Jeane Alves

Jeane Alves
Vitória de G 1 com Equitana

domingo, 25 de julho de 2010

GRANDE PREMIO BRASIL 1980 - BIG LARK


Depois de dois terceiros lugares, o alazão Big Lark conseguiu colocar seu número no topo do placar. O resultado, porém, gerou muitas controvérsias, já que o segundo colocado, Baronius, dirigido pelo chileno Gabriel Meneses, foi nitidamente prejudicado, tanto por Dark Brown, que defendia os mesmos interesses do vencedor, quanto pelo próprio ganhador. O jóquei José Queiroz, de Dark Brown, procurava obstar a avançada de Baronius, inclusive segurando sua manta, quanto o piloto de Big Lark, Antonio Bolino, batia aberto, chegando a acertar o olho de Baronius. A diferença do primeiro para o segundo colocado foi de meio corpo e a confirmação do resultado acabou sendo a mais estranha e demorada da história da carreira. Dark Brown terminou em terceiro, com Exótico e Maleval no restante do marcador.

Em seguida chegaram: Leão do Norte, Sunset, Cão p Ferrat, Ornarello, African Boy, Quemante, Amarko, Nagami e Selestat. Não correram Xmas Box, Barnum e Reichmark.

2 comentários:

  1. a vergonha e tanta que não se vê um video sequer na internet ou qualquer rede social da corrida sitada ! isto e o brasil !!!
    que VERGONHA !!!

    ResponderExcluir
  2. Uma das maiores injustiça que eu já vi, no dia seguinte os jornais da época publicaram várias fotos do ocorrido e ficou por isso mesmo, cadê o vídeo deste GP Brasil, quem tiver coloca no YouTube, para mim o vencedor de 1980 foi Baronius, um cavalo fantástico .

    ResponderExcluir