Jeane Alves

Jeane Alves
Vitória de G 1 com Equitana

sábado, 9 de outubro de 2010

PRINCE WILL I AM

PRINCE WILL I AM COM JOSÉ LEZCANO VENCEMDO O JAMAICA HANDICAP EM BELMONT

SMILING TIGER

SMILING TIGER COM RUSSEL BASE VENCENDO O ANCIENT TITLE STAKEX

POTROS EM CRESCIMENTO - PARTE IV


Manutenção

Durante a primavera e o verão, uma mistura boa de pastagem e leguminosas e feno, pode ser tudo que um sobreano necessita para um crescimento regular. Entretanto a forragem deve ser analisada para assegurar-se que está satisfazendo todas as suas necessidades nutricionais.

O aumento de pêso médio diário de um sobreano é de l a l,25 libras (450 a 550 gramas) até os 18 meses de idade.
"Quem os quer fracos como um palito ?", disse Ralston.

Queremos uma figura esbelta, delgada onde não se possa ver suas costelas mas apenas sentí-las. Isso é o ideal".

No caso de um sobreano que obtém a maioria de suas necessidade de um pasto, o proprietário deve assegurar-se de que há suficiente pasto para manter uma dieta apropriada.

Um sobreano necessita de 25 a 35 kg de matéria sêca para cada 45 kg de pêso vivo, o que equivale em uma pastagem de qualidade que cresce ativamente a uma taxa de 18 animais por alqueire.

"Existem vários estudos da Texas A&M que demonstram que os sobreanos podem crescer a uma taxas moderada somente com pastagem assistida", disse Gibbs

"Um sobreano pastando por cêrca de 15 horas por dia ganhará aproximadamente meio quilo se tiver acesso a uma pastagem de boa qualidade. Os criadores que não tiverem pressa no desenvolvimento do sobreano podem utilizar uma variedade de bermuda consorciada com pastagens de inverno, para assim dispor de boa pastagem o ano todo".

Sem dúvida, durante o calor do verão ou uma sêca, a pastagem pode alterar e perder seu valor nutricional. Uma pastagem pobre pode alterar a taxa de crescimento de um sobreano. Aí é quando sua dieta deve ser suplementada com feno de qualidade e concentrados.


Um sobreano solto em pastagem de qualidade por aproximadamente
15 horas por dia ganhará aproximadamente 500 gramas por dia.

.

AKÁ RIGUÊ VENCE O CLÁSSICO PRESIDENTE FIRMINO PINTO


AKÁ RIGUÊ, NEDAWI EM HIPER CLARA, JOQUEÍ IVALDO SANTANA, TREINADOR VALTER LOPES,
CRIAÇÃO E PROPRIEDADE DO STUD DHARMA, VENCEDORA DO CLÁSSICO PRESIDENTE FIRMINO PINTO,
2400 METROS - GRAMA

JÉCA VAI CORRER EM CIDADE JARDIM


Líder de sua geração no Tarumã, e tendo competido como favorito no último Grande Prêmio Paraná (gr.I), onde arrematou fora do marcador, o alazão Jéca (Inexplicable), de criação do Haras J.B.Barros e propriedade do Haras Rio Iguassu, já tem definida a próxima apresentação de sua campanha.

Segundo informação de Luiz Felipe Pelanda, um dos titulares do Haras Rio Iguassu, Jéca deverá ser inscrito num páreo de turma em Cidade Jardim, programado para o fim de semana do dia 23 de Setembro, na distância dos 2.000 metros em pista de grama.

“Apesar de ter corrido bem abaixo do esperado no GP Paraná, o Jéca não apresentou qualquer problema ou anormalidade, e segue muito bem. Vamos ver como ele se comporta na grama e, dependendo do resultado, poderemos tentar o Derby com ele”, explicou Pelanda.

Vencedor dos Clássicos ABCPCC e Criadores, ambas provas de listed race disputadas no Tarumã, Jéca conta com 4 vitórias em 6 apresentações produzidas em Curitiba.

por Victor Corrêa/Raia Leve

HENDERSON FERNANDES "O JOQUEÍ"


HENDERSON FERNANDES FOI SENSACIONAL NA REUNIÃO DESTE SÁBADO NA GÁVEA CONQUISTANDO A ESPETACULAR MARCA DE 7 VITÓRIAS EM 12 PÁREO, IGUALANDO O RECORD DE JORGE RICARDO.
HENDERSON VENCEU COM QUIET NIGHT,CLOSE TO HOME,TELL IT TO,ELEITA DO SINVAS,PÃO DE MEL, SENHOR SPEED E RUBAIYAT.

MAYLAN STUDART - FOTO DO DIA

ROBERTO - INDICAÇÕES CIDADE JARDIM SÁBADO 08/10


1o Páreo: Ed american (5) - Ripapibaquigrafo (3) - Indio Veloz (2)
2o Páreo: Stormy Hopeful (1) - Mamma Maria (4) - France Conely (2)
3o Páreo: Always Fantasie (1) - Don Sawer (5) - Itacaré (7)
4o Páreo: Conde Du Bois (7) - Bundestag (1) - Let Me Try (2)
5o Páreo: Cinzento (7) - Paradise Beach (1) - Abandalhado (4)
6o Páreo: Milwalker (3) - Da-lhe meu Corredor (6) - Outro Corredor (7)
7o Páreo: Fawkes (8) - Aka Rigue (1) - Emblema Real (4)
8o Páreo: Great Warrior (7) - Lost Lion (2) - Hakuhou (3)
9o Páreo: Blessed Nugget (4) - Caro da Guanabara (3) - Kim Dream (1)
10o Páreo: Ama-Tiri (9) - Verano (4) - Ask Me Not (8)

por Roberto Micka

ROBERVAL - INDICAÇÕES GÁVEA SÁBADO08/10


1º Páreo: Nº 03 Revel Famous - Nº 01 New Eagle

2º Páreo: Nº 04 Moving The Earth - Nº 02 Quiet Night

3º Páreo: Nº 06 Close To Home - Nº 03 Senhor Fausto
4º Páreo: Nº 04 Seu Pereira - Nº 03 Ultimate Power

5º Páreo: Nº 03 Tell It To – Nº 01 Betacaroteño

6º Páreo: Nº 05 The Best Winter – Nº 07 Gino-Ferri
7º Páreo: Nº 04 Nostra Bomb - Nº 07 True Bleu

8º Páreo: Nº 03 Vizinho – Nº 04 Navajo Hurricane

9º Páreo: Nº 06 Pão De Mel – Nº 05 Bruxa Pedritense
10º Páreo: Nº 10 Tenente Dodge - Nº 03 Hurry You

11º Páreo: Nº 05 Orange Sky - Nº 03 Top-Fly

12º Páreo: Nº 01 Pour Alado – Nº 07 El Lili – Nº 09 Destacado King – Nº 06 Kirsten – Vale a quadrifeta combinada

ROBERVAL - INDICAÇÕES CIDADE JARDIM SÁBADO 08/10


1º Páreo: Nº 05 Ed American - Nº 02 Indio Veloz

2º Páreo: Nº 02 France Conely – Nº 04 Mamma Maria

3º Páreo: Nº 01 Rainha Da Raia/Always Fantasie - Nº 07 Itacare(USA)

4º Páreo: Nº 04 Zé Bonito – Nº 05 Patetão

5º Páreo: Nº 07 Cinzento – Nº 01 Paradise Beach

6º Páreo: Nº 06 Da-Lhe Meu Rei – Nº 01 Unificazone

7º Páreo: Nº 08 Fawkes – Nº 01 Aká Riguê - Nº 03 Cabeção

8º Páreo: Nº 07 Great Warrior – Nº 02 Lost Lion

9º Páreo: Nº 04 Blessed Nugget – Nº 03 Caro Da Guanabara

9º Páreo: Nº 09 Ama-Tiri - Nº 08 Ask Me Not - Nº 04 Verano – Nº 05 Software - Vale a Quadrifeta combinada.

VICTOR CORRÊA - INDICAÇÕES CIDADE JARDIM SÁBADO 08/10


1º Páreo: Apesar de bastante esvaziado, o primeiro páreo da programação dificulta a decisão do apostador. Ed American pintou líder de sua geração, mas deixou a desejar quando da sua única incursão no gramado. O filho de First American parou para reparos, e mesmo longe das competições desde maio do ano passado, as suas chances aqui são bastante consideráveis. Ripapibaquigrafo, que na última por pouco não estourou com pule alta, é rival de vulto por aqui. Índio Veloz também está na “jogada”.

2º Páreo: Na mudança de pista, a norte-americana Stormy Hopeful aparece favorecida, uma vez que as suas principais adversárias sofrem considerável rebate na areia. A defensora do Old Friends deverá encontrar as suas maiores dificuldades em Mamma Maria, que apesar de nunca ter competido neste tipo de raia, tem a sua atuação cercada de boas expectativas. Depois, Temida Heights.

3º Páreo: Em páreo bastante a jeito, Rainha da Raia e Always Fantasie compõem uma forte parelha para o Haras Tango. A segunda leva ligeira vantagem sobre a sua companheira de farda, pois está com a vitória “madura” na grama. Itacare, bem balizada, é nome forte no combate à parelha. Sephora e Big Garrido vêm depois.

4º Páreo: Em sua estréia, Zé Bonito mostrou bastante velocidade, tendo cansado um bocado no final. Caso largue melhor desta feita, e assim não precise sair tão solicitado, o filho de Impression venderá caro a derrota por aqui. O sempre esperado Patetão é rival de vulto. Para efeitos de trifeta, vale a menção de Bundestag, que na grama seria força.

5º Páreo: Amplamente beneficiado pela mudança de pista, Cinzento, que melhorou muito com o uso de antolhos, é o animal a ser batido na quinta carreira do dia. O defensor do Stud Grande Vitesse deverá ser escoltado por Vida Mia, outro que rende bem na areia e recomenda cuidados por parte do apostador. Depois, Abandalhado, que só faz melhorar com o aumento da distância.

6º Páreo: Mesmo com a mudança de pista, Outro Corredor segue cercado de boas possibilidades na primeira indicação do betting 5. O defensor do Haras Bandeirantes obteve, justamente nesta raia, a única vitória de sua campanha até aqui. Dá-lhe Meu Rei e a fêmea Unificazione, que reapareceu vencendo firme na grama, são as diferenças imediatas do nosso indicado. A seguir, Milwalker.

8º Páreo: Trazendo exercícios animadores de Campinas, Great Warrior estréia na promessa de uma grande exibição. De régia filiação, o defensor da Coudelaria Jéssica, caso não se abata pelas emoções da estréia, estará “com eles” no final. Dos já corridos, o que mais nos agrada é Hakuhou, animal veloz e que competirá pela primeira vez na areia. Os estreantes Europeu e Marechal Free decidem a terceira colocação.

9º Páreo: Aqui Caro da Guanabara apresenta certa superioridade em relação a companhia, merecendo, assim, a atenção do apostador. O pupilo de Gilson Borba está “maduro” na chamada, e com um pouco de sorte no percurso, vai ele para a foto por aqui. Blessed Nugget e Cuari Bravo Junior deverão duelar pela formação da dupla. Depois, o sempre esperado Truck Fast.

10º Páreo: Descendo de distância, e caindo de enturmação, o clássico Ama-Tiri venderá caro a derrota na derradeira carreira do dia. Partindo pela baliza mais externa, o defensor do Stud Gold Black poderá, até mesmo, se fazer valer de uma diagonal pouco antes do giro da última curva. Ask Me Not pinta como diferença, enquanto Verano é o tertius em nossa marcação. Para as quadrifetas, Software.

Indicações:

1º Páreo: Ed American (5) – Ripapibaquigrafo (3) – Índio Veloz (2)
2º Páreo: Stormy Hopeful (1) – Mamma Maria (4) – Temida Heights (5)
3º Páreo: Rainha da Raia/Always Fantasie (1) – Itacare (7) – Sephora (6)
4º Páreo: Zé Bonito (4) – Patetão (5) – Bundestag (1)
5º Páreo: Cinzento (7) – Vida Minha (5) – Abandalhado (4)
6º Páreo: Outro Corredor (7) – Dá-lhe Meu Rei (6) – Unificazione (1)
7º Páreo: Fawkes (8) – Aká Riguê (1) – Effect Purse (6)
8º Páreo: Great Warrior (7) – Hakuhou (3) – Europeu (4)
9º Páreo: Caro da Guanabara (3) – Blessed Nugget (4) – Cuari Bravo Junior (6)
10º Páreo: Ama-Tiri (9) – Ask Me Not (8) – Verano (4)

por Victor Corrêa

THIAGO FERNANDES - INDICAÇÕES GÁVEA SÁBADO 08/10


1° Páreo: New Eagle larga por dentro, conta com a boa fase de sua equipe e deve, enfim, vencer a primeira na Gávea. Revel Famous está sempre por perto e fica com a formação da dupla. A seguir, Emblem Night.

2° Páreo: Saeta, ligeira e bem balizada, pode escapar na primeira parte do percurso e levar a melhor. Quiet Night surge como segundo nome. Quota Famous tem muita sobra na companhia, mas como não corre há mais de um ano e vem na redução, deve ser olhada no cânter e na pedra.

3° Páreo: Close To Home e Gran Reni devem decidir a carreira. Na escala de peso, ficaremos com o segundo. Senhor Fausto também deve agradecer a descarga do aprendiz e fica como terceiro nome da prova.

4° Páreo: Prova equilibrada, onde English Painter, que ainda conta com bom reforço do ligeiro Ultimate Power, pode levar a melhor. Seu Pereira, pela primeira vez no claiming, ameaça. Judge vendeu jogo na estréia e agora vindo ao claiming, também deve ser respeitado.

5° Páreo: Tell It To vem enfrentando provas mais encorpadas e voltando ao páreo de turma, é a força. Raio de Luz se encontra no mesmo caso, vai aliviada no peso e promete ser grande inimiga. Betacaroteño e Satchmo, a seguir.

6° Páreo: Indecent, aliviado no peso e largando por dentro, leva nosso voto. The Best Winter surge como seu principal adversário da prova. Gino-Ferri deve ficar na expectativa na primeira parte do percurso e pode engrenar a tempo de surpreender.

7° Páreo: Tinker Bell andou misturada em provas bem mais fortes e, pela primeira vez no claiming, leva nosso voto. Nostra Bomb, sempre por perto, para dupla. Eleita do Sinvas, reaparecendo, deve ser respeitada. True Bleu, a seguir.

8° Páreo: Suculento vem correndo provas fortes (na última forçou turma) e hoje pode ser a opção de melhor rateio da prova. Um Balaço, provável favorito, não deve ficar de fora dos Picks e tem que ser respeitado. A seguir, Vizinho.

9° Páreo: Aqui Vou Eu, melhor balizada dessa vez, pode levar a melhor. Mas que se cuide com Bruxa Pedritense, com carreira para mais e voltando de bom descanso. Pão de Mel, ótimo reforço da parelha, a seguir.

11° Páreo: Orange Sky encontra companhia que não intimida e pode levar a melhor. Rubaiyat, ligeiro e bem balizado, fica com a formação da dupla. A seguir, Hortelino.

12° Páreo: Pour Alado fez boa estréia na Gávea e tem boa oportunidade para encerrar a reunião. Sanchez mostrou melhoras e fica com a formação da dupla. El Lili, bastante maduro na turma, a seguir.

Indicações:

1° Páreo: New Eagle (1) – Revel Famous (3) – Emblem Night (2)
2° Páreo: Saeta (1) – Quiet Night (2) – Quota Famous (6)
3° Páreo: Gran Reni (7) – Close To Home (6) – Senhor Fausto (3)
4° Páreo: English Painter (7) – Seu Pereira (4) – Ultimate Power (3)
5° Páreo: Tell It To (3) – Raio de Luz (7) - Beatcaroteño (1)
6° Páreo: Indecent (2) – The Best Winter (5) – Gino-Ferri (7)
7° Páreo: Tinker Bell (6) – Nostra Bomb (4) – Eleita do Sinvas (1)
8° Páreo: Suculento (7) – Um Balaço (2) - Vizinho (3)
9° Páreo: Aqui Vou Eu (1) – Bruxa Pedritense (5) – Pão de Mel (6)
10°Páreo: Senhor Speed (1) – Hurry You (3) – Tenente Dodge (10)
11°Páreo: Orange Sky (5) - Rubaiyat (1) - Hortelino (2)
12°Páreo: Pour Alado (1) - Sanchez (5) – El Lili (7)

por Thiago Fernandes

NATAN - INDICAÇÕES GÁVEA SÁBADO 08/10


1º PÁREO: INICIO DO PICK 3. REVEL FAMOUS VEM DE BOAS CORRIDAS E PODE ABRIR A REUNIÃO. DUPLA COM NEW EAGLE. A SEGUIR EMBLEM NIGHT E PAULINNE.



REVEL FAMOUS (3) – NEW EAGLE (1) – EMBLEM NIGHT (2) – PAULINNE (4)



2º PÁREO: QUOTA FAMOUS ESTREIA BEM PREPARADA E É UMA BOA OPORTUNIDADE PARA O JOQUEI R.SIMPLICIO VENCER. DUPLA COM QUIET NIGHT. A SEGUIR MOVING THE EARTH E KYZEN.



QUOTA FAMOUS (6) – QUIET NIGHT (2) – MOVING THE EARTH (4) – KYZEN (3)



3º PÁREO: GRAN RENI, MUITO LIGEIRO, DEVE LARGAR E ACABAR. DUPLA COM CLOSE TO HOME. AINDA COM CHANCES PERITO MORENO E SENHOR FAUSTO.



GRAN RENI (7) – CLOSE TO HOME (6) – PERITO MORENO (5) – SENHOR FAUSTO (3)



4º PÁREO: PÁREO EQUILIBRADO. QUALQUER RESULTADO É PREVISIVEL, INDICAREMOS SELF CONTROLL. DUPLA COM ULTIMATE POWER. A SEGUIR SEU PEREIRA E MAQUINA MORTIFERA.



SELF CONTROLL (2) – ULTIMATE POWER (3) – SEU PEREIRA (4) – MAQUINA MORTIFERA (6)



5º PÁREO: SATCHMO VEM DE VITORIA FIRME E LEVANDO PESO, PODE REPETIR. DUPLA COM BETACAROTENO. AINDA COM CHANCES TELL IT TO E VAL DE CAS.



SATCHMO (4) – BETACAROTENO (1) – TELL IT TO (3) – VAL DE CAS (2)



6º PÁREO: INICIO DO PICK 7. GINO FERRI LARGANDO POR FORA PODE VENCER ESSE PÁREO. DUPLA COM ALVO MILITAR. CHANCE AINDA PARA CORONOPUS E INDECENT.



GINO FERRI (7) – ALVO MILITAR (6) – CORONOPUS (4) – INDECENT (2)



7º PÁREO: NOSTRA BOMB FOI MUITO APOSTADA E TIROU TERCEIRO, AGORA DEVE VENCER. DUPLA COM ELEITA DO SINVAS. A SEGUIR TRUE BLEU E RICA INA.



NOSTRA BOMB (4) – ELEITA DO SINVAS (1) – TRUE BLEU (7) – RICA INA (2)



8º PÁREO: UM BALAÇO FOI MUITO APOSTADO E FRACASSOU, VAI A REABILITAÇÃO. DUPLA COM VIZINHO. A SEGUIR NAVAJO HURRICANE E FALCÃO DO SOLIMÕES.



UM BALAÇO (2) – VIZINHO (3) – NAVAJO HURRICANE (4) – FALCÃO DO SOLIMÕES (6)



9º PÁREO: AQUI VOU EU VEM DE SEGUNDO E CONFIRMANDO PODE VENCER. DUPLA COM PÃO DE MEL. A SEGUIR BRUXA PEDRITENSE E NOVA SANTA.



AQUI VOU EU (1) – PÃO DE MEL (6) – BRUXA PEDRITENSE (5) – NOVA SANTA (3)



10º PÁREO: INICIO DO OPEN BETTING. TENENTE DODGE VEM DE VITORIA FACIL E DEVE REPETIR. DUPLA COM HURRY YOU. A SEGUIR CAMAROTE DEZ E SITE OFICIAL.



TENENTE DODGE (10) – HURRY YOU (3) – CAMAROTE DEZ (9) – SITE OFICIAL (6)



11º PÁREO: PÁREO EQUILIBRADO. ORANGE SKY VEM DE SEGUNDO E O PÁREO NÃO O INTIMIDA. DUPLA COM PEDRA FILOSOFAL. A SEGUIR HORTELINO E INDIO FIEL.



ORANGE SKY (5) – PEDRA FILOSOFAL (8) – HORTELINO (2) – INDIO FIEL (7)



12º PÁREO: POUR ALADO ESTREOU COM UM ÓTIMO SEGUNDO, MAIS AGUERRIDO, DEVE VENCER. DUPLA COM EL LILI. A SEGUIR DESATACADO KING E CALYPSO ALADO.



POUR ALADO (1) – EL LILI (7) – DESTACADO KING (9) – CALYPSO ALADO (4)

CELSO AFONSO - INDICAÇÕES GÁVEA SÁBADO 08/10


1º Páreo: New Eagle está cada vez mais aclimatada, possui boas atuações na areia e tem destaque na abertura do Pick 3. Mas que se cuide com Emblem Night, que sai veloz e conta com três quilos de descarga. Revel Famous, depois.

NEW EAGLE (1) – EMBLEM NIGHT (2) – REVEL FAMOUS (3)



2º Páreo: Vindo de derrota incrível, Quiet Night tem nova oportunidade para voltar a vencer. Quota Famous é muito atrasada na turma, mas, como não corre desde julho de 2009, merece cautela. Moving The Earth fica como terceiro nome da prova.

QUIET NIGHT (2) – QUOTA FAMOUS (6) – MOVING THE EARTH (4)



3º Páreo: Levando boa vantagem de peso novamente, Gran Reni é capaz de escapar na ponta e vender caro a derrota. Close To Home é bastante regular, vai com H. Fernandes e é rival certo. Senhor Fausto, que hoje desloca apenas 51 quilos, a seguir.

GRAN RENI (7) – CLOSE TO HOME (6) – SENHOR FAUSTO (3)



4º Páreo: Ultimate Power é o retrospecto do páreo e, mesmo com os 100 metros a mais, é o adversário a ser batido. Ambos caindo para o claiming, Seu Pereira, irmão materno do Seu Nicão, e Judge, irmão de vários bons corredores como Ever Love e Churchill, merece atenção no cânter e na pedra.

ULTIMATE POWER (3) – SEU PEREIRA (4) – JUDGE (5)



5º Páreo: Tell It To parece bem colocado na companhia e é capaz de fazer as pazes com a vitória. Em franca evolução, Betacaroteño é o segundo nome do páreo. Raio de Luz, que vai leve, fica na expectativa de um train acelerado na frente para poder engrenar a tempo.

TELL IT TO (3) – BETACAROTEÑO (1) – RAIO DE LUZ (7)



6º Páreo: Com ritmo de carreira favorável, Gino-Ferri é nome forte no início do Pick 7. Dos ligeiros, The Best Winter, tinindo, surge como melhor opção. Indecent, que vai leve, é azar viável.

GINO-FERRI (7) – THE BEST WINTER (5) – INDECENT (2)



7º Páreo: Agora no claiming, Tinker Bell tem como maior obstáculo a redução do percurso. Nostra Bomb sai ligeira, deve escapar na primeira parte do percurso e, numa dessas, forma a dupla. Eleita do Sinvas, a seguir.

TINKER BELL (6) – NOSTRA BOMB (4) – ELEITA DO SINVAS (1)



8º Páreo: Vizinho é maduro no páreo e, ainda que esteja misturado com os mais novos, deve atropelar a tempo de brigar pelas primeiras posições. Agora no CT, Um Balaço pode escapar na ponta e render mais. Dos demais, Falcão dos Solimões.

VIZINHO (3) – UM BALAÇO (2) – FALCÃO DOS SOLIMÕES (6)



9º Páreo: Agora no páreo de uma vitória, Bruxa Pedritense pode corresponder às expectativas e voltar a vencer. Aqui Vou Eu vem de bom segundo e é das oponentes a mais perigosa. Pão de Mel reforça a parelha do Stud Amigos da Barra.

BRUXA PEDRITENSE (5) – AQUI VOU EU (1) – PÃO DE MEL (6)



10º Páreo: Tenente Doge venceu, convenceu e, hoje, tem como grande obstáculo à baliza. Sempre chegando, Hurry You é forte rival. Camarote Dez e Senhor Speed são alternativas viáveis para o Open Betting.

TENENTE DODGE (10) – HURRY YOU (3) – CAMAROTE DEZ (9)



11º Páreo: Orange Sky foi muito bem montado pelo Igor Gaier na última e, repetindo, deve levar a melhor. Sempre por perto, Pedra Filosofal deve brigar por boa colocação novamente. Rubayat, pelo menor caminho, é azar viável.

ORANGE SKY (5) – PEDRA FILOSOFAL (8) – RUBAYAT (1)



12º Páreo: Pour Alado deixou boa impressão na estréia e tem ótima chance para vencer a primeira por aqui. Maduro no páreo, El Lili pinta como adversário temível. Destacado King, apesar de mais velho, é o terceiro nome do páreo.

POUR ALADO (1) – EL LILI (7) – DESTACADO KING (9)

JÚLIO PONTE - INDICAÇÕES GÁVEA SÁBADO 09/10


1º: 1-3-2
New Eagle (1) tem destaque já que anda figurando em páreos aparentemente mais fortes. Revel Famous (3) que traz retrospecto do claiming e Emblem Night (2) que é muito irregular decidem a dupla.

2º: 2-4-6
Quiet Night (2) vem de derrota incrível e surge como força, mas como não é de confirmar merece um calço. Moving The Earth (4) que vem de corridão num claiming misturado pode engordar o rateio da dupla. Quota Famous (6) é muito melhor do que esta turma mas como vem de mais de 1 ano de parada fica só como tertius.

3º: 7-6-2
Gran Reni (7) é outro que vem de derrota incrível e confirmando pode vencer. Ele terá um grande adversário no Close To Home (6) que vem de vencer páreo forte. Golden Gadget (2) venceu muito bem. Olho.

4º: 7-5-3
No claiming não dá para marcar contra o English Painter (7) que vem de chegar perto na turma. Judge (5) que foi jogado na estréia na grama e tem raça de areia pode apertar meu escolhido. O Ultimate Power (3) para em 1.100m, hoje em 1.300m deve parar mais ainda.

5º: 1-3-7
Anda repinicando o Betacaroteño (1) que pode ter páreo favorável na frente e vir de bandeira a bandeira. Tell It To (3) que sabe mais do que vem fazendo é grande adversário. Raio de Luz (7) é o tertius.

6º: 7-6-5
Gino-Ferri (7) pode observar uma provável briga na frente e fuzilar no final. Alvo Militar (6) e The Best Winter (5) se não se matarem na ponta podem vencer também.

7º: 6-7-1
Vou com as duas que caem para o claiming: Tinker Bell (6) na estréia pegou Matéria Prima pela frente e na seguinte correu segundo até a entrada da reta em páreo duríssimo comparado a este. Tem contra o reaparecimento. True Bleu (7) vem de duas boas corridas tem alta chance aqui. Eleita do Sinvas (1) que é o retrospecto do claimng mas vem de paradinha fica como tertius.

8º: 3-7-4
Numa distância melhor agora o Vizinho (3) surge como uma das firmes da tarde. Suculento (7) é um azar viável para a formação da dupla. Navajo Hurricane (4) depois.

9º: 1-6-5
Voltou a correr bem a Aqui Vou Eu (1) que confirmando tem alta chance de vitória. A encabulada Pão de Mel (6) está nesse páreo há muito tempo e continua com alta chance. Olho em Bruxa Pedritense (5) que já venceu este páreo forçando turma.

10º: 10-3-1
Tenente Dodge (10) corre de verdade e só tem contra a baliza 10. Mas acredito que ele encoste rápido e vença. Hurry You (3) que vai pesadão e Senhor Speed (1) que vai de peso pluma são as opções para a dupla.

11º: 5-1-3
Na última o Orange Sky (5) largou junto mas ficou último um pouco longe, e na reta atropelou forte perdendo páreo incrível. Correndo só um pouquinho mais perto deve vencer bem aqui. Rubaiyat (1) que melhorou na última é opção boa para a dupla. O ligeirão Top-Fly (3) fica como tertius.

12º: 1-9-7
Duríssimo entre Pour Alado (1) que mesmo estreando fez ótima corrida e Destacado King (9) que já tem 2 segundos a diferença mínima neste páreo e fracassou na última por estar forçando turma. El Lili (7) depois.

GRANDE PREMIO CAMPEÃO DOS CAMPEÕES

SHOOT STAR VENCEDOR DO TURFE PARANAENSE E REPRESETANTE DO TARUMÃ NO II GRANDE PREMIO CAMPEÃO DOS CAMPEÕES A SER CORRIDO DOS DIAS 10 E 11/10 NO TARUMÃ.

TARUMÃ

Tio Colete que deu show na melhor prova

com 05 vitórias do joqueí Tiago Josué Pereira e 05 do treinador Antenor Menegolo Neto a reunião de ontem, 08/10, no Tarumã alcançou um movimento de apostas de quase
R$ 330.000,00.

Grande Prêmio Campeão dos Campeões - Tarumã

Ultraheroic


II Grande Prêmio Campeão dos Campeões
Dias 09, 10 e 11 de Outubro de 2010 – 600 metros.

PARTICIPANTES:

ULTRAHEROIC
ZORA BE BACK
U F O
SENHOR CHILE
SELO RARO
CHEVALLIER
SULTÃO
SHOOT STAR
BEM ALADA

DESAFIO, TOTOSÃO X EL JOGO VIRTUAL

TOTOSÃO

EL JOGO VIRTUAL, RECORDISTA MUNDIAL DOS 600 METROS, 30,4

Um sensacional desafio em 600 metros vai completar a programação da Cancha Reta neste final de semana no Jockey Club do Paraná. Foi confirmado pelos proprietários e parceiros a disputa entre EL JOGO VIRTUAL (m, t, 2006 - Mig e Spark Light por Spark Chief) e TOTOSÃO (m, a, 2006 – Spring Halo e Quite Good por Roi Normand) ambos com 54 kg. Será em duas partes, no domingo após as eliminatórias do II GP Campeão dos Campeões e na segunda-Feira após a final.


Cancha Reta

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

GIRL AND HORSE

CAVALO CARICATURA

CAVALO PANTANEIRO




Esta raça se formou de maneira natural, pela segregação, há mais de dois séculos na região dos Pantanais de Mato Grosso, que compreende os municípios de Poconé, Cáceres, Leverger , Barão de Melgaço, Cuiabá, etc. Segundo a procedência ele recebe diversos nomes: "Ponconeano" de Ponconé, "Mimoseano" dos campos de capim mimoso de Barão de Melgaço, "Bahia" de campina chamada Bahia, do município de Poconé.

Conforme os estudos do prof. O Domingues, a quem devemos quase todas as informações, esta população originou-se de cavalos de Goiás levados para o norte de Mato Grosso, cujo tipo era o Bético-Luzitano, uma mistura de cavalos Árabe e Barbo.

Há entretanto quem admita à participação dos cavalos dos indígenas, procedentes do Paraguai, do mesmo tipo que deu origem ao Crioulo.

Descrição
Peso não determinado. Aproximadamente 350Kg. Estatura em média 1,42m segundo Domingues, encontrando-se animais de 138 a 153cm. Pelagem - Predomina a tordilha (45%), seguindo-se a báia, pedrês, e castanha. Contudo encontram-se outras pelagens em pequena escala. O pampa e o pombo são indesejáveis.

Cabeça bem feita, proporcionada, de perfil direito ou subconvexo, às vezes um pouco grande, com orelhas curtas, olhos vivos, fronte longa e ampla, focinho antes curto, com ventas espaçadas e boca bem rasgada. Pescoço forte, sem ser grosso, bem implantado, com pouca crina. Corpo alongado, com boas espáduas, cernelha aparente, dorso direito (às vezes enselado ou convexo) garupa inclinada e inserção baixa da cauda . O corpo deve ser largo e profundo, a garupa comprida e larga, a cauda curta, com crinas também curtas e órgãos genitais bem conformados.

Membros altos, limpos, de boa ossatura, geralmente aprumados, paletas inclinadas, braço e pernas longos, quartela média ou curta, cascos médios ou pequenos, lisos e pretos e curvilhão não muito aberto.

Aptidões
Trata-se de uma raça natural regional de cavalo campeiro, bem adaptada às condições particulares de importante região criatória do Mato Grosso. Assemelha-se um pouco ao Crioulo do sul, nos seus característicos raciais, diferindo sobretudo pelos seus membros relativamente altos e menor compacidade do pescoço, do tronco e da garupa . Seus andamentos não foram descritos, mas os poucos animais que conhecemos eram trotões. Seu temperamento é vivo, porém dócil e sua constituição robusta.

Fonte: www.expoanimais.com.br

Cavalo Pantaneiro
No Estado de Mato Grosso, região do Pantanal, formou-se um tipo eqüino com características próprias adquiridas durante quatro séculos, quando da sua formação e aclimatação ao meio complexo e hostil em que se desenvolvem. Chamado de Pantaneiro, muito embora ele seja conhecido também como Mimoseano, Baiano e Poconeano, segundo a região onde vivem.

A origem desse cavalo está fixada ao longo de nossa história, ressaltando três fases distintas.

A primeira, quando, na terceira e quarta década do século XVI, formou-se o Pantaneiro, originário do Cavalo Crioulo Argentino, proveniente da cavalhada de Pedro de Mendoza, espalhadas nos pampas naqueles anos, após a destruição da Vila de Buenos Aires pelos silvícolas e do cavalo paulista oriundo de animais portugueses trazidos por Martin Afonso de Souza, e levados pelos bandeirantes, através de Goiás, para o Pantanal em 1736.

A segunda fase, quando a partir de 1736, proveniente de Goiás, a imensa planície matogrossense anualmente inundada pelo transbordamento do Rio Paraguai e do seu afluente, o Pantanal foi povoado por grandes manadas de cavalos.

Em conseqüência das distâncias e dificuldades de comunicação entre essa zona e o litoral, o Pantaneiro ficou isolado durante longos anos e livre dos cruzamentos desordenados que tanto tem prejudicado nossos eqüinos.

Na terceira fase, iniciada em 1900, verificou-se a influência do Anglo - Árabe, do Normando, do Puro-Sangue Inglês e do Árabe, visando emprestar aos rebanhos nativos de até então, melhores aspectos de conformação e beleza.

O cavalo Pantaneiro é um mosaico racial, originariamente resultante de dois troncos primitivos étnicos: "Equus Caballus Asiáticus" e o "Equus Caballus Africanus".

O cavalo Pantaneiro é um patrimônio histórico porque cooperou na fixação do homem no Pantanal e em todo território matogrossense.

E um fator de segurança nacional porque pode ainda vir a desempenhar, nas regiões de difícil acesso, o importante papel de salvaguarda dos limites territoriais.

E um fator de econômico-social, porque a totalidade da população que habita o Pantanal, tem no Pantaneiro importante meio de transporte, sobretudo nas cheias, e sua mais importante função econômica se faz sentir junto à bovinocultura.

SÃO VICENTE - BRASIL TURFE INDICA PARA ESTA SEXTA 08/10

1o Páreo: Zincato (5) - Quiet Brasilian (1) - Noser (2)
2o Páreo: Tracker (1) - Ron Wood (3) - Friedman (5)
3o Páreo: Udaloi da Faxina (6) - Arqueiro di Torre (5) - Dot Com (4)
4o Páreo: Ibope Certo (1) - Eduardo Fighter (4) - Greek Event (3)
5o Páreo: Tricky Six (1) - Dona Del Sol (4) - Xochtil (5)
6o Páreo: Messala (4) - Âmbar (2) - Rapid Colours (1)
7o Páreo: Heart of Surgeon (6) - Señor Tango (5) - Halo of True (2)

TARUMÃ - INDICAÇÕES BRASIL TURFE PARA ESTA SEXTA 08/10

1o Páreo: Olympic Torrential (1) - Reco Reco (2) - Jasmin Red (4)
2o Páreo: Use It (7) - Surprise's Owl (4) - Só Alegria (5)
3o Páreo: She Wants (3) - Under Your Nose (7)
4o Páreo: Jurerê (3) - Com Justiça (5) - Diamante Puro (1)
5o Páreo: Baile Nuestro (8) - Tsotsi (1) - Libriano (4)
6o Páreo: Great Exam (5) - Tio Colete (6) - Bufallo Bill (7)
7o Páreo: Greedy (7) - Truco Y Flor (6) - Vasco Herrero (5)
8o Páreo: Dá-lhe Prospector (1) - Beaux Arts (2) - Jet Best (10)
9o Páreo: Quintillon (10) - Dá-lhe Santarém (8) - Ellysyo (4)

A SALVAÇÃO DAS VILAS HÍPICAS

Mais uma vez o “presidente” do clube insiste em utilizar a mídia para desmoralizar a nossa sociedade, em nova demonstração de uso indevido do nome da Fundação Getúlio Vargas tornando-a autora de algo que não fizera da forma como pretende que entendam, e ao discorrer sobre fatos inverídicos, como a afirmação de que esse projeto está sendo discutido com todos no clube há cinco anos.

O “presidente” apenas tentara disfarçar para os sócios aquilo que restará indisfarçável. No caso da FGV, se eu fosse ele, ou os responsáveis pelo projeto, já começaria a procurar uma farmácia, pois acho que eles vão cair desse cavalo. Quem tiver curiosidade, e for do Rio de Janeiro, sugiro assinar a Revista Veja, pois serão surpreendidos a qualquer momento com uma linda (e verdadeira) declaração.

Porém a proposta de salvação das Vilas Hípicas não seria exatamente para esse mandato, pois o interesse do que está no poder, bem como o dos especuladores à sua volta, está muito distante das nossas quatro linhas, interessados que são apenas na realização de assuntos estranhos e paralelos a uma sociedade promotora de corridas de cavalo.

Contra Desafio I

Por falar nas incursões jornalísticas do nobre “presidente” seria importante ele aceitar o desafio que faço nesse momento, que se resume apenas em fazê-lo provar o que afirmara no jornal de que as Vilas Hípicas provocam um prejuízo diário de 50 mil reais ao clube, mesmo corroborando decisivamente para a formação de oito reuniões por mês.

Caso ele não consiga provar o que disse pelas páginas do jornal O Globo, não com a falácia comum aos partidários da política dos palanques, mas com provas irrefutáveis comuns aos iguais, esse “presidente”, que atualmente abraça também a função de “corretor” dos nossos imóveis, vai ser comparado ao Pinóquio, tamanha a projeção do seu nariz que eu vou desenhar para o quadro social oportunamente.

A importância dos cavalos

Todos sabem, até os cortadores de coco dos quiosques da Lagoa sabem, que os cavalos alojados hoje nas cocheiras do hipódromo da Gávea não migrarão para qualquer tipo de Centro de Treinamento, por dez motivos: Primeiro porque será impossível financeiramente mantê-los com os atuais custos praticados na serra.

Preciso dizer os outros?

Só as mentes voltadas para o mal poderiam mesmo pegar um microfone e sustentar diante de dezenas de profissionais e turfistas, que o inexistente e indetalhado “Centro de Enganamento”, que ficaria mais ou menos a duzentos quilômetros de distância do hipódromo, abrigaria os cavalos que hoje residem nas Vilas, e melhor do que isso, que os pequenos proprietários ainda comprariam mais animais!

Aproveitando o fato de que o “presidente” discursava por sobre os sapatos, posso interpretar que tenha sido mais um desses “Stand-up comedys” que assolam a cidade, mais uma dessas montagens que são feitas apenas para provocar o riso. O “presidente” deve ter brincado com os presentes, o que acabara por provocar reações muito alegres da platéia, como aquela promovida após a afirmação de que ninguém teria qualquer interesse no projeto.

Contra Desafio II

Para testar os propósitos do “presidente” que afirmara trabalhar em prol do turfe, em que pese a enorme gargalhada que provocara nos presentes, proponho a imediata criação de uma “chamada” especial voltada aos animais alojados no Hipódromo da Gávea há pelo menos quarenta e cinco dias.

Esses páreos deveriam ser dar em forma de Handicap para conceder um prêmio maior aos inscritos. Seriam chamadas desafiadoras ao público apostador que misturariam cavalos e éguas com números de vitórias e idade diferentes, equilibrados com o sobrepeso dos jóqueis em várias distâncias.

Poderia ser proposto à mídia o mesmo Páreo da Sorte utilizado em Cidade Jardim, seria um páreo com animais estabulados no prado, para a sorte dos acertadores e pelo bem das muitas famílias que dedicaram as suas vidas ao cavalo.

Mas é claro que isso é apenas um sonho, o “presidente” jamais se daria ao trabalho de provar que está completamente errado, pois o seu projeto galopa em direção oposta ao nosso disco de chegada, o interesse dele é ver todo mundo bem longe daqui: Cavalos, profissionais e principalmente as suas famílias. Para os turfistas ele reserva o vício das máquinas eletrônicas, um projeto com a grife da intolerência.

Recuperando as Vilas Hípicas

A recuperação paulatina das Vilas se daria, portanto, a partir de uma programação específica e exclusiva para os cavalos alojados nas cocheiras, e também através de uma nova programação clássica, determinando vários páreos que seriam também voltados apenas aos cavalos alojados nelas, tanto Provas Especiais, Listadas ou de grupo, num total de pelo menos 24 páreos anuais, duas por mês.

Os cavalos da Vilas Hípicas correriam entre si, assim como fariam os animais egressos da região serrana, e todos correriam em prol da recuperação do turfe e do Jockey Club Brasileiro. Em pouco tempo os resultados já serão bem positivo para as centenárias cocheiras e muito mais atraente para o turfe em geral.

Dando trato a um menor custo do trato

Ao invés do “presidente” gastar essa fortuna de tempo e dinheiro propagando esse escândalo imobiliário que atende pelo nome de “Boulevard”, ele poderia partir para um plano de “guerra” (não confundir com aquele seu plano maquiavélico de fomentar a guerra dos caça-níqueis) que consistiria em ações coordenadas para baratear o trato.

Na nossa tese, as Vilas Hípicas sofreriam um ingresso imediato de cerca de 450 animais, vindos exatamente de alguns desses centros de treinamento menores que não são exatamente aqueles que abrigam os animais clássicos dos grandes studs, o que por si só, somados aos existentes, já representaria um número adequado para por em prática um sistema de Armazém responsável visando obter preços melhores para os insumos.

Propositalmente ou não, o fato é que os profissionais das Vilas Hípicas se encontram hoje completamente desasistidos, muitos deles não conseguem sequer arcar com as milionárias contas de água exigidas, tendo que comprar ração a varejo, sem qualquer tipo de subsídio ou solução alternativa por parte de um clube que depende totalmente dos cavalos que eles cuidam para sobreviver.

O JCB experimentara brincar de princesa e acabou acostumando com a falsa fantasia dos Centros de Treinamento, onde os proprietários passaram a arcar com todos os custos e a fornecer os seus cavalos sem nenhum ônus para que o clube vendesse suas apostas.

O clube que antigamente arcava com muitos dos custos inerentes aos dois mil cavalos que abrigava, comum a todos os hipódromos espalhados no mundo sem nenhuma exceção, agora vira as costas para os novecentos que habitam as cocheiras, que são igualmente imperativos para a formação de metade dos programas que patrocina.

Curioso é que o “presidente” não procurou direcionar para os pequenos proprietários e seus grandes cavalos essa sua criativa e tão auto propagada “governança corporativa”, preferindo utilizá-la tão somente em prol dos empreiteiros e das bancas paralelas de apostas. O clube, já de posse da marreta, investe apenas na derrubada dos tijolos, esquecendo-se de construir o futuro do JCB.

Caso direcionasse 87,5% de suas fantasiosas equações para os cavalos de corrida, nesses dois anos em que “herdara” a cadeira de Presidente, o turfe já estaria num patamar muito mais avançado; caso tivesse colocado uma Odebrecht para patrocinar o turfe, ao invés de colocar o turfe patrocinando as empreiteiras, teria trazido muito mais vantagens para os pobres dos profissionais.

Conclusão

Esse, portanto é o desafio que temos agora, além de formar uma Chapa responsável para gerir o clube e ocupar as Vilas Hípicas ao invés de destruí-las ao sabor da especulação imobiliária, que se por um lado é um valor muito baixo para os nossos ativos, seria um preço muito alto para o turfe.

A ocupação total das cocheiras, e com ela o surgimento de novos studs e mais cavalos para o Rio de Janeiro, possibilitariam, em médio prazo, a formação de pelo menos mais um programa semanal, e assim mais oportunidades de prêmios para todos.

Quatro reuniões a mais por mês, alimentando o bolso dos profissionais, representariam muito mais do que a incerta e não liquida receita com aluguel de imóveis, o que em nada se corresponde com a nossa atividade.

O “presidente” talvez tenha errado de clube, ao aproveitar-se da “cortesia” que lhe fora concedida pelo arrependido ex-presidente. Quem sabe ele não teria mesmo preferido a presidência de alguma imobiliária ou corretora, ou quem sabe ainda não estaria mais bem colocado à frente de alguma organização de jogos eletrônicos na América do Sul.

Certamente a sua vocação de empresário, e governante corporativo, bem sucedido, faria muito mais sentido caso ocorresse bem longe das corridas de cavalo e dos cavalos de corrida.

Final

O grande EVENTO de “abraçar” o clube contra a especulação imobiliária e a guerra dos caça níqueis está a cada dia ganhando mais peso na sociedade, muitas organizações não governamentais já aderiram previamente a nossa campanha que será amplamente noticiada na mídia, bem como muitos artistas e tradicionais formadores de opinião estarão presentes numa bela e ensolarada manhã de Domingo que papai do céu há de conceder pra gente.

Como disse Geraldo Vandré: Quem sabe faz a hora não espera acontecer...

Jéssica Dannemann

SÃO VICENTE - VICTOR CORRÊA INDICA PARA ESTA SEXTA 08/10

1º Páreo: Zincato (5) – Quiet Brasilian (1) – Noser (2)
2º Páreo: Tanios (2) – Tracker (1) – Friedman (5)
3º Páreo: Dot Com (4) – Arqueiro di Torre (5) – Udaloi da Faxina (6)
4º Páreo: Ibope Certo (1) – Greek Event (3) – Eduardo Fighter (4)
5º Páreo: Tricky Six (1) – Dona Del Sol (4) – Day By Day (7)
6º Páreo: Lembrança Bela (6) – Rapid Colours (1) – Âmbar (2)
7º Páreo: Heart Surgeon (6) – Halo of True (2) – Señor Tango (5)

SÃO VICENTE - PLANETA TURFE INDICAÇÕES PARA ESTA SEXTA 08/10

Indicações Planeta Turfe:
1º Páreo: Nº 05 Zincato - Nº 02 Noser

2º Páreo: Nº 01 Tracker – Nº 06 Baba Yága

3º Páreo: Nº 06 Udaloi Da Faxina - Nº 04 Dot Com

4º Páreo: Nº 01 Ibope Certo - Nº 03 Greek Event

5º Páreo: Nº 04 Dona Del Sol - Nº 01 Tricky Six

6º Páreo: Nº 04 Messala - Nº 06 Lembrança Bela

7º Páreo: Nº 06 Heart Surgeron – Nº 02 Halo Of True - Nº 05 Señor Tango – Nº 07 Mateador – Vale a Quadrifeta Combinada.

TARUMÃ - INDICAÇÕES DO PLANETA TURFE PARA ESTA SEXTA 08/10

Indicações Planeta Turfe:
1º Páreo: Nº 01 Olympic Torrential - Nº 02 Reco Reco

2º Páreo: Nº 03 Lady Stardust - Nº 08 Cache-Nez

3º Páreo: Nº 06 She Wants - Nº 04 Doce Veneno

4º Páreo: Nº 04 Uruguaya Lady - Nº 05 Com Justiça
5º Páreo: Nº 08 Baile Nuestro - Nº 04 Libriano
6º Páreo: Nº 05 Great-Exam – Nº 06 Tio Colete
7º Páreo: Nº 07 Greedy - Nº 05 Vasco Herrero

8º Páreo: Nº 02 Beaux Arts - Nº 01 Dá-Lhe Prospector

9º Páreo: Nº 08 Dá-Lhe Santarem - Nº 10 Quintillion – Nº 02 Kaiser Do Áustria – Nº 01 My Best Way - Vale a quadrifeta combinada

TARUMÃ - FAVORITOS DA CRONICA PARA ESTA SEXTA - 08/10

Favoritos da Crônica

1º Páreo: Olympic Torrencial 01 (5) Reco Reco 2 (3)
2º Páreo: Lady Stardust 3 (3) Cache-Nez 8 (2) Zé Bala 1 (1) Só Alegria 5 (1) Use It 7 (1)
3º Páreo: She Wants 6 (8)
4º Páreo: Com Justiça 5 (3) Diamante Puro 1 (2) Uruguaya Lady 4 (2) Super Pan 2 (1)
5º Páreo: Baile Nuestro 8 (7) Tsotsi 1 (1)
6º Páreo: Tio Colete 6 (5) Great-Exam (3)
7º Páreo: Greedy 7 (6) Truco Y Flor 6 (2)
8º Páreo: Beaux Arts 2 (5) Demolidor Black 9 (2) Dá-Lhe Prospector (1)
9º Páreo: Dá-Lhe Santarém 8 (6) Quintillion 10 (2)

TARUMÃ - FAVORITOS DA CRONICA PARA ESTA SEXTA - 08/10

Favoritos da Crônica

1º Páreo: Olympic Torrencial 01 (5) Reco Reco 2 (3)
2º Páreo: Lady Stardust 3 (3) Cache-Nez 8 (2) Zé Bala 1 (1) Só Alegria 5 (1) Use It 7 (1)
3º Páreo: She Wants 6 (8)
4º Páreo: Com Justiça 5 (3) Diamante Puro 1 (2) Uruguaya Lady 4 (2) Super Pan 2 (1)
5º Páreo: Baile Nuestro 8 (7) Tsotsi 1 (1)
6º Páreo: Tio Colete 6 (5) Great-Exam (3)
7º Páreo: Greedy 7 (6) Truco Y Flor 6 (2)
8º Páreo: Beaux Arts 2 (5) Demolidor Black 9 (2) Dá-Lhe Prospector (1)
9º Páreo: Dá-Lhe Santarém 8 (6) Quintillion 10 (2)

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

CAVALO PURUCA - ILHA DO MARAJÓ





A raça, que se parece com um pônei e que vive na Ilha do Marajó, é o assunto da reportagem da série que comemora os dez anos do Globo Rural diário.

Ele se parece com um pônei, mas é um mini cavalo e muito resistente. O puruca é uma raça que vive na ilha do Marajó, no Pará. Esse é o assunto da reportagem da série que comemora os dez anos das edições diárias do Globo Rural.

Correndo e vistos meio de longe, eles parecem cavalos comuns. Mas quando o vaqueiro passa pela tropa montado num outro animal, logo se vê que esses são bem menores.

É tão baixinho, que tem gente que acha que é pônei. Mas não é. O puruca é o único mini cavalo do Brasil. E nesse caso tamanho não tem nada a ver com fragilidade. O puruca é um cavalinho resistente e já caiu no gosto de muito vaqueiro da região.

“Ele é mais baixo e vara em que qualquer lugarzinho cerrado. É pequeno, mas resistente”, disse seu Fernando.

A resistência do cavalo puruca tem a ver com a região de origem: A Ilha do Marajó, no Pará. É um lugar de natureza muito particular, que alterna densas florestas com grandes planícies de vegetação rala, tipo savana. Fauna e flora são riquíssimas.

No lugar chove sempre. Em alguns meses, chove muito. Os campos da região permanecem alagados boa parte do ano. E haja casco para tanta umidade, força para vencer o mato fechado e saúde para aguentar insetos e outros parasitas.

“Ele tem todas as características pra vencer essas adversidades do Marajó”, disse o zootecnista Ribamar Marques.

O zootecnista Ribamar Marques é pesquisador da Embrapa e coordena o núcleo de conservação de recursos genéticos animais da Amazônia, que inclui, além de 13 exemplares de puruca, duas raças de búfalo e o cavalo marajoara, outro valente da Ilha do Marajó e responsável por todas as características de rusticidade do nosso mini cavalo.

O puruca surgiu há mais de um século, fruto justamente de um cruzamento entre o cavalo marajoara e o pônei shetland, nativo do Reino Unido.

“Um criador da Ilha do Marajó trouxe esses pôneis. Eles cruzaram com o cavalo marajoara de maneira aleatória no campo. Esses animais resultantes foram selecionados para uma determinada altura, que resultou no puruca, que é realmente o mini cavalo do Brasil. Deu um resultado ótimo porque ele é ágil, pequeno, é fácil de montar. Trabalha o dia todo sem nenhum problema. O pruruca é o mesmo cavalo marajoara, só que pequeno. Então, o puruca é o reservatório genético do cavalo marajoara e vice-versa”, explicou o zootecnista.

Ninguém sabe ao certo quantos purucas existem hoje. Sabe-se é que não são muitos. Para continuar existindo, esse mini cavalo depende do programa de conservação da Embrapa e de alguns poucos criadores, como a dona Eva Abufaiad, que, com seu plantel de 30 animais, se esforça para melhorar a raça.

“Eu tenho um vizinho, o Hildegardo Nunes, que também se dedica a isso. Então, nós nos juntamos. Algumas vezes, eu cedo o reprodutor. Ele me cede o dele e assim nós vamos mantendo a duras penas o nosso puruca, o pequeno valente”, concluiu dona Eva.






Fonte: Globo Rural

CAVALO, FOTO DO DIA

TARUMÃ - INDICAÇÕES DE DALTON MEHL ANDRUSKO


NOSSAS INDICAÇÕES
1º Olympic Torrential - Jasmin Red - O.Knocks
2º Use It - Cache-Nez - Zé Bala
3º She Wants - Doce Veneno - Under Your Nose
4º Diamante Puro - Com Justiça - Uruguaya Lady
5º Baile Nuestro - Tsotsi - Libriano
6º Tio Colete - Great Exam - Luz Nascente
7º Greedy - Truco Y Flor - Rubi Estrelado
8º Shinny Star - Beaux Arts - Skydiver
9º Quintilion - Dá-lhe Santarém - Ellysyo

AS BARBADAS - She Wants (3º) e Baile Nuestro (5º)

PICK 3 INICIAL
1º Olympic Torrential
2º Zé Bala - Use It – Cachê-Nez
3º She Wants

ACUMULADA DE PLACÊ
1º Olympic Torrential
3º She Wants
5º Baile Nuestro

TARUMÃ - SAIDA DE PROFISSIONAIS DE PRIMEIRA LINHA

José Marcelo Ventura

Nas próximas semanas, os jóqueis Nelson Souza e José Ventura seguirão para Cidade Jardim; o aprendiz D.Santana vai trabalhar com o treinador J.C.Sampaio nos Centros de Treinamentos no Rio de Janeiro e Emerson Gonçalves Cruz vai mais longe, Malásia. No final do ano o treinador Pedro Nickel Filho, vai para Campinas.

Dalton Mehl Andrusko

BOLINHO DE ARROZ MAIS FAMOSO DO BRASIL o Ritz


Fonte
Bar e Restaurante Ritz - São Paulo

Tempo de Preparo
Rápido - 45 minutos

Dificuldade de preparo
Fácil

Custo aproximado
Baixo

Ingredientes

4 xícaras (chá) de arroz bem cozido
4 ovos
1/4 de xícara (chá) de farinha de rosca
1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado
1/2 colh (chá) de fermento em pó
1/2 xícara (chá) de salsinha picada
1/2 xícara (chá) de cebolinha picada
1/2 colh (chá) de sal
1/4 de colh (chá) de pimenta-do-reino
1 litro de óleo (ou mais, se necessário, para fritar)


Modo de preparo

Coloque o arroz, os ovos, a farinha de rosca, o queijo, o fermento, a salsinha e a cebolinha em uma tigela. Tempere com o sal e a pimenta-do-reino. Misture bem. Numa frigideira funda, aqueça o óleo e doure os bolinhos, que devem ser moldados na mão, um a um. Retire com espumadeira, escorra bem e sirva em seguida.

Pedro Nickel Filho de mudança para Campinas




Pedro Nickel está de volta em São Paulo
Após quase 10 anos radicado no Hipódromo do Tarumã, em Curitiba, o treinador Pedro Nickel Filho está se transferindo para o Centro de Treinamento de Campinas. O vitorioso profissional deverá concluir o estabelecimento de sua tropa na nova área no mês de novembro, quando os últimos animais, que ainda se encontram no Paraná, viajarão para Campinas.

Filho do consagrado treinador Pedro Nickel, e tendo iniciado a sua carreira em São Paulo, “Pedroca” respondeu, durante a sua estadia na capital paulista, pelo treinamento de memoráveis corredores, como Joe Who, Conan Barbarian, Determinado, Soft Gold, Engualichada, dentre outros qualificados animais.

Em 2001, o profissional estabeleceu a sua base em Curitiba, e nesta nova fase de sua jornada também argolou expressivos resultados, através de animais como Néleo, Setembro Chove, Other Victory, MoonBerry, Baccarat, Greetings etc. Também foi durante este período que Pedroca desenvolveu experiências internacionais das mais produtivas, como as incursões de Reizinho no Chile em 2004, e a participação em 3 temporadas no Dubai International Racing Carnival com 5 vitórias dos seus pensionistas em Nad Al Sheba – grifo nosso para a vitória de Happy Boy na Al Maktoum Challenge Round 1 (Gr.III) em 2008.

Atualmente, Pedroca conta com pouco mais de 2.300 vitórias, sendo 70 delas em provas de Grupo, além de 6 estatísticas em Cidade Jardim.

por Victor Corrêa

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

CRISTAL - INDICAÇÕES PARA QUINTA - 07/10

ZIRBO




1º páreo: Count Lupin tem boas chances de manter sua invencibilidade. Ivanizevich se for confirmada a pista de grama pode iniciar vencendo em nosso Hipódromo. Baita Renda não correu de todo o mal e também conta com possibilidades de vitória. Kris Kringle vai muito aliviada no “lombo” e mesmo entre os machos poderá surpreender. Olho vivo em Heroi do Coqueiro que tem vezes que corre bastante.

COUNT LUPIN - IVANIZEVICH (4-1) – BAITA RENDA – KRIS KRINGLE

2º páreo: Ritmo Caliente venceu aos esbarros e tem tudo para repetir. Água Serena é outra que venceu com autoridade e que pode ganhar novamente. Imobiliária traz campanha que pode ser suficiente para conquistar a vitória. Bityng pode vencer com pule compensadora. As demais só como surpresa.

RITMO CALIENTE – ÁGUA SERENA (1-5) – IMOBILIÁRIA - BITYNG

3º páreo: Prova bastante equilibrada. Papão pela raça que tem deve melhorar muito na grama e será o nosso indicado. Souchard vai agradecer o aumento do percurso e aparece como rival de vulto. Mirage da Luz tem atuado com destaque e deve ser respeitado. Cuidado com Jazz And Wine que é tido em alta conta e Rassegna que esta bem aguerrida.

PAPÃO - SOUCHARD (6-2) – MIRAGE DA LUZ – JAZZ AND WINE

4º páreo: Siga Gold não deverá encontrar dificuldades para vencer novamente. Pick-Pick, Sundown Sallon e Urucum são os mais cotados para escoltar o favorito. Filippio tem categoria para se misturar no final. Pé de Vento pode “estufar” uma trifeta.

SIGA GOLD – PICK-PICK (1-2) – SUNDOWN SALLON - URUCUM

5º páreo: Rodolfo anda tinindo e vai contar com a nossa indicação. A parelha Urban Pampero e Grande Crack deve ser o maior obstáculo no caminho do favorito. Ocean View já enfrentou turma mais forte e aqui pode vencer. Revolt Famous e Zorba’s Dream não devem ser desprezados.

RODOLFO – URBAN PAMPERO (2-3) – GRANDE CRACK – OCEAN VIEW

6º páreo: Oito de Espadas atravessa ótima forma e mesmo puxando o “handicap” será o nosso indicado. Fuco retornou voando e tem categoria de sobra para desbancar o favorito. Pé de Vento no final sempre comparece e pode surpreender os favoritos. Homem Da Lei traz boa ficha em sua bagagem e sua vitória é algo viável. Depois Desafinado e Ibis Power.

OITO DE ESPADAS - FUCO (2-7) – PÉ DE VENTO – HOMEM DA LEI

7º páreo: Outra prova muito parelha. Ladina dos Pampas pelo que mostrou na última, poderá fazer um pau a pau. Prata do Rosa começa badalada e tem que ser respeitada. Quake Fingers pegou ótima baliza e pode iniciar com vitória. Far Lady, Marina Tex e Bijuja Tchê não podem ser totalmente descartadas.

LADINA DOS PAMPAS – PRATA DO ROSA (6-2) – QUAKE FINGERS – FAR LADY

8º páreo: Mestre Beleza não cessa de evoluir e desta feita poderá vencer. Kipler corre mais do que mostrou na pretérita e sua parceria não acredita em derrota. El Impulso embora largue em baliza desfavorável tem que ser respeitado. Convém tomar cuidado com Operante Tex que havia trabalhado muito bem e não confirmou. Energisan Júnior é uma “caixa econômica” e no final certamente vai comparecer.

MESTRE BELEZA - KIPLER (9-6) – EL IMPULSO – OPERANTE TEX

9º páreo: Consumidor não sentindo seus “dodóis” deve ser barbada. Annex Rite retorna em turma do seu agrado e aparece como principal adversário. Kirkman venceu bonita carreira e pode até repetir. Sucesso Desejado pode acertar a partida e parar só depois do espelho. All Much e Seusilva podem brigar pela formação de uma dupla-exta.

CONSUMIDOR – ANNEX RITE (2-8) – KIRKMAN – SUCESSO DESEJADO

10º páreo: Estação Top caiu bastante de turma e seu maior adversário aparentemente é a distância. Mircea se folgar na frente vai endurecer a parada. Doyourbest também já atuou com outra gente e aqui pode vencer. Hatrampa no final sempre comparece e nesta ocasião poderá atropelar em tempo de vencer. Upper Way e Garnet são levadas com muita fé por seus interessados.

ESTAÇÃO TOP - MIRCEA (4-6) – DOYOURBEST - HATRAMPA

NATAÇÃO PARA CAVALOS - PARTE III


O hidro - hipódromo


Depois que êles acostumam com a piscina, a maioria dos
cavalos aprendem a desfrutar do prazer de estar na água.

Uma variação mais recente da terapia de imersão é o andador estático submerso, comumente chamado de "Aquatred", por ser o nome do produto. O cavalo é parcialmente submerso na piscina feita de fibra de vidro, com suas extremidades submersas, num andador fixo. O andador fixo é ligado fazendo com que o cavalo ande contra o movimento da água. O sistema foi desenhado para todo tipo de situações, desde a reabilitaçãoa até o treinamento para corridas. A movimentação que cria na água, beneficia o cavalo, já que reduz a fôrça exercida no seu corpo - ossos, articulações, tendões e ligamentos. O movimento contra a resistência exercida pela água é benéfico já que ajuda a desenvolver um bom sistema cárdio- vascular no cavalo.

Deb Williams treina cavalos em companhia de seu marido e joquei Tim, em seu haras na cidade de Whitt, Texas - USA. Ela tem um andador submerso estacionário que utiliza intensamente, e entre seus pupilos frequentemente se encontra a potra de 2 anos Eyesa Shaker que foi treinada e corrida pelo casal conseguindo uma vitória no Heritage Place Futurity G1). Ela também utiliza o andador estático submerso para preparar o ganhador do G3, Sharkem Elvis, que ganhou mais de USA $142.000, durante sua campanha.

"No ano passado, êle ganhou cêrca de US$85.000,, correndo contra o melhor dos melhores", disse Deb. " Tudo que fiz foi enviar-lo à piscina. Êle não tinha outra coisa mais a fazer para coloca-lo a correr verdadeiramente".
A piscina de 15 metros de comprimento tem uma rampa gradual em cada ponta com um andador hidráulico estático no fundo. A piscina tem também propulsores para agitar a água. O nível da água atinge cêrca de 1,5 metros de profundidade e pode ser ajustado de acordo com o tamanho de cada cavalo.


A ganhadora de Grupo I, First Place Queen, utiliza o andador estacionário submerso no Lazy E Ranch em Guthrie, Oklahoma, para colocar-se em forma. A temperatura da água se mantém fresca, usualmente entre 28 a 30°C no verão e um pouco menos no inverno. A profundidade da água varia dependendo do tamanho e quantidade de tecido adiposo (gordura) na massa corporal do cavalo.

A regra geral para a profundidade da água é aproximadamente de 10 cm abaixo da linha da cernelha, porém se o cavalo está mais gordo, o nível da água tem que ser abaixado para compensar a movimentação gerada pela gordura no corpo.

"Dessa maneira está distribuindo todo o seu pêso que pode distribuir, porém queremos que êle flutue", disse Williams, "Se êles flutuam, não tem nada que não o faça nadar, e cria um maior esforço".

O trabalho físico varia dependendo do estado físico e dos objetivos que se tenham para o cavalo, porém pode ser de 5 a 20 minutos. Williams prefere trabalhar gradualmente com um cavalo até atingir um trabalho físico com maior tempo.

"Pelo material que tenho lido sôbre pessoas e por minha experiência com as centenas de cavalos que tenho observado, parece ser mais benéfico melhorar o estado físico através de um trabalho mais prolongado" disse ela.

"Para reduzir a inflamação e reconstituir o sistema cardio-vascular, temos que colocá-los a exercitar por 20 minutos para fazer com que o coração trabalhe o tempo suficiente para recuperar-los".

O trabalho é feito bem calmo. Os cavalos podem trotar no andador estático submerso, porém a maior parte do trabalho é feito caminhando.

Johnson e Williams estão de acordo que apenas o caminhar normalmente é suficiente para preparar um cavalo inscrito para correr.

"Coloque- o num lugar com água até a paleta e faça com que mexa os membros caminhando com fôrça para frente", disse Johnson. "É assombroso (o esforço que o cavalo necessita fazer). Agora imagine que se voce achou que andar é bom, então trotar será melhor. O excesso não é bom para nada. Quando se trata de "Aquatred", a velocidade não é importante".

Williams está de acordo. Ela disse que os cavalos que estão em recuperação deveriam movimentar se, andando muito tranquilo. Os cavalos em treinamento para corrida aumenta-se o passo para caminhar mais rápido, que vai dar mais músculo e mais trabalho cardio-vascular, em comparação ao trotar.



A limpeza é muito importante antes do cavalo entrar na piscina ou no andador estacionário submerso.
O cavalo deverá ser escovado e lavado, os cascos devem ser limpos com limpa-cascos antes de entrar.

Os cavalos de corrida em treinamento não são os únicos que podem beneficiar-se do exercício no andador estático submerso. Os produtos sobreano que estão sendo preparados para as vendas, como também bovinos de cria, que também podem adquirir massa muscular ao utilizar o andador estático submerso.

Williams cita um reprodutor que ela ajudou, pois seu índice de fertilidade tinha caído a quase zero "Colocamos alí todos os dias", conta ela." Êle se refrescou, se acalmou, melhorou e se colocou em forma, e seu esperma alcançou sifras altíssimas. O bom estado físico não é somente para quando está no plano de treinamento, mas sim ser um melhor reprodutor ou uma melhor mãe. Quando pratico exercício meu corpo trabalha e funciona melhor, e sou um ser vivo mais saudável".

Também pode ajudar aos cavalos que tenham passado do' ponto' por excesso de exercício
"Os cavalos se sentem muito bem no Aquatrend", disse Johnson rindo."Êles começam a brincar na água com o lábio inferior, jogam água em si mesmo e ficam muito soltos. Ficam muito alegres pois descobrem que não doi e podem fazer seu exercício sem tensão".

"Quando colocamos cavalos doídos, tristes e muito cansados ", disse Williams." Êles entram e depois de três ou quatro dias, seu comportamento muda por completo. Nota-se o prazer dêles em estar alí".

"Isto é o ideal para alguns cavalos (mais velhos) de corrida. O cavalo entra alí por 20 minutos gasta toda sua energia sem prejudicar suas velhas articulações, que são as últimas a serem pressionadas.Êles se sentem mais contentes que um cachorro com dois rabos, pois sua cabeça e seu corpo estão exercitando e assim, não fica preocupado com o exercício. É muito bom para sua cabeça".

POTROS EM CRESCIMENTO - PARTE III



Problemas de Saúde

Mesmo que as enfermidades ortopédicas do desenvolvimento (EOD) em animais jovens se originem devido a múltiplas causas como hereditárias ou exercícios, a dieta e desequilíbrios nutricionais podem desenvolver papeis importantes. As complicações inerentes a EOD, podem ser epifisites, as osteocondrites, e as arterites juvenis, entre outras desordens.

Na década de 70, acreditava-se que o uso excessivo de proteína era a causa, porém esta teoria foi descartada.
"Ao diminuir a quantidade de protéína não melhorará o crescimento ósseo e , na realidade pode ser maléfica", conta Ralston. "Por outro lado , o sobrealimentar com energia - mais de 100% das recomendações da National Research Council - podem causar problemas, em especial se a quantidade de minerais administrada não for aumentada ao mesmo tempo".

Ralston tem a teoria de que o fornecer carbohidratos especialmente quando se mistura com minerais desequilibrados e excesso de energia, é o fator excencial para desencadear EOD.

Êstes fatôres podem causar mineralizações dos ossos anormais e incorretas, que se traduzem em extremidades com propensão a defeitos do desenvolvimento", disse ela.

A dieta deve ser balanceada para atingir uma correta saúde músculoesquelética.
"Uma má nutrição inclui tanto a subalimentação como a superalimentação de nutrientes", disse Ralston. "O Subalimentar atrofiará o cavalo em crescimento e aumenatará o risco de enfermidades. O Sobrealimentar, especialmente com calorias e suplementos, tem o potencial de causar mal permanente na extremidade e ter repercuções metabólicas".

Ralston pensa que o sobrealimentar com grãos ricos em carbohidratos, como o alimento rico em açucar pode levar a um cavalo jovem ao atingir a fase adulta com síndrome metabólica equina, ou insulinoresistência.

"Aquelas farinhas e açúcares se digerem rapidamente no intestino delgado, causando um aumento da glicose no sangue, o que gera um aumento na produção de insulina", disse ela.

"Quando êles estão acostumados com uma ração que tem grande quantidade de farinha e açúcar, por alguma razão suas células se tornam menos sensíveis a ação da insulina, necessitando de mais insulina para liberar a mesma quantidade de glicose".
A presença de altos níveis de insulina interfere com os hormônios do crescimento.

"É melhor evitar-se tanto os altos como os baixos niveis de glicose/insulina", disse Ralston."Porisso trate de não alimentar com alimento doce que tenha grande quantidade de melaço".

DEPIGUÁ, HARAS DEPIGUÁ JÁ ESTA COM OS POTROS GALOPANDO EM MADALENA

Aliance, Personalidade e Angel Luz, primeiros galopes em Madalena


Os recém chegados potros do Haras Depiguá para doma definitiva, estão surpreendendo a cada dia e já é possível vê-los galopando nos matinais do turfe.

Sempre acompanhado pelo treinador R.Gomes e a supervisão de Marcio Uchoa, os potros chamam a tenção pela docilidade e rapidez com que foram montados. Segundo Marcio, os potros estão há pouco mais de 60 dias no Jockey Club e pela docilidade já estão fazendo os primeiros exercícios e não estão com dificuldades na pista. A previsão de estreia desta geração (2008), será para 2011, quando também deverá chegar a segunda geração de (2009).

Os potros do Haras Depiguá, também estão despertando o interesse de proprietários da terra. Um deles foi Clovis Peixoto Neto que despertou o interesse em adquirir o potro Allot Depiguá que chama a atenção pelo seu porte e beleza, outro que demonstrou interesse pelos animais do Depiguá foi Arivaldo Prudente de Sant’anna que já está em negociação com Dr. Carlos Baltar para adquirir um dos animais e reativar o Stud Imperial, farda verde e ferradura branca, que marcou época no turfe nordestino com o alazão Real Nordic (Crying Tun Run e Real Nordic) na década de 80.

É a Madalena colhendo seus frutos e o turfe agradece.


POR Chico Mendonça´- JCPE

CAMPOS, ELEIÇÃO NO JOCKEY CLUB DE CAMPOS


Hipódromo dos Canaviais terá nova diretoria

Terminou na última segunda-feira, 04 de outubro, o prazo para registrar chapa para concorrer às eleições no Jockey Club de Campos, no próximo dia 14 deste mês.

As eleições foram convocadas pelos sócios do clube, insatisfeitos com a situação de paralisação atual da entidade, através de publicação em jornal local – Folha da Manhã, em 29.09.10.

O prazo para registro se encerrou com a inscrição de apenas uma chapa, encabeçada por Octávio José Ferreira da Silva, proprietário do Stud Santiago de Compostela.

A chapa que deverá ser eleita por aclamação no próximo dia 14 deste mês é composta da seguinte forma:

Presidente: Otavio José Ferreira da Silva (Stud Santiago de Compostela)
1º Vice-Presidente: Silvio Pinto Netto
2º Vice-Presidente: Antonio Carlos Aguiar Junior
1º Tesoureiro: Luiz Antonio F. Silva
2º Tesoureiro: Alcimar Silva Gomes
1º Secretário: Edson Carvalho Rangel
2º Secretário: Rogério Siqueira Gadelha



Raia Leve

TARUMÃ - PRINCIPAL PAREO PROMETE SER SENSACIONAL


O Sexto Pareo do Programa desta Sexta Feira, 1200 Metros , promete ser sensacional,
contando com a presença de velocistas de primeira linha tem tudo para
ser uma carreira 10.
Competidores:

1 - ÉTICO N.Souza 1-55
2 - LUZ NASCENTE B.Marques 4k 2-58
3 - OURO DO PORÃ E.G.Cruz 3-52
4 - AL-MAJD R.Araujo 4k 4-50
5 - GREAT EXAM B.Ardiles 5-58
6 - TIO COLETE T.J.Pereira 6-55
7 - BUFALLO BILL D.Santana 3k 7-58
8 - EVIL MAGIC Z.M.Rosa 8-56

MARCOS RIZZON - PELA VIA LÁCTEA


* JOÃO GAETA - Este amigo, turfista, sócio do JCRGS e proprietário, faleceu na noite de 2 de outubro, vítima de um enfarte fulminante. Gaeta se dirigia a um restaurante com sua companheira, que sendo médica, foi incansável na tentativa de reanimá-lo até a chegada do SAMU, mas infelizmente ele não respondeu positivamente, deixando órfãos todos os seus amigos. Nossos pêsames a Drª. Vera Neves pela sua perda tão repentina.

* FICHA LIMPA (I) - Em tempos de moralização da política, quando há um esforço nacional para barrar candidaturas suspeitas, surge a oportunidade de o turfe brasileiro fazer o mesmo a partir do próximo ano e dos anos imediatamente seguintes, quando teremos eleições em São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

* FICHA LIMPA (II) - Portanto, vamos pensar, analisar, discutir e avalizar candidaturas em todos esses Estados que tragam a tarja “ficha limpa” em suas formações. É a oportunidade única e valiosa de aproveitar a onda sadia de moralização da política nacional para fazer o mesmo no turfe brasileiro!

* CENSURA (I) - O JT circula há 15 anos em todo o Brasil. Um dos lugares em que ele nunca teve problemas foi no Tarumã. E ali, tenho mais de uma centena de amigos.

* CENSURA (II) - Faz tempo que a atual diretoria (uma parte dela) quer proibir nossa circulação, minha freqüência e de outros que aqui escrevem. Porquê??? Estamos dizendo verdades??? Estamos perguntando e não estão nos respondendo... Porquê???

* CENSURA (III) - Todo homem público precisa ser transparente e está sujeito a críticas. Quem não quiser ser criticado que renuncie seus cargos frente aos Jockeys Clubs. É simples...

* ELEIÇÕES NO JCP - Vão pegar fogo em 2010. O tempo voou, os dois anos se passaram e a oposição está muito mais organizada. Diria que ela vai largar dos boxes com 500 votos. Mas, os oposicionistas dizem que vão sair tirando e seguir tirando cada vez mais. Quem viver verá!

* JORGE RICARDO - Completou no dia 30 de setembro, 49 anos. Saúde e muitas vitórias ao campeão!

* O MAIOR INCENTIVADOR... - Que tive em minha carreira jornalística foi meu avô - Hygino dos Anjos Martins -. No dia 1º de outubro, se vivo estivesse, completaria 94 anos. Saudade!!!

* CAVALO CRIOULO - Os criadores desta raça comemoram os ótimos resultados colhidos em 2010. As médias dos leilões superam os R$ 20 mil e teve leilão, como o da Divas, em que a média geral foi de R$ 65 mil. Será que só o PSI anda para trás??? Somos incompetentes???

* TURFE GAÚCHO E COPA AGCCC - Com novos ares soprando, o JCRGS e a AGCCC conseguiram 103 inscrições, sucesso total, em suas duas promoções para 2011.

* THAIS SANTOS - Ficamos sabendo no fechamento desta edição, através de informação do amigo Zeca Ferrazza, é que na queda, com a batida que sofreu na cabeça, afetou a “fala”. Thais terá consulta com uma fonoaudióloga. Torcemos por sua recuperação.

* TURFE É FESTA (I) - Há uma ala na política que insiste em criticar a realização de festas no turfe, como se as tardes de Arco do Triunfo na França ou de Dubai World Cup nos Emirados fossem privadas desse tipo de evento. E como se a grande imprensa, nessas ocasiões, fosse prestigiar um grande prêmio que não tivesse badalação, mas apenas pelo número de cavalos inscritos na prova.

* TURFE É FESTA (II) - A imprensa marrom, aquela formada pelos pseudo-jornalistas, encampa a idéia e também condena as festas. Mas na primeira chance que têm de aparecer em fotografias, sites ou revistas, lá estão eles, alegres e saltitantes, de copos na mão! Resumindo a questão: “as festas no turfe não são boas, a menos que nós sejamos convidados”...

* LA PROVIDENCIA CONTRATA ALTAIR DOMINGOS - Este ótimo jóquei seguirá como 1ª monta do Haras Springfield, ficando como 2ª monta do criatório de José Luiz Depieri.

* O ASSASSINATO MATÍAS BERARDI - Seqüestrado na 3ª feira, 28, este jovem de 17 anos, filho do veterinário do Stud Book Argentino - Juan Pablo Berardi -, foi assassinado na 4ª feira, 29. Nossos maiores sentimentos à sua família.

* NELITO CUNHA DESENCABULOU... - No Hipódromo de Kranji (1º/10), em Cingapura, ao vencer 2: Top Happiness (Bertolini) e Newfoundluck (Tabkir). Foram as primeiras de muitas.

* “VENTA DE TRAINING” DA ABULLRICH - Realizado na 5ª feira, 30, no Tattersall de Palermo, teve como preço máximo The Alchemist (Salt Lake e La Magie por Southern Halo), adquirido por 49.000 pesos (US$ 12.312) pelo treinador Miguel Andreoni, em comissão. Ganhador do Clásico Lamadrid (L), do Especial Haras La Quebrada e do Handicap Hiper Crack, é irmão materno dos ganhadores de Grupo La Charmante (Indygo Shiner) e Le Miracle (Russian Blue).

por MARCOS RIZZON

WORKFORCE PODE SER INSCRITO NO BREEDERS CUP TURF


staff da Juddmonte Farm cogitou esta semana da possibilidade de Workforce, campeão do recente GP l’Arc de Triomphe (G.1), correr a Breeders’ Cup Turf nos Estados Unidos, marcada para os dias 5 e 6 de novembro, em Churchill Downs, no estado de Kentucky. A decisão será tomada por Khalid Abdullah, titular da Juddmonte, em conjunto com o racing manager Teddy Grimthorpe e com o treinador Michael Stoute que, ao lado do jóquei Ryan Moore, conquistou seu primeiro Arco do Triunfo no último domingo, em Longchamp, na França.

A princípio, a equipe da Juddmonte considera que o ainda três anos Workforce tem muita campanha pela frente, apesar de já ter currículo de primeiríssima para se tornar reprodutor de fama mundial, com suas vitórias acumuladas no Arco do Triunfo e antes no Epsom Derby (G.1), num total de três êxitos em apenas cinco apresentações do filho de King’s Best e Soviet Moon, por Sadlers’ Wells.

Quanto ao segundo colocado para Workforce no último domingo, o japonês Nakayama Festa, também existe a possibilidade de vir a disputar a Breeders’ Cup Turf (G.1), segundo informações da Japan Racing Association. O filho de Stay Gold, de quatro anos, retornará ao Japão tendo ainda em vista sua participação na Japan Cup (G.1) no final de novembro.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

MARCOS RIZZON, PROIBIDO DE FREQUENTAR O TARUMÃ ?




Circula na Internet a noticia que o Jornalista Marcos Rizzon foi proibido de frequentar o Jockey Club do Paraná pelo periodo de 1 ano.
Por ocasião do Grande Premio Paraná, conforme noticiado no Jornal do Turfe,
, Circular , sem assinatura, também proibia a entrada no Club de pessoas que não são do agrado da instituição.
a pagina do Club não observa nenhuma das probições acima.

TURFE - HISTÓRIAS E MEMÓRIAS

SAMIR ABUJAMRA AUTOGRAFANDO TURFE - HISTÓRIAS E MEMÓRIAS

No último domingo foi lançado o livro "Turfe - Histórias e Memórias", no Salão das Rosas do Hipódromo da Gávea, com a presença do autor Sr. Samir Abujamra autografando os livros.


Raia Leve

KAPO DE TUTTI, VITÓRIA NA ESTRÉIA


EUA: KAPO DI TUTTI DEBUTA COM VITÓRIA - Foi no Hipódromo de Golden Gate (24/9), que este 5 anos, filho de Redattore e Granny’s Pie (Ghadeer), de criação e propriedade do Haras Mabruk (Samir Abdenour) venceu um Allowance (US$ 33.000 - 1.700m, grama), empregando 1’45”04. Pilotado por Chad Schvaneveldt e preparado por Richard Mandella, derrotou por 1 ¼ corpo a Moudez (IRE). Pela amostra, vitórias de Grupo virão


texto - JT
foto - Internet

LEANDRO MANCUSO, PELOS BASTIDORES DA GÁVEA


PELOS BASTIDORES DA GÁVEA


* Comparecendo ao GP PARANÁ, encontrei-me com o Cosminho, Osmar Loezer e esposa, Hélio Frota (proprietário no Cristal), Ronaldo Carvalho, Deuclides Gudolle, Juca Vecchio, Fernando Campos, Felippe (do Palurape), J.C.Sampaio, D.Guignoni, Senhor Levy (Art & Ort), Fabio (Artic En Ciel), J.B.Nogueira e Flavio Guedes, entre outros.

* Gostaria de agradecer a Diretoria do J.C. do Paraná, os amigos ARTHUR, CARLOS PIOVEZAN, DANIELLE FAGUNDES etc. Estava tudo perfeito, a única coisa que não gostei foram as músicas sertanejas e vanerões, nas festas... não aguento mais ouvir esse chove e não molha... kkk.

* Também estava presente o titular do STUD RENATA E RODRIGO, SR. NILSON e sua equipe: KANELA (vendedor máximo de ligas para cavalos de corrida da marca STRIKEN), ZÉ, S.L.SILVA (esse fez chover no Paraná); o titular do STUD FREE WILL e o SR. RECO, do HARAS MONTE CARLO.

* ALEGRIA DE POBRE, igualou o recorde da milha, que logo em seguida seria batido pelo Olho Clínico, ganhando de galope. Ela foi comprada no Leilão de Treinamento do Stud Eternamente Rio. Ótimo o preparo do M.V.LANZA e direção de BRUNO ARDILES.

* Com a retirada do cavalo ABSTRATO, que custou 250 mil reais no Leilão do Haras dos Girassóis, a milha do GP Governador do Estado ficou a mercê de OLHO CLINÍCO, que ganhou aos esbarros. IVO OLIVEIRA, o popular “Toco”, era só alegria na fotografia da vitória.

* JABURÚ VIP, estraçalhou os adversários. Com filiação para ninguém botar defeito (Inexplicable e Daflan por Burooj), mostrou as qualidades que o proprietário sempre depositou nele, afinal de contas tinha enfrentado em Cidade Jardim a NEBIONNE e XIN XU LIN. Esse cara branca ainda vai dar o que falar. Parabéns Edgar Araujo!!!

* O GP Velocidade foi de ZARCO, adquirido pelo STUD PALURAPE, no Leilão do Haras dos Girassóis. No mesmo remate comprou o potro BORN TO WIN, que custou 60 mil reais. Foi o mais caro do remate.

* O STUD AMIGOS DA BARRA adquiriu 3 cavalos: CATABILITY, ADIVINHADORA e ALFORRIADO, que ficarão com o treinador J.C.SAMPAIO.

* O cavalo QUERUBÍNICO, do Stud Alto da Gloria (Arthur Almeida), ganhou com o aprendiz D.SANTANA (Ap.3), voltará em breve à Gávea, onde ficará sob os cuidados de I.F.SOUZA.

* A reteira MUSA ALEGRE, que ganhou duas pencas no Brasil onde era muito bem treinada pelo JULIO CÉSAR, já ganhou 2 provas na Argentina.

* O cavalo URAGANO POINT foi adquirido pela Coudelaria Barcelona e ficará aos cuidados de D.GUIGNONI, no intuito de seguir campanha na Gávea e ir correr a milha do GP Bento Gonçalves. O Conde Vic vai ter que correr mais desta feita...

* O aprendiz D.SANTANA, hoje radicado no Paraná, está de malas prontas para o Rio de Janeiro, onde pretende ajudar o JULIO CEZAR SAMPAIO nos Centros de Treinamentos.

* SWEET ROAR, do STUD JIFE (Dudu) ganhou lindo G.3, e, em apenas 2 corridas, mostrou imensa qualidade. ÓTIMA A DIREÇÃO DO MARCELO ALMEIDA

TARUMÃ, II GRANDE PREMIO CAMPEÃO DOS CAMPEÕES

Confrontante

Estão alojadas no Jockey Club do Paraná as seguintes parcerias: Para o II GP CAMPEÃO DOS CAMPEÕES: Stud Alagretense(Alegrete), Leolino Alberton(Palmeira das Missões), Stud Tobias(Curitiba), Haras Belmont Ltda(Curitiba), Stud Mandrake(Curitiba) e Haras Bagé Horse/Fabio Araldi/Jorge Ketenhuber(Bage/Vacaria), para a TAÇA VELOCIDADE: Rui Santos(Totosão -Clevelândia), Fabio Araldi(El Jogo Virtual - Vacaria), Stud mandrake(Rakhsh - Curitiba), Leolino Alberton(Zora Be Back - Palmeira das Missões) e Stud 13(Super Estrela - Julio de Castilhos). A confirmação dos participantes é nesta Quinta-Feira apartir das 21:00.

VACARIA, XIX GRANDE PREMIO CIDADE DE VACARIA

TURFE, HISTÓRIA DO TURFE

GIRL AND HORSE

ARTE, CAVALOS ARTE

GENTILEZA GERA GENTILEZA

PERNAMBUCO - CLÁSSICO MARCO SIRE CORTEZ


TERÇA, MADALENA, CLÁSSICO MARCO SIRE CORTEZ
COMPETIDORES:

1 PODEROSO CHEFÃO

2 TETTORE

3 PAUL GARDEN

4 TOLL FREE

5 ILANO

6 TANGO ARRABALERO

7 JUJUY

8 YES BOOK 56 8 EST

9 TÁRSIO 56 9 EST