.

JCP

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Tarumã, Homenagem a Carlos Mazza


Um ótimo programa com 10 páreos foi formado pela Comissão de Corridas do Jockey Club do Paraná para a próxima sexta-feira, 1º de julho, no Hipódromo do Tarumã.
No 7º páreo será realizado o Prêmio "CARLOS MAZZA" - (in memorian) , uma singela homenagem ao Presidente do Jockey Club de Pelotas, recentemente falecido.

7º PÁREO - 1.400 METROS - ÀS 19h55 - Prêmio "CARLOS MAZZA"

1 - KÁRMINE (L) - G.Macedo - 1-55
2 - BOÊMIO ALEGRE (A) - M.Beatriz - 2-57
3 - CASUAL LIFE (A) - L.C.Santos Jr. - 3-55
4 - ANNY DI NORDICA (A) - R.Araujo - 4-55
5 - PARDAL FIGHTER (A) - B.Ardiles - 5-57
6 - BAMBINA D’FIORE (A) - Z.M.Rosa - 6-55

por Roberto Micka